Resignify the body: the education of the senses

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v8i9.1283

Keywords:

Physical Education; Body; Education of the senses.

Abstract

This essay reflects on the understanding of body in Merleau-Ponty and the contributions of his phenomenology to Physical Education, considering the education of the senses in a pedagogical perspective. Therefore, this study is based on bibliographical research and the qualitative approach. From the Merleau-Pontyan concepts, we present the idea that the body is not a passive instrument before the world, but is based on time and space, which carries an intentionality, being at the same time the subject and object of perception. We conclude that a sensitivity-oriented learning, through a pedagogical action delineated by an experience of corporeity, makes it possible to re-signify the rationalized body and thus create new meanings in the teaching-learning process.

References

Alves, Rubem. (2005). Educação dos sentidos e mais. Campinas. SP: Versus.

Anzieu, Didier. 1989. O eu-pele. 1 edição. SP. Casa do Psicólogo.

Caminha, I. O. de. (2019). 10 lições sobre Merleau-Ponty. RJ: Vozes.

Duarte Júnior , João-Francisco. 2000. O sentido dos sentidos: a educação (do) sensível. 233 p. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/253464/1/DuarteJunior_JoaoFrancisco_D.pdf. Acesso em 20 mai. 2019.

Dupond, P. (2010). Vocabulário de Merleau-Ponty.São Paulo: WMF Martins Fontes;

Gallo, S. (2012). As múltiplas dimensões do aprender. In Anais Congresso de Educação Básica: aprendizagem e currículo. Florianópolis, SC: UFSC.

Gonçalves, M. A. S. (2012). Sentir, pensar, agir: corporeidade e educação. Papirus.

Laban, R. (1978). Domínio do movimento. São Paulo, SP. Summus Editora.

Le Breton, D. (2016). Antropologia dos sentidos. Petrópolis, RJ: Vozes.

Maffesoli, M., & Stuckenbruck, A. C. M. (1998). Elogio da razão sensível. Petrópolis, RJ: Vozes.

Merleau-Ponty, M. (2018). Fenomenologia da percepção (C. A. Ribeiro de Moura, Trad.). 5a ed. São Paulo, SP: WMF Martins Fontes.

Merleau-Ponty, M. (2013). O olho e o espírito (C. A. Leite, Trad.). São Paulo, SP: Cosacnaify.

Minayo (2001). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes.

Montagu, A. (1988). Tocar: o significado humano da pele. São Paulo, SP: Summus.

Moreira, Wagner Wey. (2019). Merleau-Ponty na sala de aula e na beira do campo: contribuições para a área da educação física/esportes. In T. P. Nóbrega & I. O. Caminha (Orgs.), Mereleau-Ponty e a Educação Física (p. 21-37), 1a. ed. São Paulo, SP: LiberArs.

Nóbrega, Terezinha Petrúcia da. (2019). A atitude fenomenológica: corpo-sujeito. In T. P. Nóbrega & I. O. Caminha (Orgs.), Mereleau-Ponty e a Educação Física (p. 69-91), 1a. ed. São Paulo, SP: LiberArs.

Nóbrega, Terezinha Petrúcia da. (2005). Corporeidade e educação física do corpo-objeto ao corpo-sujeito. 2a. ed. Natal, RN: EDUFRN.

Nóbrega, Terezinha Petrúcia da. (2010). Uma fenomenologia do corpo. São Paulo, SP: Livraria da Física.

Ortega, F. (2008). O corpo incerto: corporeidade, tecnologias médicas e cultura contemporânea, Rio de janeiro, RJ: Garamon.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J. & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa cientifica. [e-book]. Ed. UAB/NTE/UFSM. Santa Maria, RS. Disponível em:http://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1

Santos, L. A. Mennezes. (2016). Educação e fenomenologia: considerações sobre o corpo próprio e a pedagogia da criança no pensamento de Merleau-Ponty. In T. P. Nóbrega & I. O. Caminha (Orgs.), Merleau-Ponty. Compêndio. (pp. 457-469). São Paulo, SP: LiberArs.

Turner, B. S. (2014). Corpo e sociedade. Estudos em teoria social. São Paulo, SP: Ideias & Letras.

Published

26/06/2019

How to Cite

FREIRE, L. B. de O.; LIMA, P. R. F.; MONTEIRO, A. de O.; MARTINS, W. C.; JUCÁ, S. C. S. Resignify the body: the education of the senses. Research, Society and Development, [S. l.], v. 8, n. 9, p. e27891283, 2019. DOI: 10.33448/rsd-v8i9.1283. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/1283. Acesso em: 27 sep. 2021.

Issue

Section

Education Sciences