Impact of nutritional intervention on the cardiovascular health of elderly people in low-income communities: An experience in the Galo I Family Health Strategy, Belém – Pará

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v13i1.44851

Keywords:

Aged; Heart disease risk factors; Old age assistance; Poverty.

Abstract

Objective: To evaluate the impacts of a nutritional intervention aimed at the elderly on lifestyle and chronic and cardiovascular disease control in a context of financial limitation. Method: This report documents a qualitative and descriptive investigation, aimed at ascertaining the effects of nutritional strategies on the cardiovascular health of elderly individuals in economic vulnerability who are served by the Family Health Strategy, in a neighborhood in Belém-Pará. This study was conducted in accordance with the ethical precepts of research with human beings, respecting their autonomy, privacy, and confidentiality.  Results: The nutritional intervention in the Family Health Strategy Galo I showed preliminary improvements in glycemic control and blood pressure in the elderly, with an increase in adherence to nutritional guidelines and medical treatment. The application of the Framingham Score indicated a moderate to high risk of cardiovascular diseases. Economic challenges persist, demanding adaptations in dietary recommendations to be accessible and effective. Conclusion: It is concluded that it is essential that public policies be developed and implemented to ensure that the elderly in low-income communities have better access to healthy foods and integrated health care.

References

Affonso, M. V. G., et al. (2021). O papel dos Determinantes Sociais da Saúde e da Atenção Primária à Saúde no controle da COVID-19 em Belém, Pará. Physis Rev Saude Colet, 31, e310207.

Araújo, J. G. C., et al. (2021). Qualidade da dieta de idosos no Brasil. Estud Interdiscip Envelhec, 26(2), 245-235.

Batista, C. R., Sousa, M. N. A., & Toledo, M. A. (2021). A influência dos alimentos e a eficácia de intervenções alimentares educativas na qualidade de vida da terceira idade. Braz J Dev, 7(3), 27714-27733.

Braga, A. V. P., et al. (2019). Perfil nutricional e incidências patológicas dos idosos atendidos na clínica escola de Nutrição de Juazeiro do Norte-CE. RBONE-Rev Bras Obes Nutr Emagrec, 13(79), 440-445.

Conceição, E., et al. (2021). A percepção do enfermeiro na atenção básica em relação a adesão ao tratamento anti-hipertensivo com idosos em meio a pandemia do Covid-19 em um Município no interior de Pernambuco. Braz J Dev, 7(7), 75330-75343.

Coutinho, L. S. B., & Tomasi, E. (2020). Déficit de autocuidado em idosos: características, fatores associados e recomendações às equipes de Estratégia Saúde da Família. Interface Comun Saude Educ, 24, e190578.

Figueiredo, A. E. B., Ceccon, R. F., & Figueiredo, J. H. C. (2021). Doenças crônicas não transmissíveis e suas implicações na vida de idosos dependentes. Cienc Saude Colet, 26, 77-88.

Gama, C. A. P. da et al. (2021). Estratégia de saúde da família e adesão ao tratamento do diabetes: fatores facilitadores. Rev Baiana Saude Publica, 45(1), 11-35.

Gracelli, M., et al. (2021). Efeito de um programa multiprofissional no desempenho físico e nutricional de idosos. Estud Interdiscip Envelhec, 26(1).

Ladeira, G. D. A., et al. (2021). Polifarmácia no idoso e a importância da atenção farmacêutica. ÚNICA Cadernos Acadêmicos, 3(1), 77-88.

Menezes Sergio, C. C., et al. (2022). Autocuidado e risco cardiometabólico em pessoas com hipertensão arterial em seguimento na atenção primária. Saude Pesq, 15(1), 1-14.

Mussi, R. F. D. F., et al. (2021). Pressupostos para a elaboração de relato de experiência como conhecimento científico. Revista práxis educacional, 17(48), 60-77.

Oliveira, J. F. G., et al. (2023). Desafios e estratégias na prevenção de doenças cardiovasculares na era moderna. Rev Ibero-Am Humanid Ciênc Educ, 9(7), 1140-1150.

Passinho, R. S., Pereira, R. S. F., & Pimenta, A. M. (2023). Fatores associados ao alto risco cardiovascular segundo o Escore de Framingham: Revisão Integrativa. Cienc Cuid Saude, 22.

Santos, E. M., et al. (2023). Estratificação de risco cardiovascular pelo escore de Framingham na atenção primária em saúde. Seven Editora.

Silva, A. C. B., et al. (2021). A polifarmácia entre pacientes hipertensos e diabéticos em uma unidade de saúde. Rev Eletron Acervo Saude, 13(8), e8006- e8008

Silva, G. C., et al. (2020). Desnutrição e intervenção nutricional em idosos de uma instituição de longa permanência. Acta Elit Salutis-AES, 3(1), 673-876.

Silva, T. C., et al. (2022). Risco nutricional e cardiovascular em idosos quilombolas. Ciênc Saúde Colet, 27, 219-230.

Simieli, L., Padilha, L. A. R., & Tavares, C. F. (2019). Realidade do envelhecimento populacional frente às doenças crônicas não transmissíveis. Rev Eletron Acervo Saude, (37), e1511- e1513.

Trintinaglia, V., Bonamigo, A. W., & Azambuja, M. S. (2022). Políticas Públicas de Saúde para o Envelhecimento Saudável na América Latina: uma revisão integrativa. Rev Bras Promoc Saude, 35, 15-17.

World Health Organization. (2018). Ageing and health. http://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/ageing-and-health

Published

27/01/2024

How to Cite

MAIA, M. A. da S. Q. .; RODRIGUES, K. L. T. .; PAES, G. T. .; GOMES, N. L. P. .; SILVA, V. C. A. .; MAIA, J. T. R. . Impact of nutritional intervention on the cardiovascular health of elderly people in low-income communities: An experience in the Galo I Family Health Strategy, Belém – Pará. Research, Society and Development, [S. l.], v. 13, n. 1, p. e12513144851, 2024. DOI: 10.33448/rsd-v13i1.44851. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/44851. Acesso em: 27 may. 2024.

Issue

Section

Health Sciences