Bibliométric review from the SciELO database about the health of the indigenous elderly person

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i14.36613

Keywords:

Aged; Indigenous Peoples; Health of indigenous peoples.

Abstract

Objective: To analyze the bibliometric indicators about the scientific production available in the SciELO database that addresses the health of the indigenous elderly. Methodology: This is a bibliometric study, carried out with six articles published between 2013 and 2022 in the SciELO database. Results: All studies were carried out by nurses, most of them masters and doctors. The study also revealed that the indigenous elderly have difficulties in accessing health services, and thus, these factors end up directly interfering with the health of this population. In addition, it was observed that culture, language and other factors also influence their health. Final considerations: The study made it possible to identify bibliometric indicators on the scientific production in the area, low scientific production on the subject, reflecting the need to expand research on the health of indigenous peoples in order to expand the collection on the subject in question and subsidize better form the discussion related to the subject.

Author Biography

Arthur Alexandrino, Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Universidade Federal de São Paulo; Universidade Federal da Grande Dourados

Enfermeiro pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Mestrando em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Residente Multiprofissional em Atenção à Saúde Indígena pela Universidade Federal da Grande Dourados - (HU-UFGD/EBSERH). Pós-graduando em Enfermagem Gerontológica e Geriátrica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).  Área de atuação em pesquisa: Saúde Coletiva; Saúde da Pessoa Idosa; Saúde Indígena; Envelhecimento Humano; Enfermagem Gerontológica; Gestão em Enfermagem.

References

Alexandrino, A., Cruz, E. K. L., Medeiros, P. Y. D., Oliveira, C. B. S. Araújo, D. S., & Nogueira, M. F. (2019). Evaluation of the clinical-functional vulnerability index in older adults. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia. [online]. 22(6):e190222. https://dx.doi.org/10.1590/1981-22562019022.190222

Borghi, A. C., & Carreira, L. (2015). Condições de vida e saúde do idoso indígena Kaingang. Escola Anna Nery. 19(3):511-17. https://doi.org/10.5935/1414-8145.20150068

Borghi, A. C., Alvarez, A. M. Marcon, S. S. & Carreira, L. (2015). Singularidades culturais: o acesso do idoso indígena aos serviços públicos de saúde. Revista da Escola de Enfermagem da USP. 49(4):589-95. https://doi.org/10.1590/S0080-623420150000400008

Fernandes, T., Hacon. S. S., Novais, J. W. Z., Sguarezi, S. B.; Silva, C. J., Alcântara, L. C. S., Curvo, A. D., & Fernandes, T. (2019). Poluição do ar e efeitos na saúde de crianças na Amazônia paraense: uma análise bibliométrica. Research, Society and Development. 8(4):2525-3409. https://doi.org/10.33448/rsd-v8i4.907

Fundação Nacional de Saúde (BR). (2010). Departamento de Saúde Indígena. Vigilância em saúde indígena: dados e indicadores selecionados. Brasília (DF): Funasa, p. 96, 2010.

Garmelo, L., Sampaio, S. (2003). Bases sócio-culturais do controle social em saúde indígena: problemas e questões na região norte do Brasil. Cad. Saúde Pública. 19(1):311-7.

Gil, AC. (2017). Como elaborar projetos de pesquisa. (6 ed.). São Paulo: Atlas. 192p.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (BR). (2021). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua trimestral. Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA). https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/trabalho/9173-pesquisa-nacional-por-amostra-de-domicilios-continua-trimestral.html?=&t=destaques.

Kroef, R. F. S.,Gavillon, P. Q., & Ramm, L. V. (2020). Diário de Campo e a Relação do(a) Pesquisador(a) com o Campo-Tema na Pesquisa-Intervenção. Estudos e Pesquisas em Psicologia. 20(2):464-80. https://doi.org/doi:10.12957/epp.2020.52579

Machado, C. T; & Carvalho, A. A. (2020). Mapa conceitual como ferramenta de aprendizagem no ensino superior. Revista Contexto & Educação. 35(110):187–201. https://doi.org/10.21527/2179-1309.2020.110.187-201

Marziale, M. H. P., & Mendes, I. A. C. (2002). O fator de impacto das publicações científicas. Revista Latino-Americana de Enfermagem [online]. 10(4):466-7.

Minayo M. C. S. (2017). Amostragem e saturação em pesquisa qualitativa: consensos e controvérsias. Revista Pesquisa Qualitativa. 5(7):1-12.

Minayo, M.C.S. (2015). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. (14 ed.) São Paulo: Hucitec. 416p.

Ministério da Saúde (BR). (2012). Resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde do Ministério da Saúde, de 12 de dezembro de 2012. Dispõe sobre a aprovação de diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Brasília, (DF): Ministério da Saúde. https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf.

Peres, A. O., Moura, F. M., & Aguiar, D. M. (2020). Saúde indígena e dificuldades no acesso ao sistema público de saúde no amazonas. Editorial Bius. 19(13):1-11.

Quevedo-Silva, F., Santos, E. B. A., Brandão, M. M., & Vils, L. Estudo bibliométrico: orientações sobre sua aplicação. (2016). Revista Brasileira de Marketing. 15(2):246-62. https://doi.org/10.5585/remark.v15i2.3274

Rissardo, L. K., Alvim, N. A. T., Marcon, S. S., & Carreira, L. Práticas de cuidado ao idoso indígena - atuação dos profissionais de saúde. (2014). Revista Brasileira de Enfermagem [online]. 67(6):920-7. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2014670609

Rissardo, L. K., Molitemo, A. C. M., Borghi, A. C., & Carreira, L. (2013). Fatores da cultura Kaingang que interferem no cuidado ao idoso: olhar dos profissionais de saúde. Revista Latino-Americana de Enfermagem. 21:1345-52. https://dx.doi.org/10.1590/0104-1169.3121.2373

Rodrigues, A. D. (2006). Línguas indígenas no Brasil. In: Ricardo B, Ricardo F, Editores. Povos Indígenas no Brasil 2001/2005. São Paulo: Instituto Socioambiental. 59-63p.

Silva, C. J. A., Neves Junior, T. T., Carvalho, E. A., Silva, V. G. F., Almeida, S. G. P. & Menezes, R. M. P. (2022). Perfil dos diagnósticos de enfermagem em idosos indígenas na comunidade: estudo transversal. Revista Brasileira de Enfermagem. 75(2):e20210128. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2021-0128

Silva, L. F., & Russo, R. F. S. M. R. (2019). Aplicação de entrevistas em pesquisa qualitativa. Revista de Gestão e Projetos. 10(1):1-6. https://doi.org/10.5585/GeP.v10i1.13285

Silva, P. R., S., & Mathias, M. S. A. (2018). etnografia e observação participante na pesquisa qualitativa. Ensaios Pedagógicos. 2(1):54-61.

Published

30/10/2022

How to Cite

ALEXANDRINO, A.; NERY, C. B.; MOREIRA, J. L. Bibliométric review from the SciELO database about the health of the indigenous elderly person . Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 14, p. e381111436613, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i14.36613. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/36613. Acesso em: 9 dec. 2022.

Issue

Section

Review Article