Pediatric physical therapy approach in neurogenic bladder

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.27916

Keywords:

Kids; Neurogenic bladder; Physiotherapy; Urinary incontinence.

Abstract

This article aims to investigate through the literature how pediatric physiotherapy can help in the treatment of neurogenic bladder, as well as the best physiotherapeutic treatment for patients affected by this syndrome and how physiotherapy can help in the quality of life of neurogenic bladder patients. Therefore, it is a Study of the Integrative Literature Review type. The following databases were used to survey the articles: Latin American and Caribbean Literature on Health Sciences (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval System on-line (Medline) and Scientific Electronic Library Online (SCIELO). The following descriptors and their combinations in Portuguese, Spanish and English were used to search for articles: “Physiotherapy”, “Urinary Incontinence”, “Neurogenic Bladder”. At first, the search for the descriptors was given individually, later using the crossing from the Boolean operator “and”. The analyzed studies showed that physiotherapeutic resources such as urotherapy, behavioral therapy, transcutaneous parasacral and posterior tibial electrostimulation, can be used in the treatment of Neurological Bladder, however, interdisciplinary treatment is also necessary to reduce symptoms and signs, in physical and emotional disorders, in improving social life and especially in improving the quality of life of these children.

Author Biographies

Ankilma do Nascimento Andrade Feitosa, Faculdade Santa Maria

Pós-doutorado em andamento pela Universidade Federal de Campina Grande. Doutora em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina do ABC. Possui Mestrado (2010) e Licenciatura (2009) em Enfermagem Pela Universidade Federal da Paraíba. Especialização em Auditoria em Serviços de Saúde . Especialização em Saúde da Família pela UFPB. Especialista em Processos Educacionais na Saúde pelo Sírio libanês.Graduação em Enfermagem pela Faculdade Santa Emília de Rodat (2005). Atualmente é docente da Faculdade Santa Maria-PB, dos cursos de Medicina e Enfermagem. Atuou como Tutora do curso de Especialização em Gestão das Clínica nas Regiões de Saúde - Sírio Libanês.Revisora Técnica-pedagógica de Itens do Banco Nacional de Itens (BNI) da Educação Superior. Compõe o Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (BASis). Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Fundamentos do cuidar em Enfermagem, Saúde do Idoso e Saúde Coletiva.

Kylvia Luciana Pereira Costa, Universidade Federal de Campina Grande

Bacharel em Enfermagem pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Especialista em Gestão em Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), e em Saúde do Trabalhador e Gestão de Pessoas pela Faculdade Venda Nova do Imigrante (FAVENI). Atualmente, é servidora do Governo do Estado da Paraíba ligada a Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT), supervisora do Programa de Educação Profissional e Tecnológica do Estado da Paraíba (PARAIBATEC) e professora do Curso Técnico Segurança do Trabalho do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC).

Jayana Castelo Branco Cavalcante de Meneses, Faculdades Integradas do Ceará

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Regional do Cariri (2009); Mestrado em Enfermagem pela Universidade Regional do Cariri (2018); Especialização em Enfermagem em Estomaterapia pela Universidade Regional do Cariri (2022). Atualmente é diretora da Empresa Curae Soluções em Saúde e Docente dos cursos de Pós-graduação latu senso das Faculdades Integradas do Ceará- UniFIC.

Cícera Rejane Tavares de Oliveira, Universidade Regional do Cariri

Graduada em Enfermagem pela Universidade Regional do Cariri. Pós-graduada em Docência e Gestão do Ensino Superior pela Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte e Administração Hospitalar e Sistemas de Saúde pela Universidade Regional do Cariri. Mestre em Saúde da Família pela Universidade Federal do Ceará. Pós-graduanda em Enfermagem em Estomaterapia da Universidade Regional do Cariri. Enfermeira Assistencialista do Programa Saúde da Família do município de Juazeiro do Norte-CE.

Michael Douglas Sousa Leite, Faculdade Católica Santa Teresinha

Graduado em Administração – UFCG, Licenciado em Matemática pela Cruzeiro do Sul, Pós-Graduado em Docência do Ensino Superior pela Faculdade Futura e Mestre em Sistemas Agroindústrias – PPGSA/UFCG. Atualmente é professor da Faculdade Católica Santa Teresinha, do ParaíbaTec do Governo do Estado da Paraíba, Coordenador e Professor do Instituto Nacional de Cursos e Professor Bolsista programa Novo Mais Educação - EEEF Monsenhor João Milanês - Cajazeiras - PB.

Thaise de Abreu Brasileiro Sarmento, Universidade Federal de Campina Grande

Possui Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina Nova Esperança - FAMENE (2011). Mestra em Sistemas Agroindustriais do CCTA/UFCG. Possui Especializações em: Residência Médica pelo Hospital Universitário Osvaldo Cruz; Docência do Ensino Superior pela Faculdade Santa Maria de Cajazeiras e Preceptoria no SUS pelo Hospital Sírio-Libanês. Atualmente é Pediatra no Hospital Universitário Júlio Bandeira - HUJB. Atua na Faculdade Santa Maria de Cajazeiras como Docente do Curso de Medicina, e como Supervisora do Rodízio de Pediatria. Tem experiência na área de MEDICINA, com ênfase em PEDIATRIA.

Ênnio Karlos Muniz de Medeiros, Faculdade Integrada de Patos

Graduado em Educação Física, Licenciatura Plena – UFPB. Professor Especialista em Fisiologia do Exercício pela Faculdade Integrada de Patos (FIP). Atualmente Professor do Ensino Médio da disciplina de Educação Física na ENE José de Paiva Gadelha, Sousa- PB.

Marciana Gomes de Araújo e Sousa, Faculdade Integrada de Patos

Graduada em Enfermagem pela Faculdade Integrada de Patos - FIP. Atua na Secretaria Municipal de Malta - PB, como Enfermeira Plantonista PSF.

Anilton Jorge da Nóbrega Gonçalves, Faculdade Santa Maria

Médico - FSM, Pós-Graduado em Psiquiatria - CENBRAP, Saúde da Família - UFC. Médico da estratégia de saúde da família - Acopiara-CE .

Robson Leite Sampaio , Faculdade Santa Maria

Médico - FSM, Pós-Graduado em Saúde da Família - UFC. Médico da estratégia de saúde da família - Iguatu-CE.

Benigna Catarina de Belchior Pires, Universidade Regional do Cariri

Graduanda em Enfermagem - FASC.

Luciana Modesto de Brito, Faculdade Santa Maria

Possui Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina Nova Esperança - FAMENE (2011), e em Administração pelo Centro Universitário de João Pessoa - UNIPÊ (2002). Mestra em Sistemas Agroindustriais pela Universidade Federal de Campina Grande - UFCG. Possui Especialização em Preceptoria em residencia médica no SUS pelo Hospital Sírio-Libanês e Especialização em Medicina Intensiva pela Faculdade Redentor. Atualmente é Pós-Graduanda em Cardiologia Clínica pela IBCMED, em Docência do Ensino Superior e em Ensino a Distância pela FSM. Atua como Médica Intervencionista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Médica clínica no Hospital e Maternidade Municipal Padre Alfredo Barbosa, Preceptora do Programa de Residência: Medicina de Família e Comunidade pela SES/PB. Atua na Faculdade Santa Maria de Cajazeiras como: Docente do curso de Medicina, Diretora Técnica da Policlínica Santa Maria, Coordenadora do Internato Médico e Supervisora do rodízio do internato de Urgência e Emergência Médica. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Medicina.

Ivonete Aparecida Alves Sampaio, Faculdades Integradas do Ceará

Possui graduação em Licenciatura Plena para Ensino Fundamental e Médio pela Universidade Regional do Cariri (2009) e graduação em Enfermagem pela Faculdade Santa Emilia de Rodat (2005); Mestre em Gestão em Saúde pela UFC; Especialista em PRECEPTORIA DO SUS pelo Sírio Libanês. Atualmente é enfermeira da ESF - Secretaria Municipal da Saúde de Juazeiro do Norte.

Raphaely Leandro da Fonseca, Centro Universitário Dr. Leão Sampaio

Graduação em Enfermagem pelo Centro Universitário Dr. Leão Sampaio.

Georgy Xavier de Lima Souza, Faculdades Integradas do Ceará

Possui graduação em Enfermagem pela Faculdade Santa Maria de Cajazeiras (2007). Especialista em: Docência do Ensino Superior; Enfermagem em Terapia Intensiva e Gestão da Clinica em Saúde. Atualmente é professor da FVS ( Faculdade Vale do Salgado) e Administrador do Centro de Nefrologia do Iguatu. Tem experiência em Gestão na Saúde Pública e Privada; na área de Enfermagem, com ênfase em enfermagem em UTI e Emergência, atuando principalmente nos seguintes temas: coap, consórcios, pactos federativos, evoc e pesquisa, Pré-Hospitalar e Urgência e Emergência e UTI.

References

Andrade, R. C. P., Neto, J. A., Andrade, L., Oliveira, T. S., Santos, D. N., Dislene N. S., Oliveira, C. J. V., Prado, M. J., & Carvalho, E. M. (2016). Effects of Physiotherapy in the Treatment of Neurogenic Bladder in Patients Infected With Human T-Lymphotropic Virus 1. Infectious Diseases, Urology, 89.

Araújo, F. R. de., Vasconcelos, M. M. de A., Kummer, A. M., Oliveira, E. A. de., & Lima, E. M. (2016). Prevalência de sintomas do trato urinário inferior em crianças e adolescentes com diagnóstico de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. Rev. Med. Minas Gerais, 26 (Supl 6): S7-S14. DOI: 10.5935/2238-3182.20160051.

Azevedo, R. V. M. de., Oliveira, E. A., Vasconcelos, M. M. de A., Castro, B. A. C. de., Pereira, F. R., Duarte, N. F. V., Jesus, P. M. R. de., Vaz, G. T. B., & Lima, E. M. (2014). Impacto de uma abordagem interdisciplinar em crianças e adolescentes com disfunção do trato urinário inferior (DTUI). J Bras Nefrol., 36(4), 451-459.

Campos, R. M., Gugliotta, A., Ikari, O., Perissinoto, M. C., Lúcio, A. C., Miyaoka. R., & D’ancona, C. A. (2013). Estudo comparativo, prospectivo e randomizado entre uroterapia e tratamento farmacológico em crianças com incontinência urinária. Einstein, 11(2), 203-238.

Alcantara, A. C. A., Mello, M. J. G. de., Silva, B. B. R. da., & Neto, J. P. M. R. (2015). Estimulação elétrica nervosa transcutânea para tratamento de urgência ou urge-incontinência urinária em crianças e adolescentes: ensaio clínico fase II. J Bras Nefrol, 37(3), 422-426.

Dias, T. M. (2016). Bexiga Neurogênica em crianças e adolescentes: Impacto familiar e biomarcadores. (Dissertação Mestrado). Faculdade de Medicina, USP.

Fachin, C. G., de Aquino, A. K. F., Uchiumi, A. C. S. T., & Gomes, C. D. (2018). Estudo piloto de eletroestimulação transcutânea parassacral em crianças com bexiga neurogênica: Efeitos nas funções vesical e intestinal. CIPERJ - Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro, 6(2).

Garcia, D. O., Giroto, E. T. dos S., & Costa, D. L. da. (2021). Tratamentos fisioterapêuticos para bexiga neurogênica: uma revisão da literatura. Research, Society and Development, 10(16), e434101624304.

Kryger, J. (2008). Nonsurgical Management of the Neurogenic Bladder in Children. The Scientific World Journal, 8, 1177–1183.

Latorre, G. F. S., Barbosa, R. P., Lahera, T., & Nunes, E. F. C. (2018). Fisioterapia na disfunção miccional infantil: revisão sistemática. Rev. Ciênc. Méd., 27(1), 47-57.

Magaldi, C. M., Lino, A. G. R., Lara, C. A. C., Silva, K. Q., Costacoi, N., & Souza, F. A. (2013). Efeito da eletroestimulação do nervo tibial em indivíduos portadores de bexiga neurogênica. Fisioscience, 2(2), 7-23.

Marialva, A. C., Bettencourtb, M., Valea, P., Bastosa, J., Carvalho, M. da P., Faria, F., & Menezes, N. (2015). Eficácia da toxina botulínica do tipo A no tratamento de disfunção neurogénica do baixo aparelho urinário devida a traumatismo medular. Acta Urológica Portuguesa, 32(3), 113-117.

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. de C. P., Galvão, C. M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm., 17(4), 758-764.

Molin, C., Del Valle, E., González, L., & Figueredo, L. (2018). Infecciones urinarias en niños con vejiga neurogénica y los patrones de resistencia a los uropatógenos más frecuentes. Mem. Inst. Investig. Cienc. Salud., 16(3):44-50.

Monteiro, E. S., Aquino. L. M., Gimenez, M. M., Fukujima, M. M., & Prado, G. F. (2010). Eletroestimulação transcutânea do nervo tibial posterior para bexiga hiperativa neurogênica. Rev Neurocienc., 18(2), 238-243. Doi:10.4181/ RNC.2010.18.238.

Oliveira, N. M. C. de., Soares, J. H. C., Andrade, F. N. H., & Vasconcelos, M. V. de L. (2018). Realidade Cotidiana de Adolescentes com Bexiga Neurogênica e seus Familiares. Investigação Qualitativa em Saúde, Volume 2, Atas: CIAIQ.

Oliveira, G. V. P. de., Moita, L. H. de S., & Pimentel, P. H. R. (2021). Eletroestimulação no tratamento fisioterapêutico da bexiga neurogênica: uma revisão integrativa. Research, Society and Development, 10(13), e319101321414.

Quintiliano, F., Veiga, M. L., Moraes, M., Cunha, C., Oliveira, L. F., & Lordelo, P. (2014). Transcutaneous parassacral electrical stimulation vs oxybutynin for the treatment of overactive bladder in children: a randomized clinical trial. J Urol, 193(5), 1749-1753.

Rocha, F. E. T., & Gomes, C. M. (2017). Bexiga Neurogênica. Manual de Prática Clínica. Rio de Janeiro: SBU.

Sena, T. D. C. F. de., Rios, M. J. B. L., Silva, T. B. da., Sousa, J. P. de., Fernandes, S. C. M., & Barbosa, I. S. (2018). O papel do fisioterapeuta na incontinência urinária. Revista Ciência & Saber, 4(2).

Souza, E. L. B., Palma, P., et al. (2014). Intervenção da Fisioterapia na Bexiga Hiperativa. In: PALMA, Paulo. Urofisioterapia: Aplicações clinica das técnicas fisioterapêuticas nas disfunções miccionais e do assoalho pélvico. 2.ed. São Paulo: Editora Andreoli, 576p.

Souza-Junior, V. D. de., Mendes, I. A. C., Mazzo, A., Santos, C. A. S., Andrade, E. M. L. R., & Godoy, S. (2017). Manual de telenfermagem para atendimento ao usuário de cateterismo urinário intermitente limpo. Esc. Anna Nery, 21(4).

Vasconcelos, M. M. de A.; Lima, E. M.; Vaz, G. B., & Silva, T. H. S. (2013). Disfunção do trato urinário inferior: um diagnóstico comum na prática pediátrica. J. Bras. Nefrol, 35(1), 57-64.

Published

24/04/2022

How to Cite

FEITOSA, A. do N. A.; COSTA, K. L. P.; MENESES, J. C. B. C. de; OLIVEIRA, C. R. T. de .; LEITE, M. D. S.; SARMENTO, T. de A. B. .; MEDEIROS, Ênnio K. M. de .; SOUSA, M. G. de A. e .; GONÇALVES, A. J. da N.; SAMPAIO , R. L.; PIRES, B. C. de B.; BRITO, L. M. de; SAMPAIO, I. A. A.; FONSECA, R. L. da; SOUZA, G. X. de L. Pediatric physical therapy approach in neurogenic bladder. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e16111627916, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.27916. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/27916. Acesso em: 25 may. 2022.

Issue

Section

Health Sciences