Assessment and psychological care in the Covid-19 pandemic in Brazil: a systematic

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i12.20435

Keywords:

Covid-19; Online psychological assessment; Psychological support online.

Abstract

Goal: Understand how the attendance and psychological assessment are being taken during the Covid-19 pandemic. Methodology: It was made a systematic review of quantitative and qualitative approach literature and descriptive nature, whose temporal snippet was between March 2020 and April 2021, the search for articles in electronic databases happened between March and April 2021. Results: In what it refers to the amount of publications related to the topic, it is observed that, apparently, the growing scientific interest in this area is taking small steps in Brazil, since 10 scientific articles and 1 booklet were selected to compose the final sample. Discussions: The provision of psychological services mediated by TICs represents a great advance for psychological science. In the context of Covid-19 pandemic, it was established the Resolution CFP nº 04/2020 that regulates the psychological services provided by TIC. Nonetheless, it is important to critically evaluate this new form of care, since the same tends to remais after the pandemic period and shows potential, possibilities and challenges. Final considerations: In short, psychological care and online AP have been used experimentally for some years, but with the advances of technology, the society’s time demand and the Covid-19 pandemic increased the search for this type of service. However, it’s necessary robust studies for shows effectiveness and efficiency, such as professional instrumentation to better comply with the demands, since, there’s still few publications about the subject.

Author Biographies

Milena de Oliveira Silva, Faculdade Irecê

Graduanda do curso bacharel em Psicologia pela Faculdade Irecê, Brasil

Adrielle Dionísio dos Santos, Faculdade Irecê

Graduanda do curso bacharel em Psicologia pela Faculdade Irecê, Brasil

Victor Ronne Nunes de Souza, Faculdade Irecê

Graduando do curso bacharel em Psicologia pela Faculdade Irecê, Brasil

Erika Danielle Souza da Silva, Faculdade Irecê

Graduanda do curso bacharel em Psicologia pela Faculdade Irecê, Brasil

Rodrigo Oliveira Damasceno, Universidade Federal de Pernambuco

Bacharel em Psicologia (UNIVASF),

Mestre em Psicologia Cognitiva (UFPE) e

Doutorando em Psicologia Cognitiva (UFPE).

References

American Educational Research Association, American Psychological Association, & National Council on Measurement in Education. (2014). The Standards for educational and psychological testing. Washington: American Educational Research Association.

Bauman, Z. (2007) Tempos líquidos. 1ª Ed. Rio de Janeiro: Zahar.

Bittencourt, H. B., Rodrigues, C. C., Santos, G. L., Quadros, L. G., Mallmann, L. S., Bratkowski, P. S. & Fedrizzi, R. I. (2020). Psicoterapia on-line: uma revisão de literatura. Diaphora: Porto Alegre v. 9 (1) jan/jun, 41-46.

Borsa, J. C. (2016). Considerações sobre a formação e prática em avaliação psicológica no Brasil. Revista Temas em Psicologia, 24(1), 131-143.

Brasil (2012). Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Ciência e Tecnologia. Diretrizes metodológicas: elaboração de revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos randomizados/ Ministério da Saúde, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Departamento de Ciência e Tecnologia. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde.

Cohen, R. J., Swerdlink. M. E. & Sturman, E. D (2014). Testagem e avaliação psicológicas: introdução a testes e medidas (8.ed.). Porto Alegre: AMGJ.

Conselho Federal de Psicologia (1992). Atribuições profissionais do psicólogo no Brasil. Brasília. Recuperado de https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2008/08/atr_prof_psicologo.pdf

Conselho Federal de Psicologia (2005). Código de Ética Profissional do psicólogo. Brasília. Recuperado de https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/codigo-de-etica-psicologia.pdf

Conselho Federal de Psicologia (2007). Cartilha de Avaliação Psicológica. Brasília. Recuperado de https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2013/05/Cartilha-Avalia%C3%A7%C3%A3o-Psicol%C3%B3gica.pdf

Conselho Federal de Psicologia (2012). Resolução nº 011/2012 - Regulamenta o atendimento psicoterapêutico e outros serviços psicológicos mediados por computador e revoga a Resolução CFP n° 012/2005.

Conselho Federal de Psicologia. (2018). Resolução nº 09, de 25 de abril de 2018. Estabelece diretrizes para a realização de Avaliação Psicológica no exercício profissional da psicóloga e do psicólogo, regulamenta o Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos – SATEPSI e revoga as Resoluções n° 002/2003, nº 006/2004 e n° 005/2012 e Notas Técnicas n° 01/2017 e 02/2017. Brasília. Recuperado de http://satepsi.cfp.org.br/docs/resolu%c3%a7%c3%a3o-cfp-n%c2%ba-09-2018-com anexo.pdf

Conselho Federal de Psicologia. (2019). Resolução nº6, 29 de março de 2019. Institui regras para a elaboração de documentos escritos produzidos pela(o) psicóloga(o) no exercício profissional e revoga a Resolução CFP nº 15/1996, a Resolução CFP nº 07/2003 e a Resolução CFP nº 04/2019. Recuperado https://atosoficiais.com.br/cfp/resolucao-do-exercicio-profissional-n-6-2019-institui-regras-para-a-elaboracao-de-documentos-escritos-produzidos-pela-o-psicologa-o-no-exercicio-profissional-e-revoga-a-resolucao-cfp-no-15-1996-a-resolucao-cfp-no-07-2003-e-a-resolucao-cfp-no-04-2019?origin=instituicao&q=avalia%C3%A7%C3%A3o%20psicologica

Conselho Federal de Psicologia. (2018). Resolução nº 11, de 11 de maio de 2018. Regulamenta o atendimento psicoterapêutico e outros serviços psicológicos mediados por computador e revoga a Resolução CFP nº 011/2012. 2018.

Conselho Federal de Psicologia (2020a). Resolução nº 04, de 26 de março de 2020. Dispõe sobre regulamentação de serviços psicológicos prestados por meio de Tecnologia da Informação e da Comunicação durante a pandemia do COVID-19. Brasília: Autor. Recuperado de http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-n-4-de-26-de-marcode-2020-250189333 Conselho Federal de Psicologia. (2005). Código de Ética Profissional do Psicólogo. Brasília: Autor. Recuperado de https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/codigo-de-etica-psicologia.pdf

Conselho Federal de Psicologia da 3ª Região (2020). E-PSI: Conselho Federal de Psicologia disponibiliza sistema de atualização cadastral para psicólogas com endereço de e-mail desatualizado ou não cadastrado [Internet]. Salvador, BA. Recuperado de: <http://www.crp03.org.br/e-psi-conselho-federal-de-psicologia-disponibiliza-sistema-de-atualizacao-cadastral-para-psicologascom-endereco-de-e-email-desatualizado-ou-nao-cadastrado/>

Conselho Federal de Psicologia (2020b). Cartilha de boas práticas para avaliação psicológica em contextos de pandemia. Brasília: CFP.

Evangelista, P. E. R. & Cardoso, C. L (2020) Aconselhamento psicológico fenomenológico-existencial online como possibilidade de atenção psicológica durante a pandemia de Covid-19. Perspectivas em Psicologia, Uberlândia. 24(2), 159-3.

Fieldman, R. S (2015). Introdução a Psicologia Clínica (10.ed.). Porto Alegre: AMGH.

Gomes, S. G. S. (2011). Evolução histórica da ead. E-Tec Brasil–Tópicos em Educação a Distância. http://ftp. comprasnet. se. gov. br/sead/licitacoes/Pregoes2011/PE091/Anexos/Evento s_modulo_I/topico_ead/Aula_02.pdf.

Gouveia, V. V. (2018). Formação em avaliação psicológica: situação, desafios e diretrizes. Psicologia: Ciência e Profissão, 38, 74-86.

Hutz, C. S., Bandeira, A. D. R. & Trentini, V. M. (organizadores) (2015). Psicometria. Porto Alegre: Artmed.

Luxton, D. D., Pruitt, L. D., & Osenbach, J. E. (2014). Best practices for remote psychological assessment via telehealth technologies. Professional Psychology: Research and Practice, 45(1), 27. http://dx.doi.org/10.1037/a0034547

Lustgarten, S. D., & Elhai, J. D. (2018). Technology use in mental health practice and research: legal and ethical risks. Clinical Psychology: Science and Practice, 25(2), 1-10. http://dx.doi.org/10.1111/cpsp.12234

Marasca, A. R., Yates, D. B., Schneider, A. M. A., Feijó, L. P. & Bandeira, D. R. (2020). Avaliação psicológica online: considerações a partir da pandemia do novo coronavírus (COVID-19) para a prática e o ensino no contexto a distância. Estudos de Psicologia (Campinas), 37, e200085, 1-11. http://doi.org/10.1590/1982-0275202037e200085.

McCord, C., Bernhard, P., Walsh, M., Rosner, C., & Console, K. (2020). A consolidated model for telepsychology practice. Journal of Clinical Psychology, 76(6), 1060-1082. https://dx.doi.org/10.1002/jclp.22954

Ministério da Saúde (2020). Recomendações de proteção aos trabalhadores dos serviços de saúde no atendimento de COVID-19 e outras síndromes gripais. Recuperado https://www.saude.go.gov.br/files/banner_coronavirus/GuiaMS-Recomendacoesdeprotecaotrabalhadores-COVID-19.pdf

Oliveira, E. N., Costa, M. S. A., Nascimento, P. I. da F. V. do, Rodrigues, C. S., Andrade, C. S. G. de, Mendonça, J. M. F., Pinto, M. R., França, S. da S. & Lima, G. F. (2020). Com a palavra os profissionais de saúde na linha de frente do combate à COVID-19. Research, Society and Development, 9(8), e30985145. Recuperado de https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5145

Ornell, F., Schuch, J. B., Sordi, A. O., & Kessler, F. H. P. (2020). Medo pandêmico” e COVID-19: ônus e estratégias de saúde mental. Revista Brasileira de Psiquiatria, 42(3), 232-235.

Pasquali, L (2016). Os testes psicológicos no Brasil. In L. Pasquali (Ed.) TEP-Técnicas de Exame Psicológico: Os fundamentos (2ª ed.) (pp. 201- 220). São Paulo: Vetor Editora.

Pereira, M. M., Trajano, A. R. C., Caversan, H. A. C.; Moreira, S. P. & Tibiriça, V. A. (2021) Plantão psicológico: a prática do acolhimento online durante a pandemia da COVID- 19. Revista De Extensão Da UPE, 6 (Especial COVID-19), 39–51. Recuperado de https://www.revistaextensao.upe.br/index.php/reupe/article/view/96

Salek, L., & Moser, A. (2020). Atendimento psicológico online. Revista Científica Sophia, 1(1), 99-110. Recuperado de http://ojs.avantis.edu.br/index.php/sophia/article/view/111

Sampaio, R. F., & Mancini, M. C. (2007). Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Brazilian Journal of Physical Therapy, 11, 83-89.

Santana, S. R., Girard, C. D. T., Costa, L. C. A., Girard, C. M. T. & Costa, D. J. E. (2020). Os desafios dos serviços psicológicos mediados pelas TIC no contexto da pandemia do coronavírus 2019-2020. Periódicos da UFCA. 6(1), 59-71.

Siegmund, G., & Lisboa, C. (2015). Orientação psicológica online: percepção dos profissionais sobre a relação com os clientes. Psicologia: Ciência e Profissão, 35(1), 168-181.

Schmidt, B., Crepaldi, M. A., Bolze, S. D. A., Neiva-Silva, L., & Demenech, L. M. (2020). Saúde mental e intervenções psicológicas diante da pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Estudos de Psicologia (Campinas), 37, e200063. Recuperado de https://dx.doi.org/10.1590/1982-0275202037e200063

Schmidt, B., Silva, I. M., Pieta, M. A. M., Crepaldi, M. A., Wagner, A. (2020). Terapia online com casais e famílias: Prática e formação na pandemia de Covid-19. Psicologia: Ciência e Profissão, 40, 1-15. Recuperado de https://doi.org/10.1590/1982-3703003243001

Schmidt, B., Palazzi, A. & Piccinini, C. A. (2020). Entrevista Online: Potencialidades e desafios para coletas de dados no contexto da pandemia de COVID -19. REFACS.

Silva, M. de O., & Ribeiro, A. da S. (2020). Enfermeiros na linha de frente do combate à COVID-19: saúde profissional e assistência ao usuário. Research, Society and Development, 9(8), e172985241. Recuperado de https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5241

Souza, M. R. de; Ribeiro, A. L. P. (2009) Revisão sistemática e Meta-análise de estudos de diagnóstico e prognóstico: um tutorial. Arq. Bra. Cariol; 92 (3), 241-251.

Ulkovski, E. P., Silva, L. P. D., & Ribeiro, A. B. (2017). Atendimento psicológico online: perspectivas e desafios atuais da psicoterapia. Revista de Iniciação Científica da Universidade Vale do Rio Verde, 7(1), 59-68.

Viana, D. M. (2020). Atendimento psicológico online no contexto da pandemia de covid-19. Cadernos Esp Ceará, jan-jun.; 14(1), 74-79 ISSN: 1808-7329/1809-0893. Recuperado de https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/399

Wang, C., Pan, R., Wan, X., Tan, Y., Xu, L., Ho, C. S., & Ho, R. C. (2020). Immediate psychological responses and associated factors during the initial stage of the 2019 coronavirus disease (COVID-19) epidemic among the general population in china. International Journal of Environmental Research and Public Health, 175), 1729. Recuperado de https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7084952/

Xiao, C. (2020). A novel approach of consultation on 2019 novel coronavirus (COVID-19)-related psychological and mental problems: structured letter therapy. Psychiatry Investigation, 17(2), 175-176. Recuperado de https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7047000/Colocar espaço entre uma referência e outra. Lembre-se que usamos a norma APA. (fonte TNR 8 – espaço simples -justificado)

Published

23/09/2021

How to Cite

SILVA, M. de O. .; SANTOS, A. D. dos .; SOUZA, V. R. N. de .; SILVA, E. D. S. da .; DAMASCENO, R. O. . Assessment and psychological care in the Covid-19 pandemic in Brazil: a systematic . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 12, p. e338101220435, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i12.20435. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/20435. Acesso em: 3 mar. 2024.

Issue

Section

Health Sciences