Ludic strategy as a mediator of education in genetics in a public school

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.20939

Keywords:

Educational tool; Game; High school; Playfulness.

Abstract

The present work aimed to evaluate the contributions of a game called "pedagogical trail" associated with the expository class, as a teaching tool in genetics, in high school. the work was divided into two stages: application of theoretical classes and playful strategy “pedagogical trail”. before and after the application of the lecture and the playful strategy, a pre-test and a post-test were applied, respectively. for the execution of the ludic strategy, the students were divided into 2 groups, each group selected a member responsible for the team, the same one rolled the dice and obtained a number, after the dice was cast, selected a question contained in the box at random about the content taught in class, if the team got the answer right, the group advanced the number of houses obtained. there was an increase in the percentage of correct answers, going from 22% in the pre-test to 87% in the post-test. the playful strategy carried out after the theoretical class contributed to the construction of knowledge of students in the 2nd year of high school, related to genetics subjects.

References

Antunes, A. M., Morais, C. M. O., Silva, E. F., Dutra, M. F., & Sabóia-Morais, S. M. T. (2009). Utilização de metodologias lúdicas no ensino de biologia: estudo do valor educativo de jogos em escola urbana e rural. Anais do III Encontro Estadual De Didática E Práticas De Ensino. UFG.

Baldaquim, M. J., Proença, A. O., Santos, M. C. G., Figueiredo, M. C. & Silveira, M. P. (2018). A experimentação investigativa no ensino de química: construindo uma torre de líquidos. ACTIO: Docência em Ciências, 3(1),19-23. ttp://dx.doi.org/10.3895/actio.v3n1.6835

Behrens, M. A., & Zem, R A. M. S. (2007). Metodologias de projeto. O processo de aprender a aprender. Anais do Algumas Vias Para Entretecer. O Pensar E O Agir. SENAR-PR.

Brasil (2013). Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Secretaria de Educação Básica, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão, Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, Conselho Nacional da Educação, Câmara Nacional de Educação Básica. http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=13448-diretrizes-curiculares-nacionais-2013-pdf&Itemid=30192

Costa, F. R. S., Camargo, S. & Silva, C. S. (2018). A mobilização de saberes a partir do uso de diferentes materiais didáticos no contexto do PIBID. ACTIO, Docência em Ciências. 3(1), 91-114, http://dx.doi.org/10.3895/actio.v3n1.6864

Falkembach, E. M. F. (2007). MST "escola da vida" em movimento. Cad. CEDES, 27(72), 137-156, https://doi.org/10.1590/S0101-32622007000200003

Freschi, E. M., & Freschi, M. (2013). Relações Interpessoais: A Construção Do Espaço Artesanal No Ambiente Escolar. Revista de Educação da IDEAU, 8(18), 1-12. https://www.ideau.com.br/getulio/restrito/upload/revistasartigos/2007.pdf

Köche, J. C. (2011). Fundamentos de metodologia científica: teoria da ciência e iniciação à pesquisa. Petrópolis: Vozes. http://www.adm.ufrpe.br/sites/ww4.deinfo.ufrpe.br/files/Fundamentos_de_Metodologia_Cienti%CC%81fica.pdf

Krawczyk, N. (2011). Reflexão Sobre Alguns Desafios Do Ensino Médio No Brasil Hoje. Cadernos De Pesquisa, 41(144), 752-769. https://doi.org/10.1590/S0100-15742011000300006

Lima, J. F. de, Amorim, T. V., & Luz, P. S. da. (2018). Aulas práticas para o ensino de biologia: contribuições e limitações no ensino médio. Revista De Ensino De Biologia Da SBEnBio, 11(1), 36-54. https://doi.org/10.46667/renbio.v11i1.107

Loureiro Jorge, V., Guedes, A. G. Fontoura, M. T. S. & Pereira, R. M. M. (2009) Biologia Limitada: Um Jogo Interativo Para Alunos Do Terceiro Ano Do Ensino Médio. Anais do VII Encontro Nacional De Pesquisa Em Educação E Ciências. UFSC.

Mascarenhas, M. J. O., Silva, V. S. C., Martins, P. R. P., Fraga, E. C. & Barros, M. C. (2016). Estratégias Metodológicas Para o Ensino de Genética em Escola Pública. Pesquisa em Foco, 21(2), 05-24. https://doi.org/10.18817/pef.v21i2.1216

Pereira, R. J. B. Azevedo, M. M. R., Sousa, E. T. F. & Hager, A. X. (2020) Método tradicional e estratégias lúdicas no ensino de Biologia para alunos de escola rural do município de Santarém-PA. Experiências em Ensino de Ciências, 15(2), 106-123. https://fisica.ufmt.br/eenciojs/index.php/eenci/article/view/717

Pereira, R. J. B., Aguiar, A. S., Sousa, E. T. F., Hager, A. X.& Azevedo, M. M. R. (2018) Avaliação de Três Metodologias de Ensino em Biologia na Modalidade EJA em Escolas do Município de Santarém-Pa. Revista Eletrônica de Educação da Faculdade Araguaia, 13(2), 1-10. https://www.fara.edu.br/sipe/index.php/REVISTAUNIARAGUAIA/article/view/660

Ramos, E S.,Santos, F. A. C. & Laburú, C. E. (2017). Uso da Ludicidade Como Ferramenta Para o Ensino de Química Orgânica: o que pensam os alunos. ACTIO: Docência em Ciências. 2(1), 119-136. http://dx.doi.org/10.3895/actio.v2n2.6810

Rodrigues, A. F., Carretta, A. S. J., & Gentil, V. K. (2021). O lúdico como estratégia do processo de ensino-aprendizagem. Brazilian Journal of Development. 7(1), 82-87.

Santos, W. H. L., Del Pino, J. C., Sá-Silva, J. R. & Pinheiro, R. S. (2016). A Ideia Do Lúdico Como Opção Metodológica No Ensino De Ciências E Biologia: O Que Dizem Os Tcc Dos Egressos Do Curso De Ciências Biológicas Licenciatura Da Universidade Federal Do Rio Grande Do Sul? Pesquisa em Foco, 21(2), 176-194. https://doi.org/10.18817/pef.v21i2.1226

Santos, S. M. P & Cruz, D. R. M. (1997). O lúdico na formação do educador: na formação do educador: atividades lúdicas. Vozes.

Santos, S. M. P. (2014). O lúdico na formação do educador (9a ed.). Vozes.

Setúval, F. R. & Bejarano, N. R. R. (2009). Os Modelos Didáticos Com Conteúdos De Genética E A Sua Importância Na Formação Inicial De Professores Para O Ensino De Ciências E Biologia, Anais do VII Encontro Nacional De Pesquisa Em Educação E Ciências. UFSC.

Scheid, N. M. J. & Ferrari, N. (2006). A história da ciência como aliada no ensino de genética. Sociedade Brasileira de Genética, 1(1), 17-18. http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/fevereiro2013/ciencias_artigos/historia_ciencia_genetica.pdf

Schneider, E. M., Justina, L. A. D., Andrade, M. A. B. S., Oliveira, T. B., Caldeira, A. M. A. & Meglhioratti, F. A. (2011). Conceitos de gene: construção histórico-epistemológica e percepções de professores do Ensino Superior. Investigações em Ensino de Ciências, 16(2), 201-222. https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/227

Sossela, G. S. & Crocetti, S. (2013). Jogos Como Facilitadores Do Ensino De Biologia. Cadernos PDE. 1, 1-14. http://www.diaadiaeduc acao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2013/2013_utfpr_bio_artigo_glauciane_da_silva_sossela.pdf

Published

11/10/2021

How to Cite

SOUSA, E. T. F. .; AZEVEDO, M. M. R. .; HAGER, A. X. .; BRITO, A. E. de O. .; SILVA, L. P. da .; PEREIRA, . R. J. B. .; GÓES, A. K. .; BRESSAN, C. R. .; LIMA, J. S. de; PEREIRA, K. P. . Ludic strategy as a mediator of education in genetics in a public school. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e261101320939, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.20939. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/20939. Acesso em: 8 dec. 2021.

Issue

Section

Education Sciences