Is everyone entitled to health? Screening for Chronic Noncommunicable Diseases in a population without coverage under the Family Health Strategy

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.12581

Keywords:

Chronic diseases; Obesity; Hypertension; Diabetes; Family health strategy.

Abstract

Objective: To track Chronic Noncommunicable Diseases such as Diabetes Mellitus, Arterial Hypertension and Obesity in a population not covered by the Family Health Strategy. Method: Cross-sectional observational research, with a quantitative approach with primary data. The sample consisted of 62 individuals over 18 years of age, living in a neighborhood located in the rural area of ​​Sarandi-PR. Data were collected by measuring blood pressure, checking capillary blood glucose and surveying anthropometric measurements. The data was tabulated using Microsoft Excel spreadsheets and afterwards a descriptive analysis was performed to characterize the individuals, using the absolute frequency and percentage for categorical variables. Results: Of the research subjects, 74.2% had an altered BMI, 76.0% with a steady partner and 24.0% without. As for cardiovascular risk, 59 (96.7%) were at high risk. The proportion between men and women regarding cardiovascular risks was 1.95: 2. 66.1% of the residents had changes in blood pressure and 29.0% had changes in capillary blood glucose, both fasting and postprandial. Conclusion: It is concluded that the investigated population has a higher prevalence of NCDs compared to the general Brazilian population. Pointing out a need for intervention focused on modifiable behaviors, which can be performed by Primary Health Care through the Family Health Strategy.

References

Araújo, F. G. (2018). Tendência da prevalência de sobrepeso, obesidade, diabetes e hipertensão em mulheres brasileiras em idade reprodutiva, Vigitel 2008-2015. Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Araújo, T. P. de, Aguiar, O. B. de, & Fonseca, M. de J. M. da (2019). Incidência de ganho de peso em trabalhadores de um hospital: análise de sobrevivência. Ciência & Saúde Coletiva, 24(10), 3847-3856. Epub September 26, 2019.https://doi.org/10.1590/1413-812320182410.03412018

Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (2016). Diretrizes Brasileiras de Obesidade. Recuperado de: https://abeso.org.br/wp-content/uploads/2019/12/Diretrizes-Download-Diretrizes-Brasileiras-deObesidade-2016.pdf.

Assunção, A. A., & França, E. B. (2020). Anos de vida perdidos por DCNT atribuídos aos riscos obionais no Brasil: estudo GBD 2016. Revista de Saúde Pública, 54, 28. https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2020054001257

Bernal, R. T. I., Felisbino-Mendes, M. S., Carvalho, Q. Hapuque de, Pell, J., Dundas, R., Leyland, A., Barreto, M. L., & Malta, D. C. (2019). Indicadores de doenças crônicas não transmissíveis em mulheres com idade reprodutiva, beneficiárias e não beneficiárias do Programa Bolsa Família. Revista Brasileira de Epidemiologia, 22(Suppl. 2), E190012.SUPL.2. Epub October 07, 2019.https://dx.doi.org/10.1590/1980-549720190012.supl.2

Botton, A., Cúnico, S. D., & Strey, M. N. (2017). Diferenças de gênero no acesso aos serviços de saúde: problematizações necessárias. Mudanças – Psicologia da Saúde, 25(1): 67-72, Jan-Jun. https://doi.org/10.15603/2176-1019/mud.v25n1p67-72

Costa, M. V. G. da, Lima, L. R. de, Silva, I. C. R. da, Rehem, T. C. M. S. B., Funghetto, S. S., & Stival, M. M. (2021). Risco cardiovascular aumentado e o papel da síndrome metabólica em idosos hipertensos. Escola Anna Nery, 25(1), e20200055. Epub 15 de julho de 2020. https://dx.doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2020-0055

Fiório, C. E., Cesar, C. L. G., Alves, M. C. G. P., & Goldbaum, M. (2020). Prevalência de hipertensão arterial em adultos no município de São Paulo e fatores associados. Revista Brasileira de Epidemiologia, 23, e200052. Epub June 05, 2020.https://doi.org/10.1590/1980-549720200052

Malta, D. C., Bernal, R. T. I., Carvalho, Q. H. de, Pell, J. P., Dundas, R., Leyland, A., Vasconcelos, L. L. C. de, Cardoso, L. S. de M., Stopa, S. R., & Barreto, M. L. (2020). Mulheres e avaliação das desigualdades na distribuição de fatores de risco de doenças crônicas, Vigitel 2016-2017. Revista Brasileira de Epidemiologia, 23, e200058. Epub June 05.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2021). Cidades. Recuperado de: https://cidades.ibge.gov.br.

Martins-Silva, T., Vaz, J. dos S., Mola, C. L. de, Assunção, M.C. F., & Tovo-Rodrigues, L. (2019). Prevalências de obesidade em zonas rurais e urbanas no Brasil: Pesquisa Nacional de Saúde, 2013. Revista Brasileira de Epidemiologia, 22, e190049. Epub August 22, 2019.https://doi.org/10.1590/1980-549720190049

Melo, S. P. da S. de C., Cesse, E. A. P., Lira, P. I. C. de, Ferreira, L. C. C. do N., Rissin, A., & Batista, M., F. (2020). Sobrepeso, obesidade e fatores associados aos adultos em uma área urbana carente do Nordeste Brasileiro. Revista Brasileira de Epidemiologia, 23, e200036. Epub 18 de maio de 2020. https://doi.org/10.1590/1980-549720200036

Ministério da Saúde (2011). Orientações para a coleta e análise de dados antropométricos em serviços de saúde. Recuperado de: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/orientacoes_coleta_analise_dados_antropometricos.pdf.

Ministério da Saúde (2020). Vigitel Brasil 2019: Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico. Recuperado de: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/27/vigitel-brasil-2019-vigilancia fatores-risco.pdf.

Nilson, E. A. F., Andrade, R. da C. S., Brito, D. A. de & Oliveira, M. L. de (2018). Custos atribuíveis a obesidade, hipertensão e diabetes no Sistema Único de Saúde, Brasil. Rev Panam Salud Publica. 44:e32. https://doi.org/10.26633/RPSP.2020.32

Oliveira, I. M. (2018). Hipertensão arterial sistêmica em idosos de São Paulo e fatores associados ao diagnóstico, não diagnóstico e controle: Estudo SABE. Dissertação de mestrado, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Pereira, H. N., Santos, R. I. de O., & Uehara, S. C. da S. A. (2020). Efeito da Estratégia Saúde da Família na redução de internações por doenças crônicas não transmissíveis. Revista de enfermagem UERJ, Rio de Janeiro; 28:e49931.

Pinhati, R. R., Tavares, P. L., Marsicano, E. de O., Fernandes, N. de S., Colugnati, F. A. B., Bastos, M. G., Paula, R.B., & Sanders-Pinheiro, H. (2019). Baixo letramento em saúde em pacientes idosos com pressão arterial não controlada em nível secundário de atenção à saúde. HU rev, 45(1):13-21. DOI: 10.34019/1982-8047

Reis, B. de S. M.T., Machado, I. E., Freitas, M. I. de F., Jorge, A. de O., Silva, A. G., & Malta, D. C. (2020). Tendência temporal da prevalência dos fatores de risco e de proteção para doenças crônicas não transmissíveis em belo horizonte, MG. Reme: Revista Mineira de Enfermagem, 24, e1307. Epub 07 de agosto de 2020.https://dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20200044

Sabóia, R. S., Araújo, A. P., Barbosa, J. M. A., Galvão, C. E. P., Cruvel, J. M. da S., & Ferreira, S. C. do N. (2016). Obesidade abdominal e fatores associados em adultos atendidos em uma clínica escola. Revista Brasileira Promoção da Saúde, Fortaleza, 29(2): 259-267, abr-jun.

Schorr, M., Dichtel, L. E., Gerweck, A. V., Valera, R. D., Torriani, M., Miller, K. K., & Bredella, M. A. (2018). Sex differences in body composition and association with cardiometabolic risk. Biol Sex Differ. 2018 Jun 27;9(1):28. doi: 10.1186/s13293-018-0189-3. PMID: 29950175.

Sociedade Brasileira de Cardiologia (2016). VII Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Recuperado de: http://publicacoes.cardiol.br/2014/diretrizes/2016/05_HIPERTENSAO_ARTERIAL.pdf.

Sociedade Brasileira de Diabetes (2019). Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes 2019-2020. Recuperado de: https://www.diabetes.org.br/profissionais/images/DIRETRIZES-COMPLETA-2019-2020.pdf.

Teachman, J. (2016, January). Body Weight, Marital Status, and Changes in Marital Status. Journal of Family Issues, 37(1): 74-96.

World Health Organization (2019). World health statistics 2019. Retrieved from: https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/324835/9789241565707eng.pdf?sequence=9&isAllowed=y.

Xavier, L. B., Prudente, A. B. (2016). Procedimento Operacional Padrão: Verificação de glicemia capilar. Núcleo de Educação Permanente em Enfermagem (NEPEn), HU-UFSC. Recuperado de: http://www.hu.ufsc.br/documentos/pop/enfermagem/assistenciais/REGULACAO_HORMONAL/VERIFICACAO_GLICEMIA.pdf.

Published

08/03/2021

How to Cite

MOVIO, C. C.; FERNANDES, F. L.; CARVALHO, M. D. B. .; VICTORINO, S. V. Z. . Is everyone entitled to health? Screening for Chronic Noncommunicable Diseases in a population without coverage under the Family Health Strategy. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e10810312581, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.12581. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/12581. Acesso em: 17 apr. 2021.

Issue

Section

Health Sciences