Adequacy of the pedagogical proposal for remote teaching: Experience of the 1st years of Escola Classe 304 Norte

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.13659

Keywords:

Pedagogical practices; Remote Teaching; Teaching-learning.

Abstract

This paper explores the premise that it is possible to adapt pedagogical approaches to the Remote Teaching model, given the limitation brough by the pandemic. In this context, 1st grade teachers at Escola Classe 304 Norte, in Brasilia, in the Federal District, shared their experience in relation to adaptations made to such pedagogical approaches. This research studies pedagogical approaches and practices, and adaptations tailored for remote teaching and its impact on children’s general learning outcomes. A qualitative research under an ethnographic scope was carried out through the systematic analysis of data collected by one the educators in her classroom work. It draws its theoretical basis on Social Sciences postulates, in particular ideas by André (1995), Sousa (2000), Libânio (2004), Klein and Pátaro (2008), Silva (2011), Souza and Serafim (2011), Veiga (2013) and Santos (2019). Results indicate that, although it is possible to employ technology resources to adapt pedagogical approaches and efficient and qualitatively improve children’s learning process, there are social-economic issues that directly interfere with such learning processes.

References

Alves, R. (2012). Por uma educação romântica (9a. ed.). Campinas, SP: Papirus.

Andre, M. E. D. A. (1995). Etnografia da prática escolar. Campinas, SP: Papiros.

Decreto n. 40.509, de 11 de março de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo Coronavírus, e dá outras providências. Obtido emhttp://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/ad0fae78af5f4e50b46c7357b7ee8597/Decreto_40509_11_03_2020.html

Decreto n. 40.817, de 22 de maio de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo Coronavírus e dá outras providências. Obtido em http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/327d72d3c115490394bb9373f942e030/Decreto_40817_22_05_2020.html

Escola Classe 304 Norte. (2020). Proposta Pedagógica da Escola Classe 304 Norte. Brasília: Escola Classe 304 Norte.

Escola Classe 304 Norte. (no prelo a). Atas dos Conselhos de Classe da Escola Classe 304 Norte. Brasília: Escola Classe 304 Norte.

Escola Classe 304 Norte. (no prelo b). Cocoordenações Pedagógicas Coletivas da Escola Classe 304 Norte. Brasília: Escola Classe 304 Norte.

Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa (25a. ed.). São Paulo: Paz e Terra, 1996.

Gura, V., & Schneckenberg, M. (2011, novembro). O Conselho de Classe como processo avaliativo. Anais do X Congresso Nacional de Educação – EDUCERE, I Seminário Internacional de Representações Sociais, Subjetividade e Educação – SIRSSE (pp. 5106-5117), Curitiba, PR, Brasil. Obtido em https://educere.bruc.com.br/CD2011/pdf/5464_2979.pdf

Klein, A. M., & Pátaro, C. S. O. (2008). A escola frente às novas demandas sociais: Educação comunitária e formação para a cidadania. Revista Cordis: Revista Eletrônica de História Social da Cidade, (1): 1-17.

Lei n. 4.751, de 07 de fevereiro de 2012. Dispõe sobre o Sistema de Ensino e a Gestão Democrática do Sistema de Ensino Público do Distrito Federal. Obtido em http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/70523/Lei_4751.html#:~:text=LEI%20N%C2%BA%204.751%2C%20DE%2007%20DE%20FEVEREIRO%20DE%202012&text=Disp%C3%B5e%20sobre%20o%20Sistema%20de,Ensino%20P%C3%BAblico%20do%20Distrito%20Federal.&text=1%C2%BA%20Esta%20Lei%20trata%20do,Federal%2C%20conforme%20disposto%20no%20art.

Lei n. 11.274, de 06 de fevereiro de 2006. Altera a redação dos arts. 29, 30, 32 e 87 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, dispondo sobre a duração de 9 (nove) anos para o ensino fundamental, com matrícula obrigatória a partir dos 6 (seis) anos de idade. Obtido em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11274.htm

Libâneo, J. C. (2004). Organização e gestão da escola: Teoria e prática (5a. ed. rev. e ampl.). Goiânia: Alternativa.

Lopes, J. (2021). Ensino e aprendizagem da leitura: Fundamentos e aplicações. Alfabetização Baseada na Ciência (ABC). Obtido em https://www.gov.br/capes/pt-br/assuntos/noticias/quarto-modulo-do-curso-abc-trata-da-leitura

Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Diretoria de Concepções e Orientações Curriculares para Educação Básica, & Coordenação-Geral do Ensino Fundamental. (2009). Ensino Fundamental de Nove Anos: Passo a passo do processo de implantação (2. ed.). Brasília: MEC.

Moreira, J. A., & Schlemmer, E. (2020). Por um novo conceito e paradigma de educação digital on life. Revista UFG, 20: 1-35.

Portaria n. 133, de 03 de junho de 2020. Dispõe sobre os critérios para atuação dos profissionais em exercício nas unidades escolares da rede pública de ensino do Distrito Federal, nas atividades educacionais não presenciais, no período de pandemia pelo Coronavírus. Obtido em http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/d34d4d35166146009f3f852494ec2b94/Portaria_133_03_06_2020.html

Santos, H. C. (2019). Entre olhares e combinados: A narrativa de crianças brincantes no espaço-tempo da escola (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília, DF, Brasil.

Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal. (2020). Propostas Pedagógicas das Escolas 2020. Brasília. Obtido em http://www.educacao.df.gov.br/proposta-pedagogicas-2020/

Serafim, M. L., & Sousa, R. P. (2011). Multimídia na educação: o vídeo digital integrado ao contexto escolar. In R. P. Sousa, F. M. C. S. C. Miota, & A. B. G. Carvalho (Orgs.), Tecnologias digitais na educação. Campina Grande, PB: EDUEPB.

Silva, J. S. (2011). O planejamento no enfoque emergente: Uma experiência no 1 ° ano do Ensino Fundamental de nove anos (Tese de Doutorado). Programa de Pós-Graduação, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

Sousa, J. M. (2000). O olhar etnográfico da escola perante a diversidade cultural. PSI: Revista de Psicologia Social e Institucional, 2(1): 107-120.

Veiga, I. P. A. (2002). Projeto Político-Pedagógico da Escola: Uma construção coletiva. In I. P. A. Veiga (Org.), Projeto político-pedagógico da escola: Uma construção possível (14a. ed.). Campinas, SP: Papirus.

Published

17/04/2021

How to Cite

SANTOS, H. C. dos .; FERREIRA, M. E. E. .; SOUZA, M. C. A. de . Adequacy of the pedagogical proposal for remote teaching: Experience of the 1st years of Escola Classe 304 Norte. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e43310413659, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.13659. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13659. Acesso em: 4 feb. 2023.

Issue

Section

Educational Objects