Challenges and Innovations in Agribusiness Technology Based Incubators: A case study of Ineagro

Authors

  • Matheus de Arruda Rodrigues Alves Universidade Federal Fluminense
  • Marco Antonio Conejero Universidade Federal Fluminense
  • Aldara da Silva César Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v8i5.935

Keywords:

Startups; Production Chains; Incubation.

Abstract

This is a case study research applied to Ineagro, a technology-based incubator for agribusiness enterprises at the Federal Rural University of Rio de Janeiro. The study aimed to verify the companies incubated and graduated by Ineagro. An interview was also held with the project coordinator of the incubator with the objective of understanding the work of Ineagro in the promotion of agribusiness startups and the challenges and innovations of the incubator. By means of the results it was possible to identify the areas of activity of the incubated companies and to perceive the main challenges and projects of the incubator. It was also possible to understand some aspects of the relationship between the incubator and the university where some difficulties were observed. In addition, companies with a consistent technological base were found, demonstrating the potential of the incubator located on the campus of a university of importance in the agribusiness research scenario and close to two research centers, Pesagro and Embrapa.

References

Abreu, F. S. Y. G. C. (2006). Aprendizagem e Criação do Conhecimento em Incubadoras. In: EnANPAD 2006. Anais do 30º Encontro da ANPAD. p. 1–16. Disponível em: <http://www.anpad.org.br/enanpad/2006/dwn/enanpad2006-gctc-2890.pdf>.

Agrostat (2016). Estatisticas de Comércio Exterior do Agronegócio Brasileiro. Indicadores Gerais Agrosat. 1997-2016 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Disponível em <http://indicadores.agricultura.gov.br/agrostat/index.htm> .

Anprotec (2012). Estudo, análise e proposições sobre as incubadoras de empresas no Brasil. 2012. Disponível em: <http://www.anprotec.org.br/ArquivosDin/Estudo_de_Incubadoras_Resumo_web_22-06_FINAL_pdf_59.pdf>.

Anprotec (2016). Estudo de Impacto Econômico: Segmento de incubadoras do Brasil. Disponível em: <http://www.anprotec.org.br/Relata/18072016%20Estudo_ANPROTEC_v6.pdf.>.

Bignetti, L. P. (2011). As inovações sociais : uma incursão por ideias , tendências e focos de pesquisa. Ciências Sociais Unisinos, 47(1):3–14. Disponível em: <http://revistas.unisinos.br/index.php/ciencias_sociais/article/view/1040/235>.

Biominas, PWC Brasil (2011). A indústria de Biociências Nacional: caminhos para o crescimento, 2011. Disponível em:

http://sites.usp.br/biotec-each/wp-content/uploads/sites/276/2017/05/A-Industria-de-Bioci%C3%AAncias-BRAZIL.pdf>.

Chaves, R. et. al. (2010). Tomada de decisão e empreendedorismo rural: um caso da exploração comercial de ovinos de leite. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, (6)3: 3–21. Disponível em: < http://www.rbgdr.net/revista/index.php/rbgdr/article/viewFile/291/203>.

Cepea (2016). PIB do Agronegócio Brasileiro 1995-2015. Disponível em <http://www.cepea.esalq.usp.br/br/pib-do-agronegocio-brasileiro.aspx>.

Dante D., Scolari, G. (2006). Inovação tecnológica e desenvolvimento do agronegócio. Revista de Política Agrícola, (15)4: 59–73. Disponível em: < https://seer.sede.embrapa.br/index.php/RPA/article/viewFile/518/469>.

Diniz, C., Santos, F., Crocco. C. (2007). Conhecimento, Inovação e Desenvolvimento Regional/Local. Economia Regional e Urbana. Editora UFGM, 2007. Disponível em: < https://www.researchgate.net/publication/242251853_CONHECIMENTO_INOVACAO_E_DESENVOLVIMENTO_REGIONALLOCAL>

Elena, H., Sorina, M., Rus, D. (2015). A predictive model of innovation in rural entrepreneurship. Procedia Technology, (19)1: 471–478, Disponível em: <http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2212017315000687>

Embrapa (2016). Projeto de Incubação de Agroindústrias. Disponível em: <http://www.ctaa.embrapa.br/projetos/incubacao/index.htm>.

Embrapa (2016). Papel da Embrapa, da Incubadora e do Empreendedor. Disponível em: <http://www.ctaa.embrapa.br/projetos/incubacao/procedimentos.htm>.

Fao (2009). How to Feed the World in 2050. High Level Expert Forum, (1) p. 1–35, 2009. Disponível em: <http://www.fao.org/fileadmin/templates/wsfs/docs/expert_paper/How_to_Feed_the_World_in_2050.pdf>

Feder, G., Just, R., Ziberman, D. (1985). Adoption of Agricultural Innovations in Developing Countries: A Survey. Economic Development and Cultural Change, 33(2): 255-298. Disponível em: < https://www.jstor.org/stable/1153228?seq=1#page_scan_tab_contents>.

Ferreira, M., Pinto, C., Miranda, R. (2015). Três Décadas de Pesquisa em Empreendedorismo: Uma revisão dos principais periódicos internacionais de empreendedorismo. Revista Eletrônica de Administração, 21(2):406–436. Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/52536/34591>

Gil, A. (2002). Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4a Edição ed. São Paulo, 2002.

GEM - Global Entrepreneurship Monitor (2015). Empreendedorismo no Brasil 2015 - Relatório Executivo. Disponível em: <http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/c6de907fe0574c8ccb36328e24b2412e/$File/5904.pdf>.

Iacono, A., Almeida, C., Nagano, M. (2011). Interação e cooperação de empresas incubadas de base tecnológica: uma análise diante do novo paradigma de inovação. Revista de Administração Pública, (45)5: 1485-1516. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-76122011000500011&lng=en&nrm=iso>.

Ineagro (2016). Incubadora de Empresas de Agronegócios da UFRRJ. Disponível em: <http://www.ufrrj.br/Ineagro/>.

Ipiranga, A., Freitas, A., Paiva, T. (2010) O empreendedorismo acadêmico no contexto da interação Universidade - Empresa - Governo. Cadernos EBAPE.BR, (8)4: 676-693. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512010000400008&lng=en&nrm=iso>.

Lazzatotti, F. et al. (2015) Orientação Empreendedora: Um Estudo das Dimensões e sua Relação com Desempenho em Empresas Graduadas. Anais do Encontro da ANPAD, (19)6: 673–695 Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rac/v19n6/1982-7849-rac-19-6-0673.pdf>

Leao, L., Vasconcellos, L. (2013). Nas trilhas das cadeias produtivas: reflexões sobre uma política integradora de vigilância em saúde, trabalho e ambiente. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional. (38)127: 107-121. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0303-76572013000100013&lng=en&nrm=iso>.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (2015). Projeções do Agronegócio: Brasil 2014/2015 a 2024/2015. Brasilia: Distrito Federal Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/PROJECOES_DO_AGRONEGOCIO_2025_WEB.pdf>.

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (2000). Manual para a implantação de incubadoras de empresas. Brasilia: Distrito Federal.

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (2008). Relatório da Comissão Técnica Interministerial Ministério da Ciência e Tecnologia Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Brasilia: Distrito Federal.

Ribeiro, F., Oliveira JR., M., Borini, F. (2012) Internacionalização acelerada de empresas de base tecnológica: o caso das Born Globals brasileiras. Revista de Administração Contemporânea, (16)6: 866-888. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552012000600007&lng=en&nrm=iso>.

Saab, M., Neves, M., Claudio, L. (2009) O desafio da coordenação e seus impactos sobre a competitividade de cadeias e sistemas agroindustriais. Revista Brasileira de Zootecnia. (38)especial: 412-422. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982009001300041&lng=en&nrm=iso>.

Santos, G. (2016). Alinhamento das Incubadoras de Empresas ao Contexto Regional no Estado do Rio de Janeiro: Uma Comparação Entre Metrópole e Interior, Rio de Janeiro. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas, Estratégia e Desenvolvimento). Instituto de Economia. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Disponível em: < http://www.ie.ufrj.br/images/pos-graducao/pped/dissertacoes_e_teses/Guilherme_Santos.pdf>.

Shane, S.; Venkarataman, S. (2000). The Promise Of Entrepreneurship As a Field Of Research. Academy of Management Review. (25)1: 217–226. Disponível em: < https://www.jstor.org/stable/259271?seq=1#page_scan_tab_contents>

Silva, C. A.; Souza Filho, H. M. (2007). Guidelines for rapid appraisals of agrifood chain performance in developing countries. Disponível em: <http://www.fao.org/3/a-a1475e.pdf>.

Souza, J. P. de; Avelhan, B. L. (2009) 'Aspectos conceituais relacionados à análise de

sistemas agroindustriais. Caderno de Administração. (17)2: 47-62. Disponível em: < http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/CadAdm/article/view/10967>.

Veiga, J. (2001). O Brasil Rural Ainda Não Encontrou Seu Eixo de Desenvolvimento. Estudos Avançados. (15)43: 101–119. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/9826/11398>.

Vergara, S. C. (2008) Métodos de pesquisa em administração. 3ed. São Paulo, Atlas, 2008.

Khalid, R., Aktar, M., Abdullah, S. (2016). Effects of Pesticides on Environment. Plant, Soil and Microbes: Volume 1: Implications in Crop Science. 253-269. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1007/978-3-319-27455-3_13>.

Westgren, R.; Zering, K. (1998). Case study research methods for firm and market research. Agribusiness, (14)5: 415-423. Disponível em: <http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/(SICI)1520-6297(199809/10)14:5%3C415::AID-AGR7%3E3.0.CO;2-Y/abstract>

Wilkinson, J. Transformations and perspectives of Brazilian agribusiness. (2010). Revista Brasileira de Zootecnia, (39)especial: 26–34, 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982010001300004>.

Published

01/03/2019

How to Cite

ALVES, M. de A. R.; CONEJERO, M. A.; CÉSAR, A. da S. Challenges and Innovations in Agribusiness Technology Based Incubators: A case study of Ineagro. Research, Society and Development, [S. l.], v. 8, n. 5, p. e1985935, 2019. DOI: 10.33448/rsd-v8i5.935. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/935. Acesso em: 24 oct. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences