Analysis of the variability of precipitation in front of land use changes in the municipality of Tucuruí-PA

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i3.2726

Keywords:

Precipitation; Statistical analysis; Land use mapping.

Abstract

This article aims to analyze the variations in precipitation, as well as the spatial dynamics of land use and coverage in Tucuruí, southeastern state of Pará, from 1980 to 2015. For this, data from meteorological stations of the National Institute were used. Of Meteorology (INMET) and the National Water Agency (ANA) for the study of precipitation in the municipality, Mann-Kendall and Sen’s Slope tests were used, for the 95% significance level. To understand the changes in land cover in the study area, the linear mixture model in Landsat-TM 3, 5 and 8 segmented images was used, for multitemporal analysis of the land cover classes identified in the municipality. The results indicated that there were no trends in the series of annual precipitation totals (1980 to 2015). However, there were significant variations in the interannual rainfall regime, with an average annual rainfall of 2431.6mm. The data indicated seasonality characterized by two distinct seasons: less rainy, between the months of June to November; and the other more rainy, between the months of December to May. The mapping showed different classes of land use in the period studied, however the classes of native vegetation, secondary vegetation, hydrography and exposed soil showed non-linear spatio-temporal variation, however the class of exposed soil showed an increasing behavior since 1980 with beginning of the hydroelectric plant works. Regarding the annual rainfall of the municipality, it is noted that there is no direct relationship with the classes of land use and coverage in the years analyzed.

References

Agência Nacional das Águas. (2018). HidroWeb: séries históricas de estações. Recuperado em 20 setembro, 2018, de http://www.snirh.gov.br/hidroweb/serieshistoricas

Alencar, L. P., Mantovani, E. C., Bufon, V. B., Sediyama, G. C., & Silva, T. G. F. (2014, agosto). Variação temporal dos elementos climáticos e da ETo em Catalão, Goiás, no período de 1961-2011. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 18(8), 826-832. Recuperado em 4 janeiro, 2020, de http://www.scielo.br/pdf/rbeaa/v18n8/v18n08a07.pdf

Almeida, C. A., Pinheiro, T. F., Barbosa, A. M., Abreu, M. R. B. S., Lobo, F. L. Silva. M., Gomes, A. R., Sadeck, L. W. R., Medeiros, L. T. B., Neves, M. F., Silva, L. C. T., & Tamasauskas, P. F. L. F. (2009). Metodologia para mapeamento de vegetação secundária na Amazônia Legal. São José dos Campos: INPE. Recuperado em 5 novembro, 2019, de http://urlib.net/sid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/11.23.17.06

Assis, J. M. O., Calado, L. O., Souza, W. M., & Sobral, M. C. (2014). Mapeamento do uso e ocupação do solo no município de Belém de São Francisco-PE nos anos de 1985 e 2010. Revista Brasileira de Geografia Física, 7(5), 859-870. Recuperado em 4 janeiro, 2020, de https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/article/download/233337/27109

Borges, P. P., Martins, P. T. de A., & Ferreira, A. A. (2016). Uso e ocupação do solo por meio de uma série histórica na bacia do rio Santa Teresa em Goiás. Revista Brasileira de Geografia Física, 9(1), 296-304. Recuperado em 11 novembro, 2019, de https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/article/view/233650/27234

Caramelo, S. U. J., & Cidade, L. C. F. (2004). Gestão do território e conflitos ambientais na represa de Tucuruí na Amazônia brasileira. Polígonos: Revista de Geografía, 14, 53-77.

Cintra, I. H. A., Flexa, C. E., Silva, M. B., Araújo, M. V. L. F., & Silva, K. C. A. (2013). A pesca no reservatório da usina hidrelétrica de Tucuruí, Amazônia, Brasil. Acta of Fisheries and Aquatic Resources, 1(1), 57-78. Recuperado em 4 janeiro, 2020, de https://seer.ufs.br/index.php/ActaFish/article/view/1670/1713

Crispim, D. L., Rodrigues, R. S. S., Vieira, A. S. A., Silveira, R. N. P. O, & Pessoa, F. C. L. (2019). Análise estatística da precipitação do Município de Brasiléia – Acre, Brasil. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, 8(2), 104-122. Recuperado em 11 novembro, 2019, de doi:http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v8e22019104-122

Eletronorte. (1989). Plano de utilização do reservatório: a pesca nas áreas de influência local e de jusante caracterização preliminar (TUC 10-26443-RE). Brasília, DF: Centrais Elétricas do Norte do Brasil.

Fearnside, P. M. (2001, April). Environmental impacts of Brazil’s Tucuruí dam: unlearned lessons for hydroelectric development in Amazonia. Environmental Management, 27(3), 377-396.

Ferrari, A. L., Vecchia, F. A. S., & Colabone, R. O. (2012, junho). Tendência e variabilidade anuais da temperatura e da pluviosidade em Pirassununga-SP. Revista Brasileira de Climatologia, 10(1), 30-46. Recuperado em 9 dezembro, 2019, de doi:http://dx.doi.org/10.53 80/abclima.v10i1.30585

Field, A. (2009). Descobrindo a estatística usando o SPSS (2a ed.). Porto Alegre: Artmed.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2010). Conheça cidades e estados do Brasil. Rio de Janeiro. Recuperado em 1 janeiro, 2020, de https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa /tucurui/

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2017). Indicadores de Desenvolvimento Sustentável: tabela 1162 - população residente e taxa média geométrica de crescimento anual da população residente. Rio de Janeiro. Recuperado em 1 janeiro, 2020, de https://sidra.ibge. gov.br/tabela/1162

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2019). História e Fotos. Rio de Janeiro. Recuperado em 10 setembro, 2019, de https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/tucurui/historico

Instituto Nacional de Meteorologia. (2018). BDMEP: Banco de Dados Meteorológicos para Ensino e Pesquisa. Recuperado em 10 outubro, 2018, de http://www.inmet.gov.br/portal/ index.php?r=bdmep/bdmep

Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. (2017). Projeto PRODES - Monitoramento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite. Brasília, DF. Recuperado em 1 janeiro, 2020, de www.dpi.inpe.br/prodesdigital/prodesmunicipal.php

Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. (2019). Programa de Cálculo do Desflorestamento da Amazônia (PRODES): desflorestamento nos municípios da Amazônia Legal. Brasília, DF. Recuperado em 1 janeiro, 2020, de http://www.inpe.br/noticias/noticia.php?Cod_Noticia =5294

Intergovernmental Panel on Climate Change. (2014). Livelihoods and Poverty. In Climate Change 2014: impacts, adaptation and vulnerability: part A: global and sectoral aspects: working group II contribution to the IPCC Fifth Assessment Report (Chap. 13, pp. 793-832). Cambridge: Cambridge University Press. Recuperado em 9 dezembro, 2019, de doi:10.1017/ CBO9781107415379

Ishihara, J. H., Fernandes, L. L., Duarte A. A. M., Duarte, A. R. C. L. M., Ponte, M. X., & Loureiro, G. E. (2014, March). Quantitative and spatial assessment of precipitation in the Brazilian Amazon (Legal Amazon) – (1978 to 2007). Revista Brasileira de Recursos Hídricos, 19(1), 29-39.

Kendall, M. G. (1975). Rank correlation methods. London: Charles Griffin.

Brasil. (2006). Lei Municipal nº 7.145, de 29 de dezembro de 2006. Aprova e institui o Plano Diretor do Município de Tucuruí e dá outras providências. Tucuruí, PA. Recuperado em 16 dezembro, 2019, de http://www.portaldecontas.com.br/lei/anexos/pmtucurui/lei/planodiretor.pdf

Lopes, M. N. G., Souza, E. B., & Ferreira, D. B. S. (2013, julho). Climatologia regional da precipitação no estado do Pará. Revista Brasileira de Climatologia, 12(1), 84-102. Recuperado em 9 dezembro, 2019, de doi:http://dx.doi.org/10.5380/abclima.v12i1.31402

Loureiro, G. E., Fernandes, L. L., & Ishihara, J. H. (2015, March). Spatial and temporal variability of rainfall in the Tocantins-Araguaia hydrographic region. Acta Scientiarum. Technology, 37(1), 89-98. Recuperado em 9 dezembro, 2019, de doi: 10.4025/actascitec hnol.v37i1.20778

Mann, H. B. (1945, July). Non-parametric tests against trend. Econometrica, 13(3), 245-259.

McCarney, P., Blanco, H., Carmin, J., & Colley, M. (2011). Cities and climate change: the challenges for governance. In C. Rosenzweig, W. D. Solecki, S. A. Hammer, & S. Mehrotra (Ed.). Climate change and cities: first assessment report of the urban climate change research network (Chap. 9, pp. 249-269). Cambridge: Cambridge University Press.

Menezes, F. P., & Fernandes, L. L. (2016). Análise de tendência e variabilidade da precipitação no estado do Pará. Enciclopédia Biosfera, 13(24), 1580-1591. Recuperado em 13 dezembro, 2019, de 10.18677/EnciBio_2016B_146

Moraes, B. C., Costa, J. M. N., Costa, A. C. L., & Costa, M. H. (2005, junho). Variação espacial e temporal da precipitação no estado do Pará. Acta Amazonica, 35(2), 207-214. Recuperado em 13 dezembro, 2019, de https://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672005000 200010.

National Oceanic and Atmospheric Administration. (2019). ENSO: Cold and warm episodes by season. Maryland. Recuperado em 9 dezembro, 2019, de https://origin.cpc.ncep.noaa.g ov/products/analysis_monitoring/ensostuff/ONI_v5.php

Neiva, E. (2010, abril). Programa refloresta mais de 97% das áreas degradadas com a construção de Tucuruí. Corrente Contínua: a Revista da Eletrobrás Eletronorte, 32(231), 3-10.

Nobre, P., Malagutti, M., Urbano, D. F., Almeida, R. A. F., & Giarolla, E. (2009, November).Amazon deforestation and climate change in a coupled model simulation. Journal of Climate, 22(21), 5686-5697. Recuperado em 9 dezembro, 2019, de doi: 10.1175/2009JC LI2757.1

Oliveira, T. H., Galvíncio, J., Pimentel, R. M. M., & Silva, B. B. (2013, dezembro). Uso e cobertura do solo e seus efeitos na distribuição da temperatura de superfície em área urbana. Revista Brasileira de Geografia Física, 6(6), 1598-1616. Recuperado em 16 dezembro, 2019, de doi: 10.26848/rbgf.v06.6.p1598-1616

Prado, B. Q. M., Fernandes, H. R., Araújo, T. G., Laia, G. A., & Biase, N. G. (2016, junho). Avaliação de variáveis climatológicas da cidade de Uberlândia (MG) por meio da análise de componentes principais. Engenharia Sanitaria e Ambiental, 21(2), 407-413. Recuperado em 16 dezembro, 2019, de doi: 10.1590/s1413-41522016147040

Ribeiro, R. E. P., Ávila, P. R., Brito, J. I., Santos, E. G., & Sousa, L. F. (2014). Análise da Tendência Climática nas Séries Temporais de Temperatura e Precipitação de Tucuruí-Pará. Revista Brasileira de Geografia Física, 7(5), 798-807. Recuperado em 16 dezembro, 2019, de https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/article/view/233341/27113

Salviano, M. F., Groppo, J. D., & Pellegrino, G. Q. (2016, março). Análise de tendências em dados de precipitação e temperatura no Brasil. Revista Brasileira de Meteorologia, 31(1), 64-73. Recuperado em 16 dezembro, 2019, de https://dx.doi.org/10.1590/0102-778620150003

Sanches, F., & Fisch, G. (2005). As possíveis alterações microclimáticas devido a formação do lago artificial da hidrelétrica de Tucuruí -PA. Acta Amazonica, 35(1), 41-50. Recuperado em 5 novembro, 2019, de https://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672005000100007

Sanches, F. O., Verdum, R., & Fisch, G. (2013, dezembro). Estudo de tendência de chuvas de longo prazo. Revista Ambiente & Água, 8(3), 214-228. Recuperado em 5 novembro, 2019, de https://dx.doi.org/10.4136/ambi-agua.1168

Santos, L. A. C., Batista, A. C., Neves, C. O. M., Carvalho, E. V., Santos, M. M., & Giongo, M. (2017, junho). Análise multitemporal do uso e cobertura da terra em nove municípios do Sul do Tocantins, utilizando imagens Landsat. Revista Agro@mbiente On-line, 11(2), 111-118. Recuperado em 5 novembro, 2019, de doi:http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ra gro.v11i2.3915

Sato, S. E. (2012). Análise da evolução temporal do uso do solo da reserva da biosfera do Cinturão Verde da cidade de São Paulo por meio de imagens de satélite de sensoriamento remoto. Revista UnG - Geociências, 11(1), 59-71.

Sen, P. K. (1968, December). Estimates of the regression coefficient based on Kendalls’s tau. Journal of the American Statistical Association, 63(324), 1379-1389.

Silva, G., Sousa, R., Medeiros, P., Marinho, P., & Souza, P. B. (2017, junho). Levantamento do uso e cobertura do solo utilizando imagem Landsat-8 Oli para o município de Brejinho de Nazaré-TO. Enciclopédia Biosfera, 14, 852-860. Recuperado em 5 novembro, 2019, de 10.18677/EnciBio_2017A68

Silva, M. E., & Silva, C. B. (2012). Variabilidade climática – processos físicos e dinâmicos nos oceanos e atmosfera. Revista do Departamento de Geografia, (esp.), 372-406. Recuperado em 5 novembro, 2019, de https://doi.org/10.7154/RDG.2012.0112.0016

Silveira, R. N. P. O., Fernandes, L. L., & Silva, M. N. A. (2017, dezembro). Tendência de precipitações pluviométricas e avaliação da influência dos ENOS no distrito de Abunã, Rondônia. Revista Brasileira de Gestão Ambiental, 11(1), 14-20.

Sousa, A. M., Rocha, E. J. P., Vitorino, M. I., Souza, P. G. O. P., & Botelho, M. N. (2015). Variabilidade espaco-temporal da precipitação na Amazônia durante Eventos ENOS. Revista Brasileira de Geografia Física, 8(1), 13-24. Recuperado em 5 novembro, 2019, de doi:https://doi.org/10.26848/rbgf.v8.1.p013-024

Teixeira-Gandra, C. F. A., Damé, R. C. F., Simonete, M. A., Bacelar, L. C. S., Disconzi, P. B., & Santos, J. P. (2014, abril). Modelagem estocástica: previsão das temperaturas para a localidade de Pelotas/RS/Brasil. Revista Agro@mbiente On-line, 8(1), 18-28. Recuperado em 5 novembro, 2019, de doi:http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v8i1.1618

Tenório, C. R., & Lima, A. M. M. (2013). Indicadores de eficiência do Plano Diretor Municipal de Tucuruí-PA. Revista de Geografia (UFPE), 30(3), 146-162.

Vasconcelos, C. H., & Novo, E. M. L. M. (2004, setembro). Mapeamento do uso e cobertura da terra a partir da segmentação e classificação de imagens-fração solo, sombra e vegetação derivadas do modelo linear de mistura aplicado a dados do sensor TM/Landsat5, na região do reservatório de Tucuruí - PA. Acta Amazonica, 34(3), 487-493. Recuperado em 28 novembro, 2019, de https://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672004000300014

Velástegui Montoya, A. D., Lima, A. M. M., & Adami, M. (2018). Mapping and Temporary Analysis of the Landscape in the Tucuruí-PA Reservoir Surroundings. Anuário do Instituto de Geociências – UFRJ, 41(2), 553-567. Recuperado em 13 dezembro, 2019, de doi: 10.11137/ 20182553567

Zandonadi, J. E., Payolla, B. L., & Caíres, M. J. B. (2007, junho). Recuperação de Áreas Degradadas na Construção da UHE Tucuruí-Pa. Comitê Brasileiro de Barragens. Anais do Seminário Nacional de Grandes Barragens, Belém, PA, 27. Recuperado em 28 novembro, 2019, de http://www.cbdb.org.br/seminario/belem/t99/a08.pdf

Published

10/03/2020

How to Cite

LOPES, luiza de N. A.; LIRA, B. R. P.; TEIXEIRA, L. C. G. M.; COSTA, L. dos S.; SOUSA, A. A. do N. Analysis of the variability of precipitation in front of land use changes in the municipality of Tucuruí-PA. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 3, p. e186932726, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i3.2726. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/2726. Acesso em: 24 sep. 2021.

Issue

Section

Engineerings