The process of schooling in adolescence: constituted meanings by High School teachers

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21105

Keywords:

Act of teaching in high school; Socio-historical psychology; Meaning processes.

Abstract

This paper aims to understand the schooling process in adolescence from the constituted meanings by high school teachers. Based on socio-historical psychology, especially in the categories as historicity, proximal development zone, subjective dimension of reality and processes of meaning, the field of research was carried out by semi-structured and recurring interviews with two high school teachers from a public school in the city of Natal, in Rio Grande do Norte. According to the theoretical-methodological framework adopted, the data were analyzed based on the methodology of the meaning cores. In organizing the analysis procedure, the information was systematized into two meaning cores, namely: 1) conception of youth and educational process; 2) educational process for adolescents, school organization and family support. Conclusively, there are many issues that shape the experience of teachers at school, once this is a very complex institution and full of challenges for the development of pedagogical practice. However, if on the one hand, many cases of failure intensely mark the way in which teachers signify the adolescents' schooling process, in the other hand, there is hope in education when they talk about cases of students' victories and achievements, demonstrating feelings of satisfaction for having contributed with the possibility of materializing your dreams. Knowing that the work they do at school contributes to the growth of students is one of their best rewards in teaching work.

Author Biographies

Julio Ribeiro Soares, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutor em Educação: Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Professor do Departamento de Fundamentos e Políticas da Educação do Centro de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

João Victor da Silva Faustino, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Graduando em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Rossana Kess Brito de Souza Pinheiro, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professora do Departamento de Fundamentos e Políticas da Educação do Centro de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte

References

Aguiar, W. M. J., & Bock, A. M. B. (2016). A dimensão subjetiva do processo educacional. Cortez.

Aguiar, W. M. J., & Ozella, S. (2006). Núcleos de significação como instrumento para a apreensão da constituição dos sentidos. Psicologia: Ciência e Profissão, 26 (2), 222-245.

Aguiar, W. M. J., & Ozella, S. (2013). Apreensão dos sentidos: aprimorando a proposta dos núcleos de significação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. 94 (236), 299-322.

Aguiar, W. M. J., & Soares, J. R. (2017) Cooperação acadêmica em educação no projeto “a dimensão subjetiva da realidade escolar”. In: Medeiros, A. M. S.; Barbosa, J. G. Cooperação acadêmica no ensino e na pesquisa em educação. Eduern.

Aguiar, W. M. J., Soares, J. R., & Machado, V. C. (2015). Núcleos de significação: uma proposta histórico-dialética de apreensão das significações. Cadernos de Pesquisa, 45 (155), 56-75.

Anjos, R. E. (2014). O papel da educação escolar no desenvolvimento da personalidade do adolescente. Nuances: estudos sobre educação. 25 (1), 228-246.

Bock, A. M. B., Furtado, O., & Teixeira, M. L. T. T. (2018). Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. Saraiva.

Bock, A. M. B., & Soares, J. R. (2020). Dimensão subjetiva e processo educacional: estado da arte na pesquisa em psicologia e educação. In: Aguiar, W. M. J., & Bock, A. M. B. (Org.). Psicologia sócio-histórica e educação: tecendo redes críticas e colaborativas na pesquisa. Cortez.

Chaiklin, S. (2011). A zona de desenvolvimento próximo na análise de Vigotski sobre aprendizagem e ensino. Psicologia em Estudo, Maringá, 16 (4), 659-675.

Gonçalves, M. G. M., & Bock, A. M. B. (2009). A dimensão subjetiva dos fenômenos sociais. In: Bock, A. M. B., & Gonçalves, M. G. M. (Orgs.). A dimensão subjetiva da realidade: uma leitura sócio-histórica. Cortez.

Gonçalves, M. G. M., & Bock, A. M. B. (2018). A importância da ruptura epistemológica: nosso caminho com Silvia Lane. In: Sawaia, B. B., & Purin, G. T. (Orgs.). Silvia Lane: uma obra em movimento. São Paulo. Educ.

Leite, S. A. S., & Colombo, F. A. (2016). A voz do sujeito como fonte primária na pesquisa qualitativa: a autoscopia e as entrevistas recorrentes. In: Pimenta, S. G.; Ghedin, E., & Franco, M. A. S. (Org.). Pesquisa em Educação: alternativas investigativas com objetos complexos. Vozes.

Leminski, P. (1985). Caprichos e relaxos. Brasiliense.

Lessa, S. (2018). Alienação e estranhamento. Gesto-debate. 16 (1), 1-16.

Manzuá (s/d). Quando eu tiver setenta anos. https://www.letras.mus.br/manzua/quando-eu-tiver-setenta-anos/. Acesso em 08/10/2021.

Sève, L. (1989). A personalidade em gestação. In: Silveira, P., Doray, B. (Orgs.). Elementos para uma teoria marxista da subjetividade. Vértice.

Schwarz, J. C., & Camargo, D. (2019). Teoria da atividade reflexiva: contribuições teóricas e práticas derivadas da zona de desenvolvimento proximal de Vygotski. In: Dias, M. S. L. (Org.). Introdução às leituras de Lev Vygotski: debates e atualidades na pesquisa. Editora Fi.

Soares, J. R., Araújo, D. S., & Pinto, R. D. C. (2020). Aprendizagem escolar: desafios do professor na atividade docente. Psicologia da Educação. 51 (2), 72-84.

Tomio, N. A. O., & Facci, M. G. D. (2009). Adolescência: uma análise a partir da psicologia sócio-histórica. Teoria e Prática da Educação. 12 (1), p. 89-99.

Vigotski, L. S. (2001). A construção do pensamento e da linguagem. (P. Bezerra, trad.). Martins Fontes. (Trabalho original publicado em 1934).

Vigotski, L. S. (2004). Psicologia pedagógica. São Paulo. Martins Fontes.

Vigotski, L. S. (2007). A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. (J. C. Neto, L. S. M. Barreto, S. C. Afeche, trad.). Martins Fontes. (Obra publicada originalmente em inglês em 1984).

Vigotski, L. S. (2014). Imaginação e criatividade na infância. Martins Fontes.

Vigotski, L. S. (2018). Quarta aula: o problema do meio na pedologia. In: Prestes, Z., & Tunes, E. Sete aulas de aulas de L. S. Vigotski na pedologia. E-papers.

Zanella, A. V. (1994). Zona de desenvolvimento proximal: análise teórica de um conceito em algumas situações variadas. Temas em psicologia. 2 (2), 97-110.

Published

11/10/2021

How to Cite

SOARES, J. R.; FAUSTINO, J. V. da S. .; PINHEIRO, R. K. B. de S. . The process of schooling in adolescence: constituted meanings by High School teachers. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e254101321105, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21105. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21105. Acesso em: 8 dec. 2021.

Issue

Section

Education Sciences