The growth of Professional Master's programs in Pernambuco, Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13227

Keywords:

High education institutes; Professional master's degrees; Postgraduate studies; Pernambuco.

Abstract

The current labor market demands have shifted education into new directions, requiring a specialized professional profile, in line with the modern demands of society. In this context, Professional Master's programs are presented as an option for providing the technical training required by the globalized labor market. The objective of the present study was to analyze the current state of Professional Master's programs in Pernambuco state, Brazil, in terms of the type of educational institution (public or private) and the main areas of knowledge, in addition to a temporal assessment of the evolution of these courses in terms of professional training. For this, information was retreived from the CAPES portal's electronic address, in addition to a bibliographic and documentary research. The results found show an increase in those programs in the last decade (2010-2020) in Pernambuco, accross all areas of knowledge, mainly in public Higher Education Institutions, revealing the importance of free professional qualification as essential for contemporary society.

Author Biographies

Maria José de Lima, Universidade de Pernambuco

Programa de Pós Graduação em Administração - Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável

Universidade de Pernambuco

Mariana Guenther, Universidade de Pernambuco

Instituto de Ciências Biológicas

Programa de Pós Graduação em Administração - Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável

Universidade de Pernambuco

References

Barbosa, M., & Fernandes, N. A. (2017). Políticas públicas para formação de professores: Pibid, mestrados profissionais e PNEM. Em Aberto, 30(98). https://doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.30i98.3195

Barbosa, V. (2016). A gênese dos mestrados profissionais em educação nas universidades brasileiras. Plurais Revista Multidisciplinar, 1(2). https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2016.v1.n2.%p

Barreiro, C. B. (2015). Mestrados Acadêmicos e Mestrados Profissionais em Educação: identidades e diferenças. Dialogia, (21), 27-39. https://doi.org/10.5585/dialogia.N21.5475

Brasil. (1995). Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Portaria n° 47, de 17 de outubro de 1995. Determina a implantação na Capes de procedimentos apropriados à recomendação, acompanhamento e avaliação de cursos de mestrado dirigidos à formação profissional. https://abmes.org.br/arquivos/legislacoes/Portaria-Capes-47-1995-10-17.pdf.

Brasil. (1998). Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Portaria nº 80, de 16 de dezembro de 1998. Dispõe sobre o reconhecimento dos mestrados profissionais e dá outras providências. https://ebape.fgv.br/sites/ebape.fgv.br/files/paginas/out/16/portaria_capes_080.pdf.

Brasil. (2009). Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Portaria Capes nº 17, de 28 de dezembro de 2009. Dispõe sobre o mestrado profissional no âmbito da Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes. https://abmes.org.br/arquivos/legislacoes/Portaria-Normativa-17-2009-12-29.pdf.

Carmo, E., Rocha, E., & Figueiredo Filho, D. (2018). Cinco anos do MPPP-UFPE e 20 anos dos mestrados profissionais no Brasil. Espaço Público, 2, 3-17.

Chisté, P. S. (2016). Pesquisa-Ação em mestrados profissionais: análise de pesquisas de um programa de pós-graduação em ensino de ciências e de matemática. Ciência & Educação (Bauru), 22(3), 789-808. https://doi.org/10.1590/1516-731320160030015

Conto, S. F., & Nunes, R. S. (2017). Crescimento dos mestrados profissionais na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Brazilian Applied Science Review, 2(4) Edição Especial, 1486-1499.

Fontes Filho, J. R., & Pimenta, R. C. (2020). Desafios e dilemas dos mestrados profissionais em administração no Brasil. International Journal of Business Marketing, 5(2), 54-57. http://www.ijbmkt.org/index.php/ijbmkt/article/view/177

Marquezan, L. P., & Savegnago, C. L. (2020). O mestrado profissional no contexto da formação continuada e o impacto na atuação dos profissionais da educação. Revista Internacional de Educação Superior, 6, e020011. https://doi.org/10.20396/riesup.v6i0.8654993

Negret, F. (2008). A identidade e a importância dos mestrados profissionais no Brasil e algumas considerações para a sua avaliação. Revista Brasileira de pós-graduação, 5(10), 217-225.

Ribeiro, A., Oliveira, M., & Vilela, R. B. (2017). Contribuições do Mestrado Profissional em ensino na saúde na trajetória profissional de seus egressos: uma visão qualitativa. CIAIQ - Atas - Investigação Qualitativa em Educação, 1, 17-25.

Richardson, R. J., Peres, J. A. S., Wanderley, J. C. V., Correia, L. M., & Peres, M. H. M. (2015). Pesquisa Social: métodos e técnicas. (3ª ed.), São Paulo: Atlas.

Rocha, P. C. da S., Oliveira, M. das G. de, Jucá, S. C. S., & Silva, S. A. da. (2019). Desafios da construção e consolidação dos mestrados profissionais na área de Ensino no Brasil. Research, Society and Development, 8(8), e47881261. https://doi.org/10.33448/rsd-v8i8.1261

Silva, E. L., & Menezes, E. M. (2005). Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. (4ª ed.), Florianópolis.

Teixeira, L. I. L., Almeida, A. J. B., Souza, W. M., Soares, M. E., Lima, A. S., & Marreiro, L. S. N. (2018). Mestrados profissionais e perspectivas acadêmicas para servidores técnico-administrativos. Revista Gestão Universitária na América Latina-GUAL, 11(4), 276-291. https://doi.org/10.5007/1983-4535.2018v11n4p276

Published

15/03/2021

How to Cite

LIMA, M. J. de .; GUENTHER, M. The growth of Professional Master’s programs in Pernambuco, Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e26910313227, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13227. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13227. Acesso em: 13 apr. 2021.

Issue

Section

Education Sciences