Social Representations Theory and Physical Education: Analysis of theses and dissertations defended in Brazilian post-graduation programs

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14017

Keywords:

Social Representations; Physical Education; Theses and dissertations.

Abstract

This research focused on mapping and analyzing theses and dissertations defended between 2013 and 2020 in Brazilian post-graduation programs and are related to the social representations and Physical Education in educational context. With regards to methodological aspects, this investigation is characterized as a research of quali-quantitative approach with bibliographic design and bibliometric analysis. The search for the academic productions was made in the Brazilian Digital Platform of Theses and Dissertations and in Theses and Dissertations Catalogue by Capes throughout the descriptors “social representations” and “Physical Education”, utilizing the boolean operator AND. After the application of the inclusion and exclusion criteria, twenty-eight academic productions were selected to a deeper analysis. The results show that in recent years there has been greater adherence to the Social Representations Theory by Brazilian graduating students who research Scholar Physical Education. By the way, stands out that still is necessary a greater appropriation of this theory by the researchers in the area.

Author Biographies

Everton de Souza, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestrando em Educação pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Graduado em Educação Física Licenciatura pela Faculdade Guairacá (2015). Especialista em Psicomotricidade e em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade de Educação São Luis (2016). Servidor Técnico Administrativo em Educação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina - IFSC

Larissa Cerignoni Benites, Universidade do Estado de Santa Catarina

Licenciada em Educação Física, Mestre e Doutora em Ciência da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho- UNESP. Professora na Universidade do Estado de Santa Catarina- UDESC vinculada ao Centro de Ciências da saúde e do esporte- CEFID e credenciada no Programa de Pós-graduação em Educação do Centro de Ciências Humanas e Educação- FAED/UDESC na linha de pesquisa Políticas Educacionais, Ensino e Formação. 

References

Abric, J. C. (2001). O estudo experimental das representações sociais. In: Jodelet, D. As representações sociais. Rio de Janeiro, RJ: Eduerj.

Aguiar, R. S. (2003). A Educação Física nas séries iniciais do ensino fundamental: importância dessa prática para o desenvolvimento integral na fase escolar. Anais do Congresso Mercosul de Cultura Corporal e Qualidade de Vida. Ijuí, RS, Brasil, 3.

Alves-Mazzotti, A. J. (1994). Representações Sociais: aspectos teóricos e aplicações à Educação. Revista Em Aberto, Brasília, 14 (61), 60-78. DOI: https://doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.14i61.1944.

Freitas, W. C.; Triani, F. S.; Novikoff, C. (2017). Representações sociais de estudantes do ensino médio sobre a Educação Física. Revista Brasileira de Psicologia do Esporte, Brasília, 7 (2), 13-25. DOI: http://dx.doi.org/10.31501/rbpe.v7i2.7950.

Gomes, I. et al. (2018) O Corpo como tema da produção do conhecimento: uma análise bibliométrica em cinco periódicos da Educação Física brasileira. Movimento (ESEFID/UFRGS), Porto Alegre, 2 (2), 427-440. DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.73701.

Honorato, I. C. R. (2017). As representações sociais de acadêmicos do curso de Licenciatura em Educação Física sobre o que é ser professor. Tese de doutorado, Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, PR, Brasil.

Jodelet, D. (2001). Representações sociais: um domínio em expansão. In JODELET, D. As representações sociais. Rio de Janeiro, RJ, Eduerj.

Lovisolo, H. (2002). Da educação física escolar: intelecto, emoção e corpo. Motriz, Rio Claro, 8 (3), 99-103. Recuperado de http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/08n3/Lovisolo.pdf.

Mello, A. S. et al. (2012). Representações sociais sobre a Educação Física na Educação Infantil. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, 23 (3), 443-455. DOI: https://doi.org/10.4025/reveducfis.v23i3.12684.

Moreira, J. S. & Miranda, E. O. (2019). Teoria das Representações Sociais: a epistemológica para a educação. Revista Multidisciplinar em Educação, Porto Velho, 6 (15), 98-113. DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2019.3562.

Moscovici, S. (2003). O Fenômeno das Representações Sociais. In. Representações sociais: investigações em psicologia social, Petrópolis, RJ: Vozes.

Oliveira, M. S. B. S. (2001). Representações Sociais: uma teoria para a sociologia? Revista Estudos de Sociologia, 7 (1),71-94. Recuperado de https://periodicos.ufpe.br/revistas/revsocio/article/view/235454.

Pereira A. S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM. https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1.

Sá, C. P. (2002). Núcleo central das representações sociais (2.ed.) Petrópolis, RJ: Vozes.

Sidone, O. J. G., Haddad, E. A. & Mena-Chalco, J. P.A. (2016). A ciências nas regiões brasileiras: evolução da produção e das redes de colaboração científica. Transinformação, Campinas, 28 (1), 15-32. DOI: https://doi.org/10.1590/2318-08892016002800002.

Souza, C. P. & Villas Bôas, L. P. S. (2011). A Teoria das Representações Sociais e o estudo do trabalho docente: os desafios de uma pesquisa em rede. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, 11 (33), 271-286. DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rde.v11i33.4285.

Triani, F. S. (2015). As Representações Sociais de Estudantes de Educação Física sobre o Corpo. Dissertação de mestrado, Universidade de Grande Rio, Duque de Caxias, RJ, Brasil.

Triani, F. S., Magalhães Júnior, C. A. O. & Novikoff, C. (2017). As representações sociais de estudantes de Educação Física sobre a formação de professores. Revista Movimento, Porto Alegre, 23 (2), 575-586. DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.68898.

Triani, F. S. & Novikoff, C. (2014). As formas de valoração e afrontamento na formação de professores (inicial) dos estudantes dos cursos de educação física. Revista Práxis, 6 (11), 95-101. DOI: https://doi.org/10.25119/praxis-6-11-612.

Varanda, S. S. (2018). As representações sociais de Educação Física na visão de diferentes atores escolares: alunos, professores e gestores. Dissertação de mestrado, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Rio Claro, SP, Brasil.

Vasconcelos, F. F. & Campos, P. H. F. (2014). Ancoragem da representação social da Educação Física escolar nas abordagens teóricas da Educação Física. Motrivivência, Florianópolis, 26 (43), 164-182. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2014v26n43p164.

Published

02/04/2021

How to Cite

SOUZA, E. de; BENITES, L. C. Social Representations Theory and Physical Education: Analysis of theses and dissertations defended in Brazilian post-graduation programs. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e11710414017, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14017. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14017. Acesso em: 20 apr. 2021.

Issue

Section

Education Sciences