Difficulties, complications and interpersonal relationships in care for burned patients: an approach to discourses

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7693

Keywords:

Burns; Nursing; Nursing Care.

Abstract

To analyze the difficulties faced by nursing professionals in assisting burn patients; to verify the main complications during the burn treatment period and to identify problems in the nurse / patient and family interpersonal relationship. Methodology This is a descriptive, exploratory study with a qualitative approach, in which the sample consisted of nursing professionals, in a reference hospital in a city in the interior of the northeast. For the collection of empirical material, a semi-structured script was used, respecting the ethical aspects of Resolution 466/12 of the National Health Council. As for treatment, the speeches were submitted to content analysis of the thematic type, proposed by Bardin. Results The results of this study point to several difficulties faced by the nursing team, among which the constant need for a doctor in the sector, as the care for burned patients requires multidisciplinary treatment and nursing alone cannot offer a treatment that is capable of contemplating the complexity of the situation. The most evident complications in a burned patient is the risk of infection because it is a culture medium. Respondents showed difficulties when it came to interpersonal relationships between professionals, family and patient. Conclusion The results of this study point out several difficulties faced by the nursing team, among which, the constant need for a doctor in the sector, to be able to have comprehensive assistance. With regard to complications in burns, it was seen that the patient's chance of developing infections is great, due to the fact that he has a great exposure and because the burn is a culture medium. Because it is a sector that requires a lot of care both in direct assistance to the patient, as well as how to deal with family members who are often upset, the nursing team needs to be psychologically prepared to know how to deal with burned patients.

Author Biographies

Tamara Silva Ferreira, Centro Universitário UNIFACISA

Enfermeira - UNIFACISA

Layse Daniela de Lima Oliveira, UNIFACISA - CENTRO UNIVERSITÁRIO

Enfermeira- UNIFACISA

Rachael dos Anjos Nascimento, Centro Universitário UNIFACISA

Enfermeira-UNIFACISA

Pollyanna Jorge Canuto, Universidade Estadual da Paraíba

ENFERMEIRA- ESF

Marillya Pereira Marques Diniz, Centro Universitário UNIFACISA

ENFERMEIRA- ESF

Maria Karoline Santos Lima, Centro Universitário UNIFACISA

ENFERMEIRA- UNIFACISA

References

Araújo, M. H. H. P. O., Guedes, J. F., & Lima, L. A. A (2017). Uso Do Ácido Hialurônico E Da Película De Biocelulose No Tratamento Tópico De Queimadura. Rev Bras Queimaduras, 1(2),135-8. Recuperado de http://www.facema.edu.br/ojs/index.php/ReOnFacema/article/view/5.

Bardin, L. (2015). Análise De Conteúdo. São Paulo: Atlas.

Barboza, G. S. (2016). Características Clínicas E Fatores Associados Aos Óbitos De Indivíduos Queimados Em Um Centro De Referência De Ananindeua-Pa. Rev Bras Queimaduras, 15(2), 104-109. Recuperado de http://www.rbqueimaduras.com.br/details/302/pt-BR/caracteristicas-clinicas-e-fatores associados-aos-obitos-de-individuos-queimados-em-um-centro-de-referencia-de-ananindeua-pa.

Bernardo, A. F. C., Santos, K., Silva, D. P. (2019). Pele: alterações anatômicas e fisiológicas do nascimento à maturidade. Revista Saúde em Foco. 1 (11), 1221-33. Recuperado de http://portal.unisepe.com.br/unifia/wp-content/uploads/sites/10001/2019/11/PELE-ALTERA%C3%87%C3%95ES-ANAT%C3%94MICAS-E-FISIOL%C3%93GICAS-DO-NASCIMENTO-%C3%80-MATURIDADE.pdf

Barbosa, H. M., Júnior, F. J. G. S., & Lima, L. A. A. (2015). Assistência De Enfermagem Prestada A Pacientes Queimados: Revisão Integrativa. Revista Ciências E Saberes, 1(1), 65-69. Recuperado de https://www.facema.edu.br/ojs/index.php/ReOnFacema/article/view/5.

Brasil. Ministério Da Saúde. (2018). Queimados. Recuperado de Http://Portalms.Saude.Gov.Br/Component/Content/Article/842-Queimados/40990-Queimados.

Brasil. Ministério Da Saúde. (2000). Portaria N. 2.275, De 21 De Novembro De 2000. Recuperado de Http://Bvsms.Saude.Gov.Br/Bvs/Saudelegis/Gm/2000/Prt1273_21_11_2000.Html.

Chaves, S. C. S. (2013). Ações Da Enfermagem Para Reduzir Os Riscos De Infecção Em Grande Queimado No Cti. Rev Bras Queimaduras,12(12), 4-140. Recuperado de http://rbqueimaduras.org.br/details/159/pt-BR/acoes-da-enfermagem-para-reduzir-os-riscos-de-infeccao-em-grande-queimado-no-cti.

Costa, C. P. V., & Luz, M. H. B. A. (2015). Objeto Virtual De Aprendizagem Sobre O Raciocínio Diagnóstico Em Enfermagem Aplicado Ao Sistema Tegumentar. Revista Gaúcha De Enfermagem, 36(4), 55-62. Recuperado de Http://Www.Scielo.Br/Scielo.Php?Pid=S198314472015000400055&Script=Sci_Arttext&Tlng=Pt.

Costa, G. O. P., Silva, J. A., & Santos, A. G. (2015). Perfil Clínico E Epidemiológico Das Queimaduras: Evidências Para O Cuidado De Enfermagem. Ciência &Saúde, 8(3), 146-155. Recuperado de https://www.semanticscholar.org/paper/Perfil-cl%C3%ADnico-e-epidemiol%C3%B3gico-das-queimaduras%3A-o-Costa-Silva/b7a3e66a64d6d716620c91f981d3833ed5366e70.

Costa, C. F. (2017). Perfil De Pacientes Que Sofreram Queimaduras No Brasil: Uma Revisão Integrativa. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 2(8), 624-632. Recuperado de Https://Www.Acervosaude.Com.Br/Doc/Reas57.Pdf.

Costa, A. C. S. M., Santos, N. S., & Moraes, P. C. M. (2016). Amplitude De Movimento E Sua Interferência Na Capacidade Funcional De Pacientes Com Sequelas De Queimaduras. Rev Bras Queimaduras, 15(4), 261-266. Recuperado de Http://Www.Rbqueimaduras.Com.Br/Details/324/Pt-Br/Amplitude-De-Movimento-E-Sua-Interferencia-Na-Capacidade-Funcional-De-Pacientes-Com-Sequelas-De-Queimaduras.

Cunha, I. L. R., Ferreira, L. A., & Cunha, J. H. S. (2018). Cuidados Realizados Pela Equipe De Enfermagem Aos Pacientes Que Sofreram Queimaduras. Revista Família, Ciclos De Vida E Saúde No Contexto Social, 5(3), 31-389, Recuperado de Http://Seer.Uftm.Edu.Br/Revistaeletronica/Index.Php/Refacs/Article/Viewfile/1982/Pdf.

Cunha, L. V. T., Junior, F. J. A. C., & Santiago, D. O. (2016). Atendimento Inicial Ao Paciente Queimado: Avaliação Do Conhecimento De Alunos Do Internato Do Curso De Medicina. Rev Bras Queimaduras, 15(2), 2-3. Recuperado de http://www.rbqueimaduras.com.br/details/298/pt-BR/atendimento-inicial-ao-paciente-queimado--avaliacao-do-conhecimento-de-alunos-do-internato-do-curso-de-medicina.

Damasceno. A. K. C., Pagliuca, L. M. F., & Barroso, M. G. T. (2009). Aplicação Dos Conceitos Da Teoria Humanística Numa Unidade De Queimados. Rev. Rene, 10(2), 78-85. Disponível de Http://Www.Repositorio.Ufc.Br/Bitstream/Riufc/4592/1/2009_Art_Akcdamasceno.Pdf.

Dias, L. D. F., Oliveira, A. F., Juliano, Y., & Ferreira, L. M. (2015). Unidade De Tratamento De Queimaduras Da Universidade Federal De São Paulo: Estudo Epidemiológico: An Epidemiological Profile. Revista Brasileira De Cirurgia Plástica, 30(1), 86-92. Recuperado de Http://Www.Rbcp.Org.Br/Details/1604/Pt-Br/Unidade-De-Tratamento-De-Queimaduras-Da-Universidade-Federal-De-Sao-Paulo--Estudo-Epidemiologico.

Giaretta, V. M. A., Silva, A. M., Renó, A. C. M., Aguiar, D. A. F., Arantes, C. M. S., & Posso, M. B. S. (2016). Proposta De Escala Para Avaliar O Turgor Da Pele De Idosos. Rev Ciên Saúde, 1(1), 1-7. Recuperado de Http://Revistaeletronicafunvic.Org/Index.Php/C14ffd10/Article/View/7/12.

Gil, A. C. Métodos E Técnicas De Pesquisa Social. (2008). São Paulo: Atlas.

Giordani, A. T., Sonobe, H. M., Gurine, G., & Estlandr, D. V. (2016). Complicações Em Pacientes Queimados: Revisão Integrativa. Rev Eletrônica Gestão & Saúde, 7(2), 48-553. Recuperado de https://revistaeletronicafunvic.org/index.php/c14ffd10/article/view/7/12.

Henrique, D. M., & Silva, L. D. O. (2014). Uso Seguro De Opioides Em Pacientes Queimados: Fundamentando O Cuidado De Enfermagem. Rev Bras Queimaduras, 13(1), 6-10. Recuperado de http://www.rbqueimaduras.com.br/details/190/pt-BR/o-uso-seguro-de-opioides-em-pacientes-queimados--fundamentando-o-cuidado-de-enfermagem.

Hernández, C. M. C., Nunez, V. P., Doural, K. G., & Machado, A. A. B. (2017). Características De Crianças Hospitalizadas Por Queimaduras Em Um Hospital Em Manzanillo, Cuba. Rev Bras Queimaduras, 16(3), 169-173. Recuperado de Http://Www.Rbqueimaduras.Com.Br/Details/389/Pt-Br/Caracteristicas-De-Criancas-Hospitalizadas-Por-Queimaduras-Em-Um-Hospital-Em-Manzanillo--Cuba.

Lima J. E. M. Picollo, N. S., Miranda, M. J. B., Ribeiro, W. L. C., Alves, A. P. N. N., Ferreira, A. G. E., Parente, E. A., & Moraes Filho, M. O. (2017). Uso Da Pele De Tilápia (Oreochromis Niloticus), Como Curativo Biológico Oclusivo, No Tratamento De Queimaduras. Revista Brasileira De Queimaduras, 17(1), 10-17. Recuperado de Http://Rbqueimaduras.Org.Br/Details/341/Pt-Br/Uso-Da-Pele-De-Tilapia--Oreochromis-Niloticus---Como-Curativo-Biologico-Oclusivo--No-Tratamento-De-Queimaduras.

Lopes, D. R., Souza, M. S. C., Barbosa, P. L., Silva, G. W. G., & Souza, A. G. A. (2016). Associação De Membrana Biológica De Hemicelulose Com Pomada De Estimulação Da Epitelização: Relato De Caso. Rev Bras Queimaduras, 15(4), 6-12. Recuperado de http://www.rbqueimaduras.com.br/details/328/pt-BR/associacao-de-membrana-biologica-de-hemicelulose-com-pomada-de-estimulacao-da-epitelizacao--relato-de-caso.

Lucena, E. V. O. B., & Figueredo, T. P. (2017). Queimadura Na Infância: Uma Abordagem Acerca Das Implicações Para A Saúde E Qualidade De Vida. Revista Temas E Saúde, 17(1), 245-261. Recuperado de Http://Temasemsaude.Com/Wp-Content/Uploads/2017/05/17114.Pdf.

Minayo, M. C. S. (2012). Análise Qualitativa: Teoria, Passos E Fidedignidade. Ciência, Saúde Coletiva, 17(3), 621-626. Recuperado de Http://Www.Scielo.Br/Scielo.Php?Pid=S141381232012000300007&Script=Sci_Abstract&Tlng=Pt.

Moraes, A. N., Frempong, R. F. R., Freitas M. S., Soares, A. U. S., Pereira, R. O., Carvalho, G. G., Macedo, F. N., Borges, K. Z., & Cintra, B. B. (2014). Análise Comparativa Da Morbimortalidade Antes E Após Implantação De Protocolo De Atendimento Ao Queimado. Rev Bras Queimaduras, 13(3), 142-146. Recuperado de http://www.rbqueimaduras.com.br/details/213/pt-BR/analise-comparativa-da-morbimortalidade-antes-e-apos-implantacao-de-protocolo-de-atendimento-ao-queimado.

Oliveira, A. P. B. S., & Paripato, L. A. (2016). A Cobertura Ideal Para Tratamento Em Paciente Queimado: Uma Revisão Integrativa Da Literatura. Rev Bras Queimaduras, 16(3), 93-188.

Oliveira, T. S., Moreira, K. F. A., & Gonçalves, T. A. (2012). Assistência De Enfermagem Com Pacientes Queimados. Revista Brasileira De Queimaduras, 11(1), 31-37. Recuperado de Http://Www.Rbqueimaduras.Com.Br/Details/97/Pt-Br.

Pan, R., Silva, M. T. R., Fidelis, T. L. N., Vilela, L. S., Monteiro, C. A. S., & Nascimento, L. C. (2018). Conhecimento De Professionais De Saúde Acerca Do Atendimento Inicial Intra-Hospitalar Ao Paciente Vítima De Queimaduras. Rev. Gaúcha Enferm, 13(9), 1-10. Recuperado de https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S198314472018000100446&script=sci_arttext.

Paggiaro, A.O., Silva-Filho, M. L., Carvalho, V. F., & Castro, G. L. G. (2018). Manejo da dor em crianças queimadas: Revisão integrativa, 17(2), 123-131. Recuperado de file:///C:/Users/Usuario/Downloads/v17n2a09.pdf

Passos, G. R. P., & Campos, M. A. N. (2016). Sentimentos Da Equipe De Enfermagem Decorrentes Do Trabalho Com Crianças Em Uma Unidade De Queimados. Rev Bras Queimaduras, 15(1), 35-41. Recuperado de http://www.rbqueimaduras.com.br/details/290/pt-BR/sentimentos-da-equipe-de-enfermagem-decorrentes-do-trabalho-com-criancas-em-uma-unidade-de-queimados.

Pereira, C., Reis, A. R., Cruz, D. P., & Cardoso, S. (2015). Aloe Vera Nas Queimaduras Cutâneas: Uma Moda Ou Uma Evidência? Revista Spdv, 73(2), 193-197. Recuperado de https://www.semanticscholar.org/paper/ALOE-VERA-NAS-QUEIMADURAS-CUT%C3%82NEAS%3A-UMA-MODA-OU-UMA-Pereira-Reis/c42407bb8d41223d822b05b3c403b33694f14e1d.

Pinto, D. A., Silva, L. D., Rorato, T. J., Requia, J., Martis, E. S. R., Zamberlan, C., & Marinho M, G, R. (2014). O Sentimento E A Assistência De Enfermagem Perante Um Grande Queimado. Rev Bras Queimaduras, 13(3). Recuperado de Http://Rbqueimaduras.Org.Br/Details/210/Pt-Br/O-Sentimento-E-A-Assistencia-De-Enfermagem-Perante-Um-Grande-Queimado.

Pinho, F. M. l., Amante, L.N., Salum, N. C., Silva, R., & Martins, T. (2016). Guideline Das Ações No Cuidado De Enfermagem Ao Paciente Adulto Queimado. Rev Bras Queimaduras, 15(1), 13- 23. Recuperado de http://rbqueimaduras.org.br/details/288/pt-BR/guideline-das-acoes-no-cuidado-de-enfermagem-ao-paciente-adulto-queimado.

Pinho, F. M., Sell B. T., Sell, C. T., Senna, C. V. A., Martins, T., Foneca, E. S., & Amante, L. N. (2017). Cuidado De Enfermagem Ao Paciente Queimado Adulto: Uma Revisão Integrativa. Rev Bras Queimaduras,13(13), 1-7. Recuperado de http://www.rbqueimaduras.com.br/details/391/pt-BR/cuidado-de-enfermagem-ao-paciente-queimado-adulto--uma-revisao-integrativa.

Santos, I. N. (2016). Aplicação Da Drenagem Linfática Manual Método Leduc Associada Ao Ultrassom Estético No Fibro Edema Gelóide Graus I, Ii E Iii: Revisão De Literatura. Monografia (Bacharelado Em Fisioterapia, Centro Universitário De Formiga, Formiga). Recuperado de Https://Bibliotecadigital.Uniformg.Edu.Br:21015/Xmlui/Handle/123456789/427.

Silva, L. K. M., Leando, J. M. L., Amaral, L. E. F., Silva, A. C. A., Marçal, M. L. P., Fantinati, A. M. M., & Costa, A. P. (2015). Análise De Pacientes De 0 A 12 Anos Atendidos No Pronto Socorro Para Queimaduras De Goiânia Em 2011 E 2012. Revista Brasileira De Queimaduras, 14(1), 14-17. Recuperado de Http://Rbqueimaduras.Org.Br/Details/236/Pt-Br/Analise-De-Pacientes-De-0-A-12-Anos-Atendidos-No-Pronto-Socorro-Para-Queimaduras-De-Goiania-Em-2011-E-2012.

Silva, P. S., & Taveira, L. M. (2019). Enfrentamento vivenciado pela equipe de enfermagem e a assistência ao paciente hospitalizado vítima de queimaduras. Rev. Bras. Queimaduras, 8(2), 128-36. Recuperado de file:///C:/Users/Usuario/Downloads/v18n2a11.pdf.

Sodré, C. N. S., Serra, M. C. V. F., Rios, J. A. S., Cortorreal, C. G., Maciera, L., & Morais, E. N. (2015). Perfil De Infecção Em Pacientes Vítimas De Queimadura No Hospital Federal Do Andaraí. Rev Bras Queimaduras, 14(2), 12-109. Recuperado de http://www.rbqueimaduras.com.br/details/249/pt-BR/perfil-de-infeccao-em-pacientes-vitimas-de-queimadura-no-hospital-federal-do-andarai.

Soares, L. R. (2016). Estudo Epidemiológico De Vítimas De Queimaduras Internadas Em Um Hospital De Urgência Da Bahia. Revista Brasileira De Queimaduras, 15(3), 148-152. Recuperado de Http://Www.Rbqueimaduras.Com.Br/Details/310/Pt-Br/Estudo-Epidemiologico-De-Vitimas-De-Queimaduras-Internadas-Em-Um-Hospital-De-Urgencia-Da-Bahia.

Torres, V. S., Gonzalez, V. M., Robles, B. R., & Carrera, A. L. M. (2014). Vozes Das Enfermeiras Ao Perceberem A Dor Do Paciente Infantil Com Queimaduras. Texto Contexto, 2(2), 2-9. Recuperado de Http://Www.Scielo.Br/Scielo.Php?Script=Sci_Arttext&Pid=S010407072014000200233&Lng=En&Tlng=En.

Viana, F. O., Eulálio, K. D., Moura, L. K. B., Ribeiro, I. P., & Ramos, C. V. (2020). Conhecimento dos profissionais da Atenção Primária `Saúde sobre o atendimento inicial ao queimado. Rev. Bras. Enfermagem, 73(4), 1-8. Recuperado de https://www.scielo.br/pdf/reben/v73n4/pt_0034-7167-reben-73-04-e20180941.pdf.

Published

04/09/2020

How to Cite

Ferreira, T. S. ., Oliveira, L. D. de L. ., Nascimento, R. dos A. ., Canuto, P. J. ., Diniz, M. P. M. ., & Lima, M. K. S. . (2020). Difficulties, complications and interpersonal relationships in care for burned patients: an approach to discourses. Research, Society and Development, 9(9), e660997693. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7693

Issue

Section

Health Sciences