Teaching biology in basic education: production of teaching models and use of ludic practices

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i14.21667

Keywords:

Playfulness. Innovative classes. Courseware. Teaching and learning.; Playfulness; Innovative classes; Courseware; Teaching and learning.

Abstract

One of the great challenges for biology teachers is still the lack of teaching materials that can facilitate and improve students' understanding of the content taught. Therefore, the objective of this work was to present the process of building didactic models with low-cost materials for use in innovative methodological practices in teaching biology in basic education through playfulness. In this exploratory and descriptive research with a qualitative and quantitative nature, we use low-cost materials, in addition to reusable objects to produce biological models and develop practical recreational activities. With the development of the work, it was possible to make two didactic biological models: a plasma membrane model and another for an animal cell. A comic book was produced for the study of transgenics, in addition to the development of three practical activities using reusable materials (practice on the ABO blood system, practice on Mendel's first law and practice on cell division). It was possible to verify that the activities carried out in the classes favored the teaching and learning process, making learning more meaningful, relaxed and dynamic. We also point out that the teacher needs to have clear and concise objectives about the content to be taught, so that he can explore and apply practical activities through playfulness.

References

Amaral, F. S., Pereira, C. A. S., Vinciprova, M. C., Albuquerque, G. G. & Silva, I. C. M. (2015). Jogo de transfusão, um recurso lúdico para o ensino de Hematologia a estudantes de enfermagem. Revista Práxis. https://doi.org/10.25119/praxis-7-13-666.

Araújo, A. A. C. & Santos, S. P. (2014). Olhares para o ensino em Biologia: concepções de estudantes do ensino médio. http://www.uece.br/endipe2014/ebooks/livro1/383.

Borba, J. B. (2013). Uma breve retrospectiva do ensino de biologia no Brasil. (Trabalho de especialização, Universidade Tecnológica Federal do Paraná). http://riut.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/20730/2/MD_EDUMTE_I_2012_12.pdf.

Cardoso, F. de S. (2013). O uso de atividades no ensino de Ciências: na busca de melhores resultados no processo de ensino aprendizagem. (Monografia, Centro Universitário UNIVATES curso de graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas). https://www.univates.br/bdu/bitstream/1073 7/380/1/Fab%C3%ADola%20de%20SouzaCardoso.pdf.

Cardozo, L. T., Miranda, A. S., Moura, M. J. C. S. & Marcondes, F. K. (2016). Effect of a puzzle on the process of students' learning about cardiac physiology. Advances in Physiology Education. https://doi.org/10.1152/advan.00043.2016.

Cartaxo, N. P. de A. (2013). A Influência do Lúdico no Ensino de Biologia. Webartigos. https://www.webartigos.com/artigos/a-influencia-do-ludico-no-ensino-de-biologia/109300.

Costa, B. N., De Albuquerque, A. K. M. & Sousa, M. Z. S. (2017). Modelos didáticos como ferramenta para o ensino de biologia celular: um relato de caso no ensino médio em Parnaíba-PI. In: Costa et al. (Anais). V Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino de Ciências – PI, Teresina: Anais... Teresina: Universidade Federal do Piauí, p. 1-11.

Costa, W. da C. & Pinho, K. E. P. (2008). A Importância e a Contribuição do Lúdico no Processo Educacional. Portal Educacional do Estado do Paraná. http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1681-8.pdf.

De Oliveira, A. C. S., Braga, B. L. P., Do Nascimento, M. M. B., Cavalcante, C. C. & Sobreira, A. C. de M. (2015). Modelos didáticos como recurso para o ensino de biologia: uma experiência didático-pedagógica com alunos do ensino médio de uma escola pública de Iguatu/Ce. In: De Oliveira et al. (Anais). XII Congresso Nacional de Educação – PR, Curitiba: 2015. Anais... Curitiba: Pontifica Universidade Católica do Paraná, p. 78-91.

Nascimento, R. G., De Oliveira, N. C. R., De Oliveira, F. C. S., Lopes, A. C. de A. & Fraga, E. da C. (2020). Prática lúdica “DNA recombinante” e sua influência na percepção e no conhecimento de estudantes sobre biotecnologia e enzimas de restrição. Revista Experiências em Ensino de Ciências. https://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID723/v15_n2_a2020.pdf.

Duré, R. C., Andrade, M. J. D. & Abílio, F. J. P. (2018). Ensino de biologia e contextualização do conteúdo: quais temas o aluno de ensino médio relaciona com o seu cotidiano. Experiências em Ensino de Ciências. https://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID471/v13_n1_a2018.pdf.

Ferreira, A. A. dos S. N. & Dos Santos, C. B. (2019). A Ludicidade no Ensino da Biologia. Revista de psicologia. https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/view/1749/2586.

Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia: saberes necessários para a prática educativa. Paz e Terra.

Krasilchik, M. (2008). Prática de Ensino de Biologia. Editora da Universidade de São Paulo – USP.

Mehes, R. & Maistro, V. I. de A. (2011). A contribuição dos conceitos transmitidos pelas charges e quadrinhos para a aprendizagem da Biologia. In: Mehes, R. & Maistro, V. I. de A. (Anais). X Congresso Nacional de Educação – PR, Curitiba: 2011. Anais... Curitiba: Pontifica Universidade Católica do Paraná, p. 119-132

Nascimento, M. S. B., Silva, C. H., Fernandes, E. F., Dantas, F. K. da S. & Sobreira, A. C. de M. (2015). Desafios à prática docente em biologia: o que dizem os professores do ensino médio. In: Nascimento et al. (Anais). XII Congresso Nacional de Educação – PR, Curitiba: 2015. Anais... Curitiba: Pontifica Universidade Católica do Paraná, p. 1-14.

Nicola, J. A. & Paniz, C. M. (2017). A importância da utilização de diferentes recursos didáticos no ensino de biologia. Revista NEaD-Unesp. https://ojs.ead.unesp.br/index.php/nead/article/view/InFor2120167/pdf.

Orlando, T.C., Lima, A. R., Da Silva, A. M., Fuzissaki, C. N., Ramos, C. L., Machado, D., Fernandes, F. F. F., Lorenzi, J. C. C., De Lima, M. A., Barbosa, S. G. V. C. & Tréz, T. A. (2009). Planejamento, montagem e aplicação de modelos didáticos para abordagem de Biologia Celular e Molecular no Ensino Médio por graduandos de Ciências Biológicas. Revista de Ensino de Bioquímica. http://bioquimica.org.br/revista/ojs/index.php/REB/article/view/33.

Pereira, R. J. B., Azevedo, M. M. R., Sousa, E. T. F. & Hage, A. X. (2020). Método tradicional e estratégias lúdicas no ensino de biologia para alunos de escola rural do município de Santarém-Pa. Revista Experiências em Ensino de Ciências. https://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID717/v15_n2_a2020.pdf.

Porto, A., Ramos, L. & Goulart, S. (2009). Um olhar comprometido com o ensino de ciências. Fapi.

Santos, S. B., Azevedo, M. M. R., Cavalcante, I. A. P. & Hager, A. X. (2020). Jogos didáticos no ensino de biologia na EJA em escolas públicas de Santarém/Pa. Revista Experiências em Ensino de Ciências.

Silva, K. J. De O., Teixeira, C. & Pereira, F. L. (2020). Construção e utilização de modelos didáticos de Pediculus humanus capitis para discussão sobre pediculose em uma escola do campo. Revista Experiências em Ensino de Ciências. https://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID687/v15_n1_a2020.pdf.

Soares, S. de J. (2019). Pesquisa Científica: Uma abordagem sobre o método qualitativo. Revista Ciranda, 1 (3),168-180.

Tesori, S. P. & Martins, D. T. L. (2018). Produção de materiais pedagógicos como estratégia de ensino de biologia. (Trabalho de conclusão de curso - Instituto Federal Catarinense, Campus avançado Abelardo luz). http://abelardoluz.ifc.edu.br/wp-content/uploads/2019/03/TC-Suzana.pdf.

Published

24/10/2021

How to Cite

CARVALHO, P. N. A. de . .; FREITAS , F. C. de .; PINHEIRO JÚNIOR, E. C. . .; QUEIROZ, M. B. . .; SILVA, N. C. da .; ARAÚJO, M. F. F. de . . Teaching biology in basic education: production of teaching models and use of ludic practices. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 14, p. e50101421667, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i14.21667. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21667. Acesso em: 24 jun. 2024.

Issue

Section

Education Sciences