Profile of oral health preventive practices and food consumed by public school children in Uberlândia/MG, Brazil: a cross-sectional study

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13100

Keywords:

School feeding; Dental Caries; Health education, dental; Feeding behavior; Health education.

Abstract

The objective of this study was to investigate the origin, characteristics, and preferences of food consumed by school children, as well as assess the presence of oral health educational and preventive practices in the schools. It was an observational and cross-sectional study including 2250 elementary school children from six municipal schools in Uberlândia, MG, Brazil. The students were randomly drawn from August 2009 to May 2010. Students between six and 14 years old and a principal from each school participated in the study. The data were obtained by applying structured and semi-structured questionnaires and analyzed with descriptive statistics. It was found that 46.66% of students consume school meals, 37.77% buy food in the canteen, and 13.86% bring food from home. Regarding the practice of toothbrushing after school meals, 84.09% of students said they do not do it. Not all schools were equipped for toothbrushing or received toothbrush donations. The results suggest that school meals were consumed by less than half of the students. The other half was divided between buying snacks in the canteen and bringing food from home. It was also observed that oral health educational and prevention practices were neither sufficient nor performed equally among the municipal schools.

References

Ansari, G. Torabzadeh, H., Nabavi, Z. S. & Hassani, P. S. (2019). Comparing the effect of dry and wet brushing on dental plaque removal in children. Journal of Indian Society of Periodontics and Preventive Dentistry, 37 (1), 292-296.

Aquilante, A. G. & Aciole, G. G. (2015). O cuidado em saúde bucal após a Política Nacional de Saúde Bucal - "Brasil Sorridente": um estudo de caso. Ciência & saúde coletiva, 20 (1), 239-248.

Brasil. (2010). Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica, Secretaria de Atenção Básica. Manual das cantinas escolares saudáveis: promovendo a alimentação saudável. Brasília: Ministério da Saúde. Brasília, DF. Recuperado de https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwjW3oG7iO_uAhUiK7kGHUKmCcoQFjAAegQIAxAC&url=http%3A%2F%2F189.28.128.100%2Fdab%2Fdocs%2Fportaldab%2Fdocumentos%2Fmanual_cantinas_escolares_saudaveis.pdf&usg=AOvVaw2RBHz8qgFnbUCz1CHOe1bc

Brasil. (2006). Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Diretrizes para a Promoção da Alimentação Saudável nas Escolas de educação infantil, fundamental e nível médio das redes públicas e privadas, em âmbito nacional. Brasília, DF. Recuperado de https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwiko8nVie_uAhXmEbkGHQJ7C9gQFjAAegQIAhAC&url=http%3A%2F%2Fbvsms.saude.gov.br%2Fbvs%2Fsaudelegis%2Fgm%2F2006%2Fpri1010_08_05_2006.html&usg=AOvVaw0KkF6A16lWPBm1usLQXTa9

Brasil. (2012). Ministério da Educação. Programa Nacional de Alimentação Escolar - Cardápios na Alimentação Escolar. Brasília, DF. Recuperado de https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&ved=2ahUKEwi1weyqrIXvAhXUG7kGHTjHDykQFjABegQIARAD&url=https%3A%2F%2Fwww.fnde.gov.br%2Findex.php%2Fcentrais-de-conteudos%2Fpublicacoes%2Fcategory%2F101-leis%3Fdownload%3D8117%3Andfyjdn&usg=AOvVaw260rNqWSNwQG3NhKdmGFqt

Carraro, E. C., Militão, E. C. & Viana H. B. (2019). A percepção dos educadores quanto ao seu papel na promoção de hábitos e estilo de vida saudáveis no ambiente escolar. Revista da Faculdade de Educação (Universidade do Estado de Mato Grosso). 32 (2), 189-213.

Carvalho, M. T., Miranda, S. S., Carvalho, L. M. F. & Lamdim, L. A. S. R. (2020). Educação nutricional no âmbito escolar: revisão da literatura. Research, Society and Development. 9(10), e8979109272.

Ferreira, H., Alves, R. & Mello, S. (2019). O programa nacional de alimentação escolar (PNAE): Alimentação e aprendizagem. Revista da Seção Judiciária da Rio de Janeiro, 22(44), 90-113.

Ferro. E. L. B., Mendes, M. G. M., Alves, K. O., Pereira, C. H. C., Silva, S. C. & Pina, M.G. (2019). Cantina escolar e sua influência no estado nutricional. Brazilian Journal of Development, 5(10), 19723-19738.

Gabriel, C. G., Ricardo, G. D., Ostermann, R. M., Corso, A. C. T., Assis, M. A. M., Di Petro, P. F. & Vasconcelos, F. A. G. (2012). Regulamentação da comercialização de alimentos no ambiente escolar: análise dos dispositivos legais brasileiros que buscam a alimentação saudável. Revista do Instituto Adolfo Lutz, 71 (1), 11-20.

Giacomelli, S. C., Londero, A. M., Benedetti, F. J. & Saccol, A. L. F. (2017). Comércio informal e formal de alimentos no âmbito escolar de um município da região central do Rio Grande do Sul. Brazilian Journal of Food Technology, 20, e2016136.

IBGE. (2020). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico. Recuperado de https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/uberlandia/panorama

Kaewkamnerdpong, I. & Krisdapong, S. (2018). The Associations of School Oral Health-Related Environments with Oral Health Behaviours and Dental Caries in Children. Caries Research, 52 (1-2), 166-175.

Lopes, I. E. L., Nogueira, J. A. D. & Rocha, D. G. (2018). Eixos de ação do Programa Saúde na Escola e Promoção da Saúde: revisão integrativa. Saúde em Debate, 42 (118), 773-789.

Machado, C. O. & Höfelmann, D. A. (2019). Cantinas de escolas estaduais de Curitiba/PR, Brasil: adequação à lei de regulamentação de oferta de alimentos. Ciência & Saúde Coletiva, 24 (10), 3805-3814.

Martins, G. A. & Domingues, O. (2001). Estatística geral e aplicada. São Paulo: Atlas.

Menezes, M. L. F. V., Macedo, Y. V. G., Ferraz, N. M. P., Matos, K. F., Pereira R. O., Fontes, N. M., Batista, M. I. H. M. & Paulino, M. R. (2020). A importância do controle do biofilme dentário: uma revisão da literatura. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 55, e3698.

Micha, R., Karageorgou, D., Bakogianni, I., Trichia, E., Whitsel, L. P., Story. M., Peñalvo, J. L. & Mozaffarian, D. (2018). Effectiveness of school food environment policies on children's dietary behaviors: A systematic review and meta-analysis. PLoS ONE, 13 (3), e0194555.

Minas Gerais. (2018). Secretaria de Estado de Saúde. Câmara Governamental Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais. Resolução CAISANS/SEPLAG Nº 02, de 20 de dezembro de 2018. Recuperado de https://www.saude.mg.gov.br/images/documentos/Resolu%C3%A7%C3%A3o%20Caisans%20n%C2%BA%2002%20-%20alimentos%20permitidos%20e%20proibidos%20segundo%20o%20Decreto%2047557.pdf

Morais, S. R., Freitas, V. J. G., Alves, L. S. B., Nóbrega, C. B. C., Costa, E. D. & Feitosa, F.S.Q. (2020). O papel da extensão universitária na capacitação de professores como agentes multiplicadores da saúde bucal. Research, Society and Development, 9 (8), e315985321.

Mota, C. H., Mastroeni, S. S. B. S. & Mastroeni, M. F. (2013). Consumo da refeição escolar na rede pública municipal de ensino. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 94 (236), 168-184.

Mota, K. R., Oliveira, A. C. N., Heimer, M. V., Moreira, A. R. O., Pugliesi, D. M. C. & Junior, V. E. S. (2020). Políticas públicas de saúde bucal para crianças: perspectiva histórica, estado da arte e desafios futuros. Research, Society and Development, 9 (11), e3529119869.

Moura. S. M. S., Oliveira, I. M., Leite, C.M.C. & Júnior, A. M. C. (2016). Dieta e Cárie Dental em Escolares de 10 a 14 Anos na Cidade de Picos, Piauí. Journal of Health Science, 18 (1), 14-18.

Pitombeira, D. F. & Oliveira, L. C. (2020). Pobreza e desigualdades sociais: tensões entre direitos, austeridade e suas implicações na atenção primária. Ciência & saúde coletiva, 25 (5), 1699-1708.

Uberlândia. (2019). Prefeitura Municipal de Uberlândia/MG. Secretaria de educação: Merenda escolar. Recuperado de http://docs.uberlandia.mg.gov.br/wp-content/uploads/2019/07/FUNDAMENTAL-baixa.pdf

Uberlândia. (2020). Prefeitura Municipal de Uberlândia/MG. Secretaria de educação. Escolas Municipais. Recuperado de http://docs.uberlandia.mg.gov.br/wp-content/uploads/2020/07/Ensino-Fundamental.pdf

Rodrigues, C. B. C., Menezes, K. M., Candito, V., Lopes, L. F. D. & Soares, F. A. A. (2020). Determinantes em saúde e estilo de vida de escolares: estudo longitudinal. Research, Society and Development, 9 (2), e130922158.

Rossi, C. E., Costa, L. C. F., Machado, M. S., Andrade, D. F. & Vasconcelos, F. A. G. (2019). Fatores associados ao consumo alimentar na escola e ao sobrepeso/obesidade de escolares de 7-10 anos de Santa Catarina, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 24 (2), 443-454.

Saliba, N. A., Moimaz, S. A. S., Mendes, A. P. R. & Ferreira, N. F. (2003) A dieta escolar e a prevenção da cárie dentária nas escolas públicas. Revista Odontológica de Araçatuba, 24 (2), 17-22.

Silva, C. A. M., Marques, L. A., Bonomo, E., Bezerra, O. M. P. A., Corrêa, M. S., Passos, L. S. F., Souza, A. A., Barros, B. F., Souza, D. M. S., Reis, J. A. & Andrade, N. G. (2013). O Programa Nacional de Alimentação Escolar sob a ótica dos alunos da rede estadual de ensino de Minas Gerais, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 18 (4), 963-969.

Soares, T. C.; Soares T. C.; Barbosa, M. L.; Câmara, G. B.; Barbosa, M. L.; Alves, I. C. S. & Lina, A. R. N. (2019). Avaliação da Aceitabilidade e Perfil Nutricional da Merenda Escolar em uma Instituição Pública de Ensino na Cidade de Picos-PI. Research, Society and Development, 8 (11), e138111445.

Soraggi, M. B. S., Antunes, L. S., A., Antunes, L. A. A. & Corvino, M. P. F. (2007). A Cárie Dentária e suas Condicionantes em Crianças de uma Escola Pública Municipal em Niterói, RJ. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada, 7 (2), 119-124.

Valentim, E. A., Almeida, C. C. B., Taconeli, C. A., Osório, M. M., & Schmidt, S. T. (2017). Fatores associados à adesão à alimentação escolar por adolescentes de escolas públicas estaduais de Colombo, Paraná, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, 33 (10), e00061016.

Von Elm, E. Altman, D. G. Egger, M., Pocock, S. J., Gotzsche, P. C. & Vandenbroucke, J. P. (2008). The Strengthening the Reporting of Observational Studies in Epidemiology (STROBE) Statement: guidelines for reporting observational studies. Journal of Clinical Epidemiology. 61 (4), 344-349.

Published

06/03/2021

How to Cite

SILVA, D. T. da .; MARRA, E. M. de O. .; SOUZA, N. P. de .; AZEVEDO, M. R. .; PARANHOS, L. R. Profile of oral health preventive practices and food consumed by public school children in Uberlândia/MG, Brazil: a cross-sectional study. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e7410313100, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13100. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13100. Acesso em: 12 apr. 2021.

Issue

Section

Health Sciences