Teacher training: The challenge of practice

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.18352

Keywords:

Teacher education; Teaching; Teaching practice; Theory and practice.

Abstract

This article is a master's research for the Program PPGen UNIC/IFMT, which sought to investigate whether qualification in teacher education has reached the expected proportion for improving student learning. Therefore, a case study was proposed, with an interview script conducted with 15 teachers in a Public School of the Municipal Education Network EMEB Osmar José do Carmo Cabral that serves a total of 670 students and aimed to identify the importance of educational praxis in the process of development and learning of students and to reflect on the multiple languages that constitute the universe of continuous self-training of education professionals in the school environment. At a certain point, it is justified that this study is necessary for teachers to recognize and use training to subsidize teaching, using them as a very important ally in the construction of knowledge. In the methodology of this work, a qualitative methodological approach was proposed for data analysis and interpretation. From the partial results, the research highlights the importance of training; however, it is necessary that the teaching work is an updating instrument aimed at pedagogical practice in order to contribute to the improvement of student learning.

Author Biography

Cilene Maria Lima Antunes Maciel, Universidade de Cuiabá

Coordenadora da Universidade de Cuiabá Unic

References

Alarcão, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. 8 ed. São Paulo: Cortez, 2011

Bardin, L. (2016). Análise de conteúdo: edição revista e ampliada. São Paulo: Edições 70.

BAUER, Martin W.; GASKELL, George (org.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2002. 448 p.

Brasil, Lei de Diretrizes e B. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996.

Candau, Vera Maria. Formação Continuada de Professores: Tendências Atuais. In: (Org.). Magistério: construção cotidiana. Petrópolis: Vozes, 1997.

Creswell, J. W. (2003). Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2. ed. Porto Alegre: Artmed. 248 p.

Demo, P. (2002). O professor e seu direito de estudar. In: Neto, A. S.; Maciel, L. S.B. Reflexões sobre a formação de professores. Campinas, SP: Papirus.

Dewey, J. (1976). Experiência e educação. 2. ed. São Paulo: Ed. Nacional.

Flick, U. (2009). Introdução à pesquisa qualitativa. 3. ed. Porto Alegre: Artmed.

Franco, Maria Amélia Santoro. Pedagogia e prática docente. São Paulo: Cortez, 2013.

Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia: saberes necessários a prática educativa. 25ª ed. São Paulo: Paz e Terra.

Freire, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

Freire, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 37. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2008.

Freitas, H. C. L. Formação de professores no Brasil: 10 anos de embate entre projetos de formação. Educação & Sociedade, v. 23, n. 80, p. 137-168, Campinas, set. 2002.

Gatti, B. (1997). Formação de professores e carreira: problemas e movimentos de renovação. Campinas, SP: Editora Autores.

Imbernón, F. (2011). Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9. ed. São Paulo: Cortez.

Libâneo, J. C. (2013). Didática. 2. ed. São Paulo, SP: Cortez.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2017). Fundamentos de Pesquisa Científica. 8. Ed. São Paulo: Atlas.

Moran, J. M. (2007). A educação que desejamos. Modificar a forma de ensinar. A aprendizagem de ser educador. As etapas de aprendizagem a ser docente. Educar o educador. www.eca.usp.br.

Nóvoa, Antonio (Org.). Os professores e a sua formação. Portugal, Lisboa: Publicação Don Quixote. Instituto de Inovação Educacional, 1992.

Pimenta, S. G. (2005). O estágio na formação de professores-unidade teoria e prática? São Paulo: Cortez.

Pimenta, Selma Garrido (Org.). Saberes Pedagógicos e Atividade Docente. São Paulo: Cortes, 1999

Pimentel, E. F. (2014). A epistemologia e a formação docente: reflexões preliminares. In: Ramalho, B. L.; Nunes, C. P.; Crusoé, N. M. C. (org.). Formação para a docência profissional: saber e práticas pedagógicas. Brasília: Liber Livro.15-38 p.

Romanowski, J. P. (2007). Formação e Profissionalização docente. Curitiba: Ibpex, 2007. Loiola, R. (2009). Formação continuada. Revista nova escola. São Paulo: Editora Abril nº: 222.138 p.

Sampaio, R. F.; Mancini, M. C. Estudos de Revisão Sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. V. 11, n. 1. São Carlos-SP: Revista Brasileira de Fisioterapia, p. 83-89, 2007.

Schon D. A. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, A. (org.). Os professores e a sua formação. 2. ed. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, 1995. pp.79-91.

Tardif, M. (2008). Saberes docentes e formação profissional. 14 ed. Petrópolis: Vozes.

Tardif, M. (2012). Saberes docentes e formação profissional. 10. ed. Petrópolis: Vozes.

Westbrook, R. B., & Dewey, J. (2010). Recife, PE: Fundação Joaquim Nabuco: Massangana.

Published

29/07/2021

How to Cite

FONSECA, S. B. da .; MACIEL, C. M. L. A. . Teacher training: The challenge of practice. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e40710918352, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.18352. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18352. Acesso em: 18 sep. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences