Weaknesses and difficulties of multiprofessional residence in health from the perspective of nursing: an experience report

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i10.28632

Keywords:

Health teaching; Nursing; Hospital.

Abstract

Objective: to expose the weaknesses and difficulties observed by a nursing resident during his work in the hospital environment, of a multiprofessional residency in orthopedics and traumatology. Metodology: This research was a descriptive study, of the experience report type, carried out at the Surgical Clinic (CC) of a low and medium complexity hospital in the city of Santarém - Pará, from March to May of the year 2021. Results: The multiprofessional residency in health is a space for learning within the scope of work, even though it is an ideal environment to acquire knowledge and experience, the residency has several weaknesses that make it difficult for the resident professional in daily practice, such as: fragile tutoring, excessive workload, deficit of qualified tutors, lack of spaces for interaction, among others. Final Considerations: It was evidenced that during the training process there are still structural and organizational challenges, which in a way hamper the performance of resident professionals, with the need to restructure the programs already in place.

Author Biographies

Larisse Oliveira Bezerra, Universidade do Estado do Pará

Enfermeira Residente em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), Campus XII-Tapajós.

Orácio Carvalho Ribeiro Junior, Universidade do Estado do Pará

Enfermeiro pela Universidade do Estado do Pará (UEPA). Especialista em Enfermagem Obstétrica pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Mestre em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ AMAZÔNIA). Professor do Curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Pará (UEPA), Campus IX-Altamira.

Lane Souza da Silva, Universidade do Estado do Pará

Enfermeira. Especialista em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), Campus XII-Tapajós. Professora do Curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Pará (UEPA), Campus IX-Altamira.

Carla Suellem Sousa Araújo, Universidade do Estado do Pará

Enfermeira Residente em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), Campus XII-Tapajós.

Adriele Pantoja Cunha, Universidade do Estado do Pará

Enfermeira Residente em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), Campus XII-Tapajós.

Fernanda da Silva Lima, Universidade do Estado do Pará

Enfermeira Residente em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), Campus XII-Tapajós.

Yanka Leticia Amorim Uchoa, Universidade do Estado do Pará

Enfermeira Residente em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), Campus XII-Tapajós.

Andreza Alves Pessôa, Universidade do Estado do Pará

Enfermeira Residente em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), Campus XII-Tapajós.

Kaio Vinícius Paiva Albarado, Universidade Federal do Pará

Enfermeiro pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), Campus XII-Tapajós. Mestre em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vida pela Universidade Federal do Oeste do Pará- UFOPA. Professor do Curso de Medicina da Universidade Federal do Pará (UFPA), Campus de Altamira.

References

Brasil. Ministério da Saúde (2006). Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde. Residência multiprofissional em saúde: experiências, avanços e desafios / Ministério da Saúde, Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Departamento de Gestão da Educação em Saúde. – Brasília : Ministério da Saúde.

Chen N (2020). Epidemiological and clinical characteristics of 99 cases of 2019 novelcoronavirus pneumonia in Wuhan, China: a descriptive study.The Lancet. 395(10223):507–13

Conceição, L. (2018). Residência multiprofissional em saúde: desafios e possibilidades para o serviço social. Revista Serviço Social em Perspectiva, v. 2, n. 2, p. 107-128.

Fernandes, M. N. S. (2015). Sofrimento e prazer no processo de formação de residentes multiprofissionais em saúde. Revista Gaúcha de Enfermagem.

Machado, L.D.S (2018). Representações de profissionais residentes acerca das estratégias pedagógicas utilizadas no processo formativo da residência multiprofissional. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 52.

Maia, J. K. O. (2020). Residência multiprofissional: contribuições durante a pandemia. Cadernos ESP-Revista Científica da Escola de Saúde Pública do Ceará, v. 14, n. 1, p. 128-132.

Oliveira, G (2020). Impacto da pandemia da covid-19 na formação de residentes em saúde. Brazilian Journal of Development. Curitiba.

Queiroz, D. T. (2007). Observação participante na pesquisa qualitativa: conceitos e aplicações na área da saúde. Revista enfermagem UERJ. 276-283.

Rebouças, E. (2020). Residência Multiprofissional: contribuições durante a pandemia. Cadernos Esp. Ceará, 14(1), 118-123.

Rocha, J. S (2018). Saúde e trabalho de residentes multiprofissionais. Revista Ciencias de la Salud.

Rotta, D. S (2019). Engagement de residentes multiprofissionais em saúde. Rev. esc. enferm. USP.

Silva, C.T (2016). Residência multiprofissional como espaço intercessor para a educação permanente em saúde. Texto & Contexto-Enfermagem, v. 25, n. 1.

Tan, W. (2020). A novel coronavirus genome identified in a cluster of pneumonia cases—Wuhan, China 2019−2020. China CDC Weekly.;2(4):61–2.7.

Published

12/08/2022

How to Cite

BEZERRA, L. O. .; RIBEIRO JUNIOR, O. C. .; SILVA, L. S. da; ARAÚJO, C. S. S.; CUNHA, A. P.; LIMA, F. da S.; UCHOA, Y. L. A.; PESSÔA, A. A. .; ALBARADO, K. V. P. Weaknesses and difficulties of multiprofessional residence in health from the perspective of nursing: an experience report. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 10, p. e40111028632, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i10.28632. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/28632. Acesso em: 30 nov. 2022.

Issue

Section

Health Sciences