Characterization of sediments in fish farming ponds in the Eastern Amazon, Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11815

Keywords:

Aquaculture; Colossoma macropomum; Ground.

Abstract

The objective of the study was to characterize the pond sediment with fish and without fish from the estuarine lowland of the Eastern Amazon, Pará, Brazil, after liming and fertilizing. Tambaquis (Colossoma macropomum) were used, with an average total length of 3.19cm and an average total weight of 0.28g. The treatments were estuarine lowland ponds that received liming, fertilization and fish (T1); nurseries with liming and without fish (T2); and, nurseries without any preparation and with fish (T3). Liming for asepsis and pH correction was carried out with hydrated magnesium lime and PRNT 90% in the amount of 1000 kg ha-1. In addition, fertilization with organic manure (tanned manure from birds) in the amount of 1000 kg ha-1, after. The average pH was significantly higher in sediments (T1), followed by treatments T2 and T3, respectively. Exchangeable organic carbon, Mg+2 and Al+3 were higher (p<0.05) in T1 sediments, compared to T2 and T3, which presented intermediate and lower values (p <0.05), respectively. The amount of organic matter and exchangeable K were higher (p<0.05) in T1 and T3 when compared to T2. The available P and exchangeable Ca were significantly higher in soils without liming preparation (T3) and lower (p<0.05) in treatments that received liming (T1 and T2). The exchangeable H + Al was higher (p<0.05) in T3, followed by T1 and T2, respectively. Therefore, it is concluded that the soils of fish farming nurseries in lowlands in the Amazon are susceptible to liming and fertilizer management. Correct management in the preparation of nurseries in estuarine floodplains can improve the quality of the soil for fish farming in this type of environment.

References

Anghinoni, I., & Bissani, C. A. (2004). Correção da acidez do solo e materiais utilizados. IN: Bissani, C.A., Gianello, C., Tedesco, M. J., Camargo, F. A. O. C. Fetilidade dos solos e manejo da adubação de culturas. Porto alegre, p. 153-165.

Aires, J. M. (1993). C Como matas de várzea do Mamirauá. MCT-CNPq-Programa do Trópico Úmido. Sociedade Civil do Mamirauá, Brasil, 123p.

Arauco, L. R. R, Cruz, C, & Machado Neto, J. G. (2005). Efeitos da sedimentação na toxicidade aguda do sulfato de cobre e triclorfon para três espécies de Daphnia. Pesticidas R.ecotoxicol. e meio ambiente, (15): 55-64.

Avnimelech, Y., & Ritvo, G. (2003). Camarões e viveiros de peixes: processos e gestão. Aquicultura, 220: 549-567, 2003.

Barg, U., Bartley, D., Kapetsky, J., Pedini, M., Satia, B., Wijkstrom, U., & Willmann, R. (2000). Gestão integrada de recursos para a produção sustentável de peixes no interior. FAO Aquaculture Newslettr, 23, 4–8.

Bastos, T. X. (1972). O estado atual dos conhecimentos, das condições climáticas da Amazônia brasileira. Instituto de Pesquisa Agropecuária da Amazônia Brasileira. Instituto de Pesquisa Agropecuária do Norte - IPEAN, Belém. Boletim Técnico. 54: 68-112.

Beveridge, M. C. M. (2004). Cage aquicultura. (3a. ed.), Blackwell Publishing, 368p.

Boyd, C. E. (1995). Solo inferior, sedimento e aquicultura em viveiros. Chapman e Hall.

Boyd, C. E. (1982). Gestão da qualidade da água para a piscicultura. Amesterdão Elsevier Scientific Publishing, p. 318.

Boyd, C. E. (1990). Qualidade da água em viveiros para a aquicultura. Birmingham Publishing Co., Primeira Impressão, Alabama, p. 482.

Boyd, C. E., & Queiroz, J. F. (2014). O papel e manejo de solos de fundo em viveiros de aqüicultura. Infofish International, 2, 22-28.

Boyd, C. E., Tucker, C. S., & Somridhivej, B. (2016). Alcalinidade e dureza: conceitos críticos mas ilusórios na aquicultura. J. World Aquac. Soc. 47, 6-41.

Boyd, C. E., Tucker, C. S., Mcnevin, A., Bostick, K., & Clay, J. (2007). Indicadores de eficiência de uso de recursos e desempenho ambiental em peixes e aquacultura de crustáceos. Avaliações no Fisheries Scicence, 15: 327-360.

Burton, G. A., & Lamdrum, P. (2004). Toxicidade de sedimentos. Em: Rocks, G, V., Middleton, M. J, Church, M, Corigilo, L. A (Eds.) Enciclopédia de sedimentos e sedimentares. Dordrecht: Kluwer Academic, 747-771.

Carvalho Filho, J. A produção agrícola de 2017. 4,94% em 2016, enquanto a carcinicultura, teve uma queda de 25,39%. Panorama da Aquicultura.

Chelossi, E., Vezzulli, L, Milano, A., Branzoni, M, Fabiano, M., Riccardi, G, & Banat, I. M. (2003). Resistência antibiótica de bactérias bênticas em fazendas de peixes e controle de sedimentos do Mediterrâneo Ocidental. Aquicultura, p.1 –15.

Chen, H., Liu, C., Xu, X. R., Liu, S. S., Zhou, G. J., Sun, K. F., Zhao, J. L., & Ying, G. G. (2014). Antibióticos em fazendas típicas de aquicultura marinha em torno da ilha de Hailing, no sul da China: Ocorrência, bioacumulação e exposição alimentar humana. Boletim de Poluição Marinha.

Colares, M. T. (2007). Efeito da calagem em solos de açude com diferentes valores de CTC sobre a alcalinidade e a dureza da água. Ver. Bras. Agrociência. Pelotas, 13(4), 491-494.

Cranwell, P. A. Compostos orgânicos como indicadores de entrada alóctone e autóctones em sedimentos de viveiros. Em: Interações entre sedimentos e água doce. Amsterdam,

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. 1997a. Centro Nacional de Pesquisa de Solos, Manual de Métodos de Análise de Solos. (2a ed.) Rio de Janeiro, Embrapa, 1997. 212.p.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. 1997b. Centro Nacional de Pesquisa de Solos, Manual de Métodos de Análise de Solos. (2a ed.) Rio de Janeiro, Embrapa, 1997. 23.p.

Espectroscopia de absorção de Slavin, W. Atomico. Interciência, 1968. 307p.

FAO - Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas. O estado das pescas e aquacultura mundiais contribuindo para a segurança alimentar e nutricional para todos. Roma. ISSN 1020-5489. 200p.

Grigorakis, K., & Rigos, G. (2011). Efeitos da aquacultura no ambiente e bem-estar público - o caso da maricultura mediterrânica. Chemosphere, 85 (6), 899-919, 2011.

Gross, A., Boyd, C. E., & Wood, C. W. (1999). Volatilização de amônia de viveiros de água doce. Jornal de Qualidade Ambiental, 28: 793-797, 1999.

Gross, A., Boyd, C. E, & Wood, C. W. (2000). Transformações de nitrogênio e equilíbrio em viveiros de bagres de canal. Engenharia Aquícola, 24: 1-14.

Guimarães, G. A, Bastos, J. B, & Lopes, E. C. (1970). Métodos de análise física, química e instrumental de solos. Belém, IPEAN, 108 p.

Hartman, P., Kutý, M., Hlaváč, D., Regenda, J., & Vejsada, P. (2016). Teor de cálcio no sedimento da viveiro e seu efeito na capacidade neutralizante da produção de água e peixe. Aquicultura internacional, 24, 1747-1754.

Jackson, M.L (1962). Análise química do solo. Englewood Clifs: Prentice-Hall.

Li, Q, Xi, M, Wang, Q, Kong, F., & Li, Y. (2017). Caracterização da salinização do solo em área estuarina típica da Baía de Jiaozhou, China. Física e Química da Terra.

Lima, R. R., & Tourinho, M. M. (1994). Várzeas da Amazônia Brasileira: principais características e possibilidades agropecuárias. Belém: FCAP. 20 p.

Lu, X.M, Dang, Z, & Yang, C. (2009). Investigação preliminar de cloranfenicol em peixes, água e sedimentos da viveiro de aquacultura de água doce. Int. J. Environ. Sci. Tech., 6 (4), 597-604.

Macdonald, B.C.T, Smith, J, Keene, Af, Tunks, M, Kinsela, A., & White, I. (2004). Impactos do escoamento de solos sulfurosos na química dos sedimentos em um viveiro e estuarino. Ciência do Meio Ambiente Total, 329: 115–130.

Meijer, L.E, & Avnimelech, Y. (1999). Sobre o uso de microeletrodos em sedimentos de viveiros de peixes. Engenharia Aquícola, 21, 71-83.

MPA - Ministério da Pesca e Aquicultura - Boletim Estatístico da Pesca e Aquicultura - 2011. Brasília: Ministério da Pesca e Aquicultura, 60p. http://www.mpa.gov.br/images/Docs/Informacoes_e_Esta tisticas / Boletim% 20MPA% 202011FINAL.pdf .

Namdev, U. (2015). Práticas de aquicultura em solos de fundo de viveiro ácida na região NE da Índia. Revista Internacional de Tecnologia de Engenharia e Ciências Aplicadas. 1, 1-8.

Olah, J. (1980). Quantificação estrutural e funcional em uma série de viveiros rasos hipertróficos húngaros. Páginas 191-202. In: J. Barica e LR Mur, editores. Desenvolvimento em Hydrobiology, volume 2. Dr. W. Junk bv Pubs, The Hague, Holanda.

Ostrensky, A., & Boeger, W. (1998). Piscicultura: fundamentos e técnicas de manejo. In: Ostrensky, A., Boeger, W. (Eds.). Guaíba: Agropecuária, 211p.

Peterson, E. L (1999). Esforço de cisalhamento bentônico e condição de sedimento. Engenharia tural Aquacul, 21 (2): 85-111.

Peterson, E. L (2000). Observação da hidrodinâmica da viveiro. Engenharia Aquícola, 21 (4), 247-269.

Peterson, E. L, Harris, J. A., & Wadhwa, L. C. (2000). Processos de dinâmica de modelagem de CFD. Engenharia Aquícola, 23 (1- 3): 61-93.

Peterson, E. L, Wadhwa, L.C, & Harris, J.A (2001). Arragment de aeradores em uma viveiro de cultivo de camarão intensivo que tem uma forma retangular. Engenharia Aquícola, 25 (1): 51-65.

Peterson, E. L. (1999). O efeito dos arejadores na tensão de cisalhamento bentônico em uma viveiro. Tese de doutorado (tese de doutorado). James Cook University of North Queensland Townsville, Austrália. Chapers no volume 1, 291p.

Prihutomo, A., Hardanu, W., & Triana, K. A. (2016). Uso do Índice de Qualidade de Solo Modificado para Determinação de Viveiros Estado da Qualidade do Solo Inferior da Área de Aquicultura BLUPPB Karawang West Java, Indonésia.

Queiroz, J. F., & Boeira, R. C. (2006). Calagem e controle da acidez dos viveiros de aquicultura. Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 2006. 8p. il. (Embrapa Meio Ambiente. Técnica Circular, 14).

Queiroz, J. F, Boeira, R. C., & Silveira, M. P. (2004). Coleta e Preparação de Amostras de sedimentos de viveiro s de aquicultura Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 5p. il. Embrapa Meio Ambiente. Comunicado Técnico, 17.

Rico, A., Satapornvanit, K., Haque, M. M., Min, J., Nguyen, P., Telfer, T., & Van Den Brink, P. J. (2012). Uso de produtos químicos e biológicos na aquicultura asiática e seus potenciais riscos ambientais: uma revisão crítica. Rev. Aquacult, 4 (2), 75-93.

Sá, M. V. C., & Boyd, C. E. (2016). Taxa de dissolução de carbonato de cálcio e hidróxido de cálcio em águas salinas e sua relevância para a aquicultura. Aquicultura.

Sammut, J., Melville, M. D., Callinan, R. B., & Fraser, G. C. (1995). Acidificação de estuários: impactos na Biota aquática da drenagem de solos sulfatados ácidos. Aust ralian Studies, 33 geográfica: 89-100.

Schmidt, A. J., Bruun, M. S., Dalsgaard, E. U., Pedersen, K., & Larsen, J. L. (2000). Ocorrência de resistência antimicrobiana em bactérias patogênicas e ambientais associadas a quatro fazendas dinamarquesas de trutas arco-íris. Microbiologia aplicada e ambiental, 66, 4908-4915.

Silva, S. B. (1991). Análise química de solos. Belém, FCAP. Serviço de Documentação e Informação, 41 p (FCAP. Informe Didático, 11).

Sioli, H. (1991). Amazônia: Fundamenyos da ecologia da maior região de florestas tropicais. Vozes, 72 p.

Sonnenholzner, S., & Boyd, C. E. (2000). Propriedades químicas e físicas do fundo do viveiro de camarão. Solos no Equador. Jornal da sociedade da aquacultura, 31: 358-375.

Steeby, J. A, Hargreaves, J. A., Tucker, C. S., & Kingsbury, S. (2004). Acumulação, concentração de carbono orgânico e matéria seca de sedimentos em viveiros de bagres de canais comerciais. Engenheiro Aquacultural, 30: 115-126.

Tacon, A. G. J, & Silva, S. S. D. (1997). Preparação de rações e estratégias de manejo de rações dentro de sistemas semi-intensivos de piscicultura nos trópicos. Aquicultura, 151, 379-404.

Tepe, Y, & Boyd, C. E. (2002). Qualidade de sedimentos em viveiros de minnow bait Arkansas. Jornal da sociedade mundial de aquacultura, 33 (3): 221-232.

Thomas, G. W. (1982). A fração coloidal: assento da atividade química e física do solo: cátions intercambiáveis. Em: A natureza e propriedades dos solos. Ray R. Weil, Nyle C. Brady (edts.) Décima Quinta Edição. Columbus: Pearson, 2016, 327-373.

Thunjai, T., Boyd, C. E., & Boonyaratpalin, M. (2004). Qualidade do solo inferior em viveiros de tilápias de diferentes.

Tian, D., & Niu, S. (2015). Uma análise global da acidificação do petróleo causada pela adição de nitrogênio. Environ Res. Lett. 10, 024019 .

Vetori, L. (1969). Métodos de análise de solos. 24 p. (Boletim Técnico, 16).

Vogel, A. (1981). Análise inorgânica quantitativa. (4a ed.), 690p.

Yang, P., Lai, D., Jin, B., Bastviken, D., Tan, L., & Tong, C. (2017). Dinâmica dos nutrientes dissolvidos nas viveiros de camarão de aquacultura do estuário do rio Mín, China: Concentrações, fluxos e cargas ambientais. Ciência do Meio Ambiente Total. 603–604: 256–267.

Zhao, Q., Bai, J., & Lu, Q. (2016). Efeitos da salinidade na dinâmica do carbono do solo em áreas úmidas costeiras degradadas: implicações na restauração de áreas úmidas. Phys. Chem. Terra. 2016.

Published

21/01/2021

How to Cite

SOUZA, R. A. L. de; TAKATA, R. .; SOUZA, A. da S. L. de .; SILVA JÚNIOR, M. L. da; SILVA, F. N. L. da. Characterization of sediments in fish farming ponds in the Eastern Amazon, Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e41710111815, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.11815. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11815. Acesso em: 25 feb. 2021.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences