Education for Ethnic-Racial Relations: conceptions and practices of Early Childhood Education teachers

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13141

Keywords:

Child education; Education for ethnic-racial relations; Teacher training; Pedagogical practices.

Abstract

This research presents the results of a Course Completion Work produced in the Pedagogy Degree at the Federal University of Pampa - Campus Jaguarão / RS. The objective was to understand which conceptions and practices the teachers of a school of Early Childhood education in the city of Arroio Grande / RS, have of Education for Ethnic-Racial Relations having as guidance the Law 10.639 / 2003. The motivation for the elaboration of this research was based on the reflection of the practice of the Supervised Internship and by understanding that this is the fundamental moment for the academic to correlate theory and practice. Methodologically, it presents a qualitative nature and is procedurally classified as a case study. The fieldwork was carried out during the months of September and October of the year 2019, with empirical data obtained from a semi-structured interview, applied to eight teachers from the municipal network. The participants had between one and 15 years of teaching work. The information was analyzed and interpreted in the light of the historical-critical perspective, based on the Content Analysis methodological basis. Results indicated the theoretical-conceptual weakness of the subjects in relation to the approach to Education for Ethnic-Racial Relations in Early Childhood Education, signaling the need for the implementation of more effective continuous training and the insertion of specific curricular components in teacher training courses. To this end, this study was based on the theoretical formulations of Bardin (2016), Caldeira (2010), Rocha (2007), Silva (2018), Cavalleiro (2017), Gomes (2015), Malheiro (2005), Veiga (2013), among others.

Author Biographies

Simone Silva Alves, Universidade Federal do Pampa

Possui graduação em Pedagogia (2003), Especialização em Gerontologia Social (2007), Mestrado em Educação (2011) e Doutorado em Educação (2014) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal do Pampa Campus Jaguarão/RS e desenvolve ações no ensino de graduação e pós-graduação. Docente permanente do Programa de Pós-graduação em Educação da Unipampa. Coordena o Programa de Residência Pedagógica no curso de Pedagogia na UNIPAMPA. Têm experiência na área da educação, estágio supervisionado, políticas públicas, educação para relações étnico-raciais e educação de jovens, adultos e idosos. Líder do Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas, Relações Étnico-Raciais e Formação de Professores (GPREF) do diretório do CNPq.

Sandra Silva Vieira, Universidade Federal do Pampa

Licenciada em Pedagogia.

Vitor Garcia Stoll, Universidade Federal do Pampa

Licenciado em Ciências da Natureza (UNIPAMPA, 2017). Pós-Graduado em Metodologia do Ensino de Biologia e Química (FUNIP, 2020) e em Lingua Brasileira de Sinais (FUNIP, 2021). Mestre em Ensino (UNIPAMPA, 2021). Professor de Ciências na rede municipal de Dom Pedrito/RS. Membro do Grupo de Estudos em Educação, História e Narrativa (GEEHN). Pesquisa os seguintes temas: avaliação na Educação de Jovens e Adultos, Revista do Ensino do Rio Grande do Sul e Experimentação no Ensino de Ciências.

Quelen Colman Espíndola Lima, Universidade Federal de Santa Maria

Mestra em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde- UNIPAMPA Campus-Uruguaiana; Licenciada em Ciências da Natureza, UNIPAMPA Campus - Dom Pedrito. Possui aperfeiçoamento em Educação de Jovens e Adultos na Diversidade pela Universidade Federal do Pampa. Participou como Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) de 2015 a 2017. Integrante do Grupo de Pesquisa em Estágio e Formação de Professores (GEPEF) e do Flexilhas: Grupo Colaborativo - UNIPAMPA.

References

Bardin, L. (2016). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Brasil (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília: Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas.

Brasil (1990). Lei n. 8.069 – Estatuto da Criança e do Adolescente. Brasília: Diário Oficial da União.

Brasil (1996). Lei n. 9.394 – Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: Diário Oficial da União.

Brasil (1998). Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Brasília: Ministério da Educação e Cultura.

Brasil (2003). Lei n. 10.639 – inclui no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática História e Cultura Afro-Brasileira, e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial da União.

Brasil (2004). Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Brasília: Ministério da Educação e Cultura.

Brasil (2010). Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil. Brasília: Ministério da Educação e Cultura.

Brasil (2013). Plano nacional de implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Brasília: Ministério da Educação e Cultura.

Brasil (2017). Base Nacional Comum Curricular. Brasília: Ministério da Educação e Cultura.

Caldeira, L. B. (2010). O conceito de infância no decorrer da história. Paraná: Educadores.

Cavalleiro, E. S. (2017). Do silêncio do lar ao silêncio escolar: racismo, preconceito e discriminação na educação infantil. (6ª ed.). São Paulo: Contexto.

Gil, A. C. (2017). Como elaborar projeto de pesquisa (6ª ed.). São Paulo: Atlas.

Gomes, D. (2015). História da criança: breves considerações sobre concepções e escolarização da infância. In: XII Encontro Nacional De Educação. Curitiba: PUC/PR

Gomes, N. L.; Oliveira, F. S.; Souza, K. C. C. (2010). Diversidade étnico-racial e trajetórias docente: um estudo etnográfico em escolas públicas. In: Abramowicz, A. & Gomes, N. L. Educação e raça: perspectivas políticas, pedagógicas e estéticas. Belo Horizonte: Autêntica. p. 57-73.

Malheiro, J. (2005). Projeto político-pedagógico: utopia ou realidade? Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, 13 (46), p. 79-104.

Minayo, M. C. S. (2017). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes.

Oliveira, B. C. de, & Lindner, E. L. (2020). Ensino de Ciências e as relações Étnico-Raciais: um olhar para a Base Nacional Comum Curricular. Research, Society and Development, 9 (10), e3379108539, p. 1-25.

Paschoal, J. D. & Machado, M. C. G. (2009). A História da Educação Infantil no Brasil: Avanços, retrocessos e desafios dessa modalidade educacional. Revista HistedBR Online, 9 (33), p. 78-95.

Rocha, R. M. C. (2007). Educação das relações étnico-raciais: pensando referenciais para a organização da prática pedagógica. Belo Horizonte: Mazza Edições.

Schaffrath, M. A. S (2000). Profissionalização do magistério feminino: uma história de emancipação e preconceitos. In: 23ª Reunião Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. Caxambu: Anped.

Silva, A. M. & Oliveira, M. R. F. (2014) A relevância da formação continuada do(a) professor(a) de Educação Infantil para uma prática reflexiva. In: III Jornada de Didática – II Seminário de Pesquisa do CEMAD. Londrina: Universidade Federal de Londrina.

Silva, P. B. G. (2018). Educação das Relações Étnico-Raciais nas instituições escolares. Educar em Revista, 34 (69), p. 123-150.

Souza, C. A. B. (2015). Concepção de infância em Philippe Ariès. Monografia: Pedagogia, Universidade Estadual de Londrina.

Veiga, I. P. A. (2003). Inovações e projeto político-pedagógico: uma relação regulatória ou emancipatória? Cadernos Cedes, 23 (61), p. 267-281.

Veiga, I. P. A. (2013). Projeto Político-Pedagógico da Escola: Uma construção coletiva. In: Veiga, I. P. A. Projeto Político Pedagógico da escola. São Paulo: Papirus. p. 11-35.

Veiga, I. P. A. & Resende, L. M. G. (2008). Escola do projeto político pedagógico. São Paulo: Papirus.

Published

09/03/2021

How to Cite

ALVES, S. S.; VIEIRA, S. S.; STOLL, V. G.; LIMA, Q. C. E. Education for Ethnic-Racial Relations: conceptions and practices of Early Childhood Education teachers. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e12810313141, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13141. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13141. Acesso em: 13 apr. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences