The study of operations with fractions by comic for the formation of the mathematics teacher

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7652

Keywords:

Fraction operations; Comics; Didactic proposals

Abstract

This article aims to present operations with fractions, a constant issue in Basic Education, through activity proposals using comics  for a differentiated approach to the theme.The educational comics aim to overcome the difficulties that students have in basic fractions operations and also promote the reinvention of teaching practices  and take advantage of the potential of comics.We used a qualitative methodology of a descriptive nature that resulted in the construction of two didactic proposals. The first proposal promotes initial provocations to mobilize previous knowledge. The second proposal presents square representations of the addition and subtraction of fractions. So our study proposes to teachers a practical guide to orientate them in their educational practices, in order to familiarize them with the resource of comics, being able to adapt them to achieve their goals, time and audience. In this perspective, it is understood that the practice with comics can be incorporated into mathematics classes, as well, with it, the idea of sub-reading is demystified, so that, thus, there is awareness and familiarization with language, promoting a significant formative perspective in the performance of the teaching profession in the teaching of Basic Education.

References

Alcântara, CS (2017). A história das histórias em quadrinhos e a educação: uma relação conflituosa. Histórias em quadrinhos: interdisciplinaridade e educação. São Paulo: Editora Reflexão, 31-56.

Cavalcante, LAO & Cedro, WL, (2017). Uma análise lógico-histórica da relação entre as histórias em quadrinhos e a educação. Histórias em quadrinhos: interdisciplinaridade e educação. São Paulo: Editora Reflexão, 57-82.

Cavalcante, LAO, (2014). No dia mais claro: um estudo sobre o sentido atribuído às histórias em quadrinhos por professores que ensinam matemática em formação. 212 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia. Recuperado em: https://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4120.

Kates, S (1998). A Qualitative Exploration into Voters’ Ethical Perceptions of Political Advertising: Discourse, Disinformation, and Moral Boundaries. Journal of Business Ethics, v. 17.

Levy, S J (2005). The evolution of qualitative research in consumer behavior. Journal of Business Research, v. 58.

Luyten, SMB, (1985). O que é história em quadrinhos. São Paulo: Brasiliense.

Martins, EB & Pereira, ACC, (2013). Discutindo o uso de quadrinhos no ensino de análise combinatória. In: CONGRESSO IBEROAMERICANO DE EDUCACIÓN MATEMÁTICA. Montevidéu. Actas. Montevidéu: Sociedad de Educación Matemática Uruguaya, 5823-5830.

Inhelder, B & Szeminska, A, (1984). La Partition des Surfaces et la Notion de Fraction. In: La Geómétrie Spontanée de l’Enfant. Paris: Press Universitaires de France.

Oliveira, RG & Silva, LCL (2014). Aprendizagem do conceito de frações frente a situações de aprendizagem sugeridas pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo .REVEMAT. Florianópolis (SC), v.9, n. 1, p. 69-89.

Pereira, ACC & Alcântara, CS, (2017). Histórias em quadrinhos: interdisciplinaridade e educação. São Paulo: Editora Reflexão.

Ramos, P, (2017). Tiras no ensino. São Paulo: Parábola Editorial.

Ramos, P, (2018). Coleção Quadrinhos em Sala de Aula: estratégias, instrumentos e aplicações. Fundação Demócrito Rocha, caderno 6. Fortaleza.

Simões, M, (2013). Frações bem quadradinhas. Revista Cálculo, São Paulo, v.3, 4-39.

Silva, TS & Brito, ÁR, (2018). Desenvolvendo as capacidades de linguagem na produção do gênero de Histórias em Quadrinhos (HQs). Revista Prática Docente, v. 3, n. 2, 437.

Recuperado em: http://periodicos.cfs.ifmt.edu.br/periodicos/index.php/rpd/article/view/224.

Silveira, MC, (2002). Produção de Significados sobre Matemática e Cartuns. 76f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. Recuperado em: https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/2363/000318225.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Vasconcelos, DM & Carvalho, JIF, (2018). O ensino de Trigonometria por meio de histórias em quadrinhos. Revista Acta Latinoamericana de Matemática Educativa, v 31, n.1, 438-444. Recuperado em: http://funes.uniandes.edu.co/13550/2/Monteiro2018O.pdf.

Vergueiro, W; Ramos, P, (2009). Quadrinhos na educação: da rejeição à prática. São Paulo: Contexto.

Vergueiro, W, (2014). Uso das HQs no ensino. In: RAMA, A. et al. Como usar as histórias em quadrinhos na sala de aula. São Paulo: Contexto, 7-29.

Vergueiro, W, (2018). Coleção Quadrinhos em Sala de Aula: estratégias, instrumentos e aplicações. Fundação Demócrito Rocha, caderno 1. Fortaleza.

Published

01/09/2020

How to Cite

Miranda, R. da R., Rocha, S. da S. ., & Pereira, A. C. C. (2020). The study of operations with fractions by comic for the formation of the mathematics teacher. Research, Society and Development, 9(9), e629997652. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7652

Issue

Section

Education Sciences