Land use and occupation and real estate analysis around the Mãe Bonifácia State Park

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21155

Keywords:

Use and occupation; Buffer zone; Real estate appraisal.

Abstract

The orderly development of cities requires planning actions in accordance with the conditions of the environment, its use and occupation. This study aims to analyze the use and occupation of land around the Mãe Bonifácia State Park (PEMB) in the city of Cuiabá/MT and the real estate valuation in the years 2005, 2010 and 2020. The properties studied are located in the Zona de Damping within a range of 150m from the park boundary. The study of the use and occupation of land and properties were analyzed based on information from spatial data via Google Earth-Street View and vector data provided by the Municipality of Cuiabá, as well as the Generic Values ​​Plant (PVG) and the Land Value of the Land (VVT), using geoprocessing in a Geographic Information Systems (GIS) environment. The results allowed us to analyze the structuring of the urban space where the highest real estate valuation was noticed in the properties close to the main avenues adjacent to the PEMB.

References

ABNT. (2011). Avaliação de Imóveis Urbanos: NBR 14653-2. Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)

Andrews, B., Ferrini, S. & Bateman, I. (2017). Good parks–bad parks: the influence of perceptions of location on WTP and preference motives for urban parks. Journal of Environmental Economics and Policy, 6(2), 204-224.

Cuiabá. (2004). Legislação Urbana de Cuiabá. Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Urbano. 2004. https://www.cuiaba.mt.gov.br.

Cuiabá. (2021). Lei nº 004, de 24 de dezembro de 1992 - Lei Complementar Municipal de Gerenciamento Urbano. https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=173933.

Cuiabá. (2021). https://leisdecuiaba.wordpress.com.

Castro, J. D. (2015). Usos e abusos da valoração econômica do meio ambiente: ensaios sobre aplicações de métodos de função demanda no Brasil. Tese de doutorado em Economia.Universidade Federal de Brasília (UNB).

GEOPORTAL. (2021). O portal Dados e Metadados de Mato Grosso. http://geoportal.seplan.mt.gov.br/metadados/srv/por/catalog.search#/home>.

Google Earth. (2021). https://www.google.com.br/maps>.

Guimarães, C. M., Pasqualetto, A. (2020). Análise da evolução do planejamento ambiental do parque zoológico de Goiânia. Revista Nacional de Gerenciamento das cidades. 08 (61), 45 – 61.

IPDU. (2012). Perfil Socioeconomico de Cuiabá. Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano. (IV), 58. https://www.cuiaba.mt.gov.br/upload/arquivo /perfil socioeconomico_de_cuiaba_Vol_IV.pdf.

Lopes, E. R, N., Silva, A. P, P., Peruchi, J. F., & Lourenço, R. W. (2019). Zoneamento de Risco de Incêndio e Queimadas no Município de Sorocaba. Revista do Departamento de Geografia, 36, 118-129.

Martins, G. N., Nascimento, A. P. B., & Gallardo, A. L. C. F. (2020). Qualidade de praças e parques urbanos pela percepção da população: potencial de oferta de serviços ecossistêmicos. Revista PROJETAR, 5 (3), 34-47.

Mato Grosso. (2021). Decreto nº 1.470, de 9 de junho de 2000. https://www.iomat.mt.gov.br/verpdf/12556/#/p:1/e:12556>.

Martins, M. C. (2018). Revisão teórica e discussões sobre o uso e ocupação do solo no clima urbano de Juiz de Fora. Monografia do curso de especialização em Sistemas Tecnológicos e Sustentabilidade Aplicados ao Ambiente Construído. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Martins, E. C., & Romancini, S. R. (2005). Natureza na cidade: um olhar sobre o parque Mãe Bonifácia - Cuiabá/MT. http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal10/Procesosambientales/Proteccioncivil/01.pdf.

Oliveira, P., & Bitar, O. (2009). Indicadores Ambientais para o monitoramento de parques urbanos. Revista de Gestão Integrada em Saúde do Trabalho e Meio Ambiente, 4(2), 2 – 14.

ONU (Organização das Nações Unidas). (2021). http:// www.unric.org/pt/actualidade/31537-relatorio-da-onu-mostra-população-mundialcada->.

Pinto, J. S., Pinto, A. L., Pinto, V. S., Oppliger, F. A., & Oliveira, A. K. M. (2021). Análise das mudanças do uso e cobertura da terra em dois parques urbanos e seus entornos em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Boletim de Geografia, 39, 33 – 48.

Silva, E. J. (2009). Caracterização hidrogeológica de bacias hidrográficas do Semiárido Baiano através de técnicas de geoprocessamento. Dissertação em Engenharia Agrícola. Universidade Federal do Ceará (UFCE).

Souza, H S., & Santos, G. (2010). Geoprocessamento aplicado à avaliação imobiliária.

Vasconcelos, H. A., & Goes, E. D. (2021). O parque público e a cidade: entre a desigualdade socioespacial e a mercantilização. In: 9º Congresso Luso-Brasileiro Para O Planejamento Urbano, Regional, Integrado E Sustentável (PLURIS 2021 DIGITAL). Pequenas cidades, grandes desafios, múltiplas oportunidades.

Wall, E., & Waterman, T. (2012). Desenho Urbano.

Published

10/10/2021

How to Cite

AVELAR, T. C. S. .; PAES, A. da S. . .; TEIXEIRA, N. da C. .; RAUSCH, P. M. .; MARCILIO, N. da S. A. . .; ALMEIDA, G. A. G. de . Land use and occupation and real estate analysis around the Mãe Bonifácia State Park. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e225101321155, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21155. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21155. Acesso em: 8 dec. 2021.

Issue

Section

Exact and Earth Sciences