Formal job, informality and unemplyment in Brazil post Labor Reform (law 13467/2017)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14448

Keywords:

Brazil; Labor reform; Job; Formality; Informality.

Abstract

Law 1347/2017 instituted Labor Reform in Brazil altering Consolidation of Labor Laws (Consolidação das leis do trabalho – CLT), decree-law 5452/1993, main legislative instrument of labor regulation in the country. The Reform was approved under government justification, form the need of modernizing and loosening rules contained in CLT, aiming to increase formal jobs creation with signed labor, to reduce informal job taxes and foment economics. This article aims to analyse governmental indexes of unemplyment , formal and informal job in the country after Labor Reform, so to verify if the alteration in legislation effectively fulfilled its purpose, reduced unemployment and informality and it raised the number of hiring with signed labor. To this research fulfillment, decriptive method of integrative review was used in literature from articles published in international and reputed national journals, works from law and economics authors and governmental statistic data analysis about unemployment and informality, colected in 2016, a year before implementation of law 13467/17 and on 20th february, month that preceeded Covid 19 pandemic in Brazil. Results found indicated that flexibilization broughty by the Reform contributed just a little to formal job generation and to reduce unemployment, there was a raise of informality indexes in the researched period and elevation of poverty and extreme poverty in Brazil.

References

Agência Brasil. (2018). Número de desempregados no brasil sobe 12,5% de 2016 para 2017. Https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018-01/numero-de-desempregados-no-brasil-sobe-125-entre-2016-e2017#:~:text=o%20total%20de%20desempregados%20passou,aumento%20de %2012%2c5%25.&text=para%20o%20ibge%2c%20a%20nomenclatura,procurou%20emprego%20e%20n%c3%a3o%20conseguiu.

Agência Brasil economia. (2020). Taxa de desocupação fica em 11,2% em janeiro. Https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2020-02/taxa-de-desocupacao-fica-em-112-em-janeiro

Agência Brasil economia. (2021). Número de desempregados no brasil sobe 12,5% de 2016 para 2017. Https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018-01/numero-de-desempregados-no-brasil-sobe-125-entre-2016-e-2017.

Andrade, R. L. M. M. & Morais, F. F. (2017). A reforma das normas trabalhistas em meio à crise econômica do Brasil. Revista Constituição e Garantia de Direitos, https://doi.org/10.31517/rsa.v2i5.202

Botelho, L. L. R; Cunha, C. C. de A. & Macedo, M. (2011). O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e Sociedade. Belo Horizonte. 5(11), 121-136. https://doi.org/10.21171/ges.v5i11.1220 .

Brasil. (1943). Decreto-lei nº 5.452 de 1º de Maio de 1943. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del5452.htm.

Brasil. (1943). Consolidação das Leis Trabalhistas. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del5452.htm

Brasil. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm

Brasil. (2016). Projeto de Lei 6787/16. https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2122076

Brasil. (2017). Projeto de Lei Complementar 38/2017. https://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/129049

Brasil. (2017). Lei nº 13.467 de 13 de julho de 2017. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/l13467.htm.

Brasil (2020). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Taxa de desocupação no trimestre (encerrado em dezembro de 2020): 13,9 %. Https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/30125-pnad-continua-taxa-de-desocupacao-e-de-13-9-e-taxa-de-subutilizacao-e-de-28-7-no-trimestre-encerrado-em-dezembro.

Campos, A. G. (2017). A atual reforma trabalhista: possibilidades, problemas e contradições. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea. https://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=31975&Itemid=424.

Campos, A. G. (2013). Setenta anos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) in Regulação do trabalho e instituições públicas / José Dari Krein ... [et al.] (orgs.). Editora Fundação Perseu Abramo. https://fpabramo.org.br/publicacoes/wp-content/uploads/sites/5/2017/05/Vol1Darialta-1_demanda.pdf

Cassar, Vólia Bomfim. (2018). Resumo de Direito do Trabalho. Método.

Costa, K.; A., Ivana C.; & Lupatini, M. P. (2020). A Reforma Trabalhista sob a perspectiva dos Direitos Humanos. Research, Society and Development, 9(7), e4279740588, https://www.researchgate.net/publication/341608390_A_reforma_trabalhista_sob_a_perspectiva_dos_direitos_humanos.

Estevan, A. G.; & Vartanian, P. R. (2019). Flexibilização da Legislação Trabalhista e duração das crises: uma análise de países selecionados. XV Jornada de Iniciação Científica e IX Mostra de Inovação Tecnológica. Universidade Presbiteriana Mackenzie. http://eventoscopq.mackenzie.br/index.php/jornada/xvjornada/paper/view/1517 .

Filgueiras, V. A. (2018). Promessas e realidade da Reforma Trabalhista no Brasil. Conj. & Planej. Salvador. 195, 96-99. http://publicacoes.sei.ba.gov.br/index.php/conjunturaeplanejamento/article/view/199.

Ibge. (2018). Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira: / IBGE, Coordenação de População e Indicadores Sociais. IBGE, 151 p. - (Estudos e pesquisas. Informação demográfica e socioeconômica. https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101629.pdf

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2019). Desemprego 2019. https://www.ibge.gov.br/busca.html?searchword=desemprego%202019&start=320

Leite, C. H. B (2018). Curso de Direito do Trabalho. (9a ed.), Saraiva.

Passos, S. da S.; & Lupatini, M. (2020). A contrarreforma trabalhista e a precarização das relações de trabalho no Brasil. R. Katál. Florianópolis, 23(1), 132-142. https://www.scielo.br/pdf/rk/v23n1/1982-0259-rk-23-01-132.pdf.

Pitteri, Sirlei; Feldmann, Paulo Roberto & Spina, Edison. (2016). Mercado de trabalho: as leis trabalhistas estão adequadas às empresas brasileiras? VI Simpósio Internacional SITRE. Trabalhos, relações de trabalho, educação e identidade. 30 de maio a 1º de junho 2016, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. https://www.researchgate.net/publication/307888706_MERCADO_DE_TRABALHO_As_leis_trabalhistas_estao_adequadas_as_empresas_brasileiras.

Pnad Contínua (s/d). https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/9171-pesquisa-nacional-por-amostra-de-domicilios-continua-mensal.html

Praça, Fabíola Silva Garcia. (2015). Metodologia da pesquisa científica: organização estrutural e os desafios para redigir o trabalho de conclusão. Revista Eletrônica “Diálogos Acadêmicos. 8(1), 72-87, http://uniesp.edu.br/sites/_biblioteca/revistas/20170627112856.pdf.

Silva, K. C. de O.; C., Mônica D. (2018). Desemprego, Informalidade e Precarização do Trabalho no Capitalismo Contemporâneo. VI Seminário CETROS, Crise e Mundo do Trabalho no Brasil, desafios para a classe trabalhadora. http://uece.br/eventos/viseminariocetros/anais/trabalhos_completos/425-51347-14072018-185256.doc.

Sitolino, L. S. & Cuba, J. V. (2019). A flexibilização como caminho para a diminuição do desemprego no Brasil. Toledo Prudente Centro Universitário. Encontro de Iniciação Científica. http://intertemas.toledoprudente.edu.br/index.php/ETIC/article/view/801.

Supremo Tribunal Federal. (2018). Ação Direta de Inconstitucionalidade 5930. https://portal.stf.jus.br/processos/detalhe.asp?incidente=5447065

Unicef. (1948). Declaração Universal dos Direitos Humanos. https://www.unicef.org/brazil/declaracao-universal-dos-direitos-humanos

Uol economia. (2021) Desemprego no Brasil pode passar de 14% no fim de 2020, aponta levantamento. Https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2020/06/15/desemprego-pode-passar-de-14-em 2020.htm#:~:text=na%20esteira%20da%20crise%20provocada,%25%2c%20segundo%2 0dados% 20do %20ibge. .

Viana, M. T. (2013) As novas formas de contratação e reorganização do capital e seus impactos sobre as instituições in Regulação do trabalho e instituições públicas/José Dari Krein ... (orgs.). Editora Fundação Perseu Abramo. https://fpabramo.org.br/publicacoes/wp-content/uploads/sites/5/2017/05/Vol1Darialta-1_demanda.pdf.

Published

24/04/2021

How to Cite

COSTA, K. N. R. da; DIAS, C. A.; SANTOS, C. M.; MOTA, R. C. . L. Formal job, informality and unemplyment in Brazil post Labor Reform (law 13467/2017). Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e59010414448, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14448. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14448. Acesso em: 7 may. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences