Oral health care for pregnant women in the Family Health Strategy (ESF) - Approach to the user and the dentist

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i9.31635

Keywords:

Pregnant women; Health education; Prenatal care; Family health.

Abstract

Introduction: Gestational monitoring is present in the public health network, bringing pregnant women closer to multidisciplinary teams, which focus attention on preventing problems in pregnancy. Objective: To evaluate how dental prenatal care is being carried out in the city of Caicó-RN, based on the vision of the service user and the dentist. Methods: Exploratory qualitative research. We sought to assess the knowledge of pregnant women and dentists about oral health care for pregnant women at the FHS in the interior of Rio Grande do Norte, through the application of an online instrument via Google Forms for both groups, containing socioeconomic data, information on the perception of dental and specific prenatal care in the professional area. Results: The professional who attended most prenatal consultations in the last pregnancy of the present study, it was seen that the doctor appears in 66.7% of the cases, followed by the nurse with 33.7%. 77.8% of pregnant women responded that they performed dental prenatal care in basic health units and hospitals. 100% of the professionals participating in the survey stated that they have knowledge about dental prenatal care and the pathologies most commonly found in the clinical routine with pregnant women were periodontal diseases (77%), followed by caries (66%) and periodontal abscess (11%). %). Conclusion: There is still resistance on the part of pregnant women to perform the care and little representation of dentists in health services. However, the degree of knowledge about dental prenatal care and the experience of the professionals participating in the study were satisfactory.

References

Barbieri, W., Peres, S. V., Pereira, C. D. B., Peres Neto, J., Sousa, M. D. L. R. D., & Cortellazzi, K. L. (2018). Fatores sociodemográficos associados ao grau de conhecimento em saúde bucal de gestantes. Einstein (São Paulo), 16.

Bastiani, C., Cota, A. L. S., Provenzano, M. G. A., Fracasso, M. D. L. C., Honório, H. M., & Rios, D. (2010). Conhecimento das gestantes sobre alterações bucais e tratamento odontológico durante a gravidez. Odontologia Clínico-Científica (Online), 9(2), 155-160.

Batista, M. H. J., de Sousa, L. P., de Souza, D. M. D., Silva, R. O., dos Santos Lima, E., Nunes, T. S., & Rocha, M. A. (2021). Diabetes Gestacional: Origem, Prevenção e Riscos. Brazilian Journal of Development, 7(1), 1981-1995.

Botelho, D. L. L., Lima, V. G. A., Barros, M. M. A. F., & de Sousa Almeida, J. R. (2019). Odontologia e gestação: a importância do pré-natal odontológico. SANARE-Revista de Políticas Públicas, 18(2).

Codato, L. A. B., Nakama, L., Cordoni Júnior, L., & Higasi, M. S. (2011). Atenção odontológica à gestante: papel dos profissionais de saúde. Ciência & saúde coletiva, 16, 2297-2301.

Diamantino, M. L. P. (2013). Participação da odontologia na Equipe de Pré natal na ESF à luz da literatura: oportunidade de promover saúde. [Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização, Universidade Federal de Minas Gerais]. https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/8211

Do Carmo, W. D. (2020). A importância do pré-natal odontológico. Revista Cathedral, 2(3), 145-156.

Freire, K., Padilha, P. D. C., & Saunders, C. (2009). Fatores associados ao uso de álcool e cigarro na gestação. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, 31, 335-341.

Galvan, J. (2019). Pré-natal odontológico de gestantes de alto risco: análise sob o prisma de diferentes fatores. [Dissertação de mestrado, Universidade Estadual de Ponta Grossa]. http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/2809

Holanda, C. S. M. D., Alchieri, J. C., Morais, F. R. R., & Maranhão, T. M. D. O. (2015). Estratégias de desenvolvimento, acompanhamento e avaliação do atendimento da gestante no ciclo gravídico-puerperal. Revista Panamericana de Salud Pública, 37, 388-394.

Lopes, I. K. R., da Veiga Pessoa, D. M., & de Macêdo, G. L. (2018). Autopercepção do pré-natal odontológico pelas gestantes de uma unidade básica de saúde. Revista Ciência Plural, 4(2), 60-72.

Martins, Q. P. M., Ferreira, G. S. M., de Araújo Aragão, A. E., Gomes, F. M. A., de Araújo, L. M., & Ferreira, F. I. S. (2015). Conhecimentos de Gestantes no pré-natal: Evidências para o cuidado de Enfermagem. SANARE-Revista de Políticas Públicas, 14(2).

Melo, R. V. D. (2017). Implantação do pré-natal odontológico para as gestantes da estratégia saúde da família I de Ingazeira-PE. [Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização), Escola de Saúde Pública de Pernambuco]. https://fi-admin.bvsalud.org/document/view/g9dx4

Passini Júnior, R., Nomura, M. L., & Politano, G. T. (2007). Doença periodontal e complicações obstétricas: há relação de risco? Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, 29, 370-375.

Ramos, G. M. S., de Castro, L. B., Neves, B., & Rocha, C. T. (2014). Pregnant women’s knowledge of baby’s oral health in a basic health unit, Fortaleza, Brazil. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada, 14(3), 239-248.

Reis, D. M., Pitta, D. R., Ferreira, H. M. B., Jesus, M. C. P. D., Moraes, M. E. L. D., & Soares, M. G. (2010). Educação em saúde como estratégia de promoção de saúde bucal em gestantes. Ciência & Saúde Coletiva, 15(1), 269-276.

Rigo, L., Dalazen, J., & Garbin, R. R. (2016). Impacto da orientação odontológica para mães durante a gestação em relação à saúde bucal dos filhos. Einstein (Sao Paulo), 14, 219-225.

Rodrigues, L. G., Nogueira, P. M., Fonseca, I. O. M., Ferreira, R. C., Zina, L. G., & Vasconcelos, M. (2018). Pré-natal odontológico: assistência às gestantes na rede pública de atenção básica em saúde. Arquivos em Odontologia, 54.

Serruya, S. J., Lago, T. D. G., & Cecatti, J. G. (2004). O panorama da atenção pré-natal no Brasil e o Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, 4, 269-279.

Silva, C. C. D., Savian, C. M., Prevedello, B. P., Zamberlan, C., Dalpian, D. M., & Santos, B. Z. D. (2020). Acesso e utilização de serviços odontológicos por gestantes: revisão integrativa de literatura. Ciência & Saúde Coletiva, 25, 827-835.

Trevisan, M. D. R., De Lorenzi, D. R. S., Araújo, N. M. D., & Ésber, K. (2002). Perfil da assistência pré-natal entre usuárias do Sistema Único de Saúde em Caxias do Sul. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, 24(5), 293-299.

Vasconcelos, R. G., Vasconcelos, M. G., Mafra, R. P., Júnior, L. C. A., Queiroz, L. M. G., & Barboza, C. A. G. (2012). Atendimento odontológico a pacientes gestantes: como proceder com segurança. Revista brasileira de odontologia, 69(1), 120.

Vollet, A. F., & Torres, L. P. (2018). Orientações preventivas e procedimentos clínicos relacionados a saúde bucal infantil e de gestantes indicadas por Cirurgiões Dentistas de Bragança Paulista e região. [Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação), Universidade São Francisco]. http://lyceumonline.usf.edu.br/salavirtual/documentos/3187.pdf

Published

13/07/2022

How to Cite

LIMEIRA, A. B. P. .; MEDRADO FILHO, N. F. .; ALMEIDA , W. G. S. de; SOARES , S. C. M. Oral health care for pregnant women in the Family Health Strategy (ESF) - Approach to the user and the dentist . Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 9, p. e37711931635, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i9.31635. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/31635. Acesso em: 13 aug. 2022.

Issue

Section

Health Sciences