Reflections from the learning of preceptors in the Pedagogical Residency Program

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i15.37171

Keywords:

Active methodologies; Adapted plans; Learning.

Abstract

This article presents research carried out with preceptors of the Pedagogical Residency Program (PRP), together with the Federal Farroupilha Institute - Campus São Borja - RS (IFFAR-SB). In this perspective, we seek to ascertain the influences of PRP on the continued formation of the participating preceptors, as well as to develop the importance of learning during the development of this program. This qualitative research was developed from a case study, which stopped in the analysis of a specific reality of the continued formation of the preceptors of the Pedagogical Residency - PRP - Campus São Borja. Regarding the analysis of the collected data, Bardin content analysis was used. As results, it was found that preceptors miss continuous training to fill the gap that exists in the context of working with their students with adapted plans, because the difficulty is how to proceed with each student according to their specific needs, they felt satisfaction in having had the opportunity to participate and build differentiated knowledge within the formative processes, emphasizing the variety of themes addressed and also emphasized that the program began to be part of its pedagogical practice, besides providing the same moments of reflection and action in the development of their lives as educators, in their teaching, making their classes more attractive and consequently with a relevant quality, so as to signify their practice.

Author Biography

Margarete Catarina Mendes Matte, Instituto Federal Farroupilha

Instituto Federal Farroupilha- IFFAR-SB.

References

Araújo, R. K. N., Lima, R. M., & Martins, V. L. (2022). A inclusão escolar na perspectiva do ensino: reflexões a partir de textos legislativos. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento. 11(9), e44111932038. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i9.32038

Arrelias, J. S., Bernardo, A. M. G., & Oliveira, C. M. (2022). Reflexões sobre a aprendizagem colaborativa e o uso das TIC (TIC) na educação profissional e tecnológica. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 11 (10), e26111032327. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i10.32327

Bacich, L., Tanzi, A. N., & Trevisani, F. de M. (2015). Ensino híbrido. Personalização e tecnologia na educação. Penso.67- 93.

Bossi, K. M. L., & Schimiguel, J. (2020). Metodologias ativas no ensino da Matemática: estado da arte. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 9 (4), e47942819. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i4.2819

Brasil (2019) Portaria nº 259, de 17 de dezembro de 2019. Dispõe sobre o Regulamento do Programa de Residência Pedagógica e do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). Diário Oficial da União.

Brasil (1996) Lei 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União. Brasília.23 de dezembro de 1996. < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm>.

Brasil (2001) Resolução CNE/CEB Nº 2, de 11 de setembro de 2001.Institui Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Diário Oficial da União, Brasília, 14 de setembro de 2001. Seção 1E, p. 39-40.

Castro, Ícaro F. de A., Sousa, F. C., Cipriano, T. H. A. S., Costa, F. G., Castro, K. S., Costa, V. S., Pires, G. R., & Narzetti, R. V. (2021). Residência Pedagógica e ensino a distância: desafios e perspectivas na visão de professores da educação básica participantes do programa. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 10 (11), e75101119359. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i11.19359

Delors, J. (2003). Educação: um tesouro a descobrir. (8a ed.): Cortez; Mec: Unesco.

Fernandes, S. H. A. A., & Healy, L. (2009). Desafios associados à inclusão de alunos cegos e com baixa visão nas avaliações escolares. Escritos Pedagógicos, v. 4, p. 119-139. São Paulo.

Gemignani, E. Y. M. Y. (2012). Formação de professores e metodologias ativas de ensino aprendizagem: ensinar para a compreensão. Fronteiras da Educação [online], Recife, v. 1.

Matos, S. R., & Mazzafera, B. L. (2022). Reflexões sobre metodologias ativas e tecnologias digitais como recursos pedagógicos no processo de ensino e aprendizagem de competências. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 11 (9), e57311932259. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i9.32259

Morán, J. (2015) Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Vol. II. Carlos Alberto de Souza e Ofelia Elisa Torres Morales (orgs.). PG: Foca Foto-PROEX/UEPG.

Morán, J. (2015). Educação Híbrida. Um conceito-chave para a educação, hoje. Apud: Bacich, Lilian; Neto, Adolfo; Trevisani, Fernando de Melo (Org). Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação. Penso. 40-65.

Moreira, S. C., Araújo, R. C. & Lima, M. M. (2021). Metodologias Ativas Mistas: desafios e possibilidades da aprendizagem significativa na educação básica em tempos de ensino remoto e híbrido. IFAC. Rio Branco Acre:ISBN: 978-65-5941-189-4

Nascimento, J. L., & Feitosa, R. A. (2020). Metodologias ativas, com foco nos processos de ensino e aprendizagem. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento , 9 (9), e622997551. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7551.

Novaes, M. A. B., Silva, E. S., Costa, M. K. R., Amorim, P. A., Machado, F. L. M., Machado, A. M. M. R., Moura, J. S Paiva, C. R. B., Martins, I. S., Paulino, F. G. O., Araújo, M. N., Medeiros, J. L., & André, A. S. (2021). Metodologias ativas no processo de ensino e aprendizagem: alternativas didáticas emergentes. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 10 (4), e37710414091. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14091

Pires, C. F. F. (2015). O estudante e o ensino híbrido. Apud: Bacich, Lilian; Neto, Adolfo; Trevisani, Fernando de Melo (Org). Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação. Penso. 115-125.

Yin, R. K. (2010). Estudo de caso: planejamento e métodos. Tradução: Ana Thorell. Revisão Técnica Claúdio Damaceno. (4a ed.), Bookman.

Vergara, S. C. (2015). Métodos de Pesquisa em Administração. (4a ed.), Atlas.

Vergara, S. C. (2016). Projetos e relatórios de pesquisa em administração. (14a ed.), Atlas.

Published

17/11/2022

How to Cite

MATTE, M. C. M.; MARIANI, V. de C. P. Reflections from the learning of preceptors in the Pedagogical Residency Program. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 15, p. e270111537171, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i15.37171. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/37171. Acesso em: 31 jan. 2023.

Issue

Section

Human and Social Sciences