Reading and writing in the early grades of elementary school: Challenges and learning in two schools in the municipality of Belém, Pará State (PA), Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v13i3.45295

Keywords:

Reading; Writing; Teaching; Primary education; Pedagogical methods.

Abstract

When we start learning to read and write, we depend on a complex integration of linguistic, neuropsychological and intellectual factors, as well as affective and socio-environmental factors. In the early years of school life, reading and writing are essential tools for a child's all-round development. From the authors' perspective, there is a need not only for activities related to literacy, but also for different themes and practices to be discussed and contextualized in school spaces. We report here on the experience of educational practices carried out in the project "Reading and Writing in the early grades of elementary school" in two public schools in Belém-Pará. Pedagogical practices were developed in which students performed various readings and sequenced words through games, games and playful dynamics. Topics related to reading and writing were discussed in the classroom, providing students with practical learning in a fun and meaningful way to improve their knowledge of these topics. The activities developed are essential for the development of literacy and promote new teaching practices that enhance learning.

References

Bosco, Z. R. (2005). A errância da letra: o nome próprio na escrita da criança. Pontes, FAPESP. SP.

Brasil. Ministério da Educação (MEC). (2007). Programa de formação continuada de professores dos anos/séries iniciais do Ensino Fundamental: alfabetização e linguagem. MEC, Secretaria de Educação Básica: Brasília: DF.

Brasil. Ministério da Educação (MEC). (2012). Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: a apropriação do sistema de escrita alfabética e a consolidação do processo de alfabetização – Ano 2, Unidade 3. Brasília: DF.

Brasil. Ministério da Educação (MEC). (2018). Base Nacional Comum Curricular. Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília, DF: MEC. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/bncc20dez.

Brasil. Ministério da Educação (MEC). Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). (2024). Catálogo das escolas. Brasília, DF: MEC. Disponível em: https://inepdata.inep.gov.br/analytics/saw.dll?Dashboard. Acesso em: 20 fev. 2024.

Brasil. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. (1997). Parâmetros curriculares nacionais: língua portuguesa. Brasília, DF: 144p. http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro02.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde (MS). Conselho Nacional de Saúde (CNS). (2016). Resolução nº 510, de 07 de Abril de 2016.: https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf.

Brooks, G. (2013) The prerequisites for successful teaching and learning of literacy. Eur. J. Educ. 48(4), 557-69. http://dx.doi.org/10.1111/ejed.12049.

Brown, T., Unsworth, C., & Lyons C. (2009). Factor structure of four visual-motor instruments commonly used to evaluate school-age children. Am. J. Occup. Ther. 63(6):710-23. http://dx.doi.org/10.5014/ajot.63.6.710.

Carvalho, M. (2002). Guia prático do alfabetizador. Ática.

Capra, F. (2006). Alfabetização ecológica. Editora Cultrix.

Da Silva, I. C. F. (2023). O uso do alfabeto móvel através de jogos e brincadeiras como facilitador do processo de alfabetização. Gestão & Educação, 6 (1): 58-68. http://revista.faconnect.com.br/index.php/GeE/article/view/158/142.

Ferreiro, E. (1982). Los procesos constructivos de apropriación de la escritura. In: Ferreiro, E., Gómez, P. (comp.). Nuevas perspectivas sobre los procesos de lectura y escritura. México, Siglo XXI.

Ferreiro, E. (1985). Psicogênese da Língua Escrita. Artes Médicas.

Fischer, S. R. (2000). História da Escrita. Editora UNESP. 209 p.

Fischer, S. R. (2004). A history of reading. Reaktion books. 282 p.

Freire, P. (1988). A Importância do Ato de Ler: em três artigos que se completam. (22a ed.). Cortez.

Freire, P. (1992). Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Notas: Ana Maria Araújo Freire. Paz e Terra. 336 p.

Freire, P. (2007). Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. (35a ed.). Paz e Terra.

Freire, P. (2009). Educação como prática da liberdade. Paz e Terra.

Fundação Centro de Referência em Educação Ambiental – Escola Bosque (FUNBOSQUE). (2023). Unidades Pedagógicas. Prefeitura de Belém. https://funbosque.belem.pa.gov.br/.

Galvão, A. M. de O. (2016). Crianças e cultura escrita. In: Brasil. Ministério da Educação (MEC). Secretaria de Educação Básica. Linguagem oral e linguagem escrita na Educação infantil: práticas e interações. Coleção Leitura e Escrita na Educação Infantil. Caderno 3. MEC, SEB.

Lemle, M. (2001). Guia teórico do alfabetizador. (15a ed.). Ática.

Lima, B. A. (1979). Manual do Professor para a Cartilha Caminho Suave – Comunicação e Expressão. (3a ed.). Editora Caminho Suave.

Lupton, E., & Phillips, J. C. (2008). Novos fundamentos do design. Cosac Naify.

Morais, A. G. Sistema de escrita alfabética. (2012). Melhoramentos.

Navas, A. L. G. P., & Santos, M. T. M. (2014). Aquisição e desenvolvimento da escrita. In: Marchesan, I. Q., Silva, H. J., Tomé, M. C. eds. Tratado das especialidades em fonoaudiologia. Roca. 577-83.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da Pesquisa Científica. UFSM. https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1.

Peres, E. (2012). Um estudo da história da alfabetização através de cadernos escolares (1943-2010). Cadernos de História da Educação, 11(1), 93-106. https://seer.ufu.br/index.php/che/article/view/17532/9631.

Russo, M. F. (2012). Alfabetização: um processo em construção. (6a ed.). Saraiva.

Smolka, A. L. B., Magiolino, L. L. S., & Rocha, M. S. P. M. L. Crianças, linguagem oral e escrita: modos de apropriação. In: Brasil. Ministério da Educação (MEC). Secretaria de Educação Básica. Linguagem oral e linguagem escrita na Educação infantil: práticas e interações. Coleção Leitura e Escrita na Educação Infantil. Caderno 3. MEC, SEB.

Sousa, A. S. R., & Silva, I. O. G. (2023). Dificuldades da leitura e escrita nas series iniciais do ensino fundamental. In: Da Rocha, C. J. T., Ribeiro, M. R. (orgs.). Temas pedagógicos e formação profissional. Curitiba: PR. Editora Bagai, p. 217.

Published

18/03/2024

How to Cite

LEITE, L. N. de O. .; AMORIM, M. N. A. de .; CUNHA, Y. M. A. L. . Reading and writing in the early grades of elementary school: Challenges and learning in two schools in the municipality of Belém, Pará State (PA), Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 13, n. 3, p. e7013345295, 2024. DOI: 10.33448/rsd-v13i3.45295. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/45295. Acesso em: 25 jun. 2024.

Issue

Section

Teaching and Education Sciences