Social Representations Investigations: socialization of a theoretical-methodological path

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14027

Keywords:

Social representations; Theoretical-methodological path; Representation object.

Abstract

The goal of this article is to present the investigation that resulted in a theoretical-methodological path to research genesis and development processes of social representations. The research was guided by the Social Representations Theory (SRT) assumptions. The qualitative research had SRT data from books and scientific articles. We sought the contributions of Textual Discursive Analysis to evaluate the findings on SRT. Six elements were considered essential when designing an investigation on the genesis, contribution and resignification of a Social Representation (SR), namely: (1) identification of the SR object; (2) initial characterization of the profile of the investigated group, (3) understanding the interlocutors’ daily lives, (4) identification of Social Representations about the object of SR, (5) information processing steps: objectification and anchoring; (6) relations between SR and social practices. The theoretical-methodological alternative outlined may contribute to similar research provided adjustments to the particular social interaction context of the group participants.

Author Biography

Flávia Tocci Boeing, University of Brasília

Undergraduated in Biological Sciences from the Catholic University of Brasília (2008).
She completed a master's degree in Science Teaching from the University of Brasilia (2014)
and is in the doctoral course in the Graduate Program in Science Education at same the
University - UnB (2017). She research in: Scientific Education and Citizenship focusing on
Science-Technology-Society (STS),Teaching os Genetics and Investigations in theory of 
social Representations in training of teachers and professionals, in the area of
Health Sciences.

References

Abric, J. C. (2000). A abordagem estrutural das representações sociais. In A. S. P. Moreira & D. C. Oliveira (Org.). Estudos interdisciplinares de representação social. AB Editora.

Abric, J. C. (1994). Pratiques sociales et representations. Tradução: José da Costa Chevel e Fátima Flores Palácios. 1 a Edição. Presses Universitaires de France.

Alves-Mazzotti, A. J. (2008). Aspectos teóricos e aplicações à educação. Revista Múltiplas Leituras. 1 (1), 18-43.

Almeida, A. M. O., Santos, M. F. S. & Trindade, Z. A. (2000). Representações e práticas sociais: contribuições teóricas e dificuldades metodológicas. Temas em Psicologia. Ribeirão Preto, 8 (3), 257-267.

Almeida, A. M. O., Santos, M. F. S. & Trindade, Z. A. (Orgs.). (2014). Teoria das Representações Sociais: 50 anos. Brasília: Technopolitik.

Berger, P. L. & Luckmann, T. (2014). A construção social da realidade. 36. ed. Petrópolis: Vozes.

Clémence, A. (2002). Prises de position et dynamique de la penseé représentative: les apports de la mémoire collective. In S. Laurens & N. Roussiau (Eds.), La mémoire sociale: identités et représentations sociales. (pp. 51-61). Presse Universitaires de Rennes.

Clémence, A., Green, E. G. T. & Courvoisier, N. (2014). Comunicação e ancoragem: a difusão e a transformação das representações. In A. M. O. Almeida, M. F. S. Santos, & Z. A. Trindade (Orgs.). Teoria das Representações Sociais: 50 anos. (2ª ed., pp. 238-261). Technopolitik.

Cordeiro, M. H. A elaboração de questionários em pesquisas sobre representações sociais: algumas considerações. EDUCERE - XIV Congresso Nacional de Educação - EDUCERE - XIV Congresso Nacional de Educação. https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2017/25644_13819.pdf.

Espíndula, D. H. P. (2010). Da ficção à realidade: estudo sobre formação e desenvolvimento das Representações Sociais da clonagem humana. Tese de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Universidade Federal do Espírito Santo.

Fiske, S. T. & Taylor, S. E. (2008). Social cognition: from brains to culture. (1st ed.) McGraw-Hill.

Gonçalves, R. M. & SILVA, A. M. T. B. DA. (2019). A brief historical contextualization: Social representations and interdisciplinary practice, as research object in Science Teaching. Research, Society and Development, [S. l.], v. 8, n. 6, p. e15861033. DOI: 10.33448/rsd-v8i6.1033. https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/1033.

Jesuíno, J. C. (2014). Um conceito reencontrado. In A. M. O. Almeida, M. F. S. Santos & Trindade, Z. A. (Orgs). Teoria das Representações Sociais: 50 anos. (2ª ed., pp. 42-77). Technopolitik.

Jodelet, D. (2001). Representações sociais: um domínio em expansão. In D. Jodelet (Ed.). As representações sociais. (pp.17-44). UERJ.

Jodelet, D. (1990). Représentation sociale: phénomene, concept et théorie. In S. Moscovici. Psychologie sociale. Presses Universitaires de France.

Jodelet, D. (1999). Os processos psicossociais da exclusão. In B. Sawaia (Ed.). As Artimanhas da exclusão. Vozes.

Menin, M. S. de S., Shimizu, A. de M. & Lima, C. M. de. (2009). A Teoria das Representações Sociais nos Estudos sobre Representações de Professores. Cadernos de Pesquisa, 39 (137), 549-576.

Moraes. R. (2003). Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela Análise Textual Discursiva. Ciência & Educação, 9 (2), 191-211.

Moreira, S. V. (2005). Análise documental como método e como técnica. In J. Duarte & A. Barros (Org.). Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. (pp. 269-279). Atlas.

Moscovici, S. (2015). Representações sociais: investigações em psicologia social / Serge Moscovici; editado em inglês por Gerard Duveen; Traduzido do inglês por Pedrinho Guareschi. (11a ed.). Vozes.

Moscovici, S. (1961-1976). La Psychanalyse, son image et son public. PUF.

Nogueira, K. & Grillo, M. D. (2020) Theory of Social Representations: history, processes and approaches. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 9, p. e146996756. DOI: 10.33448/rsd-v9i9.6756. https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/6756.

Sá, S. P. (1993). Representações Sociais: o conceito e o estado atual da teoria. In M. J. Spink (Org.). O conhecimento no cotidiano: as representações sociais na perspectiva da psicologia social. Brasiliense.

Sá, C. P. (2014). Sobre o pensamento social e sua gênese: algumas impressões. In A. M. O. Almeida, M. F. S. Santos & Z. A. Trindade (Orgs). Teoria das Representações Sociais: 50 anos. (2ª ed., pp. 376-401). Technopolitik.

Sousa, C. P., Villas Bôas, L. P., & Novaes, A. de O. (2014). Contribuições dos estudos em representações sociais para a compreensão do trabalho docente. In A. M. O. Almeida, M. F. S. Santos, & Z. A. Trindade (Orgs.) Teoria das Representações Sociais: 50 anos. (2ª ed., pp. 830-869). Technopolitik.

Spink, M. J. P. (1993). The Concept of Social Representations in Social Psychology. Cad. Saúde Públ., Rio de Janeiro, 9 (3), 300-308.

Published

08/04/2021

How to Cite

BOEING, F. T. .; MACHADO, P. F. L. Social Representations Investigations: socialization of a theoretical-methodological path . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e21010414027, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14027. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14027. Acesso em: 11 may. 2021.

Issue

Section

Education Sciences