Home confinement, quality of life and academic performance of psychology students throughout the new coronavirus pandemic

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21013

Keywords:

Quality of life; Students; Psychology course; Pandemic; Social isolation.

Abstract

COVID-19 is a contagious disease, of immeasurable proportions, caused by SARS-CoV-2 (new coronavirus). Due to this scenario, we are facing a great challenge, for which we still don't have all the answers. This study aimed to investigate the influence of the pandemic on quality of life and its relationship with the permanence of students enrolled in the Psychology course at campus AC Simões, Federal University of Alagoas. This is a quantitative research, obtained with the application of the Likert-type scale instrument added by a situational and sociodemographic inventory and the assessment of quality of life through the WHOQOL-bref tool. Based on the research results, it was possible to reflect a feeling of being more or less covered by the various consequences on quality of life and the significant impacts in this process, especially in the way we will live and work. Dialogue on care practices and new procedures for the functioning of classes, learning and administrative components will be endowed with virtuality in place of face-to-face support. The results suggest that the pandemic situation can be considered a determinant that affects different dimensions of students' lives and, in view of such changes, digital transformations will come to play a leading role in life inside and outside universities.

References

Agamben, G. et al. (2020) Sopa de Wuhan. Barcelona: ASPO. https://www3.unicentro.br/defil/wp-content/uploads/sites/67/2020/05/Sopa-de-Wuhan-ASPO.pdf.

Alagoas. (2020a) Decreto nº 69.705 de 24 de abril de 2020. Estabelece medidas de contingenciamento e racionalização de gastos no âmbito do estado de alagoas, e dá outras providências. Maceió: Procuradoria Geral do Estado de Alagoas. http://www.procuradoria.al.gov.br/legislacao/boletim-informativo/legislacao-estadual/DOEAL-25_04_2020-COMPLETO.pdf/view?searchterm.

Alagoas. (2020b) Decreto nº 69.531, de 19 de março de 2020. Dispõe sobre a criação do comitê de gerenciamento de impactos econômicos da crise do COVID – 19 (Coronavírus), e dá outras providências. Maceió: Procuradoria Geral do Estado de Alagoas.: http://www.procuradoria.al.gov.br/legislacao/boletim-informativo/legislacao-estadual/DECRETO%20N-a6%2069.531-%20DE%2019%20DE%20MAR-cO%20DE%202020%20.pdf/view?searchterm.

Alagoas. (2021a) Decreto nº 73.608 de 11 de março de 2021. Altera o Decreto Estadual nº 20.747, de 26 de junho de 2012, que dispõe sobre o regime de tributação favorecida do ICMS para operações realizadas por estabelecimento comercial atacadista, e dá outras providências. Maceió: Poder Executivo. https://www.imprensaoficial.al.gov.br/storage/files/diary/2021/03/DOEAL-2021-03-16-SUPLEMENTO-D2wAoI6qv1XXT4Rkdu5Ao-1yxX1Uki4g6uV-W50f2SSk6fJmkXc6S.pdf.

Alagoas. (2021b) Secretaria de Estado da Saúde. Painel Covid-19 em Alagoas. Maceió: SESAU. https://dados.al.gov.br/catalogo/dataset/painel-covid-19-em-alagoas.

Alagoas. (2021c). Secretaria de Estado da Saúde. Informe Epidemiológico - Monitoramento da Emergência - COVID-19. Maceió: SESAU. http://www.alagoascontraocoronavirus.al.gov.br/.

Almeida, M., Gutierrez, L. & Marques, R. (2009) Qualidade de Vida como objeto de estudo polissêmico: contribuições da Educação Física e do Esporte. In: Revista Brasileira de Qualidade de Vida, v. 1, n. 01, p.15-22, jan./jun.

Alves, L. (2011) Educação à distância: conceitos e história no Brasil e no mundo. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v.10, p. 83-91. https://doi.org/10.17143/rbaad.v10i0.235.

Artes, A. & Unbehaum, S. (2021) As marcas de cor/raça no ensino médio e seus efeitos na educação superior brasileira. Educação e Pesquisa, v. 47, p. 01-23. https://doi.org/10.1590/S1678-4634202147228335.

Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior - ANDIFES. (2019) V Pesquisa nacional de perfil socioeconômico e cultural dos (as) graduandos (as) das IFES. Uberlândia: ANDIFES. https://cristianoalvarenga.com/wp-content/uploads/2019/05/V-Perfil-dos-Estudantes_compressed.pdf.

Badin, A. M. A., Pedersetti, S. & Silva, M. B. (2020) Educação básica em tempos de pandemia: tentativas para minimizar o impacto do distanciamento e manter o vínculo entre os alunos, as famílias e a escola. In: Palú, J., Schütz, J. A.& Mayer, L. (org.). Desafios da educação em tempos de pandemia. Rio Grande do Sul: Cruz Alta, p. 123-138.

Brasil. (2021) Ministério da Saúde (MS). Vacinação. Brasília (DF). https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#o-que-e-covid.

Brasil. (2020a) Senado Federal. Corte de verbas da ciência prejudica reação à pandemia e desenvolvimento do país. Brasília (DF). https://www12.senado.leg.br/noticias/infomaterias/2020/09/corte-de-verbas-da-ciencia-prejudica-reacao-a-pandemia-e-desenvolvimento-do-pais.

Brasil. (2020b) Ministério da Educação (MEC). Parecer CNE/CP Nº 9/2020. Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de [...]. Brasília (DF). Parecer homologado.

Brasil. (2020c) Ministério da Educação (MEC). Portaria Nº 343, de 17 de março de 2020. Brasília: Ministério da Educação.

Brasil. (2020d) Senado Federal. Desigualdade e abusos na pandemia impulsionam cobranças por Direitos Humanos. Brasília (DF). https://www12.senado.leg.br/noticias/infomaterias/2020/08/desigualdade-e-abusos-na-pandemia-impulsionam-cobrancas-por-direitos-humanos.

Brasil. (2019) Ministério da Educação (MEC). Parecer CNE/CES nº 1.071, de 4 de dezembro de 2019. http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=139201-pces1071-19&category_slug=dezembro-2019-pdf&Itemid=30192.

Brasil. (2018) Ministério da Educação (MEC). Edital Nº 40, 19 de junho de 2018. Brasília: Ministério da Educação.

Brasil. (2016) Ministério da Saúde (MS). Resolução nº 510, de 7 de abril de 2016, do Conselho Nacional de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde.

Brasil. (2012) Ministério da Saúde. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012, do Conselho Nacional de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde.

Brasil. (1988) Constituição da República Federativa do Brasil. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Brasília. https://www.senado.leg.br/atividade/const/con1988/CON1988_05.10.1988/CON1988.pdf.

Buss, P. M. et al. (2020) Promoção da saúde e qualidade de vida: uma perspectiva histórica ao longo dos últimos 40 anos (1980-2020). Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, n. 12, p. 4723-4735, dez.

Campos, A. S., Leite, E. S. & Stoppiglia, L. F. (2021) Estresse e enfrentamento religioso/espiritual entre os estudantes de psicologia. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, v. 7, n. 2, p. 14.

Collado, C. F., Lucio, M. P. B. & Sampieri, R. H. (2013) Metodologia de pesquisa. Porto Alegre: Penso.

Conselho Federal de Psicologia – CFP; Associação Brasileira de Ensino de Psicologia. (2020). Práticas e estágios remotos em Psicologia no contexto da pandemia da Covid-19: recomendações. https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2020/08/Caderno-de-orientac%CC%A7o%CC%83es-formac%CC%A7a%CC%83o-e-esta%CC%81gios_FINAL2_com_ISBN_FC.pdf.

Costa, A. B. & Nardi, H. C. (2013) Diversidade sexual e avaliação psicológica: os direitos humanos em questão. Psicologia: ciência e profissão, Brasília, v. 33, num. esp., p. 124-137.

Cotta, R. M. M. et al. (2007) Pobreza, injustiça, e desigualdade social: repensando a formação de profissionais de saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, Rio de Janeiro, v. 31, n. 3, p. 278-286.

Delle Fave, A. et al. (2016) Lay definitions of happiness across nations: the primacy of inner harmony and relational connectedness. Frontiers in Psychology, 7. doi: 10.3389/fpsyg.2016.00030.

Delle Fave, A. et al. (2013) Perceived meaning and goals in adulthood: their roots and relation with happiness. In: Waterman, A. (ed.). The best within us: positive Psychology perspectives on eudaimonia. Washington, DC: American Psychological Association. p. 227-248.

Delle Fave, A. et al. (2011) The eudaimonic and hedonic components of happiness: qualitative and quantitative findings. Social Indicators Research, n. 100, p. 185-207. 2011.

Duque, J. C., Brondani, J. T. & Luna, S. P. L. (2005) Estresse e pós-graduação em Medicina Veterinária. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 2, n. 3, p.134-148.

Evans, T. M. et al. (2018) Evidence for a mental health crisis in graduate education. Nature Biotechnol, v. 36, n. 3, p.282-284, mar.

Faro, A. (2013) Estresse e estressores na pós-graduação: estudo com mestrandos e doutorandos no Brasil. Psic Teor Pesq., v. 29, n. 1, p. 51-60.

Fernandes, L. S., Calado, C. & Araujo, C. A. S. (2018) Redes sociais e práticas em saúde: influência de uma comunidade online de diabetes na adesão ao tratamento. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 23, n. 10, p. 3357-3368, out.

Fleck, M. P. A., Chachamovich, E. & Trentini, C. M. (2003) Projeto WHOQOL-OLD: método e resultados de grupos focais no Brasil. Rev Saúde Pública, Rio Grande do Sul, v. 37, n. 6, p. 793-799, 2003.

Fleck, M. P. A., et al. (2000) Aplicação da versão em português do instrumento abreviado de avaliação da qualidade de vida “WHOQOL-bref”. Revista de saúde pública, v. 34, n. 2, p. 178-183.

Freire, P. (2014) Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Paz e Terra.

Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ. (2020) Biblioteca temática sobre o novo coronavírus: Informação para pesquisadores. [S.l.]: FIOCRUZ. https://portal.fiocruz.br/coronavirus-2019-ncov-informacoes-parapesquisadores.

Godoi, M. A. (2016) O perfil do estudante da Educação da Distância e se estilo de Aprendizagem. EAD em Foco, v. 6, n. 2, ago.

Habermas, J. (1987) Teoria de la acción comunicativa. Madri: Taurus.

Hutz, C. S. et al. Satisfação de Vida. In: Hutz, C. S. (org.). (2014) Avaliação em Psicologia Positiva. Porto Alegre: Artmed, p. 43-47.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (2021a) Estatísticas de Gênero Indicadores sociais das mulheres no Brasil. 2. ed. n. 38. [S.l.]: IBGE. https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101784_informativo.pdf.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (2021b) Projeção da População brasileira. [S.l.]: IBGE. https://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/box_popclock.php.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (2021c) Panorama de Alagoas. IBGE. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/al/panorama.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (2021d). Desemprego. [S.l.]: IBGE. https://www.ibge.gov.br/explica/desemprego.php.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP. (2019a) Resumo técnico do censo da educação Superior 2019. Brasília: INEP. https://download.inep.gov.br/publicacoes/institucionais/estatisticas_e_indicadores/resumo_tecnico_censo_da_educacao_superior_2019.pdf.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP. (2019b) Sinopse Estatística da Educação Superior 2019. Brasília: INEP. https://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/documentos/2020/Notas_Estatisticas_Censo_da_Educacao_Superior_2019.pdf.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP. (2019c). Enade 2018 Resultados e Indicadores. Brasília: INEP. https://download.inep.gov.br/educacao_superior/enade/apresentacao/2019/apresentacao_coletiva_resultados_enade.pdf

Kirchner, E. A. (2020) Vivenciando os desafios da educação em tempos de pandemia. In: Palú, J., Schütz, J. A. & Mayer, L. (org.). Desafios da educação em tempos de pandemia. Rio Grande do Sul: Cruz Alta. p. 45 -54.

Landis, J. R. & Koch, G. G. (1977) The measurement of observer agreement for categorical data. Biometrics, v. 33, n. 1, p. 33-159, mar.

Leher, R. (2020) Darwinismo social, epidemia e fim da quarentena: notas sobre os dilemas imediatos. Carta Maior, 29 mar. https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/Darwinismo-socialepidemia-e-fim-da-quarentena-notas-sobre-os-dilemasimediatos/4/46972.

Lole, A., Stampa, I. & Gomes, R. L. R. (2020) Para além da quarentena: reflexões sobre crise e pandemia. Rio de Janeiro: Mórula. 279p.

Lopes, A. O. S. & Macedo, A. P. B. (2013) Avaliação da qualidade de vida de enfermeiros da atenção básica. InterScientia, v. 1, n. 3, p. 16-27.

Madureira, Â. M. S. (2015) Doenças emergentes e reemergentes na saúde coletiva. Montes Claros: Ministério da Educação.

Maia, B. R. & Dias, P. C. (2020) Ansiedade, depressão e estresse em estudantes: o impacto da COVID-19. Estudos de Psicologia, Campinas, n. 37, p. 01-08.

Macedo, K. B. et al. (org.). (2016) Organização do trabalho e adoecimento: uma visão interdisciplinar. Goiânia: PUC. https://ergonomiadaatividadecom.files.wordpress.com/2017/05/livro-organizac3a7c3a3o-do-trabalho-e-adoecimento.pdf.

Makuch, D. M. V. & Zagonel, I. P. S. (2017) A integralidade do Cuidado no Ensino na Área da Saúde: uma Revisão Sistemática. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro, v. 41, n. 4, p.515-524.

Martins, R. X. et al. (2013) Por que eles desistem? Estudo sobre a evasão em cursos de licenciatura a distância. Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 10. Belém/PA, 11-13 jun. Anais... http://repositorio.ufla.br/bitstream/1/3127/1/EVENTO_Porque%20eles%20desistem.pdf.

Minayo, M. C. S. & Sanches, O. (1993) Quantitativo-Qualitativo: oposição ou complementaridade? Caderno de Saúde Pública, v. 9, n.3, p.239-262.

Nascimento, A. K. C. (2017) Religiosidade, espiritualidade e psicoterapia na formação acadêmica do psicólogo. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica) – Universidade Católica de Pernambuco, Recife.

Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura - UNESCO. (2020) A Comissão Futuros da Educação da Unesco apela ao planejamento antecipado contra o aumento das desigualdades após a COVID-19. Paris: UNESCO. https://pt.unesco.org/news/comissao-futuros-da-educacao-da-unesco-apela-ao-planejamento-antecipado-o-aumento-das.

Organização Mundial de Saúde - OMS. (2020) Declara emergência de saúde pública de importância internacional por surto de novo coronavírus. OMS. https://www.paho.org/pt/news/30-1-2020-who-declares-public-health-emergency-novel-coronavirus.

Organização Mundial de Saúde - OMS. (2002) Cuidados inovadores para condições crônicas: componentes estruturais de ação: relatório mundial Genebra: OMS.

Organização Mundial de Saúde - OMS. (1998) Promoción de la salud: glosario. Genebra: OMS.

Organização Mundial de Saúde - OMS. (1993) Classificação de transtornos mentais e de comportamento da CID-10. Porto Alegre: Artes Médicas, OMS.

Palú, J., Schütz, J. A. & Mayer, L. (2020) Desafios da educação em tempos de pandemia. Rio Grande do Sul: Cruz Alta. p. 123-138.

Prado, M. A. M. & Machado, F. V. (2017) Preconceitos contra homossexualidades: a hierarquia da invisibilidade. São Paulo: Cortez.

Pereira, M. F. R., Moraes, R. A. & Teruya, T. K. (org.). (2017) Educação à distância (EAD): reflexões críticas e práticas. Uberlândia: Navegando.

Prychodco, R. & Bittencourt, Z. Z. L. C. (2019) Redes sociais sobre Transtorno do Espectro Autista no Facebook como suporte interpessoal: implicações nos processos de governança em saúde. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde, Campinas, v. 13, n. 4, p. 803-816.

Ramal, A. (2020) A Educação em tempos de pandemia: realidade e desafios. http://andrearamal.com.br/educacao-em-tempos-de-pandemia-realidade-e-desafios.

Rambo, N. F. (2020) A Educação em rede em época de pandemia e pós-pandemia: por uma vida mais solidária e de acolhimento, para as epidemias e crises se repetirem menos! In: Palú, J., Schütz, J. A. & Mayer, L. (org.). Desafios da educação em tempos de pandemia. Rio Grande do Sul: Cruz Alta. p. 107-122.

Rigo, R. M., Moreira, J. A. M. & Trindade, S. D. (org.). (2020) Engagement acadêmico no ensino superior: proposições e perspectivas em tempos de Covid-19. Porto Alegre: UFCSPA.

Rodrigues, B. B., Cardoso, R. R. J., Peres, C. H. R. & Marques, F. F. (2020) Aprendendo com o imprevisível: Saúde Mental dos Estudantes e Educação Médica na Pandemia de Covid-19. Revista Brasileira de Educação Médica. v. 44 (sup.1), p. 01-05.

Santos, A. F. & Alves, Jr. A. (2007) Estresse e estratégias de enfrentamento em mestrandos de ciências da saúde. Psicologia: reflexão e crítica, v. 20, p. 107-116.

Santos, A. K. G. V. et al. (2014) Qualidade de vida e alimentação de estudantes que moram na região central de São Paulo sem a presença dos pais ou responsáveis. Rev. Simbio-Logias. v. 7, n. 10.

Santos, B. S. (2020) A cruel Pedagogia do Vírus. [S.l.]: Almedina.

Santos, M. P. A. et al. (2020) População negra e Covid-19: reflexões sobre racismo e saúde. Estudos Avançados, v. 34, n. 99. p. 225-244. https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2020.3499.014.

Schmidt, M. L. G., Januario, C. A. R. M. & Rotoli, L. U. M. (2018) Sofrimento psíquico e social na situação de desemprego. Cad. psicol. soc. trab., São Paulo, v. 21, n. 1, p. 73-85, jun. http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-37172018000100006&lng=pt&nrm=iso.

Silva dos Santos, G. et al. (2017) Mídia virtual como apoio aos adolescentes com doença crônica que buscam informação em saúde. Av. enferm. v. 35, n. 2, p. 123- 132, ago.

Silva, L. A., Petry, Z. J. R. & Uggioni, N. (2020) Desafios da educação em tempos de pandemia: como conectar professores desconectados, relato da prática do estado de Santa Catarina. In: Palú, J., Schütz, J. A. & Mayer, L. (org.). Desafios da educação em tempos de pandemia. Rio Grande do Sul: Cruz Alta. p. 19-36.

Silva, T. C. & Bardagi, M. P. (2016) O estudante de pós-graduação stricto sensu no Brasil: revisão da literatura dos últimos 20 anos. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 12, n. 29, p. 683 – 714.

Souza, G., Freitas, T. G. & Biagi, C. R. (2017) A relação das mídias sociais na construção da autoimagem na contemporaneidade. Akrópolis, Umuarama, v. 25, n. 2, p. 117-128, jun./dez.

Souza, S., Franco, V. S. & Costa, M. L. F. (2016) Educação a distância na ótica discente. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 42, n. 1, p. 99-113, jan./mar. 2016.

Universidade Federal de Alagoas - UFAL. (2020) Perfil socioeconômico e cultural dos(as) estudantes da UFAL: Coleção UFAL e políticas públicas de gestão na educação superior. Maceió: Edufal: Proest.

Published

03/10/2021

How to Cite

SILVA, G. R. da; COSTA, A. C. S. . Home confinement, quality of life and academic performance of psychology students throughout the new coronavirus pandemic. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e15101321013, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21013. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21013. Acesso em: 4 dec. 2021.

Issue

Section

Education Sciences