Model for Strategic Management of Technological Incubators of Popular Cooperatives

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i14.36756

Keywords:

Strategy; Self-management; TIPC; Solidarity economic.

Abstract

The objective of this study is to propose a model for the strategic management of a technological incubator of popular cooperatives. This is research of qualitative nature, classifying itself in as much as the purposes are concerned as being prescriptive since it promotes solutions and direct replies to the problem presented, or may yet prescribe an ideal theoretical model to delimit concepts. The results of a field research were used, in which a semi-structured interview was used, since the interviews revealed a lack of literature on strategic management in ITCP. The research interviewees were the coordinators of the technological incubators of popular cooperatives in the state of Paraíba. This resulted in a model for strategic management of ITCPs divided into six stages, which are: participative management model; ITCP environment; participative planning; strategy formulation; strategy implementation; and control and evaluation. The proposed model is structured through the primordial factors of the solidarity economy, as well as the obstacles that ITCPs face in elaborating and implementing strategic planning, and how to strategically manage the incubated enterprises. In this way, the model developed intends to channel the efforts adopted by the ITCP with the incubated enterprises, demystifying the obstacles listed by the ITCP's and with the diversity of the incubated enterprises, considering the incubation criteria that best fit the incubated ones.

Author Biographies

Elenice da Silva Moraes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduada em Administração pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Mestrado em Administração e Desenvolvimento Rural pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Doutoranda em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Telma Lúcia de Andrade Lima, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Graduação em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Doutorado em Engenharia de Produção Universidade Federalde Pernambuco (UFPE)

Professora adjunta na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

References

Almeida, M. I. R. Almeida, F. R. (2020). Manual de planejamento estratégico: desenvolvimento de um plano estratégico com a utilização de planilhas no Excel. – 4. ed. – São Paulo: Atlas.

Aranha, J. A. S. (2003). Modelos de incubadora. – Brasilia: InfoDev Incubator Support.

Azambuja, L. R. (2009). Os Valores da Economia Solidária. Sociologias, n. 21. p. 282-317.

Baena, S. C. P., Sousa, A. L., & Melo Junior, G. (2022). Gestão Social Sustentável: missão e estratégia em busca de um alinhamento. Research, Society and Development, 11(11), e376111133702-e376111133702.

Bardin, L. (2016). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Barney, J. B.; Hesterly, W. S. (2017). Administração estratégica e vantagem competitiva: conceitos e casos. – 5ª Ed. – São Paulo: Pearson Prentice Hall.

Bonat, D. (2019). Metodologia da Pesquisa. 3. ed. – Curitiba: IESDE Brasil S. A. 132p.

Certo, S. C.; Peter, J. P. (2010). Administração estratégica: planejamento e implantação de estratégias. São Paulo, 3ª ed. Pearson Education do Brasil.

Abrantes, D. K. D. S., & Cândido, G. A. (2022, setembro) Ciência, Tecnologia E Inovação: Proposição de um conjunto de indicadores aderentes ao contexto brasileiro. Anais do 46º Encontro da ANPAD, on-line. http://www.anpad.org.br.

Chiavenato, I. (2022). Introdução à teoria geral da administração: uma visão abrangente na moderna administração das organizações. – 10ª ed. – Rio de Janeiro: Elsevier.

Chiavenato, I.; Sapiro, A. (2009). Planejamento estratégico: fundamentos e aplicações. – 2ª ed. – Rio de Janeiro: Elsevier.

Coop - Portal Cooperativismo Financeiro. (2022). Os sete princípios do cooperativismo. Disponível em:

<http://cooperativismodecredito.coop.br/cooperativismo/historia-do-cooperativismo/os-7-principios-do-cooperativismo/> acesso em: 12/10/2022.

Fernandes, D. R. (2012) Uma visão sobre a análise da Matriz SWOT como ferramenta para elaboração da estratégia. Revista de Ciências Jurídicas, v. 13, n. 2.

Godoi, C. K.; Balsini, C. P. V. (2010). A pesquisa qualitativa nos estudos organizacionais brasileiros: uma análise bibliométrica. In: Godoi, C. K., Bandeira-De-Mello, R.; Silva, A. B. (Organizadores). Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: Paradigma, Estratégias e métodos. São Paulo, 2ª ed. Saraiva.

González-Rey, F. (2010). Pesquisa qualitativa e subjetividade: os processos de construção da informação. São Paulo: Cengage Learning.

Hitt, M. A., Ireland, R. D.; Hoskisson, R. E. (2012). Administração estratégica: competitividade e globalização. São Paulo, 2ª ed. Cengage Learning.

Kaplan, R. S.; Norton, D. P. (1997). A estratégia em ação. - 19. ed. – Rio de Janeiro: Campus. p. 344.

Lechat, N. M. P.; Barcelos, E. S. (2008). Autogestão: desafios políticos e metodológicos na incubação de empreendimentos econômicos solidários. Revista katalysis, v. 11, n. 1.

Lopes, M. A. et al. (2017). Metodologia de Incubação de Empreendimentos Econômicos Solidários: Uma experiência pública. Mundo do trabalho contemporâneo, v. 1, n. 1.

Oliveira, D. P. R. (2011). Administração estratégica na prática: a competitividade para administrar o futuro da empresa. – 7ª ed. – São Paulo: Atlas.

Oliveira, D. P. R. (2011). Manual de Gestão das Cooperativas: uma abordagem prática. – 5ª ed. – São Paulo: Altas.

Oliveira, D. P. R. (2014). Planejamento Estratégico: conceito, metodologia e práticas. – 32ª ed. – São Paulo: Atlas.

Ribeiro, S. A.; Andrade, R. M. G.; Zambalde, A. L. (2005). Incubadoras de empresas, inovação tecnológica e ação governamental: o caso de Santa Rita do Sapucaí (MG). Cad. EBAPE.BR. vol.3, pp. 01-14. ISSN 1679-3951.

Santos, B. M., Niederauer, G., Godoy, L. P., Moro, M. F., & dos Reis, C. C. C. (2016). Planejamento estratégico de uma pequena empresa por meio das matrizes importância desempenho e critério-processo. Exacta, 14(4), 619-634.

Schmidt, A. B.; Lima, S. O. S.; Sechim, W. Z. (2010). Economia solidária: caderno pedagógico educandas e educandos – Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. 128 p.

Tavares, M. C. (2010). Gestão Estratégica. – 3ª ed. – São Paulo: Alas.

Teixeira, G. M., Silveira, A. C., Bastos Neto, C. P. S.; Oliveira, G. A. (2010). Gestão estratégica de pessoas. 2ª ed. Rio de Janeiro: Editora FGV.

Wright, P.; Kroll, M. J.; Parnell, J. (2007). Administração estratégica: conceitos. – 1ª ed. – 8ª reimpr. – São Paulo: Atlas.

Zouain, D. M.; Silveira, A. C. (2006). Aspectos estratégicos do modelo de gestão em incubadoras de empresas de base tecnológica. Cad. EBAPE.BR. vol.4, n.3, 2006. pp. 01-14. ISSN 1679-3951.

Published

03/11/2022

How to Cite

MORAES, E. da S. .; LIMA, T. L. de A. . Model for Strategic Management of Technological Incubators of Popular Cooperatives. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 14, p. e487111436756, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i14.36756. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/36756. Acesso em: 8 dec. 2022.

Issue

Section

Human and Social Sciences