The importance of education on ethnic-racial relations in higher education

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v12i2.39992

Keywords:

University education; Racism; Anti-racist education; Education; Rights.

Abstract

This is a qualitative and exploratory research, aimed at presenting the importance of the education of ethnic-racial relations in higher education. It was decided to take the technique proposed by Bardin as a guideline for the analysis of qualitative data, which is widely used in research of a social nature, and adapt it to the reality of the article. In higher education, undergraduate courses are focused on professional training, and within this scenario it is necessary to understand the importance of implementing the National Curriculum Guidelines for Ethnic-Racial Relations and for the Teaching of Afro-Brazilian and African History and Culture (DCN ), since they provide opportunities for the promotion of discussions around blacks and non-blacks, since they provide training based not only on normative instruments, but mainly on education in positive ethnic-racial relations.

Author Biography

Giorge Andre Lando, Universidade de Pernambuco

Doutor em Direito pela Faculdade Autônoma de Direito de São Paulo (FADISP). Pós-Doutor em Direito pela Università Degli Studi di Messina – Itália. Pós-Doutor em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Piauí – PPGPP/UFPI. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Culturas Africanas, da Diáspora e dos Povos Indígenas da Universidade de Pernambuco - PROCADI/UPE.

References

Almeida, S. (2019). Racismo Estrutural. São Paulo: Pólen.

Araújo, J. C. E. (2007). O estado democrático social de direito, em face do princípio de igualdade e as ações afirmativas. 582 f. Dissertação (Mestrado em Direito) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/teste/arqs/cp032111.pdf>. Acesso em: 04 jan. 2023.

Ávila, I. A. (2010). Questões étnico-raciais e a educação: um currículo multicultural que reconstrua práticas pedagógicas centradas na diferença e na justiça social. 168f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Belo Horizonte. Disponível em: <http://www.biblioteca.pucminas.br/teses/Educacao_AvilaIA_1.pdf>. Acesso em: 31 ago. 2022.

Baptista da Silva, P. V.; Espejo Trigo, R. A. & Marçal, J. A. (2013). Movimentos negros e direitos humanos. Revista Diálogo Educacional, vol. 13, núm. 39, mayo-agosto. Disponível em: < https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=189128924007>. Acesso em: 10 out. 2022.

Bersani, H. (2018). Aportes teóricos e reflexões sobre o racismo estrutural no Brasil. Extraprensa, São Paulo, v. 11, n. 2, p. 175-196, jan./jun. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/extraprensa/article/view/148025>. Acesso em: 04 out. 2023.

Baqueiro, F. R. L. & Cezar, S. M. S. (2021). Racismo estrutural e seus reflexos nas corporações: o papel das políticas de Compliance na luta antirracista e a necessária mudança cultural. Cadernos do CEAS: Revista Crítica de Humanidades. Salvador/Recife, v. 46, n. 252, p. 166-192, jan./abr. Disponível em: <https://doi.org/10.25247/2447-861X.2021.n252.p166-192>. Acesso em: 10 set. 2022.

Carvalleiro, E. (2006). Orientações e ações para educação das relações étnico raciais. Brasília: SECAD.

Castro, B. P.; Foster, E. L. S. & Custódio, E. S. (2022). Reflexões sobre o racismo antirracismo no ensino superior sob a perspectiva decolonial. Poiésis, Tubarão/SC, v. 16, n. 30, p. 504-523, jul-dez. Universidade do Sul de Santa Catarina. Disponível em: <https://portaldeperiodicos.animaeducacao.com.br/index.php/Poiesis/article/view/12524/12196>. Acesso em: 04 jan. 2023.

Dias, C. & Patriarca, P. (2019) Racismo em universidades: professores e alunos negros relatam ataques criminosos no interior de SP. G1. Sorocaba e Jundiaí. 05.07.2019. Disponível em: <https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/noticia/2019/07/05/racismo-em-universidades-professores-e-alunos-negros-relatam-ataques-criminosos-no-interior-de-sp.ghtml>. Acessado em: 04 out. 2022.

Domingues, P. (2008). Um "templo de luz": Frente Negra Brasileira (1931-1937) e a questão da educação. Revista Brasileira de Educação, v. 13 n. 39 set./dez. 2008. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/rbedu/a/hqBHpKJHNtbrVMgJb3Fpv9M/?format=pdf&lang=pt>. Acesso em: 10 set. 2022.

Fanon, F. (2008). Pele negra, máscaras brancas. Bahia: Editora Edufba, 2008.

Ferreira, M. (2018). História da República no Brasil: Nova República começa com o fim da ditadura militar. Senado Federal, Brasília, 25 set. Disponível em: <https://www12.senado.leg.br/radio/1/noticia/2018/09/25/periodo-conhecido-como-nova-republica-comeca-com-o-fim-da-ditadura-militar-no-brasil>. Acesso em: 10 dez. 2022.

Gomes, N. L.; Silva, P. V. B. & Brito, J. E. (2021). Ações Afirmativas de promoção da igualdade racial na educação: Lutas, conquistas e desafios. Educ. Soc., Campinas, v. 42, e258226. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/es/a/3PyCNZ5FhDNjjchnPBGKhJw/abstract/?lang=pt>. Acesso em: 04 jan. 2023.

Gonçalves, L. A. O. & Gonçalves e Silva, P. B. (2000). Movimento negro e educação. Revista Brasileira de Educação, n. 15, dez. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/rbedu/a/8rz8S3Dxm9ZLBghPZGKtPjv/?format=pdf&lang=pt>. Acesso em: 10 set. 2022.

Gonzales, L. & Hasenbalg, C. (2022). Lugar de Negro. São Paulo: Editora Schwarcz/Companhia das Letras.

Maria, D. P. (2012). A Face Negra do Brasil Multicultural. 1. ed., v. 1, p. 92. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/mre000073.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2022.

Marquese, R. B. (2005). Moradia escrava na era do tráfico ilegal: senzalas rurais no Brasil e em Cuba, c. 1830-1860. Anais Do Museu Paulista: História E Cultura Material, 13(2), 165-188. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/anaismp/article/view/5429>. Acesso em: 10 set. 2022.

Mato, D. (2019). Racismo e ensino superior: desafios e perspectivas. Jornal Perfil de Buenos Aires, Boletim nº 050, Ano 45. Disponível em: <https://ufmg.br/comunicacao/publicacoes/boletim/edicao/2050/racismo-e-ensino-superior-desafios-e-perspectivas>. Acesso em: 02 set. 2022.

Munanga, K. (2010). Educação e diversidade cultural. Cadernos Penesb – Periódico do Programa de Educação sobre o Negro na Sociedade Brasileira – FEUFF, Rio de Janeiro, jan./jun.. Disponível em: <http://pdi.sites.uff.br/wp-content/uploads/sites/573/2019/02/PENESB-10.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

Oliveira, D. (2021). Racismo Estrutural: Uma perspectiva histórico-crítica. Salvador: Editora Dandara, 2021.

Pereira, A. A. (2010). O Mundo Negro: a constituição do movimento negro contemporâneo no Brasil (1970-1995). 268 f. Tese (Doutorado em História) – Universidade Federal Fluminense. Niterói. Disponível em: <https://www.historia.uff.br/stricto/td/1254.pdf>. Acesso em: 04 jan. 2023.

Pontes, K. R. (2017). Kemet, escolas e arcádeas: a importância da filosofia africana no combate ao racismo epistêmico e a lei 10639/03. 93 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia e Ensino) Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, Rio de Janeiro. Disponível em: <https://dippg.cefet-rj.br/ppfen/attachments/article/81/07_Kati%C3%BAscia%20Ribeiro%20Pontes.pdf>. Acesso em: 04 jan. 2023.

Ribeiro, D. (2019). Pequeno Manual Antirracista. São Paulo: Companhia das Letras.

Roberto, S. V. (2013). Síntese da coleção história geral da África: pré-história ao século XVI. Brasília: Unesco.

Sabino, G.; Calbino, D. & Lima, I. (2022). A trajetória dos movimentos negros pela educação: conquistas e desafios. Linhas Críticas, 28, e40739. Disponível em: <https://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/40739>. Acesso em: 10 set. 2022.

Silva, P. B. G. (2008). Ações Afirmativas na UFSCar: em busca da qualidade acadêmica com compromisso social. Políticas Educativas, v. 2, p. 41-53. Disponível em: <https://seer.ufrgs.br/index.php/Poled/article/view/18350>. Acesso em: 04 jan. 2023.

Soares, C. G. (2021). Educação antirracista e democratização do ensino superior. Revista Contemporânea de Educação, v. 16, n. 37, set/dez. Disponível em: . Acesso em: 04 jan. 2023.

Santos, L. C. (2008). História e Cultura Afro-Brasileira e Africana na escola. Brasilia: Ágere Cooperação em Advocacy.

Silva, A. H.; Fossá, M. I. T. (2015). Análise de Conteúdo: exemplo de aplicação da técnica para análise de dados qualitativos. Qualit@s Revista Eletrônica, Campina Grande, v. 16, n. 2, p. 01-14, jan./jun. Disponível em: <http://www.fei.am.gov.br/wp-content/uploads/2020/06/2113-7552-1-PB.pdf>. Acesso em: 04 jan. 2023.

Silva, G. & Araújo, M. (2005). História da Educação dos negros e outras histórias. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada/ Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Disponível em: <http://etnicoracial.mec.gov.br/images/pdf/publicacoes/historia_educacao_negro.pdf>. Acesso em: 10 set. 2022.

Sousa, J. A. & Melo, C. R. (2021). Educação e Movimento Negro: a experiência da Frente Negra Brasileira. Vozes, Pretérito & Devir, a. VIII, Vol. XII, Nº II, Piauí. Disponível em: <http://revistavozes.uespi.br/ojs/index.php/revistavozes/article/view/381>. Acessado em: 10 set. 2022.

Souza, J. (2021). Como o racismo criou o Brasil. Rio de Janeiro: Estação Brasil.

Silva, P. V. B. S.; Trigo, R. A. E. & Marçal, J. A. (2013). Movimentos negros e direitos humanos. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 13, n. 39, p. 559-581, maio/ago. 2013. Disponível em: <http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/dissertacoes_teses/artigo_silva_trigo_marcal.pdf>. Acesso em: 10 ago. 2022.

Verrangia, D. & Beatriz, P. G. S. (2010). Cidadania, relações étnico-raciais e educação: desafios e potencialidades do ensino de ciências. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 36, n.3, p. 705-718, set./dez. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/ep/a/wqb8HvXMVG8C8KD7hKn5Tms/?format=pdf&lang=pt>. Acesso em: 29 ago. 2022.

Published

28/01/2023

How to Cite

VILAR ALVEZ, F. M. S. S. .; LANDO, G. A. The importance of education on ethnic-racial relations in higher education . Research, Society and Development, [S. l.], v. 12, n. 2, p. e13812239992, 2023. DOI: 10.33448/rsd-v12i2.39992. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/39992. Acesso em: 20 may. 2024.

Issue

Section

Human and Social Sciences