Aspects of nursing care in the treatment of acute respiratory distress syndrome in the Intensive Care Unit

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i15.37240

Keywords:

Respiratory distress syndrome; Intensive Care Unit; Nursing.

Abstract

Nursing as a science and profession is designed to sustain life and promote biopsychosocial functions, and hospitals are one of its main workplaces. This paper aims to evaluate nursing care in the treatment of acute respiratory distress syndrome in Intensive Care Units. The study has a qualitative approach and a basic nature, this study is the result of a bibliographic survey on the theme in question. Nine articles were selected to compose the final sample, which demonstrated the assistance given and the difficulties encountered. During the Acute Respiratory Distress Syndrome there are several consequences among them the gas exchange impairment, which occurs due to ventilation-perfusion incompatibility, because it is when there is a physiological condition that results in the lung alveoli being perfused with blood, but the air supply fails to supply this perfused region causing low blood oxygen level. It is concluded from the articles used to construct this study that the nurse has difficulties inside the Intensive Care Units related to the treatment of the Respiratory Distress Syndrome.

References

Ananias, M. A. N. B., Cambraia, A. A., & Calderaro, D. C. (2018). Efeito da posição prona na mecânica respiratória e nas trocas gasosas em pacientes com SDRA grave. Revista Med Minas Gerais, 28(5), eS280528. http://www.dx.doi.org/10.5935/2238-3182.20180140

Cavalheiro, A. M., Moura Júnior, D. F., & Lopes, A. C. (2008). Stress in nurses working in intensive care units. Revista Latino-Americana de Enfermagem. Rev. Latino-Am Enfermagem, 16(1), 1-8. https://doi.org/10.1590/S0104-11692008000100005

Chesani, F. H., & Oliveira, D. O. N. C. (2020). As estratégias de cuidado realizadas por uma equipe de terapia intensiva ao paciente com diagnóstico de SDRA. Braz Cubas Centro Universitário, Diálogos Interdisciplinares, 9(3), 120-133.

Costa, D. A. (2020). Síndrome de Dificuldade Respiratória Aguda – ARDS. Dissertação de mestrado, Universidade do Porto, Porto, Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar – Universidade do Porto, Portugal.

Dias, L. P. D., & Dias, M. P. (2019). Forence Nightingale e a História da Enfermagem. História da Enfermagem Revista Eletrônica, 2(10), 47-63.

Manfredini, F., Mallamaci, F., D’Arrigo, G., Baggetta, R., Bolignano, D., Torino, C., & Zoccali, C. (2017). Exercise in patients on dialysis: a multicenter, randomized clinical trial. Journal of the American Society of Nephrology, 28(4), 1259-1268.

Marquiza, J. L., Bransão, J. O., Lima, L. S., Silva, L. V. T., Nepomuceno, B. B., Oliveira, R. L., Druzian, A. F., & Dias, M. E. M. (2018). Efeito da posição prona na Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA): relato de experiência. PECIBES- Perspectivas Experimentais e Clínicas, Inovações Biomédicas e Educação em Saúde, 4(2), 94-101.

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. C. P., & Galvão, C. M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto – Enfermagem, 17(4), 758-764

Pinto, M. M. M., Sousa, N. R., Maranhão, T. S. V., Rolim, K. M. C., Magalhães, F. J., Vasconcelos, S. P., Frota, M. A., & Fernandes, H. I. M. V. Intervenções de enfermagem na prevenção de extubação não programada em recém-nascidos: bundle de boas práticas. Enferm. Foco, 10(7), 115-119.

Ruivo, R. (2019). Novo Manual de avaliação e prescrição de exercício. Self.

Ruivo, B. A. R. A., Bastos, J. P. C., Figueiredo Júnior, A. M., Silva, J. C. S., Jesus, L. M., Brígida, G. V. S., Santos, C. B., Silva, C. S., Pinheiro, E. P. S., & Camboim, B. B. P. (2020). Assistência de enfermagem na segurança do paciente na UTI: uma revisão integrativa da literatura. Revista Eletrônica Acervo Enfermagem, 5, e5221. https://doi.org/10.25248/reaenf.e5221.2020

Santos, A., Januário, N., Bianca, M., Fontenele, N., Vanessa, F., Xavier, L., & Holanda, T. M. (2017). Síndrome do desconforto respiratório agudo: revisão de literatura. Revista Interfaces da Saúde, 4(1), 47-53.

Siegel, M. D. (2020). Síndrome do desconforto respiratório agudo: epidemiologia. UpToDate, 4(2), 159-169.

Silva, A. P., Daibem, C. G. L., Ferrari, A. H. M., Moraes, C. F., Giatti, G. C., & Farje, L. A. D. (2019). Síndrome do desconforto respiratório agudo em prematuros (SDRA). 7ª jornada cientifica e tecnológica da Fatec de Botucatu, São Paulo.

Souza, P. S. (2019). Estresse ocupacional em enfermeiros de UTI. Monografia, Universidade Católica de Salvador Faculdade Enfermagem, Salvador, BA, Brasil.

Souza, M. T., Silva, M. D., & Carvalho, M. D. (2010). Revisão integrativa: o que é e como fazer? Einstein, 8(1), 102-06.

Vieira, I. F. B. (2019). Intervenções de Enfermagem à Pessoa com Síndrome de Dificuldade Respiratória Aguda em Decúbito Ventral: Construção e Validação de um Protocolo. Dissertação de mestrado, Leiria, Portugal.

Published

18/11/2022

How to Cite

SOUSA, J. W. A. de .; FONTINELE, I. S. .; SILVA, Államy D. M. e . Aspects of nursing care in the treatment of acute respiratory distress syndrome in the Intensive Care Unit. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 15, p. e315111537240, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i15.37240. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/37240. Acesso em: 9 feb. 2023.

Issue

Section

Health Sciences