Investigation about the perceptions and strategies adopted by argentinean teachers to approach the theme “health” at school

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.12049

Keywords:

Continuing education; Education; Digital technologies.

Abstract

Objective: to investigate the concepts of “Health” and the strategies used by teachers for the work on health at school. Methodology: this is a qualitative research carried out with Portuguese-speaking teachers from the province of Corrientes / Argentina. The activities were divided into stages: i) application of an initial questionnaire; ii) teacher training; and iii) reapplication of the initial questionnaire. This research was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Rio Grande do Sul, under the Certificate of Presentation of Ethical Appreciation 19717619.1.0000.5347. Results: 51 teachers participated, with an average age of 41 years. It was possible to observe that, after training, teachers expanded their health concepts, starting to consider other aspects besides the purely biomedical concept. The teachers also rated the training as good / excellent. Final Considerations: the training enabled teachers to broaden their health concepts and discover new possibilities to address this issue in the classroom. It is suggested that further research like this be carried out in different countries, especially those belonging to MERCOSUR.

Author Biography

Fernanda Almeida Fettermann, Prefeitura Municipal de Barra do Quaraí

ENFERMEIREA, MESTRE EM ENFER,AGEM, DOUTORA EM EDUCAÇÃOE M CIÊNCIAS.

References

Aguiar, L. A et al. (2019). Educação em saúde para escolares: conhecer para prevenir. Em Extensão, 18(2):123-132.

Argentina (2006). Ley N° 26.150. Programa Nacional de Educación Sexual Integral.

Argentina (2008). Ley Nacional nº 25.673/2008. Programa Nacional de Salud Sexual y Procreación Responsable.

Baez, J., & Cerro, C. G. C. (2015). Políticas de Educación Sexual: tendencias y desafíos en el contexto latinoamericano. Revista del IICE, 38.

Barbosa, L. U., Viçosa, C. S. C. L., & Folmer, V. (2019). A educação sexual nos documentos das políticas de educação e suas ressignificações. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 11(10).

Bardin, L (2016). Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, LDA.

Bezerra, I. M. P., & Sorpreso, I. C. E (2016). Conceitos de saúde e movimentos de promoção da saúde em busca da reorientação de práticas. J. Hum. Growth Dev., São Paulo, 26(1).

Borba, M. C., Almeida, H. R. F. L. Pesquisa em ensino e sala de aula: diferentes vozes em uma investigação. Autêntica,.

Bragança, I. F. S., & Perez, J. G. M (2016). Formação Continuada em Escolas de Tempo Integral: narrativas de professoras. Educação & Realidade, Porto Alegre, 41(4):1161-1182.

Cruz, M. F. R., & Bourguignon, J. (2020). A interdisciplinaridade e a educação: as metodologias ativas de aprendizagem como ferramenta de construção da cidadania. UEPG Appl. Soc. Sci., Ponta Grossa, 28, 1-15, e202014507.

Dri, W. I. O., & Silva, L. L. (2019). Formação continuada de professores e regionalização educativa: uma análise das políticas do setor educacional do MERCOSUL. Acta Sci. Educ., 41, e44930.

Felcher, C. D. O., & Folmer,V. (2019). Licenciatura em Matemática a Distância & Tecnologias Digitais: Percepções de Egressos. EaD em Foco, 9:e884.

Frida, J. P. S., & Fischer, M. (2020). Invasão multiforme da vida pelo trabalho entre professores de educação básica e repercussões sobre a saúde. Ver Saúde Pública, 54(3).

Garelli, F., et al. (2017). Formación docente y representaciones sobre Salud: caminos para la Educación en Salud desde una mirada crítica. Revista Ensaio, Belo Horizonte, 19.

Giler, M. A., Quezada, J. G., & Zumba, R. J. U. (2019). Formación docente en sexualidad, derechos reproductivos. Los Nuevos Desafíos de la Investigación, 2(1).

Huerga, E., & Charro, M. E. (2017). Formación del profesor de primaria en educación para la salud. Didáctica de las Ciencias Experimentales y Sociales, 32.

Liberatore, G. (2018). El análisis documental desde la perspectiva bibliográfica en los cursos de formación de grado de MERCOSUR: una aproximación bibliométrica. Ver. Humadoc.

Machado, E., et al. (2019). Intersetorialidade em saúde: uma proposta de articulação entre diferentes políticas públicas a partir do programa saúde na escola. Caderno Humanidades em Perspectivas, 7(3).

Marques, K. C. D., Santos, L. S., & Tolentino Neto, L. C. B. (2018). Avaliação da Participação de Professores de Biologia em Curso de Formação Continuada a Distância: Dificuldades e Perspectivas. Revista EaD em Foco, [S.l.], 8(1).

Minayo, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. (14ª ed.): Hucitec, 2014.

Ministério da Saúde. Caderno do gestor do PSE / Ministério da Saúde, Ministério da Educação. – Brasília: Ministério da Saúde.

Nóvoa, A. (2019). Os Professores e a sua Formação num Tempo de Metamorfose da Escola. Educação & Realidade, Porto Alegre, 44(3):e84910.

Organización Mundial de la Salud. La salud sexual y su relación con la salud reproductiva: un enfoque operativo. 2018.

Pereira A. S., et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM.

Prais, J. L. S., & Rosa, V. F. (2017). Nuvem de palavras e mapa conceitual: estratégias e recursos tecnológicos na prática pedagógica. Nuances: estudos sobre Educação, 28(1):201-219.

Rangel, E. M., & Pinho, L. G. (2019). Interfaces no processo da educação em saúde: orientação sexual para adolescentes na escola. Interdisciplinar y Scientific Journal, 6(2):33-47.

Sancho-Gil, J., & Gorospe, J. M. (2016). Aprender a enseñar: la constitución de la identidad del profesor en la educación infantil y primaria. Movimento, Porto Alegre, 22(2):471-484.

Wald, G., et al. (2018). Modelo comunitario para la promoción, prevención, asistencia y protección ante situaciones de abuso sexual contra niñas, niños y adolescentes. Physis: Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 28(4)e280412.

Published

31/01/2021

How to Cite

FETTERMANN, F. A.; JESUS, R. F. de .; SALGUEIRO, A. C. F. .; FOLMER, V. . Investigation about the perceptions and strategies adopted by argentinean teachers to approach the theme “health” at school. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e55810112049, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i1.12049. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/12049. Acesso em: 8 mar. 2021.

Issue

Section

Health Sciences