Degree of knowledge about potentially malignant lesions and oral cancer and self-perceived quality of life in the elderly

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.18299

Keywords:

Wounds and injuries; Oral neoplasms; Geriatric dentistry; Quality of life; Self exam.

Abstract

Objectives: To verify the knowledge about potentially malignant lesions, to evaluate the oral health condition regarding the presence of potentially malignant lesions and to evaluate the quality of life. Methods: Cross-sectional study with a sample of 108 elderly people, with the application of questionnaires about the knowledge of potentially malignant lesions, mouth cancer, self-examination, quality of life and clinical examination. Results: Of the elderly, 3.7% knew what oral cancer is and 38.9% heard / read about potentially malignant lesions. Injuries were detected in 1.8% of the elderly. There were no significant differences in the GOHAI index. Correlating the presence of these injuries to the knowledge, of the individuals without injuries, 46.2% know what oral cancer is, those who presented injuries denied knowing the subject. In addition, 100% of the sample declared to have knowledge that alcohol/tobacco is related to oral cancer and 88,7% of the group of individuals who did not have potentially malignant lesions also agreed with this statement. Conclusion: There was a low level of knowledge and prevalence of potentially malignant oral lesions. Quality of life did not influence the presence or absence of injuries. Of the elderly people surveyed who had lesions, none could say what oral cancer is and 50% of those who did not have oral lesions demonstrated understanding about these disorders. Thus, the development of greater actions for the promotion and prevention of geriatric oral health, linked to clarifications regarding potentially malignant lesions and oral cancer, are remarkably essential.

References

Bomfim, I. P. R., Soares, D. G., Tavares, G. R., Santos, R. C., Araujo, T. P., & Padilha, W. W. N. (2008). Prevalência de lesões de mucosa bucal em pacientes portadores de prótese dentária. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada, 8 (1), 117-121.

Braz, I. F. L., Gomes, R. A. D., Azevedo, M. S. D., Alves, F. D. C. M., Seabra, D. S., Lima, F. P., & Pereira, J. D. S. (2018). Análise da percepção do câncer por idosos. Einstein (São Paulo), 16 (2), 1-7.

Carvalho, C., Manso, A. C., Escoval, A., Salvado, F., & Nunes, C. (2016). Autopercepção da saúde bucal em idosos de uma população urbana em Lisboa, Portugal. Revista de Saúde Pública, 50, 53.

Casotti, E., Monteiro, A. B. F., Castro Filho, E. L. D., & Santos, M. P. D. (2016). Organização dos serviços públicos de saúde bucal para diagnóstico precoce de desordens com potencial de malignização do estado do Rio de Janeiro, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 21, 1573-1582.

Cavalcante, A. B. P., de Abrantes, J. G. S., de Sousa, J. N. L., & Barroso, K. M. A. (2016). Estudo de prevalência de lesões orais malignas ou com potencial de malignização, como estratégia de prevenção do câncer oral: uma revisão de literatura. Revista Saúde & Ciência Online, 5 (2), 111-127.

Contador, J. L., & Senne, E. L. F. (2016). Testes não paramétricos para pequenas amostras de variáveis não categorizadas: um estudo. Gestão & Produção, 23, 588-599.

De Freitas, C. J. R., Fernandes, M. Â. F., Santos, B. R. M., & de Souza Rosendo, T. M. S. (2020). Abordagem dos cirurgiões-dentistas da Estratégia Saúde da Família sobre o câncer bucal. Revista da Faculdade de Odontologia-UPF, 25 (2), 198-205.

De Souza Torres, S. V., Sbegue, A., & Costa, S. C. B. (2016). A importância do diagnóstico precoce de câncer bucal em idosos. Rev Soc Bras Clin Med, 14 (1), 57-62.

Freire, J. C. P., Nóbrega, M. T. C., Freire, S. C. P., & Ribeiro, E. D. (2017). Incidência de neoplasias malignas orais nas regiões brasileiras. Revista Família, Ciclos de Vida e Saúde no Contexto Social, 5, 141-145.

Furtado, L. S. F. A., Sales, J. L. A. M., Fontes, N. M., de Medeiros Batista, M. I. H., Carvalho, A. A. T., & Paulino, M. R. (2019). Câncer bucal, desordens potencialmente malignas e prevenção: uma revisão integrativa. Revista Família, Ciclos de Vida e Saúde no Contexto Social, 7 (4), 479-490.

Haikal, D. S. A., Paula, A. M. B. D., Martins, A. M. E. D. B. L., Moreira, A. N., & Ferreira, E. F. (2011). Autopercepção da saúde bucal e impacto na qualidade de vida do idoso: uma abordagem quanti-qualitativa. Ciência & Saúde Coletiva, 16, 3317-3329.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE) Projeção do Brasil por sexo e idade: 2000-2060. http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/projecao_da_populacao/2013/

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE) Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira 2013. https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101629.pdf

INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER (INCA) Tipos de câncer 2021. https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-boca

INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER (INCA) Estimativas 2020 Neoplasia maligna da cavidade oral (taxas ajustadas). https://www.inca.gov.br/estimativa/taxas-ajustadas/neoplasia-maligna-da-cavidade-oral

Kignel, S. (2013). Estomatologia: bases do diagnóstico para o clínico geral. Santos.

Lopes, M. D. M., Castelo Branco, V. T. F., & Soares, J. B. (2013). Utilização dos testes estatísticos de Kolmogorov-Smirnov e Shapiro-Wilk para verificação da normalidade para materiais de pavimentação. Repositório institucional UFC.

Eleutério Barros Lima Martins, A. M., Silva Souza, J. G., Santos-Neto, P. E., Barbosa Eleutério, N., Sant’Ana Haikal, D., Fagundes Silveira. M., Batista Paula, A. M., Sena Guimarães, A. L., Ferreira, R. C., & Almeida Pordeus, I. (2020). Prevenção do câncer de boca: acesso a informações e comportamento entre idosos de Montes Claros – MG. Revista Unimontes Científica, 14 (1), 141–153.

Martins, R. B., Giovani, É. M., & Villalba, H. (2008). Lesões cancerizáveis na cavidade bucal. Rev Inst Ciênc Saúde, 26 (4), 467-76.

Miranda, A. M. O., Ferrari, T. M., & Calandro, T. L. L. (2011). Queilite Actínica: Aspectos clínicos e prevalência encontrados em uma população rural do interior do Brasil. Saúde e Pesquisa, 4 (1), 67-72.

Miranda, G. M. D., Mendes, A. D. C. G., & Silva, A. L. A. D. (2016). O envelhecimento populacional brasileiro: desafios e consequências sociais atuais e futuras. Revista brasileira de geriatria e gerontologia, 19, 507-519.

Moreira, M. E. D. C. C., & de Moraes, M. S. (2017). Autopercepção da saúde bucal e ciência dos fatores de risco para câncer oral em idosos. Arquivos de Ciências da Saúde, 24 (3), 14-18.

Morger, R., Ramseier, C. A., Rees, T. D., Bürgin, W. B., & Bornstein, M. M. (2010). Oral mucosal findings related to tobacco use and alcohol consumption: a study on Swiss army recruits involving self-reported and clinical data. Oral health & preventive dentistry, 8 (2), 143-151.

Neto, B. C. B., Santos, J. L. A., Miranda, S. S., & de Souza Santos, L. P. (2017). Distribuição, características clínicas e epidemiológicas do câncer bucal no estado da Bahia, 2010-2015. Revista Textura, 10 (19), 138-144.

Noro, L. R. A., Landim, J. R., Martins, M. C. D. A., & Lima, Y. C. P. (2017). O desafio da abordagem do câncer de boca na atenção primária em saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 22 (5), 1579-1587.

De Oliveira, R. F. R., Ferreira, R. C., da Silva Santos, R. M., Marques, A. P. S. F., Rodrigues, C. A. Q., Nascimento, J. E., ... & de Barros Lima, A. M. E. (2012). Idosos: uso dos serviços odontológicos, comportamentos relacionados à saúde e condições subjetivas de saúde.

Revista Unimontes Científica, 14 (1), 202-218.

Peralta, M. M., de Lourdes Caldana, M., da Silva Bastos, R., de Magalhães Bastos, J. R., & Honório, H. M. (2017). Neoplasias bucais em indivíduos idosos no Brasil: Revisão integrativa. Revista Rede de Cuidados em Saúde, 10 (1).

Silva, M. A., Souza, J. R., Oliveira, M. G., & Rocha, D. A. P. (2018). Câncer de boca: ação educativa centrada na capacitação para o autoexame. Revista Ciência em Extensão, 14 (1), 116-124.

Souza e Castro, P. A. (2012). Tamanho de amostra e poder para três testes não-paramétricos. Repositório digital UFRGS.

Speight, P. M., Khurram, S. A., & Kujan, O. (2018). Oral potentially malignant disorders: risk of progression to malignancy. Oral surgery, oral medicine, oral pathology and oral radiology, 125 (6), 612-627.

Vieira, S. (2004). Bioestatística: Tópicos Avançados. Elsevier.

Vieira, A. O. A. (2013). Prevalência de lesões cancerizáveis na mucosa bucal de pacientes portadores de alcoolismo crônico. Relatório de pesquisa UFAM.

Published

01/08/2021

How to Cite

SICSU, S. M. F.; COSTA, D. R. C. da; SICSU, S. M. F. .; DOMINGUES, J. E. G. .; BRASIL, G. R. L. .; CONDE, N. C. de O. . Degree of knowledge about potentially malignant lesions and oral cancer and self-perceived quality of life in the elderly . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e51110918299, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.18299. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18299. Acesso em: 26 sep. 2021.

Issue

Section

Health Sciences