Epidemiological profile of tuberculosis in Brazil, based on data from DataSUS in the years 2021

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.28999

Keywords:

Tuberculosis; Public health; Epidemiology; Koch's bacillus.

Abstract

Introduction: Tuberculosis is an infectious disease that spreads through the air. It is known that the world is experiencing a major epidemic caused by M. tuberculosis, within this context, the disease becomes a serious problem for public health. Methodology: The present epidemiological profile developed is a cross-sectional study, retroactive to the year 2021, quantitative with statistical numbers and qualitatively discussed in the course of the work, in which the researchers deal with public data collected and saved in the DataSUS program. Results: during this section, the qualitative-quantitative methodology was addressed based on the following variables: “types of entry”, “Clinical outcome of the infection”, “Sputum culture”, “Coinfection with HIV/AIDS”, “Rapid TB test and sensitivity to antibiotic therapy", "1st sputum smear sample", "clinical form of infection", "Confirmation of infection by laboratory examination", "Age groups of patients", "Region of residence", "Gender of affected by tuberculosis in 2021”. Final considerations: The wide vaccination coverage of the vaccines already available, the elaboration of public policies aimed at tuberculosis control, as well as the creation of new strategies to combat the disease can contribute to reduce the new annual tuberculosis cases.

References

Araújo Coutinho, L. A. S., de Souza Oliveira, D., de Freitas Souza, G., Fernandes Filho, G. M. C., & Saraiva, M. G. (2012). Perfil epidemiológico da tuberculose no município de João Pessoa–PB, entre 2007-2010. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, 16(1), 35-42.

Barreira D. (2018). Os desafios para a eliminação da tuberculose no Brasil. Revista Epidemiologia. Serv. Saúde, Brasília, 27(1).

Bierrenbach, A. L., Duarte, E. C., Gomes, A. B. F., & Souza, M. D. F. M. D. (2007). Tendência da mortalidade por tuberculose no Brasil, 1980 a 2004. Revista de Saúde Pública, 41, 15-23.

Bogossian, M., Santoro, I. L., Jamnik, S., & Romaldini, H. (1998). Bronquiectasias: estudo de 314 casos tuberculose x não-tuberculose. J Pneumol, 24(1), 11-6.

Brasil. Ministério da Cidadania (BR). (2020). Guia de Cadastramento de Pessoas em Situação de Rua. Brasília: Ministério da Cidadania. Disponível em: https://www.mds.gov.br/webarquivos/arquivo/cadastro_unico/_Guia_Cadastramento_de_Pessoas_em_Situacao_de_Rua.pdf

Brasil. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (BR). (2009). Rua: aprendendo a contar. Pesquisa Nacional sobre a População em Situação de Rua. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

BRASIL. Portaria Nº 264, de 17 de fevereiro de 2020. Lista nacional de notificação compulsória de doenças, agravos e eventos de Saúde Pública. Ministério da Saúde, 2020. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2020/prt0264_19_02_2020.html.

Campos, R. I., de Luna Neto, R. T., Leite, S. F. P., Saraiva, N. B., Lima, F. V. F., Ferreira, N. B., & Barroso, M. L. (2014). Análise do perfil epidemiológico da tuberculose no município de Iguatu–Ceará. Caderno de Cultura e Ciência, 13(1), 61-68.

Carbone, A. D. S. S., Sgarbi, R. V. E., Lemos, E. F., Paião, D. S. G., Simionatto, S., de Castro, A. R. C. M., ... & Croda, J. (2017). Estudo multicêntrico da prevalência de tuberculose e HIV na população carcerária do Estado do Mato Grosso do Sul. Comunicação em Ciências da Saúde, 28(01), 53-57.

Dalfovo, M. S.; Lana, R. A.; Silveira, A. (2008). Métodos quantitativos e qualitativos: um resgate teórico. Revista Interdisciplinar Científica Aplicada, 2(4) 1-13.

Di Naso, F. C., Pereira, J. S., & Unis, G. (2010). Avaliação funcional em pacientes com sequela pulmonar de tuberculose. Rev Bras Fisioter, 14(Supl 1), 291.

Ferreira, A. A. D. A., Queiroz, K. C. D. S., Torres, K. P., Ferreira, M. Â. F., Accioly, H., & Alves, M. D. S. C. F. (2005). Os fatores associados à tuberculose pulmonar e a baciloscopia: uma contribuição ao diagnóstico nos serviços de saúde pública. Revista Brasileira de Epidemiologia, 8(2), 142-149.

Ferri, A. O., Aguiar, B., Wilhelm, C. M., Schmidt, D., Fussieger, F., & Picoli, S. U. (2014). Diagnóstico da tuberculose: uma revisão. Revista Liberato, 15(24), 145-154.

Fortuna, J. L., & Soares, P. A. O. (2020). Perfil epidemiológico da tuberculose no município de Teixeira de Freitas de 2001 a 2017. Brazilian Journal of Health Review, 3(3), 7171-7192.

Gil, A. C. (2002). Como elabora projetos de pesquisa/Antônio Carlos Gil. (4a ed.), Atlas.

Glória, L. M., da Costa, B. D. P. S., da Silva Cunha, B. C., de Caldas, S. A. C. S., Sarges, E. D. S. N. F., & da Silva Pinto, D. (2021). Perfil clínico e epidemiológico de idosos com sequela de tuberculose pulmonar, atendidos em um hospital universitário da região norte. Revista Saúde. com, 17(4).

Leão, M. L. P., Soares, L. D., Cardoso, B. S. B., Viana, A. C. C., da Silva, L. N., Salomé, T. M., ... & Albuquerque, J. C. (2021). Situação atual da tuberculose no estado de Pernambuco, Brasil: perfil epidemiológico dos afetados. Scire Salutis, 11(1), 54-60.

Leite, P. F., Santos, S., de Souza Campos, B., Gomes, E. M., Cheute, V. M. S., Carniel, F., ... & Viana, R. N. (2019). Perfil epidemiológico dos casos de tuberculose notificados no município de JI-Paraná, Rondônia no período de 2010 a 2017. South American Journal of Basic Education, Technical and Technological, 6(2), 346-357.

Levinson, W. (2010). Microbiologia médica e imunologia. (10a ed.), AMGH, 2011.

Lopes, M. I., de Sousa Cavalcante, K. K., & Borges, S. M. S. (2017). Descrição do Perfil Epidemiológico da Tuberculose no Estado do Ceará, 2011 a 2016. Cadernos ESP, 11(2), 18-25.

Macedo, L. R., Maciel, E. L. N., & Struchiner, C. J. (2018). Populações vulneráveis e o desfecho do tratamento do tratamento da tuberculose no Brasil.

Macedo, L. R., Maciel, E. L. N., & Struchiner, C. J. (2021). Populações vulneráveis e o desfecho dos casos de tuberculose no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 26, 4749-4759.

Maciel, E. L. N., Pan, W., Dietze, R., Peres, R. L., Vinhas, S. A., Ribeiro, F. K., ... & Golub, J. E. (2010). Spatial patterns of pulmonary tuberculosis incidence and their relationship to socio-economic status in Vitoria, Brazil. The international journal of tuberculosis and lung disease, 14(11), 1395-1402.

Martins, J. P., Machado, R. C., Da Conceição, A. D. A., de Assunção, V. J., & da Silva, S. R. M. (2021). Perfil Epidemiológico dos Casos de Tuberculose Relacionado ao Abandono de Tratamento no Maranhão de 2017 a 2020 Epidemiological Profile of Tuberculosis Cases Related to Treatment Abandonment in Maranhão from 2017 to 2020. Brazilian Journal of Development, 7(6), 59102-59118.

Moura, B. O., Silva, L. L. R., Rebello, L. G., & Santos, C. R. O. (2022). Perfil epidemiológico da tuberculose drogarresistente no Espírito Santo: estudo descritivo de 2015 A 2018. The Brazilian Journal of Infectious Diseases, 26, 102313.

Oliveira Valença, Í. M., de Lima, M. C. L., de Oliveira Dourado, C. A. R., Andrade, M. S., Falcão, A. C. N. S., de Sá Pereira, W. M., ... & Pinho, C. M. (2020). Perfil epidemiológico dos casos de tuberculose drogarresistente. Revista Eletrônica Acervo Saúde, (56), e4334-e4334.

Oliveira, G. D. C. A., Silva, A. C. S. S., Regazzi, I. C. R., Nasser, M. D. R. M., Brust, R. S., & Knupp, V. M. D. A. O. (2021). Epidemiological profile of the population with tuberculosis in the Rio de Janeiro State/Perfil epidemiológico da população com tuberculose no Estado do Rio de Janeiro. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, 13, 197-204. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/8211. Acesso em: 28 mar. 2022.

Oliveira, L. G. F., da Silva, L. A., de Almeida, D. M., dos Santos, M. L. C., Garcia, K. A., & Santos, K. A. (2019). Incidãšncia da tuberculose na bahia: o retrato de uma década. Revise-Revista Integrativa em Inovações Tecnológicas nas Ciências da Saúde, 4(00).

Oliveira, M. S. R., Sousa, L. C., Baldoino, L. S., Alvarenga, A. A., da Silva, M. N. P., Elias, S. D. C. G., ... & de Sousa Silva, M. R. (2018). Perfil epidemiológico dos casos de tuberculose no estado do Maranhão nos anos de 2012 a 2016. Revista Prevenção de Infecção e Saúde, 4.

Pereira, J. D. C., Silva, M. R., Costa, R. R. D., Guimarães, M. D. C., & Leite, I. C. G. (2015). Perfil e seguimento dos pacientes com tuberculose em município prioritário no Brasil. Revista de Saúde Pública, 49. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v49/pt_0034-8910-rsp-S0034-89102015049005304.pdf Acesso em: 28 de março de 2022.

Pinto, P. F. P. S., Silveira, C., Rujula, M. J. P., Chiaravalloti Neto, F., & Ribeiro, M. C. S. D. A. (2017). Perfil epidemiológico da tuberculose no município de São Paulo de 2006 a 2013. Revista Brasileira de Epidemiologia, 20, 549-557.

Rocha, S. C. C., de Mattos, R. M., & de Oliveira Fulco, T. (2017). Análise epidemiologica da tuberculose no Rio de Janeiro, uma revisão integrativa. Episteme Transversalis, 6(2). Disponível em: http://www2.ugb.edu.br/Conteudo/Revista/ARTIGO5.pdf.11. Acesso em: 28 de março de 2022.

Santos BO, Brito TVR, Mesquita CR, Guimarães RJPS, Leão LA, Rocha MP. (2018). Space-temporal analysis of the incidence of tuberculosis in primary care. Pará Res Med J. 1(2).

Santos, Á. N., dos Santos, M. R., & Gonçalves, L. V. P. (2020). PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DA TUBERCULOSE EM UMA MICRORREGIÃO DA BAHIA (2008-2018). Revista Brasileira de Saúde Funcional, 10(1), 29-29.

Santos, T. A. D., & Martins, M. M. F. (2018). Perfil dos casos de reingresso após abandono do tratamento da tuberculose em Salvador, Bahia, Brasil. Cadernos Saúde Coletiva, 26, 233-240.

Silva Matos, M. L. S., Pereira, D. L. M., de Souza, B. O., de Sousa Vieira, F., & de Sousa Costa, G. (2021). Perfil sociodemográfico da tuberculose segundo raça/cor no Maranhão no período de 2015 a 2020: Sociodemographic profile of tuberculosis according to race/color in Maranhão from 2015 to 2020. Archives of Health, 2(4), 1238-1241. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/582. Acesso em: 28 mar. 2022.

Silva, E. G., da Silva Vieira, J. D., Cavalcante, A. L., de Lima Santos, L. G. M., Rodrigues, A. P. R. A., & Cavalcante, T. C. S. (2015). Perfil epidemiológico da tuberculose no Estado de Alagoas-AL de 2007 a 2012. Caderno de Graduação-Ciências Biológicas e da Saúde-UNIT-ALAGOAS, 3(1), 31-46.

Silva, T. O., Vianna, P. J. D. S., Almeida, M. V. G., Santos, S. D. D., & Nery, J. S. (2021). População em situação de rua no Brasil: estudo descritivo sobre o perfil sociodemográfico e da morbidade por tuberculose, 2014-2019. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 30.

Silva, Y. S., da Silva Matias, P. R., Sandim, L. S., Queiroz, M. G., & de Serqueira, J. R. (2022). Análise dos casos notificados de tuberculose na região centro-oeste. Revista Baiana de Enfermagem, 36.

Souza, A. F. D. (2019). Análise do perfil epidemiológico da Tuberculose na Região Nordeste do Brasil (Bachelor's thesis).

Teixeira AQ et al. (2020). Tuberculose: conhecimento e adesão às medidas profiláticas em indivíduos contatos da cidade do Recife, Pernambuco, Brasil. Cad. saúde colet. 28(1).

Vilela, A. F. R., Melo, G., Neves, F. C. S., dos Reis, G. A. S., Lima, G. M., de Castro Monteiro, G., ... & Sampaio, R. A. (2021). Prevalência e desfecho da tuberculose no Estado de Goiás. Research, Society and Development, 10(11), e556101119869-e556101119869.

Published

25/04/2022

How to Cite

MACÊDO JÚNIOR, A. M. de .; PONTES NETA , M. de L. .; DUARTE, A. R. A. .; SOARES, T. F. R. .; MEDEIROS, L. N. B. de .; ALCOFORADO, D. S. G. .; FONSECA, M. C. .; MACEDO, B. M. de .; NICOLETTI, G. P. .; MARCOS, G. C. . Epidemiological profile of tuberculosis in Brazil, based on data from DataSUS in the years 2021. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e22311628999, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.28999. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/28999. Acesso em: 29 may. 2022.

Issue

Section

Health Sciences