Biosafety in the preparation of instruments used in nail cutting in beautification institutes

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v12i1.38960

Keywords:

Containment of biological risks; Beauty and esthetics center; Training and awareness groups.

Abstract

Objective: To prepare standard operating protocols (SOPs) for the preparation of instruments used in nail cutting. Methods: Descriptive research, with elaboration of educational videos about preparation and sterilization of instruments for non-medical liability beauty institutes (NMSI). Two (SOPs) were elaborated: 1- Use of Personal Protective Equipment (PPE) for manipulation of cutting instruments. 2- Processing of instruments for cuticle removal (pliers and retractors). Results: The 02 SOP's elaborated were in video format, with paramentation and unparamentation of the PPE'S and preparation of the cuticle Instruments, containing the flow of cleaning with neutral soap, packaging with surgical grade paper, sterilization by steam autoclave. Conclusion: The SOP's elaborated when well used, have the intention to offer subsidies for the activities of nail cutting with safety, minimizing the risks and possible damages to the health of the professionals and the customers, about the exposure to pathogens, such as hepatitis C (HCV), hepatitis B (HBV), Human Immunodeficiency Virus (HIV) linked by a possible contamination of the instruments with blood, finally the training is fundamental for the consolidation of the correct use of the SOP and the achievement of biosecurity in beauty salons.

References

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). (2021). Nota técnica GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 04/2020 – 25/02/2021. Orientações para serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo coronavírus (SARsCoV-2).

Araujo, D. C. S. A., & Guerreiro, J. V. (2016). Conhecimento e medidas de biossegurança adotadas por manicures autônomas do município de Mamanguape-PB. Revista visa em debate sociedade, ciência e tecnologia, 4(3), 103-109. 10.22239/2317-269x.00751.

Bordin, V., Alves, D. C. I., Martins, L. K., Luz, M. S., & Matos, F. G. O. A. (2018). Reprocessamento de materiais utilizados em salões de beleza e biossegurança dos profissionais envolvidos/ Reprocessing of materials used in beauty salons and biosafety of professionals involved/ Reprocesamiento de materiales utilizados en salones. Journal Health NPEPS, 3(2), 441–456. 10.30681/25261010.

Felipe, I. M. A., Dias, R. S., Couto, C. L. L., Nina, L. N. S., & Nunes, S. P. H. (2017). Biossegurança em serviço de embelezamento: conhecimento e práticas em uma capital do nordeste brasileiro. Rev. Gaúcha Enferm. 38(4), 10.1590/1983-1447.2017.04.2016-0003.

Felipe, I. M. A., Silva, F. M. A. M., Bassi, D., Carvalho, A. C., Nunes, S. P. H., & Dias, R. S. (2019). Biossegurança em centros de embelezamento: estrutura e processamento de materiais. Revista de Enfermagem UFPE (Online), 13, 10.5205/1981-8963.2019.239171.

Francisco, G. A. M., Sá, T. M., Cardoso, F. S., & Bourguignon, S. C. (2021). Bilingual biosafety manual: Videos produced for the brazilian deaf community with terms used in health services during the coronavirus pandemic. Research, Society and Development, 10(8), e41710817320. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i8.17320

Garbaccio, J. L., & de Oliveira, A. C. (2018). Biossegurança em salões de beleza: avaliação da estrutura e dispositivos. Revista De Enfermagem Do Centro-Oeste Mineiro, 8. https://doi.org/10.19175/recom.v8i0.1833.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. (4a ed.) Atlas, São Paulo.

Lei Nº 12.592, de 18 de janeiro de 2012. (2012). Dispõe sobre o exercício das atividades profissionais de cabeleireiro, barbeiro, esteticista, manicure, pedicure, depilador e maquiador. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12592.htm.

Mancia, J. R., Cabral, L. C., & Koerich, M. S. (2004). Educação permanente no contexto da enfermagem e na saúde. Rev. Bras. Enferm., 57(5), Doi: 10.1590/S0034-71672004000500018.

Moretti, M. M. S., & Barcellos, R. de A. (2020). Conversation wheels as a strategy for permanent education in health in the construction of assistence protocol. Research, Society and Development, 9(8), e112985395. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5395.

Neves, G. B. C., Andreto, L. M., Oliveira, C. R., & Figueira, M. C. S. (2016). Opinião dos enfermeiros sobre educação permanente em um hospital público. Revista de Enfermagem UFPE (Online), 10(5), 10.5205/1981-8963-v10i5a11158p1625-1634-2016.

Oliveira, M. A. N. (2007). Educação à Distância como estratégia para a educação permanente em saúde: possibilidades e desafios. Rev. Bras. Enferm., 60(5), 585-589, 10.1590/S0034-71672007000500019.

Pereira, F., Marcatto, M. I. S. J., Grau, M. A. F., Sales, Z. U., Vranjac, R. M., Maradei, R., & Pilon, S. R. P. (2012). Manual de orientação para instalação e funcionamento de institutos de beleza sem responsabilidade médica. Centro de Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo.

Pereira, L. dA. P., Silva, K. L., Andrade, M. F. L. B., & Cardoso, A. L. F. (2018). Educação permanente em saúde: uma prática possível. Revista de Enfermagem UFPE (Online), 12(5), 1469-1479, 10.5205/1981-8963-v12i5a234569p1469-1479-2018.

Pires, R. C. C., Lucena, A. D., & Mantesso, J. B. O. (2021). Prática da biossegurança na estética: uma revisão integrativa da literatura: practice of biosafety in aesthetics: an integrative review of the literature. Revista Recien - Revista Científica De Enfermagem, 11(36), 619–628. 10.24276/rrecien2021.11.36.619-628.

Resolução RDC Nº 15, de 15 de Março de 2012. (2012). Dispõe sobre requisitos de boas práticas para o processamento de produtos para saúde e dá outras providências. Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Ministério da Saúde.

Richardson, R. J., Peres, J. A., Wanderley, J. C. V., Correia, L. M., & Peres, M. D. H. D. M. (1985). Pesquisa social: métodos e técnicas. atlas.

Righetti, C., & Vieria, P. C. G. (2012). Autoclave: aspectos de estrutura, funcionamento e validação. Resbcal, 1(2), 185-189.

Santos, R. C. M., Silva, I. V., Santos, T. A. S., & Jácome Junior, A. T. (2021). Biossegurança e prevenção dos riscos biológicos em salões de beleza e esmalterias: uma revisão bibliográfica (Trabalho de Conclusão de Curso - Biomedicina). Centro Universitário Tabosa de Almeida, Caruaru - PE.

Silva, A. S., Valiatti, T. B., Barcelos, I. B., Martins, R. C., Oliveira, D. F., & Castro, B. S. (2017). Verificação da prática de biossegurança por manicures/pedicuros em salões de beleza localizados no município de ji-paraná/ro. Revista Interdisciplinar De Estudos Em Saúde, 6(1), 39-49. 10.33362/ries.v6i1.887.

Souza, P. C. G., Watanabe, E. A. M. T., & Bergamaschi, F. P. R. (2020). Biossegurança nas atividades profissionais em centros de beleza. Braz. J. of Develop., 6(12), 104023-104037. 10.34117/bjdv6n12-776.

Vasconcellos, M., & Castro, N. T. (2019). The use of the coats and biosafety. Research, Society and Development, 9(3), e22932303. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i3.2303.

Vieria, F. P., Siqueira, H. C. H., Silva, J. R. S., & Cegano, D. (2014). Promoção e prevenção da saúde junto aos serviços de embelezamento de mãos de pés: inserção do enfermeiro. Revista eletronica trimestral de Enfermería, 36.

Published

12/01/2023

How to Cite

NEVES, G. B. C. .; SILVA , E. W. da .; LOPES , V. J. da S. .; SANTOS, J. . L. S. dos .; CASTRO , A. G. S. de .; SANTANA, M. J. S. .; BESSA, P. R. F. .; MEDEIROS, T. P. M. de .; SOUZA, D. R. de .; PORTUGAL, . W. M. . Biosafety in the preparation of instruments used in nail cutting in beautification institutes. Research, Society and Development, [S. l.], v. 12, n. 1, p. e29112138960, 2023. DOI: 10.33448/rsd-v12i1.38960. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/38960. Acesso em: 3 feb. 2023.

Issue

Section

Teaching and Education Sciences