The teaching of Physics and the Capitalist Model

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.19205

Keywords:

Physics Teaching; Capitalist Model; Traditional teaching.

Abstract

The teaching of physics in Brazil has some limitations regarding the use of innovative methodologies, it is constantly pointed out that physics is approached from a traditional teaching methodology, a methodology that is widely discussed and pointed out as problematic for learning. Thus, the following article presents a narrative literature review on the influence of the capitalist social model on physics education, where it seeks to discuss the issues surrounding the current physics teaching and seek its direct or indirect relationship with the capitalist model of society presented by Karl Marx, to present a debate on the influence of this model on the school's goals, on the type of man and citizen that this school, inserted in the capitalist model, seeks to form and on the pedagogical trends used within the current school and in the teaching of physics. Bringing as a result a reflection on the problems that affect students, teachers and that are structured from this model of society.

References

Archer. A. B., Heumann, S. & Filho. S. S. L. (2011) Reflexões: Ansiedade Frente à Escolha Profissional e à Prova do Vestibular. Extensio: R. Eletr. de Extensão, ISSN 1807-0221 8(11), 70-80.

Alves. W. L. U. (2009). A história da educação no Brasil: da descoberta à lei de diretrizes e bases de 1996. Monografia. Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium.

Andrade. R. (2010) Teoria do Capital Humano e a Qualidade da Educação Nos Estados Brasileiros. Trabalho de conclusão de curso. Universidade Federal Do Rio Grande do Sul.

Aranha. M. L. A. (2012). história da educação e da pedagogia geral e brasil.

Bizerra. F. A. (2017). expropriação do trabalho: quintessência das sociedades de classes. II Seminário Nacional de Serviço Social, Trabalho e Políticas Sociais. Universidade Federal de Santa Catarina.

Brasil. (2000) Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Médio.

Bonnewitz, P. (2005). Primeiras lições sobre a sociologia de P. Bourdieu. (2a ed). Vozes.

Freire. P. (1988). Pedagogia Do Oprimido. (18a ed). Paz e Terra

Ferreira, Jr, A. (2010). A. História da Educação Brasileira: da Colônia ao século XX. EdUFSCar. (Coleção UAB-UFSCar).

Karino. C. A. & Laros. J. A. (2014). Ansiedade em situações de prova: evidências de validade de duas escalas. Universidade de Brasília, Brasília, Brasil Jacob A. Laros – Universidade de Brasília, Brasília, Brasil Psico-USF, 19(1), 23-36.

Libâneo. J. C. (1990). Democratização da escola pública. (19a ed).

Maia. F. E. S., Lima. F. R. S. & Maia. F. E. S. (2015). O trabalhador, o trabalho, o capitalismo e as suas questões psicológicas. Faculdade de Ciências Médicas. Sorocaba, 17(2), 106

Marx, K. & Engels, F. (2005) Manifesto Comunista. Boitempo Editorial.

Marx. K. (2004) Manuscritos econômicos filosóficos.

Marx. K. (1996). Os economistas.

Mészáros, I. (2005). A Educação para além do capital. Boitempo.

Mizukami, M.G. (2018). Ensino: As abordagens do processo. EPU.

Moreira, M. A. (2000). Ensino de Física no Brasil: Retrospectiva e Perspectivas. Revista Brasileira de Ensino de Física, 22(1).

Moreira, M, A. (2010). O Que É Afinal Aprendizagem Significativa?

Moreira, M. A. (2018). Uma análise crítica do ensino de Física. Estudos Avançados. 32(94).

Neto, A. B. S. (2015). A expropriação do trabalho e o desafio operário. Edufal.

Pessoa. C. (2004). Contrato didático: Sua influência na interação social e na resolução de problemas. VII Encontro Nacional de Educação Matemática. Recife.

Rego, T. C. (1995). Vygotsky: Uma perspectiva histórico-cultural da educação. Voses,

Rother, E. T. (2007). Revisão sistemática X revisão narrativa. Acta paul. Enferm.

Soares, D. H. P. (2002). Como trabalhar a ansiedade e o estresse frente ao vestibular. Em R. S. Levenfus & D. H. P. Soares (Orgs.), Orientação Vocacional Ocupacional: Novos achados teóricos, técnicos e instrumentos para a clínica, a escola e a empresa. ArtMed.

Saviani. D. (2013). A pedagogia histórico-crítica, as lutas de classe e a educação escolar. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, 5(2), 25-46, dez.

Saviani. D. (1999) escola e democracia. (32a ed).

Tonet. I. (2016). Educação Contra o Capital. (3a ed).

Zeidner, M. (1998) Test anxiety: The state of the art. Plenum Press.

Published

18/08/2021

How to Cite

CRUZ, C. A. .; SILVA, E. J. C. de S. e .; SALES, G. L. .; ALMEIDA, A. C. F. de . The teaching of Physics and the Capitalist Model . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e536101019205, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.19205. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/19205. Acesso em: 25 oct. 2021.

Issue

Section

Education Sciences