Family challenges in care of the person with disorder mental: an integrative review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.28816

Keywords:

Mental health; Family; Caution; Teaching.

Abstract

Objective: To know the family's challenges in the face of mental disorder. Method: This study is an integrative review of the literature, bringing 6 steps, 1st identification of the theme, 2nd establishment of inclusion and exclusion criteria, 3rd definition of information to be extracted from the selected studies, 4th evaluation of the studies, 5th interpretation of results and 6th presentation of the study review. Result: It is observed that the family of the person with mental disorder develops important actions in care, facing difficulties in daily care and that they need family inclusion within the health services to be heard and find support for coping with the disorder. Conclusion: The mental disorder affects the family nucleus and the emotional state of the entire family network, the family is weakened and generates a physical, emotional and financial burden. Even though they feel overwhelmed, they feel satisfaction in caring for the patient. Families need to be heard, to have a space to share their experiences and anxieties, such as the relationship with the sick family member and the strategies for coping with the disease. There is a need to have a family inclusion to be made by professionals in the mental health area, allowing open spaces for family members and for people with mental disorders. Thus providing a space that offers a better understanding of the disease and how to act in times of crisis.

References

Alves, S. B., Santos, R. P. & Yamaguchi, U. M. (2018). Enfermagem em serviços de saúde mental: percepção sobre satisfação profissional e condições de trabalho. Revista de enfermagem do Centro-Oeste Mineiro.

Borba, L. O, Paes, M. R., Guimarães, A. N, Labronice, L. M & Maftum, M. A. (2011). A família e o portador de transtorno mental: dinâmica e sua relação familiar. Rev. Esc. Enferm. USP, 45(2), 442-9.

Brasil. (2018). Decreto n° 9.574, de 22 de novembro de 2018. Distrito Federal: Presidência da República.

Brito, A. A. C., Bonfada, D.& Guimarães, J. (2015). Onde a reforma não ainda não chegou: ecos da assistência as urgências psiquiátricas. Revista de Saúde Coletiva, 25 (4),1293-1312.

Brusamarello, T., Maftum, M. A., de Alcantara, C. B., Capistrano, F. C., & da Silva Pagliace, Â. G. (2017). Famílias no cuidado à saúde de pessoas com transtorno mental: reflexos do modelo de assistência. Saúde e Pesquisa, 10(3), 441-9. https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/5993/3127

Carrara, G. L. R., Moreira, G. M. D., Facundes, G. M., Pereira, R. S. & Baldo, P. L. (2015). Assistência de enfermagem humanizada em saúde mental: uma revisão da literatura. Revista Fafibe On-line,8 (1), 86-107.

Carvalho, C. M. S. de et al. (2017). Vivências de familiares da pessoa com esquizofrenia. SMAD, Rev. Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. 13(3), 125-131. http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S180669762017000300003&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 26 set. 2021

Carvalho, R. C. N., Nantes, R. F. P., & Costa, M. L. (2020). Estratégia familiar de cuidado em saúde mental. Brazilian Journal of Development, 6(7), 50256-50271. https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/13772/11528.

Cattani, A. N., Ronsani, A. P. V., dos Santos Welter, L., de Lemos Mello, A., de Siqueira, D. F., & Terra, M. G. (2020). Família que convive com pessoa com transtorno mental: genograma e ecomapa. Revista de Enfermagem da UFSM, 10, 6. https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/36517.

Conrado, D. S., Candido, M. C. F. DA. S. (2014) O papel da família no exercício dos direitos do portador de transtorno mental: revisão bibliográfica. Arq. Ciênc. Saúde UNIPAR, 18 (2), 121-6.

Covelo, B. S. R., Badaró-moreira, M. I. (2015) Laços entre família e serviços de Saúde Mental: a participação dos familiares no cuidado do sofrimento psíquico. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, 19,1133-1144. https://www.scielo.br/j/icse/a/ym3dPcW6Vxz5XSBZm7QszHb/?format=html.

Ferreira, T. P. D. S., Sampaio, J., Oliveira, I. L. D., & Gomes, L. B. (2019). A família no cuidado em saúde mental: desafios para a produção de vidas. Saúde em Debate, 43, 441-449.https://www.scielosp.org/article/sdeb/2019.v43n121/441-449/pt/.

Lima, Maria Andreza Carvalho Leite. (2017). A relação das famílias no tratamento dos pacientes de saúde mental assistidos no CAPS I do município de Petrolândia-PE .https://docs.bvsalud.org/biblioref/2020/09/1119268/maria-andreza-carvalho leitelima_14995_assignsubmission_file__W3svcnH.pdf.

Martins, Pedro Pablo Sampaio, Guanaes-lorenzi, Carla. (2017). Participação da família no tratamento em saúde mental como prática no cotidiano do serviço. Psicologia: teoria e pesquisa,32, 2017. https://www.scielo.br/j/ptp/a/F6YHGnyDjrRNrBLfdDKkNPx/abstract/?lang=pt.

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. C., & Galvão, C. M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto – enferm., 17(4), 758-764.

Mitre, A. N. M. (2017). A loucura em diferentes épocas: a convivência da família com o portador de transtorno mental. Mental, 11(20), 4-28, 2017.http://pepsic.bvsalud.org/pdf/mental/v11n20/v11n20a02.pdf.

Nascimento, K. C. D., Kolhs, M., Mella, S., Berra, E., Olschowsky, A., & Guimarães, A. N. (2016). O desafio familiar no cuidado às pessoas acometidas por transtorno mental. Revista de Enfermagem UFPE On Line. Recife. 10(3), 940-948. https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/141077.

Oliveira, L.C., Menezes, H. F, Oliveira, R. L, Lima, D. M, Fernandes, S. M & Silva, R. A. R. (2020). Atendimento móvel ás urgências e emergências psiquiátricas: percepção de trabalhadores de enfermagem. Ver. Bras. Enferm, 73(1).

Oliveira, R. M., Siqueira júnior, A. C. S., & Furegato, R. F. (2018). Cuidados de enfermagem mais valorizados e frequentes durante internação psiquiátrica. Revista de enfermagem e atenção à saúde, 7(1), 51-64

Oliveira, R. M., Siqueira júnior, A. C. S., & Furegato, R. F. (2019). Cuidados de enfermagem ao paciente psiquiátrico e ao paciente de outras especialidades: percepção da enfermagem. REE – Revisa Mineira de Enfermagem, 23.

Rocha, F. L., Hara, C., & Paprocki, J. (2015). Doença mental e estigma. Revista médica de Minas Gerais, 25(4), 590-596.

Rotoli, A., & Silva, M. S. (2020). A família no processo de reinserção social da pessoa com transtorno mental: percepção dos profissionais da atenção básica. Research, Society and Development, 9(8).

Rotoli, Adriana, Silva, Mara Regina Santos da. (2020). A família no processo de reinserção social da pessoa com transtorno mental: percepção dos profissionais da atenção básica. Research, Society and Development, 9(8) https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/download/5649/5060/27930

Santos, A. B., Silva, G. G., Pereira, M. E. R. & Brito, R. S. (2018). Saúde mental, humanização e direitos humanos. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, 10(25), 119.

Santos, A. V. (2019). Grupo de escuta com familiares em centro de atenção psicossocial: um relato de experiência. Rev. Polis Psique, Porto Alegre ,9(1),198-209. http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2238-152X2019000100012&lng=pt&nrm=iso>.

Silva, V. B., & da Silva, S. L. V. (2019) Os desafios da família Envolvida nos cuidados do portador de transtorno mental. In Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais https://broseguini.bonino.com.br/ojs/index.php/CBAS/article/view/1040/1015

Siqueira, D. F. D., Botega, M. D. S. X., Serbim, A. K., & Terra, M. G. (2018). Redes sociais de apoio no cuidado à pessoa com transtornomental: reflexões. Rev. enferm. UFSM, 1-11 https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1034528.

Ursi, E. S., & Galvão, C. M. (206). Prevenção de lesões de pele no perioperatório: revisão integrativa da literatura. Rev. Latino-am Enfermagem, 14(1), 124-131.

Published

23/04/2022

How to Cite

GIACOMINI, K. .; ALEXANDRE, L. A.; ROTOLI, A.; PINHEIRO, J. M. . Family challenges in care of the person with disorder mental: an integrative review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e13311628816, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.28816. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/28816. Acesso em: 6 jul. 2022.

Issue

Section

Health Sciences