Morphological and production characters of Alencar and Ecuador black pepper clones cultivated in Tomé Açú, State of Pará

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i14.36583

Keywords:

Gliricidia sepium; Black pepper; Piper nigrum L.; Sustentabilidade; Live tutor.

Abstract

The cultivation of black pepper in live tutor of gliricidia is an alternative to the use of a wooden stake for pipericulturists. However, the adoption of this technology is limited due, among other factors, to the scarcity of information on the behavior of cultivars of the species in this type of tutor. This work focused on the comparative study of the Alencar cultivar of black pepper in gliricidia and wooden stake, comparing it with the cultivar Ecuador only for gliricidia. The experiment was carried out in a producer area in Tomé Açu - PA, with four plants per cultivar being evaluated. Plant height, stem diameter and number of orthotropic branches, petiole and leaf length, width and thickness of adult leaves, as well as size, weight and number of fruits per spike were evaluated. After ANOVA, the 5% Tukey test was followed. Regarding plant structure and leaf dimensions, there was no difference for Alencar in the two types of tutors, but this one showed greater stem diameter, leaf length and petiole than Ecuador. However, the weight of the spikes was higher in wood stake for Alencar, requiring further studies focusing only on the production of the cultivar in a comparative way using the two tutors.

References

Albuquerque, F. C., Duarte, M. L. R., Nunes, A. M. L., Stein, R. L. B., & Oliveira, R. P. (1997). Comportamento de germoplasma de pimenta-do-reino em áreas de ocorrência de fusariose no Estado do Pará. In: Seminário internacional sobre pimenta-do-reino e cupuaçu, 1996, Belém, PA. Anais. Belém, PA: EMBRAPA-CPATU: JICA, (Embrapa-CPATU. Documentos, 89), 269-276.

Amaral, A. M., Muniz, J. A., & Souza, M. (1997). Avaliação do coeficiente de variação como medida da precisão na experimentação com citros. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.32, 1221-1225. . Acesso em: 16 abril 2022.

Andrade, C. G. C., Silva, M. L., & Salles, T. T. (2017). Fatores Impactantes no Valor Bruto da Produção de Pimenta-do-reino (Piper nigrum L.) no Pará. Floresta e Ambiente. [online]. v.24, 8p. https://floram.org/journal/floram/article/doi/10.1590/2179-8087.145615

Brasil, E. C., Cravo, M. S., & Viegas, I. (2020). Recomendações de calagem e adubação para o estado do Pará. Embrapa Amazônia Oriental-Livro técnico (INFOTECA-E).

Conceição, H. E. O.; Frazão, D. A. C.; Viégas, I. J. M.; Poltronieri, M. C.; Sarmanho, F. R. S.; Pereira, E. O. L.; Corrêa, M. L. P.; & Silva, A. S. D. (2003). Comportamento de cultivares de pimenteiras-do-reino em sistema de cultivo com uso de tutor vivo. In: Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas, 2., 2003, Porto Seguro. Melhoramento da qualidade de vida. Anais... Porto Seguro: SBMP, 5p. <http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/101938/1/56/12.pdf>. Acesso em: 10 junho 2021.

Costa, N. H. A. D., Seraphin, J. C., & Zimmermann, F. J. P. (2002). Novo método de classificação de coeficientes de variação para a cultura do arroz de terras altas. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.37, 243-249. https://doi.org/10.1590/S0100-204X2002000300003

Ferreira, D. F. (2019). SISVAR: A computer analysis system to fixed effects split plot type designs. Revista Brasileira de Biometria, [S.l.], 37(4), 529-535. <http://www.biometria.ufla.br/index.php/BBJ/article/view/450>. Acesso em 29 out. 2021.

Franco A. A. (1988). Uso de Gliricidia sepium como moirão vivo. Embrapa, Comunicado Técnico, Itaguaí, n.3, ago. ISSN: 0102-6488

Franzini, V. I., Silva, A. R. B., & Botelho, S. M. (2014). Área de plantio, Calagem e Adubação. In: Boas práticas agrícolas para aumento da produtividade e qualidade da pimenta-do-reino no Estado do Pará. Brasília, DF: Embrapa, 52p. ISBN 978-85-7035-305-4

Garcia, C. H. (1989). Tabelas para classificação do coeficiente de variação. Piracicaba: Ipef, 12p. (Circular técnica, 171). ISSN 0100-3453

Gontijo, I., Nicole, L. R., Partelli, F. L., Bonomo, R., & Santos, E. O. J. (2012). Variabilidade e correlação espacial de micronutrientes e matéria orgânica do solo com a produtividade da pimenta-do-reino. Solo no Espaço e no Tempo. Revista Brasileira de Ciências do Solo, 36(4), 1093-1102. <https://www.scielo.br/j/rbcs/a/Td98c6TG7GvphJBVQwQw4Qq/?format=pdf&lang=pt>. Acesso em: 06 abril 2022.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica - (2020) - IBGE - Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA): Pesquisa Mensal de Previsão e Acompanhamento das Safras Agrícolas no Ano Civil.

Ishizuka, Y., Kato, A. K., Conceição, H. E. O., & Duarte, M. L. R. (2004). Sistema de cultivo sombreado. In: Duarte, M. L. R. Cultivo da pimenteira-do-reino na Região Norte. Belém, PA. Embrapa, Embrapa Amazônia Oriental, (Embrapa Amazônia Oriental. Sistemas de produção), 83-89. ISSN 1807-0043

Ishizuka, Y., Conceição, H. E. O., & Duarte, M. L. R. (2003). Cultivo da Pimenteira-do-reino com Tutor Vivo de Gliricídia, Belém, PA. Embrapa, Embrapa Amazônia Oriental: JICA, Documentos 182, 27p. ISSN 1517-2201

Kato, A. K., Uchida, M., Menezes, A. J. E. A., Ogata, T., Albuquerque, F. C., Hamada, M., & Duarte, M. L. R. (1997). Utilização de tutores vivos na cultura da pimenta-do-reino. In: Seminário internacional sobre pimenta-do-reino e cupuaçu, v. 1, 1996. Belém, PA. Anais. Belém: Embrapa Amazônia Oriental/JICA, Embrapa Amazônia Oriental. Documentos, v.89, 435-440. ISSN 0101-2835

Landim, P. M. B. (2003). Análise estatística de dados geológicos. 2. ed. São Paulo. UNESP, 253p.

Lemos, O. F. (2003). Mutagênese e tecnologia in vitro no melhoramento genético da pimenta-do-reino (Piper nigrum L.). Tese de doutorado. Piracicaba-Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo. USP-São Paulo, 191p.

Lemos, O. F., Rodrigues, S. M.; Both, J. P. C. L.; Araújo, S. M. B., & Poltronieri, M. C. (2022). Aspectos morfológicos de crescimento e produção de cultivares de pimenteira-do-reino em tutor sustentável de glirícidia na mesorregião do Baixo Tocantins – Pará. Research, Society and Development, 11(13).

http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i13.35596

Franzini, V. I., Silva, A. R. B., & Botelho, S. M. (2014). Área de plantio, Calagem e Adubação. In: Boas práticas agrícolas para aumento da produtividade e qualidade da pimenta-do-reino no Estado do Pará. Brasília, DF: Embrapa, 52p. ISBN 978-85-7035-305-4

Lima, L. L., Nunes, G. H. S., & Bezerra Neto, F. (2004). Coefficients of variation of some melon yield components and fruit quality traits: a proposal for classification. Horticultura Brasileira, v.22, 14-17. <https://www.scielo.br/j/hb/a/vdQCz7ZM4jSGkRmjFL3qQZP/?format=pdf&lang=pt>. Acesso em: 22 junho 2022.

Martins, J. S. (2018). Custo de implantação de lavoura de pimenta-do-reino (Piper nigrum L.) em diferentes sistemas de produção no norte do Espírito Santo. Dissertação de Mestrado. Florianópolis-Universidade Federal de Santa Catarina. UFSA, 80p.

Menezes, A. J. E. A. (2014). Tutor vivo com gliricídia. In: Boas práticas agrícolas para aumento da produtividade e qualidade da pimenta-do-reino no Estado do Pará. Brasília, DF: Embrapa, 52p. ISBN 978-85-7035-305-4

Menezes, A. J. E. A., Homma, A. K. O., Ishizuka, Y., Kodama, N. R., & Kodama, E. E. (2013). Gliricídia como tutor vivo para pimenteira-do-reino. Embrapa. Série documentos 393. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 31p. ISSN 1983-0513

Menezes, A. J. E. A., Homma, A. K. O., Ishizuka, Y., Kodama, N. R., & Kodama, E. E. (2016). Cultivo da pimenteira-do-reino (Piper nigrum L.) com tutor vivo de gliricídia (Gliricidia sepium L.) para produção no Estado do Pará. Revista de Agropecuária da Embrapa Amazônia Oriental-Ano II – n. 3.

Moraes, A. J. G., Silva, E. S. A., Almeida, E. N., & Menezes, A. J. E. A. (2017). Avaliação dos impactos econômico, social e ambiental do cultivo da pimenteira-do-reino com tutor vivo de gliricídia no estado do Pará. In: 55º. Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural – Inovação, Extensão e Cooperação para o Desenvolvimento, Santa Maria, RS. <https://www.researchgate.net/publication/325933744>. Acesso em: 22 junho 2022.

Moraes, A. J. G., Silva, E. S. A., Almeida, E. N., & Menezes, A. J. E. A. (2018). Avaliação dos impactos econômico, social e ambiental do cultivo da pimenteira-do-reino com tutor vivo de gliricídia no estado do Pará, Brazilian Journal of Development, Curitiba, 4(7), Edição Especial, 3696-3715, nov. 2018. ISSN 2525-8761

Pereira, E. O. L., Conceição, H. E. O., Duarte, M. L. R., Ishizuka, Y., & Aguiar, M. V. (2002). Avaliação de cultivares de pimenta-do-reino em sistema de cultivo “semi-intensivo”. In: XII Seminário de Iniciação Científica da FCAP e VI Seminário de Iniciação Científica da Embrapa Amazônia Oriental, Belém, PA, Anais. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 5p. <https://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/406196>. Acesso em: 22 junho 2022.

Pimentel-Gomes. (1985). Curso de Estatística Experimental. Piracicaba-SP. ESALQ/USP.

Poltronieri, M. C., Albuquerque, F. C., & Oliveira, M. R. C. (2000). Retrospectivas, avanços e perspectivas no melhoramento genético de pimenta-do-reino visando resistência à fusariose. Fitopatologia Brasileira, 25 Suplemento: 246-248. <https://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/bitstream/doc/403928/1/p246.pdf>. Acesso em: 20 maio 2022.

Poltronieri, M. C., & Lemos, O. F. (2014). Cultivares. In: Boas práticas agrícolas para aumento da produtividade e qualidade da pimenta-do-reino no Estado do Pará. Brasília, DF: Embrapa, 52p. ISBN 978-85-7035-305-4

Poltronieri, M. C., Rodrigues, M. R.., Lemos, O. F., Menezes, I. C., & Both, J. P. C. L. (2020). Estado da arte do melhoramento genético de pimenteira-do-reino (Piper nigrum L.) na Embrapa Amazônia Oriental. Embrapa, Embrapa Amazônia Oriental, (Documentos 452), 28p. SSN 1983-0513

Rodrigues, S. M.; Lemos, O. F.; Both, J. P. C. L.; Araújo, S. M. B., Poltronieri, M. C., & Menezes, I. C. (2022). O tipo de tutor influencia nos caracteres de crescimento e produção de cultivares de pimenteira-do-reino no nordeste do Pará-Brasil. Research, Society and Development, Research, 11(12). http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i12.34547

Rodrigues, S. M., Poltronieri, M. C., Lemos, O. F., Araújo, S. M. B., & Both, J. P. C. L. (2019). Avaliação de cultivares de pimenteira-do-reino (Piper nigrum) em dois tipos de tutores no município de Igarapé-Açu, Pará. Embrapa, Boletim de pesquisa e desenvolvimento. Embrapa Amazônia Oriental, 131. ISSN 1983-0483

Serrano, L. A. L. (2014). Pimenta-do-reino: Alta rentabilidade atrai produtores para a atividade. Campo & Negócio, Hortfruti, 1-6. <https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/999357/1/ADM14005.pdf>. Acesso em: 20 maio 2022.

Snedecor, G. W.; & Cochran, W. G. (1980). Statistical methods. 7. ed. Ames: The Iowa State University, 593p. ISBN 0813815606

Published

31/10/2022

How to Cite

BOTH, J. P. C. L. .; RODRIGUES, S. de M. .; LEMOS, O. F. de .; POLTRONIERI, M. C. .; ARAÚJO, S. M. B. .; LIMA JUNIOR, J. A. de . Morphological and production characters of Alencar and Ecuador black pepper clones cultivated in Tomé Açú, State of Pará. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 14, p. e420111436583, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i14.36583. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/36583. Acesso em: 26 nov. 2022.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences