Evaluation of tuberculosis qualification for healthcare professionals: proposal of a systematic model

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21262

Keywords:

Tuberculosis; Professional Qualification in Health; Health Personnel; Validation studies.

Abstract

Objective: to propose a systematic model for the assessment of tuberculosis (TB) qualification for health professionals. Method: quantitative methodological investigation study, developed in the city of Porto Velho-RO, in three stages for the elaboration, content validation and pilot test of the evaluation instrument, to be applied in the qualifications in TB, after complying with the ethical precepts. The first instrument (pre and post-test), consisted of 18 questions divided into three sections. The second instrument (late post-test), was composed of two open questions. The validation of the instruments occurred based on the assessment of the clarity, relevance and pertinence of the questions by experts on the subject. Results: the instruments remained with the same number of items, but they were changed in terms of writing for better understanding. Conclusions: the evaluation instrument developed has content and appearance validity, and is compatible for the evaluation of TB qualification, as a feedback tool for managers and participants.

References

Abbad, G. da S., Loiola, E., Zerbini, T., & Borges-Andrade, J. E. (2013). Aprendizagem em organizações e no trabalho. In: Borges, L. O., Mourão, L. & organizadores. O trabalho e as organizações: atuações a partir da psicologia. Porto Alegre: Artmed. p. 467-527.

Borges-Andrade, J. E. (2006). Avaliação integrada e somativa em TD&E. In: Borges-Andrade, J. E., Abbad, G. S., Mourão, L. & organizadores. Treinamento, desenvolvimento e educação em organizações e trabalho: fundamentos para a gestão de pessoas. Porto Alegre: Artmed. p. 343-58.

Brasil. Conselho Nacional de Saúde (2012). Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Brasília, DF: Ministério da Saúde. https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. (2015). Doenças transmissíveis no Brasil em 2014. In: Ministério da Saúde. Saúde Brasil 2014: uma análise da situação de saúde e das causas externas. Brasília: Ministério da Saúde. p. 51-157.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. (2011). Tratamento Diretamente Observado (TDO) da tuberculose na atenção básica: protocolo de enfermagem. Brasília: Ministério da Saúde.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. (2018). Manual de Recomendações para o Controle da tuberculose no Brasil. Brasília: Ministério da Saúde.

Ceccim, R. B. (2005). Educação Permanente em Saúde: descentralização e disseminação de capacidade pedagógica na saúde. Ciênc. saúde coletiva, 10(4): 975-986. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232005000400020

Duarte, S. J. H., Lima, D. C., Barreira, G. C., & Peres, W. S. (2011). A educação permanente como possibilidade no diagnóstico precoce da tuberculose. Arquivos Catarinenses de Medicina, 40(1):28-33. http://www.acm.org.br/revista/pdf/artigos/843.pdf

Lima, L. M., Harter, J., Tomberg, J. O., Vieira, D. A., Antunes, M. L., & Cardozo-Gonzales, R. I. (2016). Avaliação do acompanhamento e desfecho de casos de tuberculose em município do sul do Brasil. Rev. Gaúcha Enferm., 37(1): e51467. https://doi.org/10.1590/1983-1447.2016.01.51467

Mariano, M. R., Brito, C. M. S., Meireles, D. S., Freitas, S. S., Aguiar, V. S., & Neto, D. C. B. (2015). A equipe multiprofissional e sua qualificação junto à assistência ao paciente com tuberculose. Rev Interd., 8(4):11-18. https://revistainterdisciplinar.uninovafapi.edu.br/index.php/revinter/article/view/516

Moreira, K. S., Lima, C. A., Vieira, M. A., & Costa, S. M. (2017). Educação permanente e qualificação profissional para atenção básica. Rev Saude e Pesquisa, 10(1):101-109. https://doi.org/10.17765/2176-9206.2017v10n1p101-109

Noe, R. A., Clarke, A. D. M., & Klein, H. J. (2014). Learning in the twenty-first-century workplace. Ann. Rev. Organ. Psychol. Organ. Behav., 1: 245-75. https://doi.org/10.1146/annurev-orgpsych-031413-091321

Polit, D. F., Beck, C. T., & Hungler, B. P. (2009). Fundamentos de pesquisa em enfermagem. 3ed. Porto Alegre: Artes Médicas.

Queiroga, F., Andrade, J. M., Borges-Ferreira, M. F., Nogueira, R., & Abbad, G. S. (2012). Medidas de aprendizagem TD&E fundamentos teóricos e metodológicos. In: Abbad, G. S., Mourão, L., Menezes, P. P., Zerbini, T., Borges-Andrade, J. E., Vilas-Boas, R., & organizadores. Medidas de avaliação em treinamento, desenvolvimento e educação: Ferramentas para gestão de pessoas. Porto Alegre: Artmed. p. 106-24.

Reeves, S. (2016). Why we need interprofessional education to improve the delivery of safe and effective care. Interface (Botucatu), 20(56):185-197. https://doi.org/10.1590/1807-57622014.0092

Silva, L. M. C., Surniche, C. A., Sicsú, A. N., Mitano, F., Nogueira, J. A., Santos, C. B., Cunha, F. T. S., & Palha, P. F. (2015). Elaboração e validação semântica de um instrumento de avaliação da transferência do tratamento diretamente observado como política de controle da tuberculose. Rev Panam Salud Publica, 38(2):129–35. https://www.scielosp.org/article/rpsp/2015.v38n2/129-135/#

Tavares, R. (2010). Aprendizagem significativa, codificação dual e objetos de aprendizagem. Rev. brasileira de informática na educação, 18(2). http://dx.doi.org/10.5753/rbie.2010.18.02.04

World Health Organization. (2019). Global Tuberculosis Report 2019. Geneva: WHO.

Yost, J., Ciliska, D., & Dobbins, M. (2014). Evaluating the impact of an intensive education workshop on evidence-informed decision-making knowledge, skills, and behaviours: a mixed methods study. BMC Medical Education, 14(13). https://doi.org/10.1186/1472-6920-14-13

Zoboli, E. L. C. P., & Soares, F. A. C. (2012). Capacitação em bioética para profissionais da Saúde da Família do município de Santo André, SP. Rev. esc. enferm. USP, 46(5):1248-1253. https://doi.org/10.1590/S0080-62342012000500029

Published

15/10/2021

How to Cite

SILVA, L. A. F. da; ESCOBAR, A. L.; LIMA, C. A. M. de; SILVA-SOBRINHO, R. A. da; FERREIRA, M. R. L.; ORFÃO, N. H. Evaluation of tuberculosis qualification for healthcare professionals: proposal of a systematic model. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e332101321262, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21262. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21262. Acesso em: 2 dec. 2021.

Issue

Section

Health Sciences