Environmental rural perception of students of elementary education in schools of the Municipality of Ijui-RS

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i6.15875

Keywords:

Perception; Environmental education; Ecological agriculture; Teaching.

Abstract

It’s understood that the knowledge and understanding of the students' perceptions regarding the environment in which they live and how they interact with it’s fundamental for guiding practices in environmental education. Thus, the objective of this research was to understand the environmental perception of students that attend schools located in rural environment as to the effect of the pesticide on the environment and its reflex on human health. The study was accomplished in two primary schools located in the municipality of Ijuí, Rio Grande do Sul, from March to July 2018, with the participation of 20 students per school. The research was descriptive, of a qualitative nature based on the students' narrative, through the accomplishment of a semi-structured interview, having the criteria of inclusion being son of a farmer and/or a resident in rural areas. Content analysis was integrated into the interpretation and, through text mining, the content was hierarchized using the IRaMuTeQ software. The analyzes in this study were: frequency distribution of words, frequency of words according to the factors: children of farmers; use of pesticides and gender; word cloud and similarity analysis. It was evidenced that the majority intends to migrate to the city in order to attend higher education and search alternative forms of work and income. The use of pesticides in properties and cases of intoxication were mentioned. In this way, it was verified that the perception of aspects that involve the environment differs in virtue of the reality of each individual, as well as between the evaluated series.

References

Altieri, M. (2012). Agroecologia: bases científicas para uma agricultura sustentável. 3 ed. Rio de Janeiro: AS/PTA.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. (2011). Cartilha Sobre Agrotóxico: Série Trilhas do Campo. http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/9e0b790048bc49b0a4f2af9a6e94f0d0/Cartilha.pd f?MOD=AJPERES

Brandalise, L. T. (2009). A percepção e o comportamento ambiental dos universitários em relação ao grau de educação ambiental. Gestão da Produção, 16(2), 273-285.

Brandemburg, A. (2010). Do rural tradicional ao rural socioambiental. Ambiente e Sociedade, 13(2), 417-428.

Brasil. (2013). Secretaria de Políticas para as Mulheres. Plano Nacional de Políticas para as Mulheres. Brasília: Secretaria de Políticas para as Mulheres, 2013. http://www.compromissoeatitude.org.br/wp-content/uploads/2012/08/SPM_PNPM_2013.pdf

Brumer, A., & Spanevello, R. M. (2008). Jovens agricultores da Região Sul do Brasil. Porto Alegre e Chapecó: UFRGS e FetrafSul/CUT. Relatório de Pesquisa.

Caramello, G. W. (2012). Aspectos da complexidade: contribuições da Física para compreensão do tema ambiental. 2012. 250 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências) – Programa de Pós-Graduação do Instituto de Física e da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo.

Carneiro, M. J., & Castro, E. G. (2007). (orgs.). Juventude rural em perspectiva. Rio de Janeiro: Mauad X.

Carneiro, F. F., Rigotto, R. M., Augusto, L. G. S., Friedrich, K., & Búrigo, A. C. (2015). Dossiê ABRASCO: Um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde. Rio de Janeiro: EPSJV; São Paulo: Expressão Popular.

Chartier, J. F., & Meunier, J. G. (2011). Text mining methods for social representation analysis in Large Corpora. Papers on Social Representations, 20(37), 1-47, 2011.

Cristofoli, L. (2012). Mineração de Textos Baseada em Algoritmos Imunológicos. Caxias do Sul: [s.l.: s.n.].

Cruz, B. A. (2014). Perfil nutricional de trabalhadores rurais de grandes áreas de uma produção agrícola da cidade de Unaí¬MG. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Faculdade de Ciências da Educação e Saúde) - Centro Universitário de Brasília – Uniceub¬, Brasília.

Dalcin, D., & Troian, A. (2009). Jovem no meio rural a dicotomia entre sair e permanecer: um estudo de caso. In: Seminário Nacional Sociologia & Política, 1, 2009, Curitiba. Anais eletrônicos... Curitiba: Sociedade e Política em tempos de Incerteza. http://www.humanas.ufpr.br/site/evento/SociologiaPolitica/GTs-ONLINE/GT7%20online/jovem-meio-rural-DioneiaDalcin.pdf

Espíndola, E. A. (2011). Análise da percepção de risco do uso de agrotóxicos em áreas rurais: um estudo junto aos agricultores no município de Bom Repouso (MG). 2011. 155 f. Tese (Doutorado em Ciências da Engenharia Ambiental) - Universidade de São Paulo, São Carlos. http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-09062011-152841/pt-br.php

Feix, R. D., & Leusin Júnior, S. (2015). Painel do agronegócio no Rio Grande do Sul - 2015. Painel do Agronegócio no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: FEE. p. 1-44.

Fernandes, R. S., & Pelissari, V. B. (2003). Como os jovens percebem as questões ambientais. Revista Aprender, 13(4), 10-15. [s.l.].

Figueiredo, J. B. A. (2007). Educação ambiental dialógica: as contribuições de Paulo Freire e a cultura sertaneja nordestina. Fortaleza: Edições UFC. 392 p.

Freire, N. (2010). Ações governamentais para os direitos das mulheres. In: Direitos humanos como direitos de todos, sem exceção. Ribeiro, M. (Org.). São Paulo: editora Fundação Perseu Abramo.

Gomes, P. R., & Malheiros, T. F. (2012). Proposta de Análise de Indicadores Ambientais para Apoio na Discussão da Sustentabilidade. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, 8(2), 151-169.

Hirata, H. (2010). Novas configurações da divisão sexual do trabalho. Revista Tecnologia e Sociedade, 6(11), 1-7.

Ibama. (2016). Boletins anuais de produção, importação, exportação e vendas de agrotóxicos no Brasil. Brasília. http://www.ibama.gov.br/phocadownload/qualidade_ambiental/relatorios/2014/os_dez_ias_ve ndidos_2014.xls

Klemann, M., Reategui, E., & Rapkiewicz, C. (2011). Análise de Ferramentas de Mineração de Textos para Apoio à Produção Textual. Aracaju: [s.n.].

Koche, J. C. (2011). Fundamentos de metodologia científica. Petrópolis: Vozes.

Lahlou, S. (2012). Text mining methods: An answer to Chartier and Meunier. Papers on Social Representations, 20(38), 1-7. http://eprints.lse.ac.uk/46728/1/Text%20mining%20methods(lsero).pdf

Leccadi, C. (2010). La juventude, el cambio social y la família: de una cultura “de protección” a una cultura “de negociación”. In: MÍNGUEZ, A. M. (Coord.). Juventud Y FAMILIA DESDE UMA PERSPECTIVA comparada europea. Revista de Estudos de Juventud, 10(90), 33-42.

Lellis, M. H. M., Bufalo, F. S., Oliveira, M. A. F. M., & Mura, G. R. (2016). Agrotóxicos na Produção de Alimentos: Consequências e Alternativas. Jornal Biosferas.

Londres, F. (2011). Agrotóxicos no Brasil: um guia para ação em defesa da vida. AS-PTA – Assessoria e Serviços a Projetos em Agricultura Alternativa: Rio de Janeiro.

Lovatto, P. B., Etges, V. E., & Karnopp, E. (2008). A natureza na percepção dos agricultores familiares do município de Santa Cruz do Sul, RS, Brasil: algumas perspectivas para o Desenvolvimento Regional Sustentável. REDES, 13(1), 225-249. http://online.unisc.br/seer/index.php/redes/article/view/321/1487

Lucena, M. M. A. (2010). Percepção ambiental por uma comunidade rural do entorno de uma reserva particular do patrimônio natural (RPPN), semiárido brasileiro. 2010. 71 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. ftp://ufrn.br/pub/biblioteca/ext/bdtd/MycarlaMAL_DISSERT.pdf

Marchand, P., & Ratinaud, P. (2012). L'analyse de similitude appliqueé aux corpus textueles: les primaires socialistes pour l'election présidentielle française. 2012. In: Actes des 11eme Journées internationales d'Analyse statistique des Données Textuelles. JADT, p. 687-699. Liège, Belgique. from http://lexicometrica.univparis3.fr/jadt/jadt2012/Communications/Marchand,%20Pascal%20et%20al.%20%20L%27analyse%20de%20similitude%20appliquee%20aux%20corpus%20textuels.pdf

Oliveira, M. F., Mendes, L., & Vasconcelos, A. C. V. H. (2021). Desafios àpermanência do jovem no meio rural: um estudo de casos em Piracicaba-SP e Uberlândia-MG. Revista de Economia e Sociologia Rural, 59(2), e222727.

Pereira Junior, A., Campos, R. A. S. (2018). Análise comparativa das práticas ambientais utilizadas no ensino da educação ambientalem escolas públicas. Revista Brasileira de Educação Ambiental, 13(1), 364-386.

Rebelo, R. M., & Caldas, E. D. (2014). Avaliação de risco ambiental de ambientes aquáticos afetados pelo uso de agrotóxicos. Química Nova, 37, 1199-1208.

Silva, M. R. (2019). Gênero, desigualdades e agricultura: a mulher na atividade agrícola familiar. Brazilian Journal of Development, 5(3), 2095-2105.

Silva, J. C., Zini, L. B., & Garibotti, V. (2016). Resíduos de Agrotóxicos na Água para Consumo Humano no Rio Grande do Sul. Boletim Epidemiológico do Centro Estadual de Vigilância em Saúde do Rio Grande do Sul, 18(1-2).

Teixeira, J. C. (2005). Modernização da agricultura no brasil: impactos econômicos, sociais e ambientais. Revista Eletrônica da Associação dos Geógrafos Brasileiros, 2(2), 21-42.

Tilden, F. (1967). Interpreting our Heritage.[S.I.] University of North Carolina Press.

Vasco, A. P., & Zakrzevski, S. B. B. (2010). O estado da arte das pesquisas sobre percepção ambiental no Brasil. Perspectiva, 34(125), 17-28.

Veiga, M. M., Silva, D. M., Veiga, L. B. E., & Faria, M. V. C. (2006). Análise da contaminação dos sistemas hídricos por agrotóxicos numa pequena comunidade rural do Sudeste do Brasil. Cadernos de Saúde Pública, 22(11), p. 2391-2399.

Veiga, M. M. (2007). Agrotóxicos: eficiência econômica e injustiça socioambiental. Ciência e Saúde Coletiva, 12(1), 145-152.

Warmling, D. (2013). O discurso da agroecologia para a promoção da saúde: uma perspectiva construcionista social. Saúde & Transformação Social / Health & Social Change, 4(4), 1-2.

Wommer, D. H., & Cassol, C. V. (2014). A participação Feminina na Gestão da Propriedade Rural: cuidado que qualifica e humaniza. In: COTRIN, Décio (Org). Desenvolvimento rural e agricultura familiar. v. 3. Porto Alegre: Emater/RS-Ascar, p. 469-493. E-book. http://www.emater.tche.br/site/arquivos_pdf/teses/E_Book3.pdf

Zini, L. B. (2016). Contaminação de agrotóxicos na água para consumo humano no RS: avaliação de riscos, desenvolvimento e validação de método empregando SPE e LC-MS/MS. 2016. 133 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Published

30/05/2021

How to Cite

COUTINHO, L. C.; SCHOFFEL, A. .; CAMERA, J. N.; GOLLE, D. P.; BROCH, J. L.; FIGUEIRÓ, M. F.; KOEFENDER, J. Environmental rural perception of students of elementary education in schools of the Municipality of Ijui-RS. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 6, p. e27610615875, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i6.15875. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/15875. Acesso em: 20 jun. 2021.

Issue

Section

Education Sciences