History of education in Brazil: from the Constitution of the Federative Republic of 1988 to the Common National Curriculum Base (BNCC)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13667

Keywords:

Education; History; Common National Curriculum Base; Documents.

Abstract

The successive changes in Brazilian educational policies have caused aggravating consequences in education.  Therefore, this article aims to highlight how the process of elaboration of the Common National Curriculum Base took place through educational documents published since the 1988 Constitution. It is a bibliographic and documentary research, of advanced nature, of exploratory and explanatory nature, and with a qualitative approach, where several documents were studied from the Constitution of 1988 to the last version of the BNCC, and scientific articles. For a better understanding of the research, a chronological order was constructed among the main educational documents. In view of all the work, it is concluded that the implementation process of the BNCC is something that has been planned during the years by only one part of society, which wants our population to follow all capitalist thinking, initially making changes in educational policies, since when we make changes in educational methods we are making changes in the way of thinking of society.

Author Biography

Antônio de Pádua Arruda dos Santos Filho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Master in Science and Mathematics Teaching and graduated in Chemistry by IFCE

References

Brasil. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm

Brasil. (1996). Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm

Brasil. (1997). Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília, DF. http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf

Brasil. (1998). Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília, DF. http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/introducao.pdf

Brasil. (2000). Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília, DF. http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/blegais.pdf

Brasil. (2010). Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010. Define Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica. http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb004_10.pdf

Brasil. (2013). Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, DICEI. <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=15548-d-c-n-educacao-basica-nova-pdf&Itemid=30192

Brasil. (2014). Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm

Brasil. (2014). Planejando a Próxima Década: Conhecendo as 20 Metas do Plano Nacional de Educação. Brasília, DF. http://pne.mec.gov.br/images/pdf/pne_conhecendo_20_metas.pdf

Brasil. (2015). Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/relatorios-analiticos/BNCC-APRESENTACAO.pdf

Brasil. (2015). Base Nacional Comum Curricular. Encaminhamento para revisão do documento preliminar da BNCC: proposições a partir dos dados da consulta pública. Brasília, DF. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/relatorios-analiticos/REVISAO_DOCUMENTO_PRELIMINAR-PROPOSICOES_%20INICIAIS.pdf

Brasil. (2015). Portaria nº 592, de 17 de junho de 2015. Institui Comissão de Especialistas para a Elaboração de Proposta da Base Nacional Comum Curricular. https://www.jusbrasil.com.br/diarios/94124972/dou-secao-1-18-06-2015-pg-16

Brasil. (2016). Base Nacional Comum Curricular. Anexo I – síntese da contribuição dos Estados. Brasília, DF. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/relatorios-analiticos/Relatorios-Sintese%20dos%20Estados.pdf

Brasil. (2016). Base Nacional Comum Curricular. Seminários Estaduais da BNCC: Posicionamento conjunto de Consed e Undime sobre a segunda versão da Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/relatorios-analiticos/Posicionamento%20Consed%20e%20Undime.pdf

Brasil. (2016). Base Nacional Comum Curricular: 2ª versão revista. Brasília, DF. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/relatorios-analiticos/bncc-2versao.revista.pdf

Brasil. (2016). Medida Provisória 746, de 22 de setembro de 2016. Institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e a Lei nº 11.494 de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, e dá outras providências. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/Mpv/mpv746.htm

Brasil. (2017). Lei 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Altera as Leis n º 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e 11.494, de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, e o Decreto-Lei nº 236, de 28 de fevereiro de 1967; revoga a Lei nº 11.161, de 5 de agosto de 2005; e institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13415.htm

Brasil. (2017). Portaria nº 1.570, de 20 de dezembro de 2017. Homologa o Parecer CNE/CP n- 15/2017, do Conselho Pleno do Conselho Nacional de Educação, aprovado na Sessão Pública de 15 de dezembro de 2017. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/historico/PORTARIA1570DE22DEDEZEMBRODE2017.

Brasil. (2017). Resolução nº 2, de 22 de dezembro de 2017. Institui e orienta a implantação da Base Nacional Comum Curricular, a ser respeitada obrigatoriamente ao longo das etapas e respectivas modalidades no âmbito da Educação Básica. <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/historico/RESOLUCAOCNE_CP222DEDEZEMBRODE2017.pdf

Brasil. (2018). Base Nacional Comum Curricular: educação é a base. Brasília, DF. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf

Brasil. Conferência Nacional De Educação. (2010). Construindo o Sistema Nacional Articulado: O Plano Nacional de Educação, Diretrizes e Estratégias de Ação. Brasília, DF. http://Conae.mec.gov.br/images/stories/pdf/pdf/documetos/documento_final_sl.pdf

Brasil. Conferência Nacional De Educação. (2014). O PNE na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração. Brasília, DF. http://fne.mec.gov.br/images/doc/DocumentoFina240415.pdf

Brasil. Ministério da Educação. (2016). Discussão sobre o currículo é anterior à proposta da Base. http://portal.mec.gov.br/ultimas-noticias/211-218175739/34521-discussao-sobre-curriculo-e-anterior-a-proposta-da-base

Freitas, M. T.; Silva, J. A. da. & Leite, M. C. L. (2018). Diretrizes invisíveis e regras distributivas nas políticas curriculares da nova BNCC. Currículo sem Fronteiras, 18(3), 857-870. http://www.curriculosemfronteiras.org/vol18iss3articles/freitas-silva-leite.pdf

Marsiglia, A., Pina, L., Machado, V., & Lima, M. (2017). A Base Nacional Comum Curricular: um novo episódio de esvaziamento da escola no Brasil. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 9(1), 107-121. doi:http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v9i1.21835

Motta, Vânia Cardoso da, & Frigotto, Gaudêncio. (2017). Por que a urgência da Reforma do Ensino Médio? Medida Provisória nº 746/2016 (Lei nº 13.415/2017). Educação & Sociedade, 38(139), 355-372. https://doi.org/10.1590/es0101-73302017176606

Pereira, A. S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. (1) Santa Maria, RS: UFSM, NTE. https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf

Rabelo, J. Jimenez, S. & Segundo, M. D. M. (2015). O movimento de educação para todos e a crítica marxista. (1) Fortaleza: Imprensa Universitária da Universidade Federal do Ceará (UFC). http://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/16670/1/2015_liv_jrabelo.pdf

Santos, D. M. & Nagashima, L. K. (2017). A Base Nacional Comum Curricular: a reforma do ensino médio e a organização da disciplina de química. Revista Pedagogia em Foco, 12(7), 175-191. http://revista.facfama.edu.br/index.php/PedF/article/view/264/215

Silva, M. A. D. da. & Almeida, P. F. de. (2018). Um estudo comparativo das versões da Base Nacional Comum Curricular para o ensino médio. Anais eletrônicos. Congresso Nacional de Educação, Recife, PE, Brasil, 5. http://www.editorarealize.com.br/revistas/conedu/trabalhos/TRABALHO_EV117_MD1_SA2_ID1182_11092018224306.pdf

Published

26/03/2021

How to Cite

SANTOS FILHO, A. de P. A. dos; BARROSO, M. C. da S.; SAMPAIO, C. de G. History of education in Brazil: from the Constitution of the Federative Republic of 1988 to the Common National Curriculum Base (BNCC). Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e53910313667, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13667. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13667. Acesso em: 13 apr. 2021.

Issue

Section

Review Article