The framework of 'Teaching Knowledge' in Stricto Sensu: a survey on its presence in postgraduate programs in the Education Area

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29435

Keywords:

Teaching Knowledge; Survey; Postgraduate in teaching.

Abstract

The training of qualified human resources for the professional exercise of teaching comprises one of the main commitments of the Teaching Area in Brazil, given that its postgraduate programs work in the development of research and didactic-pedagogical productions aimed at teaching and learning of specific contents, in order to promote dialogue between these contents and the pedagogical knowledge necessary for their teaching. In this way, in the curricular structure of master's and doctoral courses in this Area, it is common to identify components aimed at teacher training. On this theme, a series of studies grouped under the terminology 'teaching knowledge' have been used in the theoretical frameworks of articles, theses, and dissertations in the Area. Thus, in the current research, configured in a qualitative approach and inspired by a survey, the results of a survey carried out with postgraduate programs in the Teaching Area are presented, with the objective of investigating the presence of curricular and structural components (lines of research, areas of concentration, disciplines and research projects) specifically based on 'teaching knowledge'. In all, the websites of 174 programs that offer academic and professional master's and doctoral courses were accessed. As a result, it was concluded that only 13 programs in the Area have a specific component on the topic of interest, characterizing an unexpectedly understated presence of the reference of teaching knowledge in the researched programs, although, contradictorily, there is a varied and wide offer of publications that use this reference as a theoretical support for the most varied studies on teacher training.

Author Biographies

Lucken Bueno Lucas, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Graduado em Ciências Biológicas (Licenciatura) pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Especialista em Bioética, Mestre e Doutor em Ensino de Ciências e Educação Matemática, pela Universidade Estadual de Londrina (Bolsas CAPES). Docente efetivo do curso de Ciências Biológicas e do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGEN) da UENP, Campus Cornélio Procópio. Atua como consultor da Área de Ensino (na CAPES) desde 2018. Lidera o GPEFOP - Grupo de Pesquisa em Ensino e Formação de Professores, cadastrado no CNPq e autorizado pela UENP. É, também, pesquisador dos Grupos EDUCIM - Pesquisa Educação em Ciências e Matemática (UEL/CNPq) e PENSA - Pesquisas em Ensino, Aprendizagem e Avaliação Educacional (UENP/CNPq). Foi coordenador do Mestrado Profissional em Ensino (PPGEN/UENP) no período 2015-2019, editor-assistente da Revista de Produtos Educacionais e Pesquisas em Ensino - REPPE (2016-2020) e membro do Comitê Assessor de Área (CAA - Ciências Humanas) da Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná (2017-2019). Participou como coordenador de área do PIBID (Ciências e Biologia) nos períodos 2014-2017 e 2018-2019. Desenvolve pesquisas nas Áreas de Axiologia aplicada ao Ensino, Avaliação da Aprendizagem, Formação de Professores e Ensino de Ciências (Física, Química e Biologia).

Marcus Vinícius Martinez Piratelo, Universidade Estadual de Londrina

Pós-doutorando em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina. Doutor em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina, com um ano de estudo realizado em Portugal na Universidade de Aveiro (UA, 2015-2016) promovido pela CAPES como instituição de fomento. Possui graduação em Licenciatura em Física (UEL, 2010); Especialização em Física para o novo Ensino Médio (UEL, 2012); Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática (UEL, 2013) e Doutorado em Ensino de Ciência e Educação Matemática (UEL, 2018). Durante a graduação foi bolsista do projeto PIBID, que visa a formação inicial docente em escolas da rede pública de ensino. Atuou como assistente de pesquisa pleno na Scriba produções didáticas e literárias, na elaboração de materiais didáticos de Matemática para Ensino Fundamental e Médio (2018-2019). Atuou como professor dos cursos de Engenharia Civil, Elétrica, Mecânica, Produção e Ambiental da Universidade Pitágoras de Londrina-PR, dos cursos de Engenharia Civil, Agronomia e Administração da UNOPAR de Arapongas-PR, como professor no curso de Radiologia e Administração na faculdade INESUL de Londrina-PR, e do curso de Biologia na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Campus de Cornélio Procópio-PR. Atua no curso de Física da Universidade Estadual de Londrina (UEL) como professor colaborador.

Daniel Trevisan Sanzovo, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Doutor em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina - UEL (2017) e Mestre em Física - com ênfase em Astrofísica (UEL, 2006). Graduado em Física Bacharelado (UEL, 2004). Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP - Campus Jacarezinho e docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGEN) - Mestrado Profissional em Ensino - da UENP (http://www.uenp.edu.br/mestrado-ensino). É pesquisador do GPEFOP - Grupo de Pesquisa em Ensino e Formação Profissional (UENP), cadastro CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3345995435404954 e do GPMEC - Pesquisa em Matemática e Ensino de Ciências (UENP), cadastro CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/8386547807908625. Ocupa o cargo de Diretor de Avaliação Institucional da PROPAV (REITORIA - UENP). É membro efetivo e um dos criadores do Grupo de Ensino e Pesquisa em Astronomia (GEPEASTRO - ou simplesmente GEPETO: https://sites.google.com/site/gepeastro/home), que tem como principal função a elaboração de materiais didáticos voltados ao Ensino de Astronomia, tais como livros infantojuvenis, oficinas de Astronomia, AstroJogos, textos para formação de professores de ciências, entre outros. Tem experiência na área de Física (Astrofísica do Sistema Solar - Cometas), em Astronomia (Geral) e em Ensino de Física, Ensino de Astronomia, Ensino de Ciências e Educação Matemática.

Priscila Caroza Frasson-Costa, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Londrina - UEL (2000), mestrado em Educação para a Ciência e o Ensino de Matemática pela Universidade Estadual de Maringá - UEM (2006) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo - USP (2012). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP, campus Luiz Meneghel, Bandeirantes-PR. Tem experiência na área de Metodologia e Prática de Ensino de Biologia, estágio supervisionado no ensino médio, onde ministra aulas desde 2003, para o curso de Ciências Biológicas na referida Universidade. Desde 2015 atua no Programa de Pós-Graduação em Ensino da UENP (PPGEN), como professora da disciplina de Tendências Metodológicas de Ensino e como orientadora em nível de mestrado. Atua ainda na área de pesquisa em Educação para a Sexualidade e Educação Ambiental.

Simone Luccas, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Doutora e Mestre em Ensino de Ciências e Educação Matemática - UEL (2011; 2004). Especialista em Educação Matemática - UEL (1997). Licenciada em Ciências com Habilitação em Matemática pelo Centro de Estudos Superiores de Londrina (1989; 1990). É docente efetiva da Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP - Campus de Cornélio Procópio, atuando no curso de Licenciatura em Matemática. É Coordenadora e Docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGEN) - Mestrado Profissional em Ensino - da UENP (http://www.uenp.edu.br/mestrado-ensino). É pesquisadora e líder do PENSA ? Pesquisas em Ensino, Aprendizagem e Avaliação Educacional, cadastrado no CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7759491633620600 e participante do GPEFOP - Grupo de Pesquisa em Ensino e Formação de Professores, cadastro CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3345995435404954. Tem experiência nas áreas de Ensino de Matemática, com ênfase em História e Epistemologia da Ciência e da Matemática e em Avaliação Educacional.

Rodrigo de Souza Poletto, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Sua graduação é de Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP de Assis, Mestrado e Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica) pela UNESP de Botucatu. Atualmente é professor na graduação e no Curso de Mestrado Profissional em Ensino e no Mestrado em Agronomia da Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP. Possui experiência na área de Botânica, com ênfase em Fisiologia Vegetal, atuando principalmente com germinação de sementes e plantas medicinais. Trabalha desde 1994 na área de Educação Ambiental iniciando como monitor no Instituto Florestal de Assis, monitor no Jardim Botânico da UNESP de Botucatu e ministrando aulas e cursos pelas Universidades onde atuou e no Instituto Florestal de Assis. Participa dos Grupos de Pesquisas "Núcleo de Pesquisa em Educação Ambiental da UENP" e do Grupo GPFOP que trabalha o Ensino de Ciências. Na graduação ministra aulas na disciplina de "Fisiologia Vegetal" e no Mestrado em Ensino na disciplina "Práticas no Ensino de Ciências Naturais", além de auxiliar nos estágios nas Escolas e no Programa do PIBID. É chefe do Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa e Ensino de Botânica e Educação Ambiental LIPEBEA.

Heloisa Cristina Rodrigues, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Estudante do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) Campus Cornélio Procópio.

Beatriz Karolina Casu Araújo, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Estudante do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) Campus Cornélio Procópio.

Fabio Henrique de Almeida Santos, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Estudante do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) Campus Cornélio Procópio.

Thiago Ezidio Oliveira, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Estudante do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) Campus Cornélio Procópio.

Pedro Henrique Carmona Rodrigues, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Graduando em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Campus cornélio Procópio. Estudante do curso de Mestrado Profissional em Ensino, Programa de Pós-Graduação em Ensino da UENP.

References

Arruda, S. de M., Lima, J. P. C. de, & Passos, M. M. (2011). Um novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aula. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, 11(2), 139–160. https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4200

Bogdan, R.& Biklen, S. (1994). Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto.

Borges, C. (2001). Saberes docentes: diferentes tipologias e classificações de um campo de pesquisa. Educação & Sociedade [online]. 22(74), 59-76. <https://doi.org/10.1590/S0101-73302001000100005>. https://doi.org/10.1590/S0101-73302001000100005.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes (2019). Diretoria de avaliação. Documento de Área. <https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/ENSINO.pdf>

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes (2022). Plataforma Sucupira. <https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/>

Darling-Hammond, L. (2015). A importância da formação docente. Cadernos Cenpec | Nova série, 4(2). <http://cadernos.cenpec.org.br/cadernos/index.php/cadernos/article/view/303>.

Doyle, W. (1977). Paradigms for research on teacher effectiveness. In: Shulman L. S. Review of research on education vol. 5, Itasca: F.E. Peacock, p. 163-199.

Fiorentini, D., & Crecci, V. M. (2017). Metassíntese de pesquisas sobre conhecimentos/saberes na formação continuada de professores que ensinam matemática. Zetetike, 25(1), 164–185. https://doi.org/10.20396/zet.v25i1.8647773

Flick, U (2009). Introdução à Pesquisa Qualitativa. (3a ed.), Artmed.

Freire, P. (2009). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. (39a ed.), Paz e Terra.

Gage, N. L. (1963). Paradigms for research on teaching. In: Gage, N. L. (Org.). Handbook of research on teaching. A Project of the American Educational Research Association. Chicago: Rand McNally.

Gauthier, C., Martineau, S., Desbiens, J. F., Malo, A. & Simard, D. (2006). Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: Unijuí.

Gauthier, C., Martineau, S., Desbiens, J. F., Malo, A. & Simard, D. (1998). Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijui: UNIJUI, (Coleção Fronteiras da Educação).

Houston, W.R., Haberman, M. & Sikula, J. (Orgs.) (1990). Handbook of research on teacher education. MacMillan.

Kitchenham, B. A. (2004). Procedures for performing Systematic Reviews. Keele: Keele University Technical Report TR/SE-0401.

Monteiro, L. & Fortunato, I. (2019). A relação entre saberes docentes e a formação continuada: teses e dissertações 2012-2017. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, 14(4), 2260–2274, 2019. 10.21723/riaee.v14i4.12276. https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12276.

Nunes, C. M. F. (2001). Saberes docentes e formação de professores: um breve panorama da pesquisa brasileira. Educação & Sociedade, 22(74), 27-41.

Pimenta, S. G. (1997). Formação de professores: saberes da docência e identidade do professor. Nuances, Presidente Prudente, 3, 5-14.

Shulman, L. (1986). Paradigms and researcher programs in the study of teaching: A contemporary perspective. In: Wittrock, M. C. (Org.) Handbook of research on teaching. (3a ed.), MacMillan, p. 3-36.

Souza Neto, S. de. & Ayoub, E. (2021). Maurice Tardif - trajetória de um pesquisador: entre profissionalização do ensino, pensamento crítico e riscos contemporâneos. Pro-Posições, 32, e20200145. https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8666817.

Tardif, M. (2014). Saberes docentes e formação profissional. (17a ed.), Vozes.

Tardif, M. & Gauthier, C. (1996). O saber profissional dos professores: fundamentos e epistemologia. In: Seminário de pesquisa sobre o saber docente, Fortaleza. Anais... UFCE. Mimeo.

Tardif, M., Lessard, C. & Lahaye, L. Os professores face ao saber: esboço de uma problemática do saber docente. Teoria & Educação, 4, 1991.

Published

01/05/2022

How to Cite

LUCAS, L. B.; PIRATELO, M. V. M. .; SANZOVO, D. T.; FRASSON-COSTA, P. C.; LUCCAS, S. .; POLETTO, R. de S.; RODRIGUES, H. C. .; ARAÚJO, B. K. C. .; SANTOS, F. H. de A. .; OLIVEIRA, T. E.; RODRIGUES, P. H. C. . The framework of ’Teaching Knowledge’ in Stricto Sensu: a survey on its presence in postgraduate programs in the Education Area . Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e38911629435, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.29435. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29435. Acesso em: 29 may. 2022.

Issue

Section

Review Article