Health education as a strategy for the prevention of urinary tract infection associated with the use of indwelling bladder catheter

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7459

Keywords:

Urinary tract infections; Urinary catheterization; Nursing care; Education continuing.

Abstract

Objective: To identify measures to prevent urinary tract infection associated with the use of indwelling bladder catheters, through health education. Method: Descriptive, quantitative research with 95 nursing professionals from a public hospital in the city of Rio de Janeiro. Data production took place from July to September 2019, using the instrument “Risk screening for urinary tract infection associated with the use of an indwelling bladder catheter”, containing closed questions and a game of errors, anchored in gamification. Analysis was carried out using absolute, relative values and accumulated frequency, in the light of the theoretical framework. Results: The daily frequency of urethral meatus hygiene was erroneously pointed out by 44.21% of the participants. The conduct to be taken in case of disconnection of the closed drainage system with the indwelling bladder catheter was asserted by 87.37% of the participants. 144 prevalence of errors were not identified by the participants, 76.55% were concentrated on the items absence of the clamping device of the urine bag and urine volume in the bag higher than recommended; and 23.45% to fix the indwelling bladder catheter in an inappropriate region, incorrect storage of the collection bag on the floor and absence of personal protective equipment. Conclusion: It was proved that the health team was unaware of the frequency of daily hygiene of the urethral meatus, urine volume higher than that recommended in the urine bag and failure to observe the absence of a clamping device in the closed drainage system. Gaps that guide the planning and execution of the Continuing Health Education Service.

Author Biographies

Luana Cardoso Pestana, Hospital Federal Cardoso Fontes

Enfermeira.  Especialista em Geriatria e Gerontologia. Mestre em Ciências do Cuidado em Saúde.  Presidente do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento e Coordenadora do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Federal Cardoso Fontes. 

Ana Paulo Daltro Leal de Paiva, Hospital Federal Cardoso Fontes

Enfermeira. Especialista em Enfermagem Clínica - Cirúrgica. Preceptora no Programa de Residência em Enfermagem em Saúde da Família, na modalidade gestão da SMS/RJ. Preceptora de acadêmicos de enfermagem em Saúde Coleticva da SMS/RJ. Coordenadora da Residência de Enfermagem Clínica Cirúrgica do Hospital Federal Cardoso Fontes. 

Ana Lúcia Reis, Hospital Federal Cardoso Fontes

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Enfermeira do Serviço de Educação Permanente Multidisciplinar.

Raquel Calado da Silva Gonçalves, Hospital Federal Cardoso Fontes

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutora em Ciências.

Elaine Cristine da Conceição Vianna, Hospital Federal Cardoso Fontes

Enfermeira. Chefe do Serviço de Emergência, Membro efetivo das Comissões de: Cuidados paliativos, Farmácia terapêutica, Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos,  Membro do Time de terapia infusional como enfermeira insertadora de cateter PICC do Hospital Federal Cardoso Fontes. . Preceptora da Residência de Enfermagem da UNIRIO. 

References

Arrais, E. L. M., Oliveira, M. L. C., & Sousa, I. D. B. (2017). Prevenção de infecção urinária: indicadores de qualidade da assistência de enfermagem em idosos. Rev. enferm. UFPE on line, 11(8): 3151-7, Recuperado de https://periodicos.ufpe.br/revistas/ revistaenfermagem/article/view/110221

Barros, L. A. A., Paiva, S. S., Gonçalves, A. F., & Sousa, S. M. A. (2016). Diagnóstico de enfermagem de risco para eventos adversos na instalação do cateterismo vesical de demora. Rev. enferm. UFPE on line, 10(9): 3302-12, Recuperado de https://pesquisa. bvsalud.org/portal/resource/pt/bde-30075

Brasil (2009). Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Segurança do Paciente em Serviços de Saúde: Higienização das Mãos. Brasília: Anvisa, 2009. 105p. Recuperado de https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/publicacoes/item/seguranca-do-paciente-higienizacao-das-maos

Brasil (2017). Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Medidas de Prevenção de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde. Brasília: Anvisa, 2017. 127p. Recuperado de http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/3507912/Caderno+4+-+Medidas+de+ Preven%C3%A7%C3%A3o+de+Infec%C3%A7%C3%A3o+Relacionada+%C3%A0+Assist%C3%AAncia+%C3%A0+Sa%C3%BAde/a3f23dfb-2c54-4e64-881c-fccf9220c373

Chaves, N. M. O., & Moraes, C. L. K. (2015). Controle de infecção em cateterismo vesical de demora em unidade de terapia intensiva. Rev. enferm. Cent.-Oeste Min., 5(2): 1650-7, Recuperado de http://www.seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/773

Doreste, F. C. P. L., Souza, A. L. L., Queiroz, N. R., Luna, A. A., Silva, N. C. M., & Souza, P. A. (2019). Segurança do paciente e medidas de prevenção de infecção do trato urinário relacionados ao cateterismo vesical de demora. Rev. Enferm. Atual In Derme, 89(27), 1-8, Recuperado de https://doi.org/10.31011/reaid-2019-v.89-n.27-art.61

Farias, R. C., Nascimento, C. C. L., Souza, M. W. O. (2019). Infecção do trato urinário relacionada ao cateter vesical de demora: elaboração de bundle. Revista eletrônica acervo saúde, 11(11),e510, Recuperado de https://acervomais.com.br/index.php/saude/article /view/510

Ferreira, L. L., Azevedo, L. M. N., Salvador, P. T. C. O., Morais, S. H. M., Paiva, R. M., & Santos, V. E. P. (2019). Cuidado de enfermagem nas infecções relacionadas à assistência à saúde: scoping review. Rev. bras. enferm. (Online), 72(2),498-505. Recuperado de https://www.scielo.br/pdf/reben/v72n2/pt_0034-7167-reben-72-02-0476.pdf

Fialho, U. F. S., Souza, C. F., & Brito, A. B. (2019). A fase de preparação no processo de design de um produto médico-hospitalar. Human Factors in Design, 8(16),64-81, Recuperado de http://www.revistas.udesc.br/index.php/hfd/article/view/2316796308162019064

Hinrichsen, S. C. A., Souza, A. S. R., Costa, A., Amorim, M. M. R., Hinrichsen, M. G. M. L., & Hinrichsen, S. L. (2009). Fatores associados à bacteriúria após sondagem vesical na cirurgia ginecológica . Rev. Assoc. Med. Bras., 55(2), 181-7. Recuperado de https://www.scielo.br/pdf/ramb/v55n2/23.pdf

Jesus, J. S., Coelho, M. F., & Luz, R. A. (2018). Cuidados de enfermagem para prevenção de infecção do trato urinário em pacientes com cateterismo vesical de demora (CVD) no ambiente hospitalar. Arq Med Hosp Fac Cienc Med Santa Casa São Paulo, 63(2),96-9. Recuperado de http://arquivosmedicos.fcmsantacasasp.edu.br/index.php/AMSCSP/article/ viewFile/254/410

Mazzo, A., Godoy, S., Alves, L. M., Mendes, I. A. C., Trevizan, M. A., & Rangel, E. M. L. (2011). Cateterismo urinário: facilidades e dificuldades relacionadas à sua padronização. Texto & contexto enferm, 20(2), 333-9. Recuperado de https://www.scielo.br/ scielo.php?pid=S0104-07072011000200016&script=sci_arttext

Mota, E. C., & Oliveira, A. C. (2019). Prevenção de infecção do trato urinário associada a cateter: qual o gap na prática clínica. Texto & contexto enferm, 28: e20180050, de https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-07072019000100326&script=sci_arttext&t lng=pt

Nogueira, H. K. L., Góes, A. C. F., Oliveira, D. F., Simõs, N. A., Fernandes, M. S., & Fernandes, M. S. (2017). Conhecimento de profissionais intensivistas sobre o bundle para a prevenção de infecção do trato urinário associada ao uso de sondas. Rev. enferm. UFPE on line, 11(12), 4817-25. Recuperado de https://periodicos.ufpe.br/revistas/revista enfermagem/article/view/15209

Organização Mundial de Saúde (2018). No dia mundial de higienização das mãos, OMS alerta para prevenção da sepse nos cuidados de saúde. Recuperado de https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5657:no-dia-mundial-de-higienizacao-das-maos-oms-alerta-para-prevencao-da-sepse-nos-cuidados-de-saude&Itemid=812

Pantoja, P. T. (2017). Intervenção e prevenção de enfermagem nas infecções do trato urinário associada a cateter vesical (ITU). Trabalho de conclusão de curso, Faculdade de Macapá, Macapá, AP, Brasil.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM. Recuperado de https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1.

Resolução COFEN nº450 de 11 de dezembro de 2013. Normatiza o procedimento de sondagem vesical no âmbito do Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem. Brasília, DF. Recuperado de http://www.cofen.gov.br/resolucao-cofen-no-04502013-4_23266.html

Ribeiro, V. G., Zabadal, J., Trommer, T., Silveira, A. L. M., Silveira, S. R., Bertolini, C., Cunha, G. B., & Bigolin, N. M. (2020). Emprego de técnicas de gamificação na educação científica: relato de uma intervenção como apoio à estatística. Research, Society and Development, 9(1), e146911840. Recuperado de https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/

/001105721.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Silva, M. R., Almeida, T. H. R. C., Santos, T. R., Souza, E. S., & Santana, R. M., (2020). Infecção de trato urinário associada ao cateterismo vesical de demora na população idosa: classificações de enfermagem. Revista eletrônica acervo saúde, 3: e3540. Recuperado de https://acervomais.com.br/index.php/enfermagem/article/view/3540/2126

Tavares, J. M. M., Moura, M. V., Teixeira, M. M., Costa, F. H. R., Costa, I. K. F., & Mendonça, A. E. O. (2020). Incidência de infecção urinária em pacientes hospitalizados em uso de cateter vesical de demora. Revista eletrônica acervo saúde, 12(8), e3497. Recuperado de https://acervomais.com.br/index.php/saude/article/view/3497

Trommer, T. (2016). Gamificlasse: proposta de protótipo instrucional para planejamento de atividades gamificadas no ensino de design. Dissertação de mestrado, Centro Universitário Ritter dos Reis, Porto Alegre, RS, Brasil.

Published

26/08/2020

How to Cite

Sé, A. C. S., Pestana, L. C. ., Paiva, A. P. D. L. de, Reis, A. L., Gonçalves, R. C. da S. ., & Vianna, E. C. da C. . (2020). Health education as a strategy for the prevention of urinary tract infection associated with the use of indwelling bladder catheter. Research, Society and Development, 9(9), e453997459. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7459

Issue

Section

Health Sciences