Astronomical phenomena: a teaching proposal

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29011

Keywords:

Astronomy teaching; Science education; Earth; Solar system; Pedagogical resource; Book.

Abstract

In this article we address the process of preparing a pedagogical book with contemporary content in Astronomy. Our objective with this elaboration was to systematize a path that can serve as inspiration for other similar or close elaborations. This book can be used as a pedagogical resource for teachers of Science in Elementary Education. Some specific topics were chosen to structure this book, among which we highlight: phenomena observed on Earth and occurring in the Universe; use of units of astronomical measurements such as Light Year and Astronomical Unit (AU); conventions related to the notions of up and down. The book is organized in four chapters: Solar System, in which we characterize each of the bodies found in it; Eclipse, which guides the exploration of the phenomenon beyond what we have on our planet; Seasons, also considering the climate of the other planets in the Solar System; Storms, passing through the climate again, but relating Earth's storms to those of other planets and ending with the greenhouse effect and global warming. This book was prepared considering data collected from the doubts about astronomy of graduates of Biological Sciences, Physics and Chemistry courses. In this book we also elaborated and applied ‘teaching modules’ addressing the shortcomings in the content pointed out by these students.

Author Biographies

Filipe Paixão de Lima, Federal University of Ouro Preto

Professional Master in Science Teaching

Michele Hidemi Ueno Guimarães, Federal University of Ouro Preto

Federal University of Ouro Preto

References

Baxter, J. (1989). Children’s understanding of familiar astronomical events. International Journal of Science Education, 11(5), 502-513.

Bisch, P. M. (1998). Astronomia no ensino fundamental: natureza e conteúdo do conhecimento de estudantes e professores. (Tese de Doutorado). Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Brasil (1997). Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências Naturais. MEC/SEF.

Brasil. (2012). Listagem das Profissões Regulamentadas: normas regulamentadoras. Ministério do Trabalho e Emprego. MEC.

Brasil. (2018). Base Nacional Curricular Comum. MEC.

Bretones, P. S. (2014). Banco de Teses e Dissertações sobre Educação em Astronomia. Recuperado de http://www.dme.ufscar.br/btdea.

Bretones, P. S., & Compiani, M. (2001). Disciplinas Introdutórias e Astronomia nos Cursos Superiores do Brasil. Boletim da Sociedade Astronômica Brasileira, 20(3), 61-82.

Bretones, P. S., & Megid Neto, J. (2003). Tendências de Teses e Dissertações sobre Ensino de Astronomia no Brasil. Boletim da Sociedade Astronômica Brasileira, 23(1), 1-7.

Canalle, J. B. G., Trevisan, R. H., & Lattari, C. J. B. (1996). Erros Astronômicos em Livros Didáticos do 1º Grau. Anais do Encontro de Pesquisadores em Ensino de Física, Águas de Lindóia, SP, Brasil, 5.

Canalle, J. B. G., Trevisan, R. H., & Lattari, C. J. B. (1997). Análise do Conteúdo de Astronomia de Livros de Geografia de 1º Grau. Caderno Catarinense de Ensino de Física, 14(3), 254-263.

Caniato, R. (1973). Um Projeto Brasileiro para o Ensino de Física Rio Claro/SP (Tese de Doutorado). Universidade Estadual Paulista, UNESP, Rio Claro, SP, Brasil.

Delors, J. (2003). Educação: um tesouro a descobrir (8a ed.) Cortez; MEC: UNESCO.

Deosti, L., To, T. G., Carvalho, H. A. P., Zanatta, S. C., & Silva, A. S. G. (2020). Ensinando astronomia para alunos do Ensino Fundamental: uma investigação sobre o Universo. Research, Society and Development, 9(9), e345997318.

Desai, R. T., Coates, A. J., Wellbrock, A., Vuitton, V., Crary, F. J., González-Caniulef, D., Shebanits, O., Jones, G. H., Lewis, G. R., Waite, J. H., Cordiner, M., Taylor, S. A., Kataria, D. O., Wahlund, J.-E., Edberg, N. J. T., & Sittler, E. C. (2017). Carbon Chain Anions and the Growth of Complex Organic Molecules in Titan’s Ionosphere. The Astrophysical Journal Letters, 844(2), 1-8.

Garcia, C. M. (1999). Formação de professores: para uma mudança educativa. Porto Editora.

Hosoume, Y., Leite, C., & Del Carlo, S. (2010). Ensino de Astronomia no Brasil – 1850 a 1951 – Um olhar pelo colégio Pedro II. Ensaio, 12(2), 189-204.

Iachel, G., & Nardi, R. (2009). Um estudo exploratório sobre o ensino de astronomia na formação continuada de professores. In Nardi, R. Ensino de ciências e matemática, I: temas sobre a formação de professores. São Paulo: Cultura Acadêmica, 75-90.

Langhi, R. (2004). Um estudo exploratório para a inserção da astronomia na formação de professores dos anos iniciais do ensino fundamental (Dissertação de Mestrado). Faculdade de Ciências, UNESP, Bauru, SP, Brasil.

Langhi, R. (2009). Astronomia nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: repensando a formação de professores (Tese de Doutorado). Faculdade de Ciências, UNESP, Bauru, SP, Brasil.

Langhi, R., & Nardi, R. (2005). Dificuldades interpretadas nos discursos de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental em relação ao Ensino da Astronomia. Revista Latino-Americana de Educação em Astronomia – RELEA, 2, 75-92.

Langhi, R., & Nardi, R. (2007a). Ensino de Astronomia: Erros mais Comuns Presentes em Livros Didáticos de Ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 24(1), 87-111.

Langhi, R., & Nardi, R. (2007b). Astronomia nos anos iniciais do ensino fundamental: interpretação das expectativas e dificuldades presentes em discursos de professores. Revista de Enseñanza de la Física, 20(1), 17-32.

Langhi, R., & Nardi, R. (2009a). Educação em Astronomia no Brasil: Alguns Recortes. Anais do Simpósio Nacional de Ensino de Física. Vitória, ES, Brasil, 18.

Langhi, R., & Nardi, R. (2009b). Ensino da astronomia no Brasil: educação formal, informal, não formal e divulgação científica. Revista Brasileira de Ensino de Física, 31(4), 1-11.

Langhi, R., & Nardi, R. (2010). Formação de Professores e seus saberes disciplinares em Astronomia Essencial nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Ensaio, 12(2), 205-224.

Langhi, R., & Nardi, R. (2014). Justificativas para o ensino de Astronomia: o que dizem os pesquisadores brasileiros? Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, 14(3), 41-59.

Leite, C., & Hosoume, Y. (2007). Os professores de ciências e suas formas de pensar a astronomia. Revista Latino-Americana de Educação em Astronomia – RELEA, 4, 47-68.

Leite, C., & Hosoume, Y. (2009a). Programa Nacional do Livro Didático e a Astronomia na Educação Fundamental. Enseñanza de las Ciencias, n. extra, 2152-2157.

Leite, C., & Hosoume, Y. (2009b). Explorando a Dimensão Espacial na Pesquisa em Ensino de Astronomia. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 8(3), 197-811.

Lima, F. P. (2019). Fenômenos astronômicos como base de um livro para professores de ciências (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, MG, Brasil.

Marrone Júnior, J., & Trevisan, R. H. (2009). Um Perfil da Pesquisa em Ensino de Astronomia no Brasil a Partir da Análise de Periódicos de Ensino de Ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 26(3), 547-574.

Matsuura, O. T. (1998). Divulgação da Astronomia: um plano abrangente para o ensino básico. In Anais da ExpoAstro, 1998. Diadema, São Paulo: Sociedade de Astronomia e Astrofísica de Diadema, 5-24.

Menon, A. M., Passos, M. M., & Bernardelli, M. S. (2020). Mediando a alimentação de escolares por meio de uma sequência didática. Revista Brasileira de Ensino de Ciências e Matemática, 3(1), 300-315.

Nardi, R. (1989). Um estudo psicogenético das ideias que evoluem para a noção de campo: subsídios para a construção do ensino desse conceito (Tese de Doutorado). Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

NASA, National Aeronautics and Space Administration. Cassini at Saturn (2019). Recuperado de https://www.nasa.gov/mission_pages/cass ini/main/index.html.

Oliveira, E. A. G. (2008). O Ensino de Física do 2º ao 5º Ano da Educação Fundamental na Perspectiva dos Livros Didáticos (Dissertação de Mestrado). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Oliveira, L. (2015). Entrevista com Marco Antonio Moreira. Polyphonia, 26(1), 241-249.

Passos, M. M., Martins, J. B., & Arruda, S. M. (2005). Ser professor de matemática: escolhas, caminhos, desejos. Ciência & Educação, 11(3), 471-482.

Pedrochi, F., & Neves, M. C. D. (2005). Concepções astronômicas de estudantes no ensino superior. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 4(2).

Pereira, C. J. T. (2011). A Formação do Professor Alfabetizador: desafios e possibilidades na construção da prática docente (Dissertação de Mestrado). Fundação Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, RO, Brasil.

Pinto, S. P., Fonseca, O. M., & Vianna, D. M. (2007). Formação Continuada de Professores: Estratégia para o Ensino de Astronomia nas Séries Iniciais. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 24(1), 71-86.

Santos, H. L., Lucas, L. B., Sanzovo, D. T., & Pimentel, R. G. (2019). O uso das tecnologias digitais para o ensino de Astronomia: uma revisão sistemática de literatura. Research, Society and Development, 8(4), e2284812.

Scarinci, A. L., & Pacca, J. L. A. (2006). Um curso de astronomia e as preconcepções dos alunos. Revista Brasileira de Ensino de Física, 28(1), 89-99.

Selles, S. E., & Ferreira, M. S. (2004). Influências Histórico-culturais nas Representações sobre as Estações do Ano em Livros Didáticos de Ciências. Ciência e Educação, 10(1), 101-110.

Thomaz, S. P., & Panzera, A. C. (1995). Fundamentos de astronomia: uma abordagem prática para o ensino fundamental. Edição Experimental. Centro de Ensino de Ciências e Matemática (CECIMIG) e Faculdade de Educação (FaE): UFMG.

Trevisan, R. H., Lattari, C. J. B., & Canalle, J. B. G. (1997). Assessoria na Avaliação do Conteúdo de Astronomia dos Livros de Ciências do Primeiro Grau. Caderno Catarinense de Ensino de Física, 14(1), 7-16.

Ueno-Guimarães, M. H., Lima, F. P., & Passos, M. M. (2021). O que dizem os licenciandos de Biologia, Física e Química a respeito de alguns fenômenos astronômicos? Experiências em Ensino de Ciências, 16(3), 71-88.

Vygotsky, L. (1998). Pensamento e Linguagem (2a ed.). Martins Fontes.

Published

23/04/2022

How to Cite

LIMA, F. P. de; GUIMARÃES, M. H. U. .; PASSOS, M. M. . Astronomical phenomena: a teaching proposal. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e15211629011, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.29011. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29011. Acesso em: 25 may. 2022.

Issue

Section

Education Sciences