Bibliographic analysis of initiatives for the prevention of pressure injury in adults inside in Intensive Therapy Unit

Authors

  • Luís Felipe Pissaia Universidade do Vale do Taquari
  • Fabiane da Silva Universidade do Vale do Taquari
  • Arlete Eli Kunz da Costa Universidade do Vale do Taquari

DOI:

https://doi.org/10.17648/rsd-v7i5.339

Keywords:

Pressure Injury; Patient safety; Nursing; Intensive care unit.

Abstract

This study aims to conduct an analysis of initiatives to prevent pressure injuries in adults hospitalized in Intensive Care Units, which have been published in the nursing literature. It is an integrative bibliographical review, from data collection 12 articles on national and international virtual bases of the last 10 years. Amongst the initiatives for the prevention of pressure injury, it was found that most of them are in the area of patient safety, mainly with the Braden, Glasgow and the International Patient Safety goals, guided by the World Health Organization. A still small number of studies that demonstrate other initiatives of prevention of this type of injury, besides the application of scales and protocols of classification and prevention of said adverse event are identified. In more recent articles, starting in 2013, educational and work process modeling actions are described, which lead to the adoption of a culture of patient safety and establish an indicator of quality at the health service as well as the degree of care of the nursing team.

References

AGOSTINHO, M. R.; KATZ, N. Lesão por pressão. Revista Telessaúde RS. UFRGS. Versão Digital. Porto Alegre, 2017.

CAMPANILI, T. C. G. F.; SANTOS, V. L. C. G.; STRAZIERI-PULIDO, K. C.; THOMAZ, P.B.M.; NOGUEIRA, P.C. Incidência de úlceras por pressão em pacientes de Unidade de Terapia Intensiva Cardiopneumológica . Journal of School of Nursing. v. 49, 2015.

FERNANDES, L M; CALIRI, M. H. L. Uso da Escala de Braden e de Glasgow para identificação do risco par a úlceras de pressão em pacientes internados em centro de terapia intensiva. Revista Latino Americana Enfermagem, v. 16, n. 6, nov-dez, 2008.

MATOS, L. S.; DUARTE, N. L. V.; MINETT, R. C. Incidência e Prevalência de úlcera por pressão no CTI de um hospital público do DF. Revista Eletrônica Enferm, v. 12, n. 4, out-dez, 2010.

MOURA, G. M. S. S.; MAGALHÃES, A. M. M. Eventos adversos relacionados à assistência em serviços de saúde: principais tipos. In: Assistência Segura: uma reflexão teórica aplicada à prática. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. ANVISA. Brasília, 2013.

OLKOSKI, E; ASSIS, GM. Aplicação de medidas de prevenção para úlceras por pressão pela equipe de enfermagem antes e após uma campanha educativa. Esc. Anna Nery. v. 20, n. 2, 2016.

RODRIGUES, M. M.; SILVA, M. S.; SILVA, J. L. Sistematização da Assistência de Enfermagem na prevenção da Lesão Tecidual por Pressão. Cogitare Enferm. v. 13, n. 4, Out/Dez, 2008.

SOBEST. Associação Brasileira de Estomaterapia. Classificação das Lesões por Pressão - Consenso NPUAP 2016 – Adaptada Culturalmente par a o Brasil. Disponível em: http://www.sobest.org.br/textod/35. Acesso em 26 set. 2017.

SOUSA, C. A.; SANTOS, I.; LOLITA D. S. A recomendações da Escala de Braden e prevenindo úlceras por pressão: evidências do cuidar em enfermagem. Rev. bras. enferm., Brasília, v. 59, n. 3, p. 279-284, 2006.

STUQUE, A G,; SASAKI, V. D. M.; TELES, A. A. S.; SANTANA, M. E.; RABEH, S. A. N.; SONOBE, H. M. Protocolo de prevenção de úlcera por pressão . Revista Rene. v. 18, n. 2, mar-abr, 2017.

VASCONCELOS, J. M. B.; CALIRI, M. H. L. Ações da Enfermagem antes e após um protocolo de prevenção de lesões por pressão em terapia intensiva. Esc Anna Nery. v. 21, n. 1, 2017.

VIVACQUA, S. A. Prevenção e tratamento de úlceras por pressão: Um estudo avaliativo do cuidado de Enfermagem. (Dissertação de Mestrado) Programa de Pós-graduação da Fundação Cesgranrio. Rev. bras. enferm. Rio de Janeiro, 2011.

Published

24/04/2018

How to Cite

PISSAIA, L. F.; SILVA, F. da; COSTA, A. E. K. da. Bibliographic analysis of initiatives for the prevention of pressure injury in adults inside in Intensive Therapy Unit. Research, Society and Development, [S. l.], v. 7, n. 5, p. e1575339, 2018. DOI: 10.17648/rsd-v7i5.339. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/339. Acesso em: 16 oct. 2021.

Issue

Section

Articles