Effects of radiofrequency in patients with tissue flaccidity

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i14.22173

Keywords:

Radio frequency; Tissue flaccidity; Physiotherapy.

Abstract

The concern and care with the physical appearance has been increasing more and more, thus expanding the search for aesthetic techniques used to treat skin and body imperfections. Flaccidity is a "sequel" caused by several episodes that have occurred over the years, such as lack of physical activity, excessive weight loss, aging, among others. The main objective of this article is to analyze and expose the various studies and research on the effects of radiofrequency in patients with tissue flaccidity. It is a narrative literature review, with the aim of allowing the abstract to increase and reach information relatively on a delimited topic in a short period of time. The research was carried out in the main databases in the health area: Scientific Electronic Library Online (SCIELO), PUBMED, LILACS (Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences) and Google Scholar with the following themes: Radiofrequency, Tissue Flaccidity and Physiotherapy. Radiofrequency has stood out both to promote physiological and aesthetic changes. Through the therapy used for this treatment of tissue flaccidity, it found firmness in the skin tissue through the effect resulting from the deep heat, which is generated as a result of the radiofrequency, propagating through the internal to the external environment and thus causing the degradation of the aged collagen. From this research, it was observed that Radiofrequency has positive results in the treatment of supporting the skin, stimulating collagen fibers and thus reducing sagging skin.

References

Araújo, A. R., Soares, V. P. C., Silva, F. S. & Moreira, T. S. (2015). Radiofrequência no tratamento da flacidez cutânea: mito ou verdade. Revisão • Um. Bras. Dermatol. 90 (5) • Set-Out.

Araújo, C. A. B., Queiroz, L. F. H., Cavalcante, A. S. & Pontes, R. B. (2018). EFEITOS DOS RECURSOS DA FISIOTERAPIA DERMATOFUNCIONAL SOBRE A PERDA DE PESO E SOBRE OS MARCADORES DE RISCO CARDIOVASCULAR EM PACIENTE OBESOS. Revista brasileira de fisiologia do exercício; 17(3): 156-64.

Bernardo, A. F. C. (2019). PELE: ALTERAÇÕES ANATÔMICAS E FISIOLÓGICAS DO NASCIMENTO A MATURIDADE. Revista Saúde em foco – Edição nº 11.

Carvalho, G. F. et al. (2011). Avaliação dos efeitos da radiofrequência no tecido conjuntivo. Moreira Jr Editora | RBM Revista Brasileira de Medicina.

Cavaleri, T. Silva, J. S., Dias, C., Almeida, A. A., Pereira, V. K. & Buava, R. C. (2016). “BENEFÍCIOS DA RADIOFREQUÊNCIA NA ESTÉTICA”. revistaonline@unifia.edu.br, Página 215.

Demartini, E. et al. (2015). Atuação da Fisioterapia Dermatofuncional na Flacidez Cutânea e Muscular Abdominal em Mulheres no Puerpério: Revisão da Literatura. Rev Bras Terap e Saúde, 6(1):13-19.

Duarte, A. B. & Mejia, D. P. M. (2013). A UTILIZAÇÃO DA RADIOFREQUÊNCIA COMO TÉCNICA DE TRATAMENTO DA FLACIDEZ CORPORAL. https://portalbiocursos.com.br/ohs/data/docs/19/35, acesso em 21/10/2021.

Gonçalves, V. P. & Scur, N. (2012). Estudo de Caso: Uso da radiofrequência bipolar em flacidez tissular abdominal. https://docplayer.com.br/30698528. Acesso em 21/10/2021.

Lofeu, G. M. (2015). ATUAÇÃO DA RADIOFREQUÊNCIA NA GORDURA LOCALIZADA NO ABDÔMEN: revisão de literatura, Revista da Universidade Vale do Rio Verde, Três Corações, v. 13, n. 1, p. 571-581.

Lopes, S.C. & Brongholi, K. (2009). A utilização da corrente russa no tratamento da flacidez muscular abdominal. http://fisio-tb.unisul.br/Tccs/04a/cristiana/artigocristinasouza.pdf. Acesso em 21/10/2021.

Lima, E. P. F. & Rodrigues, G. B. O. (2012). A ESTIMULAÇÃO RUSSA NO FORTALECIMENTO DA MUSCULATURA ABDOMINAL. ABCD Arq Bras Cir Dig;25(2):125-128.

Melo, P. I. S. P. C. (2014). Atuação Do Fisioterapeuta Dermatofuncional e seu Reconhecimento Pelos Profissionais De Saúde Na Região De Lisboa. Lisboa. http://hdl.handle.net/10400.21/4811.

Mendonça, R. S. C. & Rodrigues, B. L. G. (2011). As principais aletrações dermatológicas em pacientes obesos, ABCD Arq Bras Cir Dig, 24(1): 6873.

Migotto, J. S. & Naudimar, D. P. S. (2013). Atuação fisioterapeutica dermatofuncional no pós operatório de cirurgias bariátrica. Revista Eletrônica de Gestão & saúde. ISSN: 1982-4785.

Minamoto, V. B. (2005). Classificação e adaptações das fibras musculares: Uma Revisão. Fisioterapia e Pesquisa; 12 (3):50-5.

Monteiro, E. M. O. & Amanda, V. N. S. S., (2020). A EFICÁCIA DA RADIOFREQUÊNCIA NO TRATAMENTO DE RUGAS E FLACIDEZ FACIAL EM MULHERES APÓS OS 50 ANOS. Revista Liberum accessum Out; 6(1): 39 – 49.

Monteiro, R. S., Bezerra, K. M., Lima, T. C. & Braga, S. A. S. (2020). Perfil dos usuários atendidos pela fisioterapia dermatofuncional em uma clínica escola de Belém, Pará. Rev. Pesqui. Fisioter. Salvador, Maio;10(2):232-239.

Oliveira, K. C. C., Macuch, R. S., Silva, E. S. & Bennemann, R. M. (2019). Rádiofrequencia para redução do risco cardiovascular e melhora da autoestima em mulheres na meia idade. Revista Enfermagem Atual in Derme – 88-26.

Panppen, S. (2020). Intervalo de aplicação entre as sessões de radiofrequência: revisão de literatura. Santa Cruz do Sul. http://hdl.handle.net/11624/294. Acesso em 22/10/2021.

Pinho, A. M. S., Pereira, I. S. O., Odo, M. E. Y. & Eça, L. P. M. (2015). Estudo histológico comparativo e controlado de fibras colágenas da pele humana após terapia celuar com fibroblastos, Surg Cosmet Dermatol, 7 (3): 206-10.

Praça, F. S. G. (2015). Metodologia da pesquisa científica: organização estrutural e os desafios para redigir o trabalho de conclusão. Revista Eletrônica “Diálogos Acadêmicos” (ISSN: 0486-6266).

Santos, A. R. G. & Leticia, C. F. L. (2017). Aplicabilidade da radiofrequência na hipotonia cutânea pós cirurgia bariátrica, Rio de Janeiro. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Centro Universitário Hermínio Da Silveira – Ibmr Laureate International Universities Curso Bacharelado Em Estética. Rio de Janeiro – RJ.

Santos, A. O., Santos, L. N., Pereira, L. G. S., Trindade, M. A. F., Santos, S. N. L. & Santana, L. S. (2016). Aplicação da Radiofrequência em Fisioterapia Dermatofuncional, Universidade Tiradentes/Fisioterapia/Aracaju, SE.

Silva, A. L. S. M. et al. (2014). OS EFEITOS DO KINESIO TAPING E DA RADIOFREQUÊNCIA NA FLACIDEZ CUTÂNEA GLÚTEA. Revista Científica da Escola da Saúde. Universidade Potiguar, Ano 3, nº 2, abr./ set.

Silva, P. R., Andrade, A. G. F. & Facchinetti, J. B. (2018). RADIOFREQUÊNCIA NO TRATAMENTO DE RUGAS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA. Id on Live Ver. Mult. Psic. v.11, n. 39.

Souza, M. O. M., Nascimento, A. K. C., Santos, A. S., Soares, I. J. P. & Silva, R. M. V. (2021). Efeitos do microagulhamento associado a radiofrequência no tratamento de flacidez abdominal em mulheres: Estudo experimental. Fisioterapia Brasil;22(4):597-608.

Tagliolatto, S. (2015). Radiofrequência: método não invasivo para tratamento da flacidez cutânea e contorno corporal. Surgical & Cosmetic Dermatology, v. 7, n. 4.

Tassinary, J. (2019). RACIOCÍNIO CLÍNICO APLICADO A ESTÉTICA FACIAL. Ed. Estética Experts. 32-42p.

Vargas, A. P. C. et al. (2016). BENEFÍCIOS DA RADIOFREQUÊNCIA NO ENVELHECIMENTO E FLACIDEZ DA PELE. https://home.unicruz.edu.br/seminario/anais/anais-2016. Acesso em 22/10/2021.

Vieira, G. S. K. (2016). IMPORTÂNCIA DA RADIOFREQUÊNCIA EM TRATAMENTOS ESTÉTICOS: REVISÃO DA LITERATURA. Pontifícia Universidade Católica de Goiás – Departamento de Fisioterapia, Goiânia – GO.

Vieira, L. M. & Dayana, P. M. M. (2014). Fisioterapia dermatofuncional utilizando o recurso da drenagem linfática manual em pacientes pós cirurgia bariátrica. https://portalbiocursos.com.br/ohs/data/docs/18/84. Acesso em 22/10/2021.

Published

03/11/2021

How to Cite

MOTA, M. do N. .; ARAÚJO, O. F. de .; OLIVEIRA, N. P. C. de . Effects of radiofrequency in patients with tissue flaccidity. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 14, p. e324101422173, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i14.22173. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/22173. Acesso em: 24 jun. 2024.

Issue

Section

Review Article