Primary analysis of the phytoplanktonic community of the water capture channel of a thermal electric plant in Northeast Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i10.33237

Keywords:

Phytoplankton; Suape; Thermal power plant.

Abstract

In the environmental policy of the Pernambuco Thermoelectric Power Plant, there are plans for monitoring the environmental quality. This study is about the marine phytoplankton community, in the area of ​​influence it has followed a regularity of studies in its catchment channel and in the area of ​​disposal of the submarine outfall. Collections were made every three months, between March 2020 and October 2021. Collections were carried out by trawling 20 µm nets in the area of the submarine outfall and using a Van Dorn oceanographic bottle, inside the catchment channel. from the plant. The taxonomic analyzes showed that in the water catchment channel the genera Chaetoceros and Navicula stood out for their abundance, being represented by 956 and 283 individuals, respectively. At the collection point, the most abundant genera were Pinnularia and Oscillatoria, with 1978 and 559 representatives, respectively.

Author Biographies

Virginia Rayanne Soares de Souza, Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação

Envirnmental Studies Laboratory

Ícaro César Ferreira Chaves, Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação

Environmental Studies Laboratory

Jéssica Cristina Mendes de Oliveira, Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação

Envonmental Studies Laboratory

Camila Ferreira Alves, Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação

Environmental Studies Laboratory

Renata Laranjeiras Gouveia, Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação

Environmental Studies Laboratory

Larissa Felix Lucena, Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação

Envirnmental Studies Laboratory

Midiã da Silva Rodrigues, Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação

Environmental Studies Laboratory

References

APAC. (2022). Monitoramento pluviométrico, 2022. Agência Pernambucana de Águas e Clima. http://old.apac.pe.gov.br/meteorologia/monitoramento-pluvio.php

Aquino, E. P., Oliveira, E. C. C., Fernandes, U. L., & Lacerda, S. R. (2011). Fitoplâncton de uma lagoa de estabilização no Nordeste do Brasil. Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology, 15(1), 71-77

Babu, B., & Wu, J. T. (2008). Production of natural butylated hydroxytoluene as an ntioxidant by freshwater phytoplankton. Journal of Phycology, v. 44, p.1447-1454

Booth, B. C., Larouche, P., Belanger, S., Klein, B., Amiel, D., & Mei, Z. P. (2002). Dynamics of Chaetoceros socialis blooms in the North Water. 39. ed. Deep Sea Research.

Bosak, S., Godrijan, J., & Šilović, T. (2016). Dynamics of the marine planktonic diatom family Chaetocerotaceae in a Mediterranean coastal zone. Coastal and Shelf Science. 185. ed. Estuarine.

Brasil, J., & Huszar, V. L. (2011). O papel dos traços funcionais na ecologia do fitoplâncton continental. Oecologia Australis, Rio de Janeiro, 15(4), dezembro

Britannica, T. (2022). Editors of Encyclopaedia. Oscillatoria. Encyclopedia Britannica. 2016. https://www.britannica.com/science/Oscillatoria&gt.

Bruzza, A. (2015). Monitoramento ambiental em área sob influência de uma usina termelétrica utilizando ovinos como bioindicador. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinária) - Faculdade de Veterinária, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul

Cavalcante, R. B. L., & Mendes, C. A. B. (2013). A gestão dos efluentes líquidos industriais e o corpo hídrico receptor. Anais... Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos,17., 2013, Rio Grande do Sul. Anais[...]. Rio Grande do Sul: ABRH, p. 1-8.

Conrado, A. C. (2020). Avaliação dos programas ambientais na fase de operação de aeroportos – estudo de caso floripa airport. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina

Dávila, J. P. M. (2016). Taxonomia e distribuição do gênero Navicula ‘sensu stricto’ (Bacillariophyceae) em reservatórios da bacia do alto tietê e de bacias vizinhas. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Rio Claro

Kelly, M., Juggins, S., Guthrie, R., Pritchard, S., Jamieson. J., Rippey, B., & Yallop, M. (2008). Assessment of ecological status in U.K. rivers using diatoms. Freshwater Biology, v. 53, p. 403–422

Koening, M. L., & Lira, C. G. (2005). O gênero Ceratium Schrank (Dinophyta) na plataforma continental e águas oceânicas do Estado de Pernambuco, Brasil. Dissertação: Programa de Mestrado em Oceanografia. Universidade Federal de Pernambuco. Recife, PE. Brasil.

Kraberg, A., Baumann, M., & Durselen, C. D. (2010). Coastal phytoplankton: photo guide for northern European seas. Verlag Dr. Friedrich Pfeil, Munchen, Germany. 204

Lagos, P. E. D., Ventura, C., Alves, L. Z., Fernandes, L. F., Wosiack, A. C., Xavier, C. F., Medeiros, M. L. B., Domingues, L. L., & Andreoli, C. (2003). Variação anual das cianobactérias e fitoplâncton associado no Reservatório do Iraí, Pinhais, Paraná. Anais... IX Congresso Brasileiro de Limnologia, 2003, Juiz de Fora. Juiz de Fora

Lamparelli, C. C. (2006). Emissários submarinos: Desafios para o licenciamento e monitoramento ambiental¨ In: ORTIZ, J. P. Emissários submarinos: projeto, avaliação de impacto ambiental e monitoramento. (1ª ed ), 12-23. São Paulo: Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. 240 p.

Lins, J. A. P. N., Kirschnik, P. G., Queiroz, V. S., & Cirio, S. M. (2010). Uso de peixes como biomarcadores para monitoramento ambiental aquático. Rev. Acad., Ciênc. Agrár. Ambient., Curitiba, 8(4), 469-484, out./dez

M’Rabet, C., Yahia, O. K. E., Chomérat, N., Zentz, F., Bilien, C., & Pringault, O. (2021). Transient effect of bisphenol A (BPA) and di-(2-ethylhexyl) phthalate (DEHP) on the cosmopolitan marine diatom Chaetoceros decipiens lorenzianus. rev. Environmental Pollution.285. ed.

Matos, A. S. T., Júnior, J. L., Pereira, J. A. M., Ferreira, M. I. P., Souza, P. R. N., & Rodrigues, P. P. G. W. (2010). Monitoramento ambiental da qualidade da água no Rio Macaé associado ao lançamento de efluentes de termelétrica: um estudo de caso do lançamento de efluentes da UTE Mário Lago no rio Macaé, RJ. Revista Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, Campos dos Goytacazes/RJ, 4(1), 127-139, jan. / jun.

Matos, J. B., Silva, N. I. S., Pereira, L. C. C., & Costa, R. M. (2012). Caracterização quali-quantitativa do fitoplâncton da zona de arrebentação de uma praia amazônica. Acta Botanica Brasilica, Brasília, 26(4), agosto.

Moreira, M. E. (2021). Serviços ecossistêmicos das baías da ilha de santa catarina como base para os usos e atividades náuticas: uma abordagem histórica. Monografia (Especialização em Geografia). Universidade Federal de Santa Catarina, Santa Catarina

Nishimura, P. Y., Carlos, V. M., & Pompêo, M. (2015). Ecologia de reservatórios de interfaces: Grupos funcionais do fitoplâncton. São Paulo: Instituto de Biociências

Oliveira, I. R. (2021). Ecossistema urbano em conexão - fluxos da água e biodiversidade com a qualidade de vida frente à mudança climática: propostas de planejamento para criciúma – SC/Brasil. 2021. Monografia (Especialização em Ciências Ambientais) - Universidade Do Extremo Sul Catarinense - UNESC, Santa Catarina

Pereira, A. C., Torgan, L. C., & Melo, S. (2012). Pinnularia (Bacillariophyta) do curso inferior do rio Negro, Amazonas, Brasil: taxonomia e distribuição temporal. Botânica, Acta Amaz, 42(3)

Ribeiro, F. C. P., & Senna, C. S. F. O (2022). uso de diatomáceas como bioindicadores paleoambientais na costa brasileira. Anais... X Congresso da Associação Brasileira de Estudos do Quaternário, 2005. http://abequa.org.br/trabalhos/0264_resumo_diatomaceas_csenna.pdf.

Ruwer, D. T., França, A. A., & Felisberto, S. A. (2020). Navicula (Naviculaceae) no perifíton de riachos e novas ocorrências para o estado de Goiás. Rodriguésia, v. 71

Santos, M., Pereira, M. J., Luís, A. T., Gonçalves, F. J. M., & Vidal, T. (2018). Comunidade de diatomáceas como bioindicador da qualidade da água: uma atividade prática. Captar, 7(1), 69-78

Silva-Lehmkuhl, A. M., Lehmkuhl, E. A., & Bicudo, D. C. (2019). Bioindicadores ambientais: o que as diatomáceas dizem sobre o ambiente humano. Desenvolv. Meio Ambiente, v. 51, p. 63-83

Sousa, E. B., Costa, V. B., Pereira, L. C. C., & Costa, R. M. (2009). Variação temporal do fitoplâncton e dos parâmetros hidrológicos da zona de arrebentação da Ilha Canela (Bragança, Pará, Brasil). Acta Botânica Brasílica, Brasília, [s.I], Março

Sousa, J. S. C., Ludwing, T. A. V., Melo, S., & Pereira, A. C. (2020). Taxonomia do gênero Pinnularia Ehrenberg (Bacillariophyceae) no Lago Jurucuí, Belterra, Amazônia, Brasil. Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA, Brasil.

Downloads

Published

07/08/2022

How to Cite

SOUZA, V. R. S. de; CHAVES, Ícaro C. F. .; OLIVEIRA, J. C. M. de; ALVES, C. F.; GOUVEIA, R. L.; LUCENA, L. F.; RODRIGUES, M. da S.; FERNANDES, M. L. B. Primary analysis of the phytoplanktonic community of the water capture channel of a thermal electric plant in Northeast Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 10, p. e476111033237, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i10.33237. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/33237. Acesso em: 5 dec. 2022.

Issue

Section

Exact and Earth Sciences