Impact of pesticides on food: A literature review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i6.14504

Keywords:

Pesticides; Food contamination; Waste; Grievances.; Pesticides; Food contamination; Waste; Grievances.

Abstract

Brazil is the largest consumer of pesticides in the world. The use of these pesticides alters the composition of flora and fauna, preserving food from the harmful effects of some living beings. However, its indiscriminate use can damage human health and the environment. The aim of the present study was to analyze the risks caused to man by the consumption of food with pesticide residues. It is an integrative literature review, with electronic searches in the Scielo (Scientific Electronic Library Online) and Virtual Library databases of original articles published in the last eight years. Regarding pesticides, the study found that, in addition to the diversity of those used in food production, many are handled incorrectly and in quantities above those allowed. The residues of these compounds are found in many foods of plant origin present on the table of the majority of the Brazilian population and can cause harmful effects, acute or chronic, depending on the type of pesticide and the time of exposure to it. There are several actions used to minimize the effects of pesticides, such as greater supervision in commercialization and handling and encouraging the consumption of organic products from family farming.

References

Aguiar, A. F. et al. (2019). Sistema de registro do agrotóxico no Brasil. Alomorfia, Presidente Prudente-SP, 3(1), 49-60.

ANVISA. (2016). Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos- PARA: relatório das análises de amostras monitoradas no período de 2013 a 2015. https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/agrotoxicos/programa-de-analise-de-residuos-em-alimentos/arquivos/3778json-file-1.

ANVISA. (2012) Agência Nacional de Vigilância Sanitária. http://portal.anvisa.gov.br/wps/content/anvisa+portal/anvisa/sala+de+imprensa/menu+-+noticias+anos/2012+noticias/seminario+volta+a+discutir+mercado+de+agrotoxicos+em+2012.

ANVISA. (2019). Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos- PARA: relatório das amostras analisadas no período de 2017-2018. https://www.gov.br/anvisa/pt-br/centraisdeconteudo/publicacoes/agrotoxicos/programa-de-analise-de-residuos-de-agrotoxicos-relatorio-2017-e-2018.pdf/view.

Braibante, M. E. F., & Zappe, J. A. (2012) A química dos agrotóxicos. Química Nova na Escola, 34(1), 10-15.

Brasil. (2002). Decreto n° 4.074, de 4 de janeiro de 2002. Regulamenta a Lei n° 7.802, de 11 de julho de 1989. Presidência da República, 2002. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/2002/D4074.htm#art98.

Brasil. (2019). Ministério do Meio Ambiente. Segurança Química. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente. http://www.mma.gov.br/seguranca-quimica/gestao-das-substancias/produtos-agrotoxicos.

Brasil. (2020). Convenção de Estocolmo. CETESB – Centro Regional. https://cetesb.sp.gov.br/centroregional/a-convencao.

Carneiro, F. F. et al. (2015). Dossiê ABRASCO: um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde. Rio de Janeiro: EPSJV; Expressão Popular.

Ciscato, C. H. P., & Gebara, A. B. (2017). Avaliação de resíduos de pesticidas na dieta brasileira, período de 2001 a 2010. Higiene Alimentar, 31, 274/275.

Dutra, L. S., & Ferreira, A. P. (2017). Associação entre malformações congênitas e a utilização de agrotóxicos em monoculturas no Paraná, Brasil. Saúde Debate, 41, 241-253.

Ferreira, V. B. et al. (2018). Estimativa de ingestão de agrotóxicos organofosforados pelo consumo de frutas e hortaliças. Cadernos Saúde Coletiva, 26(2), 216-221.

FIOCRUZ. (2016). Oficina online debate os impactos do uso de agrotóxicos no Brasil. Rio de Janeiro. http://portal.fiocruz.br/noticia/oficina-online-debate-os-impactos-do-uso-de-agrotoxicos-no-brasil.

Ismael, L. L. et al. (2015). Resíduos de agrotóxicos em alimentos: preocupação ambiental e de saúde para população paraibana. Revista Verde, 10(3), 24-29.

Lopes, C. V. A., & Albuquerque, G. S. C. (2018). Agrotóxicos e seus impactos na saúde humana e ambiental: uma revisão sistemática. Saúde Debate, 42(117), 518-534.

Meira, A. P. G., & Silva, M. V. (2019). Resíduos de agrotóxicos potencialmente contidos na dieta habitual de escolares. Segurança Alimentar e Nutricional, 26, 1-12.

Oliveira, T. G., Favareto, A. P. A., & Antunes, P. A. (2013). Agrotóxicos: Levantamento dos mais utilizados no Oeste Paulista e seus efeitos como Desreguladores Endócrinos. IX Fórum Ambiental da Alta Paulista. Saúde, Saneamento e Meio Ambiente. 9(11), 375-390.

Oliveira, N. P. et al. (2014). Malformações congênitas em municípios de grande utilização de agrotóxicos em Mato Grosso, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 19(10), 4123-4130.

ONU. (2018). Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura – Brasil. Mudanças na lei de agrotóxicos no Brasil violariam direitos humanos, afirmam relatores da ONU. Brasília, DF. https://brasil.un.org/pt-br/80507-mudancas-na-lei-de-agrotoxicos-no-brasil-violariam-direitos-humanos-afirmam-relatores-da-onu.

Pignati, W. A. et al. (2017). Distribuição espacial do uso de agrotóxicos no Brasil: uma ferramenta para a Vigilância em Saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 22(10), 3281-3293.

Rigotto, R. M., Vasconcelos, D. P., & Rocha, M. M. (2014). Uso de agrotóxicos no Brasil e problemas para a saúde pública. Caderno Saúde Pública, 30(7), 1-3.

Rumiato, A. C., & Monteiro, I. (2017). Contaminantes em alimentos e orientação nutricional: reflexão teórica. Revista de Salud Pública, 19(4), 574-577.

Santos, F. et al. (2014). Avaliação da inserção de alimentos orgânicos provenientes da agricultura familiar na alimentação escolar, em municípios dos territórios rurais do Rio Grande do Sul, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 19(5), 1429-1436.

Shinohara, N. K. S. et al. (2017). Insegurança alimentar no uso indiscriminado de agrotóxicos. Higiene Alimentar, 31, 266/267.

Silva, S. R. G., et al. (2011). Defeitos congênitos exposição a agrotóxicos no Vale do São Francisco. Rev. Brás. Ginecologia e Obstetrícia. 33(1), 20-26.

Silva, L. C. B. et al. (2018). Influência dos agrotóxicos na alimentação infantil. Revista Dissertar, 1(28 e 29), 23-32.

Siqueira, D. F. et al. (2013). Análise da exposição de trabalhadores rurais a agrotóxicos. Revista Brasileira em Promoção da

Published

03/06/2021

How to Cite

NOBLAT, A. K. de M. .; MELO, E. M. da S. .; SILVA , W. A. da .; SILVÉRIO, M. L. .; CORREIA, J. M. . Impact of pesticides on food: A literature review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 6, p. e36110614504, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i6.14504. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14504. Acesso em: 15 jun. 2021.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences