Humanization in undergraduate health courses: an integrative review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.19241

Keywords:

Humanization of Assistance; Health; Teaching.

Abstract

The objective of this work was to analyze the challenges of humanization insertion in undergraduate courses in the health area. This is an integrative review of articles indexed in MEDLINE, LILACS, BDENF, Scopus and Google Scholar databases, from 2010 to 2020. The combination of the following controlled descriptors was used in Portuguese and English: Docente/Teaching, Humanização/Humanization, Ensino/Faculty and Saúde/Health. We included 15 studies developed in Brazil, Chile and Colombia. From the full reading of the articles, three more frequent themes emerged: challenges of humanization in the health area, challenges of humanization in teaching- learning and challenges of humanization in teaching work. The concept of humanization for teachers and students in the health area is related to the comprehensive approach of care in care, experienced in the act of clinical practices, associated with the processes of empathy and welcoming, which rescues the human dimension. Although the curricularization of humanization in undergraduate courses is a trend, there are challenges that prevent it from happening fully, such as work overload and the scarcity of practical classes, generating unfavorable consequences during graduation and student education.

References

de Amorim, A. C. (2020). A Política Nacional de Humanização no SUS: a palavra como “dádiva” na subjetivação da atenção e gestão em saúde. Research, Society and Development, (9) 12.

Ávila-Morales, J. C. (2017). La deshumanización en medicina. Desde la formación al ejercicio profesional. Iatreia, 30(2), 216-229.

Barboza, J. S., & Felício, H. M. D. S. (2020). Humanidades médicas e seu lugar no currículo: opiniões dos participantes do Cobem/2017. Revista Brasileira de Educação Médica, 44.

Brezolin, C. A., de Mendonça, H. S. L., Lima, M. V. R., S., Nunes, M. B., Menaguali, R. R., & de Carvalho, L. (2020). A importância da humanização do cuidado em centro cirúrgico. Saúde em Redes, 6(2).

Brasil. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES3/2001. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem. Diário Oficial da União. Brasília, 2001.

Brasil. Ministério da Saúde. Humaniza SUS: Documento base para gestores e trabalhadores do SUS. 4 ed. 4ª reimpressão, Série B, Textos Básicos de Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização Brasília, 2010.

Brasil. Ministério da Saúde. Política Nacional de Humanização.

Castillo-Parra, S.; Bacigalupo, J. F. A., García, G. V., Lorca, A. N., Aspee, P. L., & Gortari, P. M. (2020). Necesidades de docentes y estudiantes para humanizar la formación de enfermería. Ciencia y enfermería, 26, 0-0.

Castro, M. R. D., Zeitoune, R. C. G., Tracera, G. M. P., Moraes, K. G., Batista, K. C., & Nogueira, M. L. F. (2020). Humanization in the work of nursing faculty. Revista brasileira de enfermagem, 73.

da Silva, F. D., Chernicharo, I. M., & de Assunção, M. F. (2011a). A humanização na ótica de professores e acadêmicos: estado da arte do conhecimento da enfermagem. Ciência, Cuidado e Saúde, 10(2), 381-388.

da Silva, F. D. D., Chernicharo, I. D. M., & Ferreira, M. D. A. (2011b). Humanização e desumanização: a dialética expressa no discurso de docentes de enfermagem sobre o cuidado. Escola Anna Nery, 15, 306-313.

de Lima, K. Y. N., Monteiro, A. I., dos Santos, A. D. B., & Gurgel, P. K. F. (2014). Humanização e acolhimento na concepção e prática dos alunos de enfermagem. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, 6(2), 735-746.

Fontana, R. T. (2010). Humanização no processo de trabalho em enfermagem: uma reflexão. Rev Rene, 11(1), 200-207.

Freitas, F. D. D. S. D., & Ferreira, M. D. A. (2016). Saberes de estudantes de enfermagem sobre a humanização. Revista Brasileira de Enfermagem, 69, 282-289.

Garcia, M. A. A., Ferreira, F. P., & Ferronato, F. A. (2012). Experiências de humanização por estudantes de medicina. Trabalho, Educação e Saúde, 10, 87-106.

Lazzari, D. D., Jacobs, L. G., & Jung, W. (2012). Humanização da assistência na enfermagem a partir da formação acadêmica. Revista de Enfermagem da UFSM, 2(1), 116-124.

Lima, C. C., Guzman, S. M., Benedetto, M. A. C. D., & Gallian, D. M. C. (2014). Humanidades e humanização em saúde: a literatura como elemento humanizador para graduandos da área da saúde. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, 18, 139-150.

Ribeiro, S. F. R., Pinheiro, E. D. F. C., Martins, C. P., & Ruiz, A. R. (2017). Considerações sobre a dimensão humana no curso de graduação em Enfermagem. Psicologia em Estudo, 22(1), 15-25.

Silva, C. L.A, Cavalcante, G. F., Ramos, L. G., de Souza, M. L. A, de Castro, M. R., C Mello, T. R., & de Melo, L. M. B.(2019). Humanização no ensino de graduação no curso de medicina. Diálogos Interdisciplinares, 8(10), 118-132.

Silva, I. D. D., & Silveira, M. D. F. D. A. (2011). A humanização e a formação do profissional em fisioterapia. Ciência & Saúde Coletiva, 16, 1535-1546.

Soares, C. B., Hoga, L. A. K., Peduzzi, M., Sangaleti, C., Yonekura, T., & Silva, D. R. A. D. (2014). Revisão integrativa: conceitos e métodos utilizados na enfermagem. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 48, 335-345.

Published

16/08/2021

How to Cite

MÉLO, C. B.; ALEXANDRE, A. T. N.; BORGES, A.; SANTANA, F. M.; LIMA, A. M. da C.; ARAÚJO, T. P. de; PIAGGE, C. S. L. D. Humanization in undergraduate health courses: an integrative review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e491101019241, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.19241. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/19241. Acesso em: 24 oct. 2021.

Issue

Section

Review Article