National examination of the performance of Dentistry students (ENADE - 2016) - a look at institutions, students, and collective health

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9932

Keywords:

Enade; Academic performance; Collective health.

Abstract

The National Academic Performance Examination (Enade), one of the evaluation axes of the National Higher Education Assessment System (SINAES), is responsible for evaluating public and private Higher Education Institutions (HEIs), identifying the performance of university students and the characteristics of courses. This analytical observational analytical study aimed to assess the association between the characteristics of HEIs, students and performance in Collective Health issues with the performance at ENADE 2016. The research sample was 205 public and private HEIs of Dentistry in Brazil. The course reports issued by INEP (National Institute of Educational Studies and Research Anísio Teixeira) were analyzed to identify variables related to HEI (location, type, ENADE concept, number of students completing the course and students taking the test); students (color, family income, parental education; type of school attended in high school, degree of difficulty of the test in general and specific training; relation to total time; clarity of statements; difficulty in answering the test) and the performance of students in the test (general and specific SC result). It was found that public HEIs presented a significantly higher mean and variability among students than significantly less than private institutions. It was also noted an association between the performance of ENADE with the students 'family income, parents' education, type of school attended by high school students, number of senior students and students attending the test. It is concluded that, as identified for the general grade of ENADE, students from public HEIs had better performance in the questions that addressed the Collective Health content than those enrolled in private HEIs and that less crowded classrooms and extensive participation of students from evidence should be stimulated.

Author Biographies

Luciane Zanin, Faculdade São Leopoldo Mandic

Faculdade São Leopoldo Mandic, Campinas, São Paulo, Brasil

Flávia Martão Flório, Faculdade São Leopoldo Mandic

Doutora em Odontologia pela Faculdade de Odontologia de Piracicaba, UNICAMP. Professora na Faculdade São Leopoldo Mandic.

References

Albuquerque, S. H. C., Saintrain, M. V. L., Noro, L. R. A., Nuto, S. A. S., Moreira, T. P., Maia, M. C. G., Rebouças Filha, M. C., & Ferreira, M. E. M. Como você se sente? A experiência do Estágio Extramural do Curso de Odontologia da Unifor. In: Noro, L. R. A. (Org.). Curso de Odontologia da Unifor: 10 anos ensinando e aprendendo. Fortaleza: Universidade de Fortaleza; 2005.

Azevedo M. S., Gomes T. G & Barbosa R. L. S. (2017). Série histórica dos conceitos do Enade em Odontologia: houve mudanças ao longo de três ciclos avaliativos? Revista da ABENO, 17(1), 109-113.

Basso, C., Graf, L. P., Lima, F. C., Schmidt, B., & Bardagi, M. P. (2013). Organização de tempo e métodos de estudo: Oficinas com estudantes universitários Relato de Experiência Profissional Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil. Revista Brasileira de Orientação Profissional, 14(2), 277-288.

Bertolin, J. C. G., & Marcon, T. (2015). O (des)entendimento de qualidade na educação superior brasileira – Das quimeras do provão e do ENADE à realidade do capital cultural dos estudantes. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), 20(1), 105-122.

Bispo, N. T. B., Cecchin, D., Zanette F., & Grazziotin-Soares, R. (2012) Aquisição de conhecimentos de estudantes de odontologia da UPF durante a graduação: Avaliação sob parâmetros do ENADE. Revista da Faculdade de Odontologia de Passo Fundo, 17(3), 273 -279.

Bourdieu, P., & Passeron, J. C. (1998). Escritos de Educação. Petrópolis, RJ: Vozes.

Lei 10.861, de 14 de Abril de 2004. Institui o Plano Nacional de Avaliação da Educação Superior e dá outras providencias. Diário Oficial da União. 2004; abr.15.

Canan, S. R., & Eloy, V. T. (2016). Políticas de avaliação em larga escala: o ENADE interfere na gestão dos cursos? Práxis Educativa, 11(3), 621-640.

Carvalho, A. N., Holanda, L. A., Martins, P. C., & Novo, C. B. M. C. (2018). Avaliação do bacharelado em turismo no Brasil à luz do exame nacional de desempenho dos estudantes (ENADE). Turismo: Visão e Ação, 20(3), 389-401.

Conceição, O. C. (2017). Uma avaliação do Programa Ciência sem Fronteiras: efeitos sobre desempenho, trancamento e conclusão (Dissertação de mestrado), Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

Costa, J. C. A. (2016). Vis-scholar: uma metodologia de visualização e análise de dados na Educação (Dissertação de mestrado), Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, RS, Brasil.

Dal-Farra, R. A., & Valduga, M. (2012) A educação ambiental na formação continuada de professores: as práticas compartilhadas de construção. Linhas Críticas, 18(36), 395-415.

Demarzo, M. M. P., Zilbovicius, C., Gonçalves, D. A. (2011). Reorganização dos sistemas de saúde: promoção da saúde e Atenção Primária à Saúde. Recurso educacional aberto em Português, CVSP – Brasil, ID: una-167.

Dias, C. L., Horiguela, M. L. M., & Marchelli, P. S. (2006). Políticas para a avaliação da qualidade do ensino superior no Brasil: um balanço crítico. Educação e Pesquisa, 32(3), 435-464.

Espíndola, P. S, Lemos, C. L. S., & Reis, L. B. M. (2011). Perfil do profissional de nível superior na estratégia saúde da família. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, 24(4), 367-375.

Feldmann, T, & Souza, O. (2016). A governamentalidade e o Exame Nacional de Desempenho De Estudantes - ENADE. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), 21(3), 1017-1032.

Gil, A. C. (2008). Didática do ensino superior; Metodologia do ensino superior. São Paulo: Atlas.

Gramani, M. C. N, & Duarte, A. L. C. M. (2011). O Impacto do desempenho das instituições de educação básica na qualidade do ensino superior. Revista Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, 19(72), 679-702.

Hilu, L., & Gisi M. L. (2011). Produção científica no Brasil: um comparativo entre universidades públicas e privadas. Anais do X Congresso Nacional de Educação – EDUCERE, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, PR, Brasil.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. (2016). Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes- ENADE. Recuperado em 15 agosto, 2020, de http://portal.inep.gov.br/enade.

Leitão, T., Moriconi, G., Abrão, M., & Silva, D. (2010). Uma análise acerca do boicote dos estudantes aos exames de avaliação da educação superior. Revista Brasileira de Educação, 15(43), 21-44.

Mello, B. A. (2015) Aumento na quantidade de alunos em disciplinas básicas: Como obter vantagens dessa realidade universitária. Revista Brasileira de Ensino de Física, 37(3), 3503-1-3503-9.

Moimaz, S. A. S., Amaral M. A., & Garbin, C. A. S. (2017). Enade: uma análise quanti-qualitativa dos exames nacionais de Odontologia. Revista da ABENO, 17(1), 97-108.

Molck, A. M. (2013). Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes: Impactos nas IES e Estratégias de Aprimoramento Institucional Um estudo a partir da produção científica brasileira (2004-2010) (Dissertação de mestrado), Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, SP, Brasil.

Nardini, E. F., Turssi, C. P., Silva, A. S. F., Flório, F. M. (2019). Política de estímulo à iniciação científica: impacto no coeficiente de rendimento de graduandos em Odontologia. Revista da ABENO, 19(1), 33-39.

Neves, A. P, & Domingues, M. J. C. S. (2007). Desempenho dos Estudantes das Instituições Públicas e Privadas no ENADE: Um estudo no Estado de Roraima. SEGeT – Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, Resende, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

NUPES. Núcleo de Pesquisas sobre o Ensino Superior - NUPES. (2002). Acesso à Universidade de São Paulo: Atributos socioeconômicos dos excluídos e dos ingressantes no exame vestibular (documento 03). Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Oliveira, S. M. (2014). Impacto do perfil dos professores na nota do Enade: uma análise dos cursos de Ciências Contábeis nas universidades federais brasileiras (Monografia de Graduação), Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO, Brasil.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria: UAB/NTE/UFSM. Recuperado de: https://www.ufsm.br/app/uploads/sites/358/2019/02/Metodologia-da-Pesquisa-Cientifica_final.pdf.

Pessoa, T. R. R. F., & Noro, L. R. A. (2020). Formação em Odontologia: desafios para o desenvolvimento docente e efetiva inclusão do Sistema Único de Saúde. Revista da ABENO, 20(1), 2-12.

Rasul, S, & Bukhsh, Q. (2011). A study of factors affecting students’ performance in examination at university level. Procedia - Social and Behavioral Sciences, 15, 2042-2047.

Ribeiro, C. A. C. (2006). Classe, raça e mobilidade social no Brasil. Dados, 49(4), 833-873.

Ristoff, D., & Giolo, J. O. (2006). Sinaes como Sistema. Revista Brasileira de Pós Graduação, 3(6), 193-213.

Rocha, A. L. P., Leles, C. R., & Queiroz, M. G. (2018). Fatores associados ao desempenho acadêmico de estudantes de Nutrição no Enade. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 99(251), 74-94.

Rodrigues, R. P. C. B. (2005). Análise da área da saúde coletiva nas estruturas curriculares dos cursos de odontologia do Brasil (Dissertação de mestrado), Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São Paulo, SP, Brasil.

San Martin, A. S., Chisini, L. A., Martelli, S., Sartori, L. R. M., Ramos, E. C. Demarco, F. F. (2018). Distribuição dos cursos de odontologia e de cirurgiões-dentistas no Brasil: Uma visão do mercado de trabalho. Revista da ABENO, 18(1), 63-73.

Santos, B. C. S., & Noro, L. R. A. (2017). PET-Saúde como indutor da formação profissional para o Sistema Único de Saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 22(3), 997-1004.

Silva, T. D., Miranda, G. J., & Freitas, S. C. (2017). Ações Institucionais Preparatórias para o Enade nos Cursos de Ciências Contábeis. Revista Universo Contábil, 13(1), 65-84.

SINAES. (2009). Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior: da concepção à regulamentação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Brasília, DF, Brasil.

Soares, J. F., Collares, A. C. M. (2006). Recursos familiares e o desempenho cognitivo dos alunos do ensino básico brasileiro. Dados, 49(3), 615-650.

Verhine, R. E., Dantas, L. M. V. (2009). A avaliação do desempenho de alunos de educação Superior: uma análise a partir da experiência do Enade. In: Lordêlo, J. A. C., Dazzani, M. V. (org.). Avaliação educacional desatando e reatando nós. Salvador: EDUFBA.

Villalba, J. P. (2007). Perfil profissional dos cirurgiões-dentistas e o Sistema Único de Saúde: uma reflexão sobre a capacitação para a prática na atenção básica (Tese de doutorado), Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil.

Wainer, J, & Melguizo, T. (2018). Políticas de inclusão no ensino superior: avaliação do desempenho dos alunos baseado no Enade de 2012 a 2014. Educação e Pesquisa, 44, e162807.

Wilson, A. (2002). Exogenous determinants of student performance in first finance classes. Financial Decisions, 14(1), 1-15.

Published

15/11/2020

How to Cite

Teixeira, M. C. P. ., Zanin, L., Paraguassu, Éber C. ., Brito Júnior, R. B. de ., Oliveira, A. M. G. ., & Flório, F. M. (2020). National examination of the performance of Dentistry students (ENADE - 2016) - a look at institutions, students, and collective health. Research, Society and Development, 9(11), e3319119932. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9932

Issue

Section

Health Sciences